O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
TRAUMATISMOSMÚSCULO -ESQUELÉTICOS
•Raramente causam um risco imediato à vida ou aomembro;•A presença de lesões graves indica que o doente foisubmetido a for...
O SISTEMA MÚSCULO - ESQUELÉTICO   206 ossos;       Longos: fêmur;            - Chatos: escápula;       Curtos:metacarpo...
•MÚSCULOS:  •Tipo especial de tecido que se contrai, ou encurta,  quando estimulado;  •Responsáveis pela movimentação volu...
LESÕES DE EXTREMIDADES   Causam cinco problemas principais:     Hemorragias;     Instabilidade (fraturas ou luxações)  ...
AVALIAÇÃO DA VÍTIMA   Avaliar visualmente a vítima a procura de inchaços,    lacerações, hematomas, cor, movimento e defo...
FRATURAS•Dividem em fechadas e expostas:•Fechadas:   •O osso foi quebrado e não há perda da integridade da   pele;   •Pode...
TIPOS DE FRATURAS
SINAIS E SINTOMAS   Deformidade, encurtamento ou angulamento. Quando    se compara o membro normal com o lesionado, há   ...
PERDA DE SANGUE INTERNAAPROXIMADA ASSOCIADA COM         FRATURAS•Rádio ou ulna - 250 - 500ml;•Costela - 125ml;•Úmero - 500...
CONDUTAS NO ATENDIMENTO ÀS                 FRATURAS           Remova ou corte roupas que estejam sobre o local da lesão   ...
LUXAÇÃO•É a separação de dois ossos de uma articulação;•Produzem dor aguda e podem ser difíceis de sediferenciar de fratur...
TRATAMENTO•Checar pulsos distais e a função nervosa;•Imobilizar    na     posição     que    foramencontrados;•Não reduzir...
ENTORSE:•Lesão articular que ocorre quando os ligamentos sãoestirados e sofrem ruptura total ou parcial (a articulaçãoé su...
DISTENSÃO:•Envolvem o estiramento e a ruptura de fibrasmusculares;•Os músculos são forçados além de seu alcance normalou q...
LESÕES ORTOPÉDICAS
CAIMBRA•Espasmo muscular incontrolável;•Sinal de desidratação, podem ocorrer depois deatividade física, distúrbios eletrol...
Reimplante de segmentos            Isquemia   Isquemia fria              mornaDedo          10-12h      16-18hMão         ...
PRIORIDADES   Tratar todas as condições que põem em risco    a vida;   Tratar todas as condições que põem em risco    o ...
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Trauma musculo esquelético
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trauma musculo esquelético

12.191 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina

Trauma musculo esquelético

  1. 1. TRAUMATISMOSMÚSCULO -ESQUELÉTICOS
  2. 2. •Raramente causam um risco imediato à vida ou aomembro;•A presença de lesões graves indica que o doente foisubmetido a forças significativas;•Fraturas de fêmur ou de pelve podem acompanhar – sede sangramentos que levam à alterações hemodinâmicas;•A presença de lesões com aspecto impressionante, massem tanta gravidade não deve desviar a atenção dotratamento de lesões com risco de vida em outras áreasdo corpo;•O socorrista não é responsável por distinguir osdiferentes tipos lesões, mas por identificar as lesõescom risco de morte.
  3. 3. O SISTEMA MÚSCULO - ESQUELÉTICO 206 ossos;  Longos: fêmur; - Chatos: escápula;  Curtos:metacarpos; - Fundidos: calota craniana;  Sesamóides:patela Mais de 700 músculos; Funções:  Dar forma ao corpo;  Dar apoio ao corpo, permite que ele fique ereto;  Fornecer a base para a locomoção ou movimento;  Proteger os principais órgãos do corpo
  4. 4. •MÚSCULOS: •Tipo especial de tecido que se contrai, ou encurta, quando estimulado; •Responsáveis pela movimentação voluntária das estruturas do corpo. (esqueléticos)•TENDÕES: •Fita de tecido duro, inelástico e fibroso que liga o músculo ao osso; •É a parte branca no final de um músculo, que liga o músculo ao osso que ele movimenta.•LIGAMENTOS: •Fita de tecido duro e fibroso que conectam um osso ao outro;
  5. 5. LESÕES DE EXTREMIDADES Causam cinco problemas principais:  Hemorragias;  Instabilidade (fraturas ou luxações)  Lesões de partes moles (distensões e entorses);  Perda de tecido;  Síndrome Compartimental.
  6. 6. AVALIAÇÃO DA VÍTIMA Avaliar visualmente a vítima a procura de inchaços, lacerações, hematomas, cor, movimento e deformidade; Sentir pulsação, temperatura, crepitação e movimento; Hematoma e deformidades: fratura fechada; Dor: potenciais lesões graves; Ausência de pulso, movimento e/ou sensibilidade podem indicar falta de fluxo sanguíneo e déficit neurológico; Crepitação: ruído produzido pelos ossos quando as pontas fraturadas se esfregam uma contra a outra; Na dúvida, a lesão deve ser tratada como fratura.
  7. 7. FRATURAS•Dividem em fechadas e expostas:•Fechadas: •O osso foi quebrado e não há perda da integridade da pele; •Podem representar uma fonte de hemorragia interna devido à laceração de vasos ou de músculos;•Abertas: •A integridade da pele sobre o local da fratura é danificada ou rompida; •O osso pode ou não estar exposto;
  8. 8. TIPOS DE FRATURAS
  9. 9. SINAIS E SINTOMAS Deformidade, encurtamento ou angulamento. Quando se compara o membro normal com o lesionado, há diferença de tamanho, comprimento, forma ou posição; Dor e sensibilidade apenas no local da lesão; Crepitação; Edema e hematoma; Proteção: a vítima tenta segurar a área lesionada em posição confortável e evita mexê – la; Distensão e entorse podem parecer uma fratura fechada e somente são diferenciadas por radiografia.
  10. 10. PERDA DE SANGUE INTERNAAPROXIMADA ASSOCIADA COM FRATURAS•Rádio ou ulna - 250 - 500ml;•Costela - 125ml;•Úmero - 500 - 750ml;•Tíbia ou fíbula - 500 - 1000ml;•Fêmur - 1000 - 2000ml;•Pelve - 1000 - maciça.
  11. 11. CONDUTAS NO ATENDIMENTO ÀS FRATURAS Remova ou corte roupas que estejam sobre o local da lesão Procure por deformidades, ferimento aberto, flacidez, dor e edema NÃO SIM Fratura aberta e com sangramento? Controle o Avalie a circulação, Sangramento. sensibilidade e movimento Não toque no osso. Cubra oA maioria das fraturas não necessita ser alinhada. ferimento e o Imobilize o membro lesado com talas osso com compressa estéril e seca Procure assistência médica imediata
  12. 12. LUXAÇÃO•É a separação de dois ossos de uma articulação;•Produzem dor aguda e podem ser difíceis de sediferenciar de fraturas;•Sinais e sintomas semelhantes aos de uma fratura;•Se a extremidade deslocada pressionar um nervo, podeocorrer paralisia abaixo do deslocamento; Se pressionarum vaso sanguíneo, poderá ocorrer perda de pulso abaixoda lesão;•Sinais e sintomas: deformidades, dor intensa, edema,inabilidade de mover a articulação.
  13. 13. TRATAMENTO•Checar pulsos distais e a função nervosa;•Imobilizar na posição que foramencontrados;•Não reduzir (corrigir um deslocamentomediante aplicação de força);•Verifique o pulso distal após a imobilização;•Elevar o membro e colocar gelo no local;
  14. 14. ENTORSE:•Lesão articular que ocorre quando os ligamentos sãoestirados e sofrem ruptura total ou parcial (a articulaçãoé subitamente torcida)•Os sinais são semelhantes aos de uma fratura;• Dor, inchaço, deformidade, descoloração da pele eincapacidade de usar a parte afetada normalmente;•Tratamento: •Imobilização, repouso, gelo, compressão e elevação.
  15. 15. DISTENSÃO:•Envolvem o estiramento e a ruptura de fibrasmusculares;•Os músculos são forçados além de seu alcance normalou quando os músculos são exercitados subitamente;•Caracterizadas por dor com movimento pouco edema;•Tratamento: Imobilização, repouso, gelo.
  16. 16. LESÕES ORTOPÉDICAS
  17. 17. CAIMBRA•Espasmo muscular incontrolável;•Sinal de desidratação, podem ocorrer depois deatividade física, distúrbios eletrolítico;•Tratamento: •Faça a vítima esticar delicadamente o membro afetado; •Aplique pressão firme e estável no músculo que sofreu a cãibra usando a parte posterior da mão; •Coloque bolsa de gelo sobre o músculo afetado; •Se ocorreu após exercício físico, faça a vítima beber uma bebida eletrolítica ou água levemente salgada.
  18. 18. Reimplante de segmentos Isquemia Isquemia fria mornaDedo 10-12h 16-18hMão 8-10h 10-14hAntebraço 5-6h 6-8hBraço 2-3h 3-6h
  19. 19. PRIORIDADES Tratar todas as condições que põem em risco a vida; Tratar todas as condições que põem em risco o membro; Tratar todas as outras condições. NÃO CAUSAR DANOS ADICIONAIS

×