(8) cozinha da teologia

4.026 visualizações

Publicada em

Os distintos níveis da Teologia: cotidiana, pastoral e acadêmica, e os desafios da articulação dos distintos níveis.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.026
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.997
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

(8) cozinha da teologia

  1. 1. A cozinha da Teologia Afonso Murad www.casadateologia.blogpot.com Casa da Teologia (8) Níveis da teologia: cotidiana, pastoral e acadêmica
  2. 2. Diferentes pratos e sabores, distintos processos de elaboração
  3. 3. Níveis da teologia cristã Cotidiano Pastoral Acadêmico Bacharelado Especialização Mestrado e Doutorado
  4. 4. Teologia Cotidiana
  5. 5. Teologia Cotidiana • Característica: diluída na existência, traduz-se no dia a dia, elementar. • Lugar: em casa, na comunidade, no trabalho (não tem um lugar definido). • Quem faz: qualquer cristã(o) ou grupo que pensa sobre sua fé ou pensa sua existência a partir da fé. • Interlocutor: várias pessoas ou grupos sociais. • Linguagem: oral e coloquial (com emoção) • Produto: música, conselhos, narrações, devocional, testemunhos.
  6. 6. Teologia Pastoral
  7. 7. Teologia Pastoral Iniciação à teologia, teologia na pastoral • Característica: íntima relação com a missão evangelizadora. Abordagem elaborada, não necessariamente científica. • Lugar: espaços eclesiais. • Quem faz: lideranças, agente de pastoral que tem formação teológica. • Interlocutor: cristãos, membros das Igrejas. • Linguagem: oral e escrita, acessível e significativa. • Produto: material pedagógico (roteiros, folhetos, vídeos, músicas, cadernos, esquemas, retiros),
  8. 8. Teologia acadêmica
  9. 9. Teologia acadêmica • Característica: profissionalização, método próprio, rigor dos conceitos, reflexão crítica e sapiencial. • Lugar: faculdades de teologia. • Quem produz: teólogos(as) profissionais • Quem faz (aprende): estudante de teologia. • Linguagem: específica do método teológico, predomínio dos conceitos, escrita e oral. • Produção: livros, artigos, congressos.
  10. 10. O desafio da articulação dos níveis de teologia Cotidiana Pastoral Acadêmica
  11. 11. Teologia acadêmica • Eclesiástica: voltada para a Igreja. Confere um certificado religioso, válido somente no âmbito da Igreja(Curso livre, seminarístico ou ministerial). Na católica, orientações: Optatam totius ( do Vaticano II), diretrizes da Congregação para a Educação Católica e da CNBB. • Civil: Segue as orientações do Ministério da Educação. A teologia foi reconhecida como curso civil em 1999. • Etapas: Bacharelado, mestrado, doutorado.
  12. 12. Possibilidades profissionais • Funções ministeriais na Igreja. • Professor(a) e pesquisador(a) em faculdade de teologia. • Professor(a) de cultura religiosa em universidades confessionais e comunitárias. • Professor(a) de ensino religioso em escola confessional. • Agente de pastoral em escolas ou instituições de ensino superior. • Agente de pastoral da saúde em hospitais. • Funcionário(a) de ONGs de finalidade social e ambiental. • Outras demandas profissionais.
  13. 13. Organização clássica da teologia católica 1.Fundamental 2.Bíblica 3.Dogmática 4.Moral 5. Outros a) História da Igreja b) Direito Canônico c) Pastoral d) Espiritualidade e) Ciências aplicadas
  14. 14. Um exemplo de grade curricular de graduação em Teologia de Faculdade Católica
  15. 15. FUNDAMENTAL • Introdução à Teologia e ao método teológica • Teologia fundamental (revelação e fé)
  16. 16. BÍBLIA • Introdução à Bíblia • Pentateuco • Livros históricos • Sapienciais e Salmos • Profetas • Evangelhos Sinóticos e Atos • Literatura Joanina • Epístolas Paulinas, outras epístolas • Apocalipse * Línguas bíblicas: grego e hebraico
  17. 17. DOGMÁTICA • Cristologia • Antropologia Teológica e Graça • Trindade e pneumatologia • Eclesiologia • Escatologia • Mariologia • Sacramentologia • Sacramentos de iniciação • Liturgia Fundamental e Sacramental
  18. 18. MORAL • Moral Fundamental • Moral da Sexualidade e da família • Moral Social e Ecológica • Bioética
  19. 19. OUTROS História da Igreja: Patrística, Medieval, Moderna, Contemporânea, América Latina, Brasil. Direito Canônico (Fundamental e específicos). Pastoral: Pastoral fundamental, Catequética, Missiologia, Pastoral da comunicação, Ecumenismo, Pastoral dos Jovens, Aconselhamento pastoral, Planejamento pastoral, Pastorais sociais, Diálogo interreligioso. Ciências Aplicadas: Sociologia da Religião, Latim, Psicologia pastoral, Gestão na Pastoral Espiritualidade: Vida Religiosa, Espiritualidades cristãs.
  20. 20. Organização clássica da teologia protestante Bíblia Histórico- sistemático Ministerial Outras
  21. 21. Proposta do Ministério da Educação para o Bacharelado: em núcleos Fundamental (Específico) Interdisciplinar Formativo teórico- prático
  22. 22. Núcleo Fundamental • Disciplinas que caracterizam um curso de Teologia, tais como o estudo: - da Teologia; - dos textos sagrados e fontes; - das línguas originais desses textos; • As normas ou regras de interpretação dos referidos textos; • A história da construção do pensamento e da tradição institucional da confissão religiosa. • As disciplinas que atendem ao estudo da natureza, essência da tradiçãoreligiosa, inclusive códigos legais ou assemelhados
  23. 23. Núcleo interdisciplinar • Disciplinas que atuam como campo de diálogo com a Teologia, seja em sua manifestação, seja em sua construção, tais como as disciplinas ligadas ao campo da Filosofia, Religião, Sociologia, Psicologia, Antropologia, Administração, Direito, Ética e disciplinas instrumentais, como língua nacional ou estrangeira.
  24. 24. Núcleo formativo teórico-prático • Disciplinas que tem a função de completar a formação do egresso concedendo-lhe condições para a aquisição das competências, habilidades e atitudes pretendidas com o curso e dentro da natureza própria de sua formação considerada na confessionalidade ou tradição. • Que o egresso seja preparado para desenvolver seu papel diante de sua comunidade religiosa e diante da sociedade em busca de uma cidadania participativa e responsável.
  25. 25. Relação Teologia <-> Pastoral • Tendência do estudante de teologia em simplesmente repassar ou diluir o conteúdo aprendido na Faculdade. • Ele deve reelaborar o conhecimento teológico e a linguagem correspondente, de acordo com seus interlocutores. • Na pastoral, a informação deve iluminar a existência cristã e dilatar seu horizonte. • Trabalhar com teologia e pastoral é como falar simultaneamente duas línguas.
  26. 26. Colaboração da teologia à prática pastoral • Ajuda o cristão a amadurecer sua opção por Jesus e a dialogar com o diferente. • Oferece conceitos e categorias que ajudam a fé a purificar-se de concepções anacrônicas. • Fornece instrumental teórico para compreender e reinterpretar a experiência cristã. • Mune a prática pastoral de chaves de intelecção para fazer leituras da realidade humana à luz da fé. • Estimula ações práticas (ética) e a espiritualidade.
  27. 27. Colaboração da pastoral à teologia • Alimenta a fé, a esperança e a caridade do teólogo(a). • Possibilita uma experiência de comunidade, que conecta o teólogo com sua Igreja. • Levanta novas (e antigas) perguntas, que estimulam a reflexão teológica. • Suscita a necessidade de instrumentos pré- teológicos para compreender questões emergentes.
  28. 28. Teologia e Pastoral: exigências distintas • Pastoral: paixão pela causa de Jesus e do Reino, presença junto às pessoas, sensibilidade humana, mística, conectividade, metodologia eficaz e participativa. • Teologia: tempo, habilidade, treinamento e paciência para alcançar precisão dos conceitos. Ler muito, estudar, escrever, pensar, discutir, sintetizar, articular.
  29. 29. Referência bibliográfica básica Capítulo 6 Capítulo 5 www.casadateologia.blogspot.com murad4@hotmail.com (versão 2015) *Bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq

×