PESQUISA DE LINFONODOPESQUISA DE LINFONODOSENTINELA NA CIRURGIASENTINELA NA CIRURGIAACADEMIA NACIONAL DE MEDICINASENTINELA...
CIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICODRENAGEM LINFÁTICA DO ESTÔMAGO1 Linfonodos justa-cárdicos direitos2 Linfonodos justa-cárdicos e...
CIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICOLINFADENECTOMIAD2
CIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICOEUAD1EUAD1JAPÃOD2JAPÃOD2ESTÁGIO NÚMERO DECASOSSOBREVIDADE 5 ANOSNÚMERO DECASOSSOBREVIDADE 5 ANO...
CIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICOCIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICOLINFADENECTOMIA D2LINFADENECTOMIA D2
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECCONCEITOONCEITOTumor restrito à mucosa ou até submucosa,Tumor restrito à mu...
I ProtusoI ProtusoIIA Superficial elevadoIIA Superficial elevadoCÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEMMMCLASSIFIC...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEMETÁSTASES GANGLIONARESTumor restrito à mucosa: 2,2% (1) ; 2,5% (2)Tumor inv...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESSECÇÃO ENDOSCÓPICARESSECÇÃO ENDOSCÓPICA••T1m tipos I, IIA, IIB, <2cm, bem...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESSECÇÃORESSECÇÃOENDOSCÓPICAENDOSCÓPICA
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECOMO DETECTAR METÁSTASESCOMO DETECTAR METÁSTASESGANGLIONARES NO CÂNCER GÁSTR...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCELINFONODO SENTINELALINFONODO SENTINELA
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCELINFONODO SENTINELALINFONODO SENTINELASolução coloidal de 99m TcSolução colo...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCELINFONODO SENTINELALINFONODO SENTINELAVerde Indocianina 0,5ml 4 quadrantes p...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCELINFONODO SENTINELALINFONODO SENTINELAAzul Patente a 2%, 2ml na submucosa, e...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCETRATAMENTO INDIVIDUALIZADOTRATAMENTO INDIVIDUALIZADOCARDIAPILOROT1mN0
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECIRURGIA RADICAL X RESSECÇÃO LIMITADAT1mN0 T1smN0METÁSTASES GANGLIONARES ?
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEMETÁSTASES PARA GÂNGLIOSDE NÍVEL 2Tumor restrito à mucosa: 0,4%Tumor restrit...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERECOMENDAÇÕES DAASSOCIAÇÃO JAPONESA DECÂNCER GÁSTRICOT1mN0 1/3 distal: D1 + ...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESSECÇÕES GÁSTRICAS LIMITADAS COMLINFADENECTOMIA D1 MODIFICADA EMCÂNCER GÁS...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECARACTERÍSTICAS EPIDEMIOLÓGICASJaneiro 2006 a setembro 2011Incidência HUCFF-...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEMÉTODOMÉTODOVídeolaparoscopiaVídeolaparoscopia//LaparotomiaLaparotomiaInjeçã...
PACIENTEPACIENTE IDADEIDADE CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃOMACROSCÓPICAMACROSCÓPICATAMANHOTAMANHO CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃOMIC...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESULTADOSRESULTADOSPACIENTEPACIENTE LOCALIZAÇÃO DALOCALIZAÇÃO DALESÃOLESÃON...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESULTADOSRESULTADOSEstações ganglionares e número de linfonodos ressecadosP...
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECASO 1CASO 1T1mN0ANTRECTOMIABI
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECASO 2CASO 2T1mN0RESSECÇÃOGÁSTRICALIMITADA
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECASO 3CASO 3T1smN0RESSECÇÃOGÁSTRICALIMITADA
CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEPÓSPÓS--OPERATÓRIOOPERATÓRIOAcompanhamento com EDA e TCAcompanhamento com ED...
OBRIGADO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Nódulo sentinela no diagnóstico do câncer precoce de estômago prof. guilherme pinto bravo neto

815 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
815
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nódulo sentinela no diagnóstico do câncer precoce de estômago prof. guilherme pinto bravo neto

  1. 1. PESQUISA DE LINFONODOPESQUISA DE LINFONODOSENTINELA NA CIRURGIASENTINELA NA CIRURGIAACADEMIA NACIONAL DE MEDICINASENTINELA NA CIRURGIASENTINELA NA CIRURGIADO CÂNCER GÁSTRICODO CÂNCER GÁSTRICOPRECOCEPRECOCEGuilherme Pinto Bravo Neto, TCBCGuilherme Pinto Bravo Neto, TCBC--RJRJProf. AdjuntoProf. Adjunto –– DepartDepartamentoamento de Cirurgia FMde Cirurgia FM –– UFRJUFRJCoordenador da Secção de Cirurgia EsôfagoCoordenador da Secção de Cirurgia Esôfago--Gástrica HUCFFGástrica HUCFF--UFRJUFRJ
  2. 2. CIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICODRENAGEM LINFÁTICA DO ESTÔMAGO1 Linfonodos justa-cárdicos direitos2 Linfonodos justa-cárdicos esquerdos3 Linfonodos da pequena curvatura4 Linfonodos da grande curvatura4sa Linfonodos dos vasos curtos4sb Linfonodos da gastroepiplóica esquerda4d Linfonodos da gastroepiplóica direita5 Linfonodos supra-pilóricos6 Linfonodos infra-pilóricos6 Linfonodos infra-pilóricos7 Linfonodos da artéria gástrica esquerda8 Linfonodos da artéria hepática comum9 Linfonodos do tronco celíaco10 Linfonodos do hilo esplênico11 Linfonodos da artéria esplênica12 Linfonodos do ligamento hépato-duodenal13 Linfonodos posteriores da cabeça dopâncreas14 Linfonodos da raiz do mesentério15 Linfonodos dos vasos cólicos médios16 Linfonodos para-aórticos
  3. 3. CIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICOLINFADENECTOMIAD2
  4. 4. CIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICOEUAD1EUAD1JAPÃOD2JAPÃOD2ESTÁGIO NÚMERO DECASOSSOBREVIDADE 5 ANOSNÚMERO DECASOSSOBREVIDADE 5 ANOSESTUDO COMPARATIVO DE SOBREVIDAEUA ( D1) X JAPÃO (D2)EUAD1JAPÃOD2ESTÁGIOCASOS DE 5 ANOS CASOS DE 5 ANOSI 2004 50% 1453 90,7%II 1796 29% 377 71,7%III 3945 13% 693 44,3%IV 3342 3% 653 9%
  5. 5. CIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICOCIRURGIA DO CÂNCER GÁSTRICOLINFADENECTOMIA D2LINFADENECTOMIA D2
  6. 6. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECCONCEITOONCEITOTumor restrito à mucosa ou até submucosa,Tumor restrito à mucosa ou até submucosa,independente da presença de metástasesindependente da presença de metástaseslinfonodais ou outros implantes secundárioslinfonodais ou outros implantes secundários
  7. 7. I ProtusoI ProtusoIIA Superficial elevadoIIA Superficial elevadoCÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEMMMCLASSIFICAÇÃO MACROSCÓPICACLASSIFICAÇÃO MACROSCÓPICAIIA Superficial elevadoIIA Superficial elevadoIIB Superficial planoIIB Superficial planoIIC Superficial deprimidoIIC Superficial deprimidoIII EscavadoIII Escavado
  8. 8. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEMETÁSTASES GANGLIONARESTumor restrito à mucosa: 2,2% (1) ; 2,5% (2)Tumor invade submucosa: 20,2% (1) ; 17,9% (2)< 500 µm da muscular da mucosa: 8,8% (2)> 500 µm da muscular da mucosa: 23,7% (2)~80% SEM METÁSTASE GANGLIONAR(1) Shimada S et al: Gastric Cancer 2001; 4: 54-9(2) Gotoda T et al: Gastric Cancer 2000; 3: 219-25
  9. 9. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESSECÇÃO ENDOSCÓPICARESSECÇÃO ENDOSCÓPICA••T1m tipos I, IIA, IIB, <2cm, bem diferenciadosT1m tipos I, IIA, IIB, <2cm, bem diferenciados••T1m tipo IIC, < ou = 1cmT1m tipo IIC, < ou = 1cm
  10. 10. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESSECÇÃORESSECÇÃOENDOSCÓPICAENDOSCÓPICA
  11. 11. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECOMO DETECTAR METÁSTASESCOMO DETECTAR METÁSTASESGANGLIONARES NO CÂNCER GÁSTRICOGANGLIONARES NO CÂNCER GÁSTRICOPRECOCE?PRECOCE?MÉTODO SENSIBILIDADE ESPECIFICIDADEUS ENDOSCÓPICO 40% 100%US ENDOSCÓPICO 40% 100%TC 85,2% 84%PET 34% 97%RESSONÂNCIA ? ?LINFONODO SENTINELA ? ?Kwee RM and Kwee TC: Predicting lymph node status in early gastric cancer.Gastric Cancer 2008; 11: 134-148
  12. 12. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCELINFONODO SENTINELALINFONODO SENTINELA
  13. 13. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCELINFONODO SENTINELALINFONODO SENTINELASolução coloidal de 99m TcSolução coloidal de 99m Tc--Tin, 2ml na submucosaTin, 2ml na submucosappor EDA 18 horas antes da cirurgiaor EDA 18 horas antes da cirurgia
  14. 14. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCELINFONODO SENTINELALINFONODO SENTINELAVerde Indocianina 0,5ml 4 quadrantes por EDA visualizadoVerde Indocianina 0,5ml 4 quadrantes por EDA visualizadopor laparoscópio com raios infrapor laparoscópio com raios infra--vermelhosvermelhos
  15. 15. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCELINFONODO SENTINELALINFONODO SENTINELAAzul Patente a 2%, 2ml na submucosa, em 4Azul Patente a 2%, 2ml na submucosa, em 4quadrantesquadrantes por EDA, no início da cirurgiapor EDA, no início da cirurgiaEDAEDA
  16. 16. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCETRATAMENTO INDIVIDUALIZADOTRATAMENTO INDIVIDUALIZADOCARDIAPILOROT1mN0
  17. 17. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECIRURGIA RADICAL X RESSECÇÃO LIMITADAT1mN0 T1smN0METÁSTASES GANGLIONARES ?
  18. 18. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEMETÁSTASES PARA GÂNGLIOSDE NÍVEL 2Tumor restrito à mucosa: 0,4%Tumor restrito à mucosa: 0,4%Tumor invade submucosa: 4,9%Lee SE, Lee JH, Ryu KW et al. Sentinel node mapping and skip metastasesin patients with early gastric cancer. Ann Surg Oncol 2009;Mar;16(3):603-8.SKIP METASTASES 2,8%
  19. 19. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERECOMENDAÇÕES DAASSOCIAÇÃO JAPONESA DECÂNCER GÁSTRICOT1mN0 1/3 distal: D1 + Gânglios de cadeias 7 e 8aT1smN0 bem diferenciado, <1,5cm, 1/3 distal: D1 + gângliosT1smN0 bem diferenciado, <1,5cm, 1/3 distal: D1 + gângliosde cadeias 7 e 8aDemais T1N0: D1 + gânglios de cadeias 7, 8a e 9Japanese Gastric Cancer Association. Treatment guidelines for gastric cancerin Japan. 2nd ed. Tokyo: Kanehara; 2004
  20. 20. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESSECÇÕES GÁSTRICAS LIMITADAS COMLINFADENECTOMIA D1 MODIFICADA EMCÂNCER GÁSTRICO PRECOCE:ESTUDO PRELIMINAR DE 7 CASOS OPERADOSNO HOSPITAL UNIVERSITÁRIOCLEMENTINO FRAGA FILHO - UFRJCOM PESQUISA DE LINFONODO SENTINELA
  21. 21. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECARACTERÍSTICAS EPIDEMIOLÓGICASJaneiro 2006 a setembro 2011Incidência HUCFF-UFRJ: 23/150 casos (15,3%)Incidência HUCFF-UFRJ: 23/150 casos (15,3%)Diagnóstico: EDA por sintomas inespecíficosem pacientes com outras doençasRisco cirúrgico: ASA III em 75%
  22. 22. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEMÉTODOMÉTODOVídeolaparoscopiaVídeolaparoscopia//LaparotomiaLaparotomiaInjeçãoInjeção dede AzulAzul PatentePatente porpor endoscopiaendoscopiaIdentificaçãoIdentificação dosdos linfonodoslinfonodos sentinelassentinelasBiópsiaBiópsia excisionalexcisional dosdos linfonodoslinfonodos sentinelassentinelasExameExame histopatológicohistopatológico porpor congelaçãocongelaçãoRessecçãoRessecção gástricagástrica limitadalimitadaLinfadenectomiaLinfadenectomia D1D1 modificadamodificada
  23. 23. PACIENTEPACIENTE IDADEIDADE CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃOMACROSCÓPICAMACROSCÓPICATAMANHOTAMANHO CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃOMICROSÓPICAMICROSÓPICACLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃOTNMTNM1 77 Tipo III 2,2 Tipo Intestinal BemdiferenciadoT1sm N0 M02 78 Tipos IIa + IIc 1,8 Tipo Intestinal Moder.diferenciadoT1sm N0 M0CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESULTADOSRESULTADOSCaracterísticas epidemiológicas, tamanho dos tumores e classificaçõesmacroscópicas, microscópicas e TNMdiferenciado3 53 Tipos IIc + III 1,5 Tipo DifusoPouco diferenciadoT1m N0 M04 60 Tipo III 1,7 Tipo Intestinal BemdiferenciadoT2a N0 M0 *5 60 Tipo I 1,7 Tipo Intestinal BemdiferenciadoT1m N0 M06 76 Tipo III 2,0 Tipo IntestinalBem diferenciadoT1m N0 M07 54 Tipo IIb 3,5 Tipo Intestinal Moder.diferenciadoT1sm N0 M0* Pequeno núcleo de células neoplásicas superficiais na muscular própria identificado no exame histopatológico da peça cirúrgica.
  24. 24. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESULTADOSRESULTADOSPACIENTEPACIENTE LOCALIZAÇÃO DALOCALIZAÇÃO DALESÃOLESÃONo DE LINFON.No DE LINFON.SENTINELASSENTINELASCADEIASCADEIASLINFONODAISLINFONODAISCIRURGIA REALIZADACIRURGIA REALIZADA1 Parede anterior doantro distal3 4 Antrectomia BILocalização das lesões, número de linfonodos sentinelas e suascadeias, e tipo de cirurgia realizada2 Incisura angularis 4 3 Ressecção gástricaatípica3 Incisura angularis 2 3 Ressecção gástricaatípica4 Parede posterior docorpo2 3 Ressecção gástricaatípica5 Parede anterior doantro distal3 5,6 Antrectomia BI6 Parede anterior doantro distal1 3 Antrectomia BI7 Parede anterior doantro distal3 3 Antrectomia BI
  25. 25. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCERESULTADOSRESULTADOSEstações ganglionares e número de linfonodos ressecadosPACIENTEPACIENTE CADEIAS LINFONODAIS RESSECADASCADEIAS LINFONODAIS RESSECADAS NÚMERO DE GÂNGLIOS RESSECADOSNÚMERO DE GÂNGLIOS RESSECADOS1 3,4a,5,6,7,8a 102 3,5,7, 8a 92 3,5,7, 8a 93 3,5,7, 8a 174 2,3,4b,4c,7,8a 235 3, 4a 5,6,7, 8a 106 3, 4a 5,6,7, 8a 97 3, 4a 5,6,7, 8a 9
  26. 26. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECASO 1CASO 1T1mN0ANTRECTOMIABI
  27. 27. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECASO 2CASO 2T1mN0RESSECÇÃOGÁSTRICALIMITADA
  28. 28. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCECASO 3CASO 3T1smN0RESSECÇÃOGÁSTRICALIMITADA
  29. 29. CÂNCER GÁSTRICO PRECOCECÂNCER GÁSTRICO PRECOCEPÓSPÓS--OPERATÓRIOOPERATÓRIOAcompanhamento com EDA e TCAcompanhamento com EDA e TCSeguimento de 4 a 36 meses livres deSeguimento de 4 a 36 meses livres dedoençadoençaCaso 3:Caso 3: 22oo tumor precoce após 2 anos,tumor precoce após 2 anos,submetida a gastrectomia total comsubmetida a gastrectomia total comlinfadenectomia D2 (todos os gânglioslinfadenectomia D2 (todos os gângliosnegativos)negativos)
  30. 30. OBRIGADO

×