Nutrição para diabéticos

759 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
759
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nutrição para diabéticos

  1. 1. Graduandas: Sabrina V. Ribeiro e Sofia K. Malutta.
  2. 2. O que é? Diabetes é a elevação de glicose no sangue, também pode ser chamado de hiperglicemia. Como ocorre? O diabetes ocorre quando o hormônio insulina (oriundo do pâncreas) para de ser produzido ou é produzido em quantidade insuficiente, dificultando que a glicose sanguínea, proveniente da digestão dos alimentos, seja absorvido completamente pelos tecidos do nosso corpo.
  3. 3. Tipo 1: Recebe essa classificação quando o individuo não produz insulina suficiente para absorção da glicose sanguínea, sendo necessário aplicação de doses de insulina diariamente. É mais comum ocorrer em crianças, adolescentes e jovens. Tipo 2: Classifica os indivíduos que produzem insulina porém sua ação é dificultada pela obesidade. Ocorre em indivíduos com sobrepeso ou obesidade, com mais de 40 anos e atualmente em jovens com maus hábitos alimentares. Corresponde a 90% dos casos de diabetes.
  4. 4. Diabetes Gestacional: Caracterizada pela presença de glicose elevada no sangue durante a gravidez, normalizando após o parto. No entanto as mulheres que apresentam ou apresentaram diabetes gestacional, possuem maior risco de desenvolverem diabetes tipo 2 tardiamente, o mesmo ocorrendo com os filhos.
  5. 5. Níveis de glicose http://www.corujando.com.br/dicas/dicas_pre_diabetes.htm
  6. 6. Sintomas comuns  Urinar excessivamente, inclusive acordar varias vezes a noite para urinar.  Sede excessiva.  Aumento do apetite.  Perda de peso – Em pessoas obesas a perda de peso ocorre mesmo estando comendo de maneira excessiva.
  7. 7. Sintomas comuns  Cansaço.  Vista embaçada ou turvação visual  Infecções frequentes, sendo as mais comuns, as infecções de pele.
  8. 8. Alimentação Deve ser equilibrada, para que o nível glicêmico fique constante e não sofra picos altos e baixos de glicose no sangue. Para uma alimentação equilibrada, o ideal seria combinar, fontes de carboidratos, de fibras e de proteínas. Pois as proteínas e as fibras dificultam a absorção de glicose pelo sangue no momento da digestão.
  9. 9. Alimentos mais recomendados Alimentos de médio índice glicêmico: Pão de centeio, pão integral, milho, pera, melão, abacaxi, kiwi, lentilha, tomate... Por que? Os alimentos de médio índice glicêmico, possuem essa classificação devido ao fato deles demorarem mais tempo para elevarem os níveis de glicose no sangue do que os carboidratos de alto índice glicêmico.
  10. 10. Alimentos mais recomendados Carboidratos de baixo índice glicêmico: Batata doce, beterraba, cenoura, macarrão integral, pão de aveia, pão multicereais, arroz parbolizado, integral e selvagem, centeio, cevada, ameixa, pêssego, uva, laranja, maçã e lactose.
  11. 11. Prática de exercícios físicos O exercício físico de certa maneira é benéfico a todos, mas deve ser controlada devido à algumas contra-indicações. Qual o papel do exercício físico em pessoas diabéticas? Aumentar a sensibilidade dos tecidos à insulina, aumentando a absorção da glicose pelos tecidos diminuindo a glicemia. Estimular a produção glicose no fígado elevação da glicemia.
  12. 12. Prática de exercícios físicos Quem possui glicemia:  >250mg/dL antes de se exercitar, a atividade física é contra- indicada, porque pode aumentar mais ainda os níveis de glicose.  ≥150mg/dL antes de se exercitar, a atividade física é benéfica.  <150mg/dL antes de se exercitar, o exercício pode acarretar uma queda de glicose no sangue (hipoglicemia).
  13. 13. O que é? Segundo o Ministério da Saúde, hipertensão é a forte pressão que o sangue exerce sobre as paredes das artérias, sendo ≥ que 14 por 9.  A pressão arterial deve ser medida em repouso por quinze minutos e confirmada em três vezes consecutivas para o diagnóstico. 
  14. 14. Órgãos Afetados - Coração: infarto, devido ao entupimento dos vasos sanguíneos e pré disposição a problemas cardiovasculares. - Rins: alterações na filtração até a paralisação dos órgãos. - Cérebro: estreitamento dos vasos sanguíneos, causando AVC. - Artérias: ficam endurecidas e estreitadas, podendo com o passar dos anos entupir ou romper. - Lesões na retina
  15. 15. Predisposição Principal Fator: Hereditariedade Fatores Ambientais: -Idade; -Obesidade; -Tabagismo; -Ingestão descontrolada de sal; -Alimentos ricos em gorduras; -Excesso de bebida alcoólica; -Sedentarismo; -Raça; -Diabetes (duas vezes mais chances);
  16. 16. Dados estatísticos “De acordo com o Ministério da Saúde houve aumento na proporção de brasileiros diagnosticados com hipertensão arterial nos últimos cinco anos, passando de 21,6%, em 2006, para 23,3%, em 2010.”
  17. 17. Sintomas - Hemorragias Nasais; - Mal estar ; - Tonturas; - Distorção visual ; - Dor torácica; - Palpitações ; - Dispneia; - Cefaleia.
  18. 18. Dia 26 de Abril: “Dia Nacional de Combate e Prevenção à Hipertensão Arterial.” - Instituído em abril de 2002 - Objetivo: conscientizar a população sobre a prevenção e controle da doença.
  19. 19. Tratamento - Retirar o saleiro da mesa; - Dê preferência aos temperos naturais como: limão, ervas, alho, cebola, salsa, cebolinha, manjericão, tomilho... - Incluir diariamente frutas, verduras e legumes a alimentação; - Ingerir bastante água.
  20. 20. Tratamento - Buscar uma vida com hábitos saudáveis; - Praticar atividade física; - Medicação prescrita pelo Médico;
  21. 21. A alimentação é fundamental na prevenção e tratamento de pessoas com diabetes e/ou hipertensão. O princípio do diabetes é a glicose no sangue, a qual é proveniente da digestão dos alimentos já o princípio da hipertensão é principalmente o consumo excessivo se sal e o sobrepeso. Escolher os alimentos corretos e ter uma vida saudável em todos os aspectos é o começo para driblar o diabetes e a hipertensão.
  22. 22. http://www.diabetes.org.br/tipos-de-diabetes http://www.diabetes.org.br/para-o-publico/tudo-sobre-diabetes http://www.sbh.org.br/geral/oque-e-hipertensao.asp http://www.diabetes.org.br/index.php http://www.gizelemonteiro.com.br/2010/06/08/fatores-que- predipoem-a-hipertensao/ http://papofeminino.uol.com.br/revistas/malu/como-prevenir-a- hipertensao/ http://www.diabetes.org.br/tipos-de-diabetes http://www.diabetes.org.br/para-o-publico/tudo-sobre-diabetes http://www.sbh.org.br/geral/oque-e-hipertensao.asp http://www.diabetes.org.br/index.php http://www.diabetes.org.br/atividade-fisica-regular

×