SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
R$ 2,00
Atos Oficiais da
Câmara Municipal de
Pádua.
Comprometido
com a Verdade!
Suplemento Especial
Prefeitura Municipal
de Santo Antônio de
Pádua
Facebook: Jornal Opção do Noroeste Email:jornalopcaodonoroeste@gmail.com
Edição: 447 - 13 de Agosto de 2021
Toda Semana
nas Bancas
Câmara rejeita e arquiva PEC do voto impresso
O resultado representa uma derrota para o presidente Jair Bolsonaro, que, sem apresentar provas, vem falando em fraude no sistema de votação por meio
da urna eletrônica e fazendo acusações sem fundamento a ministros do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral. Saiba mais na Página 03
Panasonic irá encerrar produção
d e t e l e v i s o r e s n o B r a s i l
Segundo a empresa, a decisão considera a atual situação
econômica que o país enfrenta. Outras fábricas instaladas
na Zona Franca de Manaus, como a Sony e a Canon,
também já haviam anunciado encerramento de atividades.
Saiba mais na Página 03
Caixa anuncia concurso específico
para pessoas com deficiência
“São 100 novas agências para o agronegócio e
168 com perfil mais social, em estados como Pará
e Maranhão. 10 milhões de brasileiros devem ser
beneficiados. A Caixa é o banco de todos os
brasileiros, portanto todos os estados e o Distrito
Federal receberão, pelo menos, uma agência de
agronegócio”. Saiba mais na página 02
Edição 447 Jornal Opção do Noroeste
13 de Agosto de 2021
02
Cerimônia no Cristo marca campanha contra violência às mulheres
A violência contra
as mulheres foi
lembrada durante
cerimônia realizada
nesta quarta-feira (11),
no Cristo Redentor, no
Rio de Janeiro, que
recebeu iluminação
especial para marcar a
c a m p a n h a .
Participaram, entre
outras autoridades, o
presidente do
Supremo Tribunal
Federal (STF), Luiz
Fux, o ministro do STF
Dias Toffoli e o
prefeito do Rio,
Eduardo Paes.
A cerimônia foi
organizada pela
Associação dos
M a g i s t r a d o s
Brasileiros (AMB), em
comemoração ao Dia
do Magistrado. Na
ocasião, o monumento
recebeu o Sinal
Vermelho contra a
Violência Doméstica –
um X vermelho na
palma de cada mão,
símbolo que permite às
mulheres que sofrem
abusos, ameaças e
agressões pedir ajuda e
denunciar os
agressores.
Em seu discurso,
Fux lembrou da luta
contra a violência do
n a z i f a s c i s m o ,
incluindo a proteção às
mulheres, e destacou
que justiça é sinônimo
de solidariedade e
democracia: “Eu
sintetizaria o dia de
hoje em duas palavras:
justiça independente e
d e m o c r a c i a
inegociável”.
A campanha Sinal
Vermelho Contra a
Violência Doméstica
foi criada pela AMB,
juntamente com o
Conselho Nacional de
Justiça (CNJ), em
junho do ano passado,
devido ao crescimento
dos índices de
violência contra a
mulher durante a
pandemia de covid-19.
Fonte: Agência Brasil
Caixa anuncia concurso específico para pessoas com deficiência
O presidente da
Caixa, Pedro Guimarães,
revelou hoje (11), em
entrevista ao programa A
Voz do Brasil, que o
banco pretende abrir
concurso público
específico para preencher
vagas de pessoas com
deficiência.
S e g u n d o
Guimarães, a Caixa conta
atualmente com apenas
1,5% do quadro de
funcionários composto
por pessoas com
deficiência. A meta do
banco, que
pretende inaugurar 268
novas agências ainda em
2021, é aumentar a
participação para 5%.
Além do concurso
específico para pessoas
com deficiência, o
presidente do banco
afirmou que outras vagas
serão preenchidas por
pessoas aprovadas no
concurso de 2014, que
continua válido. A
expectativa é que 10 mil
novos funcionários
passem a integrar as
agências da Caixa como
colaboradores.
As novas agências já
estão em processo de
inauguração, informou
Guimarães.
Auxílio emergencial
Sobre a antecipação
das parcelas 5, 6 e 7 do
auxílio emergencial,
Pedro Guimarães revelou
que o calendário não será
antecipado, e será tornado
público em breve pelo
presidente Jair Bolsonaro.
Guimarães afirmou que
as últimas parcelas do
auxílio emergencial já
sairão com o calendário
definitivo, que deve
coincidir com o início do
pagamento do novo
auxílio criado pelo
governo federal,
o Auxílio Brasil.
A operacionalização
dos pagamentos do novo
auxílio será feita pela
Caixa, seguindo o mesmo
processo que já é adotado
para o Bolsa Família e
para o auxílio
emergencial. Segundo
Guimarães, a Caixa
chegou a distribuir
benefícios para até 100
milhões de brasileiros em
um único mês, o que
garante que já existe a
estrutura necessária para
atendimento amplo da
população.
“ E s t a m o s
conversando com o
ministro Roma [da
Cidadania]. A Caixa tem
toda capacidade e fará
este pagamento,
aproveitando tudo que já
realizamos. Neste
momento, estamos
pagando 56 milhões de
pessoas por mês”,
acrescentou.
Contas digitais
O presidente da
Caixa afirmou que, em
breve, os 38 milhões de
brasileiros que passaram
a participar do sistema
bancário eletrônico após
a pandemia terão acesso
a operações de
microcrédito.As linhas de
empréstimo e
financiamento que serão
liberadas para essa
parcela da população não
foram reveladas.
“Agora que estamos
na última etapa do auxílio
e m e r g e n c i a l ,
arquitetamos esse
microcrédito para muito
em breve.”
Agronegócio
A Caixa informa
ainda que 100 agências
exclusivas para
negociação do setor de
agronegócios serão
instaladas em todo o país.
Pequenos produtores
também serão
beneficiados. As
agências, entretanto, não
d i s p o n i b i l i z a r ã o
transações em dinheiro,
como saques, depósitos e
transferências.
“São 100 novas
agências para o
agronegócio e 168 com
perfil mais social, em
estados como Pará e
Maranhão. 10 milhões de
brasileiros devem ser
beneficiados. A Caixa é o
banco de todos os
brasileiros, portanto todos
os estados e o Distrito
Federal receberão, pelo
menos, uma agência de
agronegócio”, declarou.
“Conversamos com a
ministra Tereza Cristina
[da Agricultura, Pecuária
e Abastecimento] a parte
de armazenamento, silos
e irrigação. Também
faremos [investimentos]
na piscicultura - ainda
pouco explorada. Esses
são os principais
segmentos que vamos
apoiar neste momento”,
informou.
Verbas para
financiamento
Pedro Guimarães
revelou o tamanho das
reservas do banco para
apoiar iniciativas de
agronegócio e para
pequenos produtores.
Atualmente, o banco
conta com R$ 12 bilhões
para linhas de crédito -
valor que deve subir para
R$ 35 bilhões até junho
de 2022.
“Não falta dinheiro.
A Caixa tem, pelo
menos, R$ 100 bilhões
para emprestar para
vários segmentos.
Esperamos que até o
final de 2022 tenhamos
R$ 50 bilhões para o
agronegócio.”
Fonte: Agência Brasil
Edição 447
13 de Agosto de 2021
Jornal Opção do Noroeste 03
Câmara rejeita e arquiva PEC do voto impresso
A Câmara dos
Deputados decidiu nesta
terça-feira (10) rejeitar e
arquivar a proposta de
emenda à Constituição (PEC)
que propunha o voto
impresso em eleições,
plebiscitos e referendos.
O resultado representa
uma derrota para o
presidente Jair Bolsonaro,
que, sem apresentar provas,
vem falando em fraude no
sistema de votação por meio
da urna eletrônica e fazendo
acusações sem fundamento a
ministros do Supremo
Tribunal Federal e do
Tribunal Superior Eleitoral.
Para ser aprovada, a
PEC precisava de, no
mínimo, 308 votos. No
entanto, o texto elaborado
pela deputada Bia Kicis
(PSL-DF) teve o apoio de
apenas 229 deputados.
Outros 218 deputados
votaram contra a PEC, e um
parlamentar se absteve. Ao
todo, 448 votos foram
computados.
Os 64 ausentes — entre
os quais vários parlamentares
de legendas governistas —
contribuíram para a derrota
de Bolsonaro; na condição de
presidente da Câmara, o
deputado Arthur Lira (PP-
AL) é o único que não vota.
Com a decisão da
Câmara, o texto será
arquivado, e o formato atual
de votação e apuração fica
mantido nas eleições de 2022.
“Eu queria, mais uma
vez, agradecer ao plenário
desta Casa pelo
comportamento democrático
de um problema que é tratado
por muitos com muita
particularidade e com muita
segurança. A democracia do
plenário desta Casa deu uma
resposta a esse assunto e, na
Câmara, eu espero que esse
assunto esteja definitivamente
enterrado”, disseArthur Lira.
O projeto propunha a
inclusão de um parágrafo na
Constituição para definir a
obrigatoriedade da expedição
de cédulas físicas conferidas
pelo eleitor nos processos de
votação das eleições, dos
plebiscitos e referendos.
A impressão do voto
depositado na urna eletrônica
é defendida por Bolsonaro,
que tem feito ataques sem
provas ao sistema eleitoral e
já ameaçou agir “fora das
quatro linhas” da
Constituição.
Bolsonaro tem acusado
ministros do Supremo
Tribunal Federal (STF) de
interferir no debate e, em
d i v e r s a s
oportunidades, ameaçou com
a não realização das
eleições em 2022 caso não
fosse aprovada a matéria.
A tramitação da
PEC chegou a ser admitida
pela Comissão de
Constituição e Justiça (CCJ)
da Câmara, em 2019, mas
o mérito da proposta foi
rejeitado pela comissão
especial.
Na última semana, os
membros da comissão
rejeitaram parecer favorável à
PEC elaborado pelo deputado
Filipe Barros (PSL-PR), da
base de governo. Em seguida,
aprovaram o relatório do
deputado Raul Henry (MDB-
PE) que recomenda o
arquivamento do texto.
Apesar de a proposta ter
sido rejeitada na comissão,
o presidente da Câmara,
Arthur Lira (PP-AL), decidiu
levá-la ao plenário para que
todos os 513 deputados se
manifestassem.
Nesta terça, os
parlamentares decidiram
enterrar de vez as discussões
na Casa.
Debates
Na primeira etapa da
votação, seis deputados
falaram a favor e seis
deputados falaram contra a
PEC do voto impresso.
Deputados alinhados ao
presidente Bolsonaro
tentaram prolongar as
discussões, enquanto os
opositores procuraram
acelerar os debates.
Defensora do voto
impresso, a deputada Caroline
de Toni (PSL-SC) reclamou
da suposta interferência do
Judiciário nos debates da
Câmara sobre o tema.
“Nós não podemos
admitir que em uma
democracia, em uma
República, algo não possa ser
questionado. Não podemos
admitir que um tribunal, que
não foi eleito pelo povo
brasileiro, possa tentar
interferir no processo
legislativo desta casa como
infelizmente vimos ocorrer
durante a tramitação na
comissão especial do voto
impresso”, afirmou a
deputada.
“Voto que não é
auditável e apuração que não
é pública não vai ser fraude,
já é uma fraude, em si
mesmo”, concluiu.
A deputada Bia Kicis
(PSL-DF), autora da PEC,
afirmou que acompanhou “a
quebra de vários sistemas de
segurança da urna eletrônica”
e, por isso, decidiu fazer do
tema uma de suas bandeiras
eleitorais.
“Essa não é a PEC do
presidente Bolsonaro. Essa
não é a minha PEC. Essa é a
PEC dos brasileiros, que
querem transparência nas
eleições”, declarou a
deputada. “Por isso, eu peço
que procuremos despolitizar a
forma como vem sendo tratada
essa PEC, que não
corresponde ao seu objetivo”,
disse.
Líder do PSDB, o
deputado Carlos Sampaio (SP)
lembrou que pediu auditoria
das urnas eletrônicas em 2014,
quando o então candidato à
presidência da República
Aécio Neves (PSDB-MG) foi
derrotado pela ex-presidente
Dilma Rousseff, e ao final do
processo, nenhuma fraude foi
constatada.
“Só para que vossas
excelências saibam, o tempo
que durou essa auditoria, que
tive a honra de coordenar, foi
um ano com técnicos do
exterior, com técnicos do
Brasil e com técnicos doTSE.
Nesse um ano, ao final de
2015, lemos numa entrevista
coletiva o resultado dessa
auditoria. Havia alguma
fraude? Não, nenhuma fraude
foi constatada”, afirmou.
A deputada Fernanda
Melchionna (PSOL-RS)
afirmou que o retorno do voto
impresso representaria um
retrocesso de 25 anos e
defendeu o impeachment de
Bolsonaro em razão de suas
declarações sobre as urnas
eletrônicas.
“Se tivéssemos que
estar fazendo alguma coisa,
nós deveríamos, sim, estar
abrindo um processo de
impeachment, deputado
Marcel van Hattem. Esse,
sim, com o apoio majoritário
da população”, declarou.
Durante a votação,
alguns deputados que
participavam remotamente da
sessão reclamaram ao
presidente Arthur Lira que
não estavam conseguindo
registrar o voto pelo celular
— casos de Alexandre
Padilha (PT-SP) e Gonzaga
Patriota (PSB-PE), por
exemplo. Ambos se
posicionam contra o voto
impresso, mas aparecem no
registro da Câmara como
“ausente”.
Fonte: G1
Panasonic irá encerrar produção de televisores no Brasil
A Panasonic
anunciou, nesta quarta-
feira (11), que
irá encerrar a produção
de televisores e áudio
residencial no Brasil. A
empresa prevê 130
demissões até
dezembro, na fábrica de
Manaus, o que
representa 5% do total
de colaboradores.
Segundo a empresa,
a decisão considera a
atual situação
econômica que o país
enfrenta. Outras fábricas
instaladas na Zona
Franca de
Manaus, como a Sony e
a Canon, também já
haviam anunciado
encerramento de
atividades (veja detalhes
abaixo).
A Panasonic
informou, ainda, que
continuará investindo
em novas linhas e
produtos. De acordo
com a empresa, a
unidade de Manaus
manterá a produção de
microondas, produtos
automotivos e
c o m p o n e n t e s
eletrônicos, que também
são de grande
representatividade para
a fábrica.
De acordo com nota
divulgada pela assessoria
de imprensa da
Panasonic, o
encerramento da
produção de televisores
“segue uma estratégia
global, com foco na
sustentabilidade do
negócio e criará uma
oportunidade para outras
frentes”.
Além de Manaus, a
marca tem fábrica de
geladeiras e máquinas de
lavar roupa em Extrema
(MG), Pilhas, em São
José dos Campos (SP) e
um escritório
administrativo em São
Paulo.
Mudanças na Zona
Franca de Manaus
Na Zona Franca de
Manaus, o mercado de
televisores vem sofrendo
grandes impactos.
A Sony foi vendida à
Mondial após anunciar o
fim das atividades, em
setembro do ano
passado. A empresa
operava há 36 anos no
Polo Industrial de
Manaus e empregava
220 funcionários, que
foram dispensados.
Além da Sony, a LG
também anunciou o
encerramento das
operações globais em
celulares e transferiu o
setor de monitores e
notebooks para a fábrica
em Manaus, no dia 5 de
abril deste ano.
A Canon, no mês de
junho, anunciou o
encerramento das
atividades da sua única
fábrica no Brasil. As
vendas e assistência
técnica aos clientes
foram afetadas e 43
empregos foram
encerrados.
Fonte: G1
Edição 447 Jornal Opção do Noroeste
13 de Agosto de 2021
04
Um motociclista ia a
140 km/h por uma estrada
e, de repente, deu de
encontro com um
passarinho e não
conseguiu esquivar-se:
PÁ!!!
Pelo retrovisor, o
cara ainda viu o bichinho
dando várias piruetas no
asfalto até ficar
estendido.
Não contendo o
remorso ecológico, ele
parou a moto e voltou
para socorrer o bichinho.
O passarinho estava
lá, inconsciente, quase
morto. Era tal a angústia
do motociclista que ele
recolheu a pequena ave,
levou-a ao veterinário, foi
tratado e medicado,
comprou uma gaiolinha e
a levou para casa, tendo
o cuidado de deixar um
pouquinho de pão e água
para o acidentado.
No dia seguinte, o
passarinho recupera a
consciência. Ao
despertar, vendo-se
preso, cercado por
grades, com o pedaço de
pão e a vasilha de água no
canto, o bicho põe as asas
na cabeça e grita:
- PU*A QUE O
PARIU, MATEI O
MOTOQUEIRO !!!
Complete a Palavra Cruzada
respondendo as Seguintes Questões
Defesa de Flordelis entra com habeas corpus para
mantê-la solta, após cassação e pedido de prisão
A deputada
federal Flordelis (PSD-
RJ) entrou com um
pedido de habeas
corpus para que ela não
seja presa. Ela teve
o mandato cassado na
Câmara dos Deputados
na quarta-feira (11)
por quebra de decoro.
Flordelis é acusada
de ser a mandante da
morte do marido,
o pastor Anderson do
Carmo. O advogado
que o representa pediu
a prisão de
Flordelis logo após a
cassação.
A 2ª Vara Criminal
do Tribunal de Justiça
do Rio ainda vai analisar
os dois pedidos.
A defesa alega que
Flordelis não deve ser
presa porque:
pedido de prisão
não pode ser feito pelo
assistente de acusação
(advogado do pastor
Anderson do Carmo)
Flordelis tem 60
anos e pode ser
considerada idosa
compareceu a
todos os atos
processuais
atendeu às
convocações da Justiça
p a n d e m i a d a
Covid-19
Os advogados
alegam ainda que, em
2016, ela teve uma
isquemia cerebral e que
vem recebendo
atendimento médico e
psiquiátrico. Na
segunda (9), eles
dizem, Flordelis foi
atendida numa
emergência.
A defesa da ex-
deputada pedem ainda
que ela receba
a c o m p a n h a m e n t o
psiquiátrico.
Cassação
O processo
criminal ainda não foi
julgado, mas os
d e p u t a d o s
consideraram que a
atuação da parlamentar
ao longo do caso feriu
o Código de Ética da
Câmara.
Eram necessários,
pelo menos, 257 votos
favoráveis à cassação
para a perda do
mandato. A cassação
foi aprovada por 437
votos a 7.
Fonte: G1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EDIÇÃO 413 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 413 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2020EDIÇÃO 413 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 413 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 371 DE 04 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 371 DE 04 DE MARÇO DE 2020EDIÇÃO 371 DE 04 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 371 DE 04 DE MARÇO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO  374 DE 25 DE MARÇO DE 2020EDIÇÃO  374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 436 DE 31 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 436 DE 31 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 436 DE 31 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 436 DE 31 DE MAIO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 456 DE 08 DE OUTUBRO DE 2021
EDIÇÃO 456 DE 08 DE OUTUBRO DE 2021EDIÇÃO 456 DE 08 DE OUTUBRO DE 2021
EDIÇÃO 456 DE 08 DE OUTUBRO DE 2021
JulianoPena4
 

Mais procurados (20)

EDIÇÃO 413 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 413 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2020EDIÇÃO 413 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 413 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2020
 
EDIÇÃO 328
EDIÇÃO 328EDIÇÃO 328
EDIÇÃO 328
 
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
 
EDIÇÃO 345
EDIÇÃO 345EDIÇÃO 345
EDIÇÃO 345
 
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
 
EDIÇÃO 301
EDIÇÃO 301EDIÇÃO 301
EDIÇÃO 301
 
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
 
EDIÇÃO 371 DE 04 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 371 DE 04 DE MARÇO DE 2020EDIÇÃO 371 DE 04 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 371 DE 04 DE MARÇO DE 2020
 
EDIÇÃO NOTÍCIAS 282
EDIÇÃO NOTÍCIAS 282EDIÇÃO NOTÍCIAS 282
EDIÇÃO NOTÍCIAS 282
 
EDIÇÃO NOTÍCIAS 289
EDIÇÃO NOTÍCIAS 289EDIÇÃO NOTÍCIAS 289
EDIÇÃO NOTÍCIAS 289
 
EDIÇÃO 333
EDIÇÃO 333EDIÇÃO 333
EDIÇÃO 333
 
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
 
EDIÇÃO NOTICIAS 283
EDIÇÃO NOTICIAS 283EDIÇÃO NOTICIAS 283
EDIÇÃO NOTICIAS 283
 
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO  374 DE 25 DE MARÇO DE 2020EDIÇÃO  374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
 
EDIÇÃO 436 DE 31 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 436 DE 31 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 436 DE 31 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 436 DE 31 DE MAIO DE 2021
 
EDIÇÃO 310
EDIÇÃO 310EDIÇÃO 310
EDIÇÃO 310
 
EDIÇÃO 456 DE 08 DE OUTUBRO DE 2021
EDIÇÃO 456 DE 08 DE OUTUBRO DE 2021EDIÇÃO 456 DE 08 DE OUTUBRO DE 2021
EDIÇÃO 456 DE 08 DE OUTUBRO DE 2021
 

Semelhante a EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021

13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/201313º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
Silvio Dias
 
EDIÇÃO 376 DE 08 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 376 DE 08 DE ABRIL DE 2020EDIÇÃO 376 DE 08 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 376 DE 08 DE ABRIL DE 2020
Afonso Pena
 
Bahia notícias notícia trabalhador morre em fábrica da trifil de itabuna;...
Bahia notícias   notícia   trabalhador morre em fábrica da trifil de itabuna;...Bahia notícias   notícia   trabalhador morre em fábrica da trifil de itabuna;...
Bahia notícias notícia trabalhador morre em fábrica da trifil de itabuna;...
Gênia Darc
 

Semelhante a EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021 (20)

Representação Rombo da Caixa - TCU - final.pdf
Representação Rombo da Caixa - TCU - final.pdfRepresentação Rombo da Caixa - TCU - final.pdf
Representação Rombo da Caixa - TCU - final.pdf
 
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/201313º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
 
Jornal digital 14 08-18
Jornal digital 14 08-18Jornal digital 14 08-18
Jornal digital 14 08-18
 
Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018
 
Jornal digital 13 04-18
Jornal digital 13 04-18Jornal digital 13 04-18
Jornal digital 13 04-18
 
Jornal digital 20 08-18
Jornal digital 20 08-18Jornal digital 20 08-18
Jornal digital 20 08-18
 
Jornal digital 26 04-18
Jornal digital 26 04-18Jornal digital 26 04-18
Jornal digital 26 04-18
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
 
Jornal digital 18 08-17
Jornal digital 18 08-17Jornal digital 18 08-17
Jornal digital 18 08-17
 
Jornal digital 17 10-2018
Jornal digital 17 10-2018Jornal digital 17 10-2018
Jornal digital 17 10-2018
 
Jornal digital 22 03-18
Jornal digital 22 03-18Jornal digital 22 03-18
Jornal digital 22 03-18
 
Informativo de Mandato - Março/2014
Informativo de Mandato - Março/2014Informativo de Mandato - Março/2014
Informativo de Mandato - Março/2014
 
EDIÇÃO 376 DE 08 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 376 DE 08 DE ABRIL DE 2020EDIÇÃO 376 DE 08 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 376 DE 08 DE ABRIL DE 2020
 
Setemi News
Setemi NewsSetemi News
Setemi News
 
Jornal digital 18 06-18
Jornal digital 18 06-18Jornal digital 18 06-18
Jornal digital 18 06-18
 
Bahia notícias notícia trabalhador morre em fábrica da trifil de itabuna;...
Bahia notícias   notícia   trabalhador morre em fábrica da trifil de itabuna;...Bahia notícias   notícia   trabalhador morre em fábrica da trifil de itabuna;...
Bahia notícias notícia trabalhador morre em fábrica da trifil de itabuna;...
 
Jornal digital 29 08-17
Jornal digital 29 08-17Jornal digital 29 08-17
Jornal digital 29 08-17
 
Jornal digital 10 04-18
Jornal digital 10 04-18Jornal digital 10 04-18
Jornal digital 10 04-18
 
Jornal digital 22 09-17
Jornal digital 22 09-17Jornal digital 22 09-17
Jornal digital 22 09-17
 
Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018
 

Mais de Afonso Pena

EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 440 DE 25 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 440 DE 25 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 440 DE 25 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 440 DE 25 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021 EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
Afonso Pena
 

Mais de Afonso Pena (20)

EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 440 DE 25 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 440 DE 25 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 440 DE 25 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 440 DE 25 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021 EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
 
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
 
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
 
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
 
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
 
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
 

Último (6)

Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas  - Paper Excellence.. -.pdfInvest Minas  - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdf
 
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
 
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
 
Ação popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre EletrobrasAção popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre Eletrobras
 
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
 
Anteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdfAnteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdf
 

EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021

  • 1. R$ 2,00 Atos Oficiais da Câmara Municipal de Pádua. Comprometido com a Verdade! Suplemento Especial Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua Facebook: Jornal Opção do Noroeste Email:jornalopcaodonoroeste@gmail.com Edição: 447 - 13 de Agosto de 2021 Toda Semana nas Bancas Câmara rejeita e arquiva PEC do voto impresso O resultado representa uma derrota para o presidente Jair Bolsonaro, que, sem apresentar provas, vem falando em fraude no sistema de votação por meio da urna eletrônica e fazendo acusações sem fundamento a ministros do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral. Saiba mais na Página 03 Panasonic irá encerrar produção d e t e l e v i s o r e s n o B r a s i l Segundo a empresa, a decisão considera a atual situação econômica que o país enfrenta. Outras fábricas instaladas na Zona Franca de Manaus, como a Sony e a Canon, também já haviam anunciado encerramento de atividades. Saiba mais na Página 03 Caixa anuncia concurso específico para pessoas com deficiência “São 100 novas agências para o agronegócio e 168 com perfil mais social, em estados como Pará e Maranhão. 10 milhões de brasileiros devem ser beneficiados. A Caixa é o banco de todos os brasileiros, portanto todos os estados e o Distrito Federal receberão, pelo menos, uma agência de agronegócio”. Saiba mais na página 02
  • 2. Edição 447 Jornal Opção do Noroeste 13 de Agosto de 2021 02 Cerimônia no Cristo marca campanha contra violência às mulheres A violência contra as mulheres foi lembrada durante cerimônia realizada nesta quarta-feira (11), no Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, que recebeu iluminação especial para marcar a c a m p a n h a . Participaram, entre outras autoridades, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, o ministro do STF Dias Toffoli e o prefeito do Rio, Eduardo Paes. A cerimônia foi organizada pela Associação dos M a g i s t r a d o s Brasileiros (AMB), em comemoração ao Dia do Magistrado. Na ocasião, o monumento recebeu o Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica – um X vermelho na palma de cada mão, símbolo que permite às mulheres que sofrem abusos, ameaças e agressões pedir ajuda e denunciar os agressores. Em seu discurso, Fux lembrou da luta contra a violência do n a z i f a s c i s m o , incluindo a proteção às mulheres, e destacou que justiça é sinônimo de solidariedade e democracia: “Eu sintetizaria o dia de hoje em duas palavras: justiça independente e d e m o c r a c i a inegociável”. A campanha Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica foi criada pela AMB, juntamente com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em junho do ano passado, devido ao crescimento dos índices de violência contra a mulher durante a pandemia de covid-19. Fonte: Agência Brasil Caixa anuncia concurso específico para pessoas com deficiência O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, revelou hoje (11), em entrevista ao programa A Voz do Brasil, que o banco pretende abrir concurso público específico para preencher vagas de pessoas com deficiência. S e g u n d o Guimarães, a Caixa conta atualmente com apenas 1,5% do quadro de funcionários composto por pessoas com deficiência. A meta do banco, que pretende inaugurar 268 novas agências ainda em 2021, é aumentar a participação para 5%. Além do concurso específico para pessoas com deficiência, o presidente do banco afirmou que outras vagas serão preenchidas por pessoas aprovadas no concurso de 2014, que continua válido. A expectativa é que 10 mil novos funcionários passem a integrar as agências da Caixa como colaboradores. As novas agências já estão em processo de inauguração, informou Guimarães. Auxílio emergencial Sobre a antecipação das parcelas 5, 6 e 7 do auxílio emergencial, Pedro Guimarães revelou que o calendário não será antecipado, e será tornado público em breve pelo presidente Jair Bolsonaro. Guimarães afirmou que as últimas parcelas do auxílio emergencial já sairão com o calendário definitivo, que deve coincidir com o início do pagamento do novo auxílio criado pelo governo federal, o Auxílio Brasil. A operacionalização dos pagamentos do novo auxílio será feita pela Caixa, seguindo o mesmo processo que já é adotado para o Bolsa Família e para o auxílio emergencial. Segundo Guimarães, a Caixa chegou a distribuir benefícios para até 100 milhões de brasileiros em um único mês, o que garante que já existe a estrutura necessária para atendimento amplo da população. “ E s t a m o s conversando com o ministro Roma [da Cidadania]. A Caixa tem toda capacidade e fará este pagamento, aproveitando tudo que já realizamos. Neste momento, estamos pagando 56 milhões de pessoas por mês”, acrescentou. Contas digitais O presidente da Caixa afirmou que, em breve, os 38 milhões de brasileiros que passaram a participar do sistema bancário eletrônico após a pandemia terão acesso a operações de microcrédito.As linhas de empréstimo e financiamento que serão liberadas para essa parcela da população não foram reveladas. “Agora que estamos na última etapa do auxílio e m e r g e n c i a l , arquitetamos esse microcrédito para muito em breve.” Agronegócio A Caixa informa ainda que 100 agências exclusivas para negociação do setor de agronegócios serão instaladas em todo o país. Pequenos produtores também serão beneficiados. As agências, entretanto, não d i s p o n i b i l i z a r ã o transações em dinheiro, como saques, depósitos e transferências. “São 100 novas agências para o agronegócio e 168 com perfil mais social, em estados como Pará e Maranhão. 10 milhões de brasileiros devem ser beneficiados. A Caixa é o banco de todos os brasileiros, portanto todos os estados e o Distrito Federal receberão, pelo menos, uma agência de agronegócio”, declarou. “Conversamos com a ministra Tereza Cristina [da Agricultura, Pecuária e Abastecimento] a parte de armazenamento, silos e irrigação. Também faremos [investimentos] na piscicultura - ainda pouco explorada. Esses são os principais segmentos que vamos apoiar neste momento”, informou. Verbas para financiamento Pedro Guimarães revelou o tamanho das reservas do banco para apoiar iniciativas de agronegócio e para pequenos produtores. Atualmente, o banco conta com R$ 12 bilhões para linhas de crédito - valor que deve subir para R$ 35 bilhões até junho de 2022. “Não falta dinheiro. A Caixa tem, pelo menos, R$ 100 bilhões para emprestar para vários segmentos. Esperamos que até o final de 2022 tenhamos R$ 50 bilhões para o agronegócio.” Fonte: Agência Brasil
  • 3. Edição 447 13 de Agosto de 2021 Jornal Opção do Noroeste 03 Câmara rejeita e arquiva PEC do voto impresso A Câmara dos Deputados decidiu nesta terça-feira (10) rejeitar e arquivar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que propunha o voto impresso em eleições, plebiscitos e referendos. O resultado representa uma derrota para o presidente Jair Bolsonaro, que, sem apresentar provas, vem falando em fraude no sistema de votação por meio da urna eletrônica e fazendo acusações sem fundamento a ministros do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral. Para ser aprovada, a PEC precisava de, no mínimo, 308 votos. No entanto, o texto elaborado pela deputada Bia Kicis (PSL-DF) teve o apoio de apenas 229 deputados. Outros 218 deputados votaram contra a PEC, e um parlamentar se absteve. Ao todo, 448 votos foram computados. Os 64 ausentes — entre os quais vários parlamentares de legendas governistas — contribuíram para a derrota de Bolsonaro; na condição de presidente da Câmara, o deputado Arthur Lira (PP- AL) é o único que não vota. Com a decisão da Câmara, o texto será arquivado, e o formato atual de votação e apuração fica mantido nas eleições de 2022. “Eu queria, mais uma vez, agradecer ao plenário desta Casa pelo comportamento democrático de um problema que é tratado por muitos com muita particularidade e com muita segurança. A democracia do plenário desta Casa deu uma resposta a esse assunto e, na Câmara, eu espero que esse assunto esteja definitivamente enterrado”, disseArthur Lira. O projeto propunha a inclusão de um parágrafo na Constituição para definir a obrigatoriedade da expedição de cédulas físicas conferidas pelo eleitor nos processos de votação das eleições, dos plebiscitos e referendos. A impressão do voto depositado na urna eletrônica é defendida por Bolsonaro, que tem feito ataques sem provas ao sistema eleitoral e já ameaçou agir “fora das quatro linhas” da Constituição. Bolsonaro tem acusado ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de interferir no debate e, em d i v e r s a s oportunidades, ameaçou com a não realização das eleições em 2022 caso não fosse aprovada a matéria. A tramitação da PEC chegou a ser admitida pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, em 2019, mas o mérito da proposta foi rejeitado pela comissão especial. Na última semana, os membros da comissão rejeitaram parecer favorável à PEC elaborado pelo deputado Filipe Barros (PSL-PR), da base de governo. Em seguida, aprovaram o relatório do deputado Raul Henry (MDB- PE) que recomenda o arquivamento do texto. Apesar de a proposta ter sido rejeitada na comissão, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), decidiu levá-la ao plenário para que todos os 513 deputados se manifestassem. Nesta terça, os parlamentares decidiram enterrar de vez as discussões na Casa. Debates Na primeira etapa da votação, seis deputados falaram a favor e seis deputados falaram contra a PEC do voto impresso. Deputados alinhados ao presidente Bolsonaro tentaram prolongar as discussões, enquanto os opositores procuraram acelerar os debates. Defensora do voto impresso, a deputada Caroline de Toni (PSL-SC) reclamou da suposta interferência do Judiciário nos debates da Câmara sobre o tema. “Nós não podemos admitir que em uma democracia, em uma República, algo não possa ser questionado. Não podemos admitir que um tribunal, que não foi eleito pelo povo brasileiro, possa tentar interferir no processo legislativo desta casa como infelizmente vimos ocorrer durante a tramitação na comissão especial do voto impresso”, afirmou a deputada. “Voto que não é auditável e apuração que não é pública não vai ser fraude, já é uma fraude, em si mesmo”, concluiu. A deputada Bia Kicis (PSL-DF), autora da PEC, afirmou que acompanhou “a quebra de vários sistemas de segurança da urna eletrônica” e, por isso, decidiu fazer do tema uma de suas bandeiras eleitorais. “Essa não é a PEC do presidente Bolsonaro. Essa não é a minha PEC. Essa é a PEC dos brasileiros, que querem transparência nas eleições”, declarou a deputada. “Por isso, eu peço que procuremos despolitizar a forma como vem sendo tratada essa PEC, que não corresponde ao seu objetivo”, disse. Líder do PSDB, o deputado Carlos Sampaio (SP) lembrou que pediu auditoria das urnas eletrônicas em 2014, quando o então candidato à presidência da República Aécio Neves (PSDB-MG) foi derrotado pela ex-presidente Dilma Rousseff, e ao final do processo, nenhuma fraude foi constatada. “Só para que vossas excelências saibam, o tempo que durou essa auditoria, que tive a honra de coordenar, foi um ano com técnicos do exterior, com técnicos do Brasil e com técnicos doTSE. Nesse um ano, ao final de 2015, lemos numa entrevista coletiva o resultado dessa auditoria. Havia alguma fraude? Não, nenhuma fraude foi constatada”, afirmou. A deputada Fernanda Melchionna (PSOL-RS) afirmou que o retorno do voto impresso representaria um retrocesso de 25 anos e defendeu o impeachment de Bolsonaro em razão de suas declarações sobre as urnas eletrônicas. “Se tivéssemos que estar fazendo alguma coisa, nós deveríamos, sim, estar abrindo um processo de impeachment, deputado Marcel van Hattem. Esse, sim, com o apoio majoritário da população”, declarou. Durante a votação, alguns deputados que participavam remotamente da sessão reclamaram ao presidente Arthur Lira que não estavam conseguindo registrar o voto pelo celular — casos de Alexandre Padilha (PT-SP) e Gonzaga Patriota (PSB-PE), por exemplo. Ambos se posicionam contra o voto impresso, mas aparecem no registro da Câmara como “ausente”. Fonte: G1 Panasonic irá encerrar produção de televisores no Brasil A Panasonic anunciou, nesta quarta- feira (11), que irá encerrar a produção de televisores e áudio residencial no Brasil. A empresa prevê 130 demissões até dezembro, na fábrica de Manaus, o que representa 5% do total de colaboradores. Segundo a empresa, a decisão considera a atual situação econômica que o país enfrenta. Outras fábricas instaladas na Zona Franca de Manaus, como a Sony e a Canon, também já haviam anunciado encerramento de atividades (veja detalhes abaixo). A Panasonic informou, ainda, que continuará investindo em novas linhas e produtos. De acordo com a empresa, a unidade de Manaus manterá a produção de microondas, produtos automotivos e c o m p o n e n t e s eletrônicos, que também são de grande representatividade para a fábrica. De acordo com nota divulgada pela assessoria de imprensa da Panasonic, o encerramento da produção de televisores “segue uma estratégia global, com foco na sustentabilidade do negócio e criará uma oportunidade para outras frentes”. Além de Manaus, a marca tem fábrica de geladeiras e máquinas de lavar roupa em Extrema (MG), Pilhas, em São José dos Campos (SP) e um escritório administrativo em São Paulo. Mudanças na Zona Franca de Manaus Na Zona Franca de Manaus, o mercado de televisores vem sofrendo grandes impactos. A Sony foi vendida à Mondial após anunciar o fim das atividades, em setembro do ano passado. A empresa operava há 36 anos no Polo Industrial de Manaus e empregava 220 funcionários, que foram dispensados. Além da Sony, a LG também anunciou o encerramento das operações globais em celulares e transferiu o setor de monitores e notebooks para a fábrica em Manaus, no dia 5 de abril deste ano. A Canon, no mês de junho, anunciou o encerramento das atividades da sua única fábrica no Brasil. As vendas e assistência técnica aos clientes foram afetadas e 43 empregos foram encerrados. Fonte: G1
  • 4. Edição 447 Jornal Opção do Noroeste 13 de Agosto de 2021 04 Um motociclista ia a 140 km/h por uma estrada e, de repente, deu de encontro com um passarinho e não conseguiu esquivar-se: PÁ!!! Pelo retrovisor, o cara ainda viu o bichinho dando várias piruetas no asfalto até ficar estendido. Não contendo o remorso ecológico, ele parou a moto e voltou para socorrer o bichinho. O passarinho estava lá, inconsciente, quase morto. Era tal a angústia do motociclista que ele recolheu a pequena ave, levou-a ao veterinário, foi tratado e medicado, comprou uma gaiolinha e a levou para casa, tendo o cuidado de deixar um pouquinho de pão e água para o acidentado. No dia seguinte, o passarinho recupera a consciência. Ao despertar, vendo-se preso, cercado por grades, com o pedaço de pão e a vasilha de água no canto, o bicho põe as asas na cabeça e grita: - PU*A QUE O PARIU, MATEI O MOTOQUEIRO !!! Complete a Palavra Cruzada respondendo as Seguintes Questões Defesa de Flordelis entra com habeas corpus para mantê-la solta, após cassação e pedido de prisão A deputada federal Flordelis (PSD- RJ) entrou com um pedido de habeas corpus para que ela não seja presa. Ela teve o mandato cassado na Câmara dos Deputados na quarta-feira (11) por quebra de decoro. Flordelis é acusada de ser a mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo. O advogado que o representa pediu a prisão de Flordelis logo após a cassação. A 2ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio ainda vai analisar os dois pedidos. A defesa alega que Flordelis não deve ser presa porque: pedido de prisão não pode ser feito pelo assistente de acusação (advogado do pastor Anderson do Carmo) Flordelis tem 60 anos e pode ser considerada idosa compareceu a todos os atos processuais atendeu às convocações da Justiça p a n d e m i a d a Covid-19 Os advogados alegam ainda que, em 2016, ela teve uma isquemia cerebral e que vem recebendo atendimento médico e psiquiátrico. Na segunda (9), eles dizem, Flordelis foi atendida numa emergência. A defesa da ex- deputada pedem ainda que ela receba a c o m p a n h a m e n t o psiquiátrico. Cassação O processo criminal ainda não foi julgado, mas os d e p u t a d o s consideraram que a atuação da parlamentar ao longo do caso feriu o Código de Ética da Câmara. Eram necessários, pelo menos, 257 votos favoráveis à cassação para a perda do mandato. A cassação foi aprovada por 437 votos a 7. Fonte: G1