Diagonóstico da trombose venosa profunda

2.513 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.513
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diagonóstico da trombose venosa profunda

  1. 1. DIAGONÓSTICO DA TROMBOSE VENOSA PROFUNDA Eduardo Ramacciotti FMABC
  2. 2. DIAGONÓSTICO DA TROMBOSE VENOSA PROFUNDA Diagnóstico clínico Diagnóstico complementar
  3. 3. DIAGONÓSTICO DA TROMBOSE VENOSA PROFUNDA Diagnóstico clínico Isoladamente pouco confiável ( 50% das TVPs confirmadas por exames sem apresentar sintomas clínicos) • Quanto mais extensa e proximal, maior a exuberância do quadro clínico •30 a 50% de casos com sinais sugestivos de TVP não são confirmados por exames objetivos • Anamnese é fundamental
  4. 4. QUADRO CLÍNICO • Dor (sintoma mais freqüente) • Edema (empastamento) • Taquicardia • Aumento da temperatura • Aumento da circulação colateral • Palidez e cianose
  5. 5. • Trombose venosa de perna • Flegmásia Alba Dolens • Flegmásia Cerúlea Dolens
  6. 6. Diagnóstico diferencial • Outras causas de edemas • Infecções extensas de TCS • Ruptura muscular • Miosites • Fadiga muscular • Tumores • Cisto de Baker roto • Hematoma muscular
  7. 7. DIAGNÓSTICO COMPLEMENTAR • Laboratorial • Doppler Ultra-som • Duplex Scan • Flebografia • Tomografia Computadorizada • Ressonância Eletromagnética • Fibrinogênio Marcado com I123
  8. 8. DIAGNÓSTICO COMPLEMENTAR Laboratorial Testes sanguíneos que refletem ativação da coagulação ou da fibrinólise ( produtos degrad fibrinog e fibrina, complexos trombina/ antitrombina, etc) Dímeros D Alta sensibilidade e baixa especificidade
  9. 9. Duplex scan • Método de escolha para confirmação diagnóstica da TVP • Diagnóstico não invasivo, uso universal • Examinador & equipamento dependente • Sensibilidade de 95% para diagnóstico das TVPs sintomáticas de pernas ( distais)
  10. 10. Flebografias
  11. 11. Estratégia diagnóstica para TVP ( SABCV)
  12. 12. Anamnese e exame físico Ultra-sonografia Negativa Positiva Duvidosa Flebografia Iniciar Tratamento Positiva Negativa Procurar outras causas para o quadro clínico Repetir a ultra-sonografia em 3 a 7 dias ou realizar flebografia Positiva Negativa Procurar outras causas para o quadro clínico Fator desencadeante não identificado, procurar causas da TVP Observações: • Pode ser utilizado o questionário (Wells, 1997) como auxílio na anamnese e exame físico. • O ultra-som para o diagnóstico nas veias femorais e poplíteas pode ser utilizado o ultra-sonografia em modo cinzento, para as veias distais e ilíacas usar o color- doppler. • Na impossibilidade de realizar exames confirmatórios (ultra-sonografia ou flebografia), diante da suspeita clínica o tratamento deve ser iniciado. Diagnóstico da Trombose Venosa Profunda Produzido pelo Grupo de Elaboração de Normas de Orientação Clínica em Trombose Venosa Profunda da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular www.sbacv.org.br Doente com suspeita de TVP

×