Aprendizagem e assimilação

4.447 visualizações

Publicada em

Parte de material didático de "Introdução à Vida Intelectual", a partir de J.B. Libanio

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Aprendizagem e assimilação

  1. 1. APRENDIZAGEM, ASSIMILAÇÃO E ORIGINALIDADE Afonso Murad Fonte: J.B. Libanio: Introdução à vida intelectual, cap.8 Introdução à Vida Intelectual (7)
  2. 2. Polos da construção da vida intelectual consciência crítica liberdade e autonomia maneira de pensar assimilação aprendizagem do ensinado docilidade ao mestre
  3. 3. Superar antigas oposições Atitude crítica Assimilação
  4. 4. Reflexão • Pergunta central: status questionis -> delimitar a questão em relação a outras próximas a ela, apontar de que não se vai tratar. • Significado dos termos principais: em poucas palavras exprimi-los em frases com sujeito e predicado completos. • Estruturação da questão e sua lógica: fazer esquema claro, didático, onde as partes estão bem articuladas entre si. • Percepção dos pressupostos teóricos implicados • Objeções
  5. 5. Integração no marco referencial • Marco referencial: resultado da organização das experiências, teorias, reflexões, idéias, pontos de vista, práticas, valores que se acumula durante sua existência. • Assimilação consiste na integração do novo elemento nesse marco referencial global da pessoa. Se ela não a faz, o dado permanece como peça solta e desestruturada. • Duas formas: enriquecer o marco referencial ou reestrutura-lo.
  6. 6. Afetividade impacta na aprendizagem • O entusiasmo, a paixão, o amor pela vida intelectual funcionam como motores no seu progresso. • Momentos de tristeza e desânimo dificultam o trabalho intelectual. • Estar atento ao descentramento e à dispersão! • A assimilação ganha em facilidade e intensidade quando se percebe seu alcance espiritual e apostólico.
  7. 7. Graus de assimilação Mínimo: mera memorização dos conteúdos Médio: memorização com compreensão e vice-versa Maior: compreensão autônoma. Discorrer, criar, ampliar.
  8. 8. • Para verificar de maneira concreta tais níveis, repare se a pessoa é capaz de ultrapassar as expressões técnicas e memorizadas, usando, por exemplo, outras imagens e comparações, mostrando as conseqüências possíveis, os pressupostos em jogo, ilações e relações novas.
  9. 9. Três atitudes que fazem a diferença Evitar o excesso de expectativa Manter a motivação Ampliar a gama de satisfações
  10. 10. versão 2015 Disponível em: www.afonsomurad.blogspot.com Fonte: Capítulo 8

×