MINISTÉRIO DA SAÚDE
SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE
DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA
COORDENAÇÃO NACIONAL DE
HIPERTENSÃO E DIA...
2
COORDENAÇÃO NACIONAL DE HIPERTENSÃO E DIABETES – CNHD
Supervisão Geral:
- Rosa Sampaio Vila Nova de Carvalho
Coordenador...
3
APRESENTAÇÃO
As Doenças Crônicas Não Transmissíveis – DCNT representam um
dos principais desafios de saúde para o desenv...
4
por complicações cardiovasculares, encefálicas, coronarianas, renais e
vasculares periféricas. Estima-se que 40% dos aci...
5
monitoramento contínuo da freqüência e distribuição de fatores de risco e
proteção para doenças crônicas em todas as cap...
6
Dentre essas ações destacamos o sistema informatizado de cadastro
e acompanhamento de portadores na rede básica, o SIS-H...
7
serviços de saúde, fornecer informações que subsidiem a gerência e
gestão da Assistência Farmacêutica, possibilitar o Co...
8
VIGITEL 2009/HA – DM
BRASIL
9
HA = 24,4% -32.639.130
DM = 5,8% -7.459.833
% de indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arterial (HA) e
...
10
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HÁ Masculino 615.252 1.903.146 2.704.494 3.209.431 3.190.187 3.584.46...
11
Masculino Feminino Masculino Feminino
HÁ DM
0a 8 anos de escolaridade 24,9 37,3 6,7 9,0
9a 11 anos de escolaridade 15,4...
12
VIGITEL 2009/HA – DM
ESTADOS DA REGIÃO NORTE
FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
13
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 13,5 14,5 20,4 37,0 46,3 66,5
HIPERTENSÃO Femin...
14
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 5,8 4,3 14,0 31,8 40,2 67,9
HIPERTENSÃO Feminin...
15
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 1,6 10,1 22,5 24,5 39,2 44,2
HIPERTENSÃO Femini...
16
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 2,5 4,2 21,9 30,5 37,3 52,9
HIPERTENSÃO Feminin...
17
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 3,5 12,9 18,6 28,3 45,2 53,4
HIPERTENSÃO Femini...
18
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 2,2 14,8 16,0 27,7 38,8 50,4
HIPERTENSÃO Femini...
19
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 3,5 8,7 19,7 32,5 41,9 53,7
HIPERTENSÃO Feminin...
20
VIGITEL 2009/HA – DM
ESTADOS DA REGIÃO NORDESTE
FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
21
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 3,4 6,6 10,0 24,0 45,9 57,7
HIPERTENSÃO Feminin...
22
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 7,9 15,0 17,3 36,4 59,2 67,9
HIPERTENSÃO Femini...
23
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 3,3 11,4 20,6 35,0 40,2 54,5
HIPERTENSÃO Femini...
24
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 11,7 4,0 9,3 18,4 54,0 57,4
HIPERTENSÃO Feminin...
25
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 6,1 8,0 20,7 35,0 43,4 50,9
HIPERTENSÃO Feminin...
26
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 20,9 11,0 19,9 39,3 49,6 69,0
HIPERTENSÃO Femin...
27
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 2,5 11,5 19,5 39,7 58,2 58,6
HIPERTENSÃO Femini...
28
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 1,4 11,3 20,7 35,0 38,9 52,9
HIPERTENSÃO Femini...
29
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 1,9 12,6 26,9 35,2 48,4 48,5
HIPERTENSÃO Femini...
30
VIGITEL 2009/HA – DM
ESTADOS DA REGIÃO SUDESTE
FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
31
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 9,6 11,3 21,7 29,3 50,9 51,5
HIPERTENSÃO Femini...
32
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 8,4 9,8 18,1 29,0 47,6 54,6
HIPERTENSÃO Feminin...
33
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 1,4 5,9 17,3 33,9 63,9 71,1
HIPERTENSÃO Feminin...
34
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 1,5 14,5 26,8 28,9 41,7 60,1
HIPERTENSÃO Femini...
35
VIGITEL 2009/HA – DM
ESTADOS DA REGIÃO SUL
FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
36
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 5,4 15,4 17,7 28,1 40,1 61,1
HIPERTENSÃO Femini...
37
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 8,9 10,3 15,2 28,0 40,7 50,4
HIPERTENSÃO Femini...
38
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 2,7 15,0 11,5 21,0 44,6 48,0
HIPERTENSÃO Femini...
39
VIGITEL 2009/HA – DM
ESTADOS DA REGIÃO CENTRO OESTE
FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
40
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 5,5 12,2 22,4 30,3 40,5 57,4
HIPERTENSÃO Femini...
41
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 5,4 14,1 16,3 25,4 48,5 58,3
HIPERTENSÃO Femini...
42
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 6,2 22,1 23,4 34,3 41,0 59,4
HIPERTENSÃO Femini...
43
18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais
HIPERTENSÃO Masculino 9,0 19,0 20,1 33,7 51,4 64,6
HIPERTENSÃO Femini...
44
VIGITEL /HA – DM
SÉRIE HISTÓRICA 2006 a 2009
45
21,6
22,9 23,1
24,4
5,3 5,3 5,2
5,8
18,4
20,3 20,3
21,1
4,4 4,8 4,6
5,3
24,4
25,1 25,5
27,2
6,0 5,7 5,6
6,2
0
5
10
15
2...
46
SIS-HIPERDIA/2010 – VIGITEL/2009
CADASTRO DO BRASIL, REGIÕES E ESTADOS
47
HA -20,4%
DM -30,4%
% cobertura de portadoresde HipertensãoArterial(HA) e Diabetes Mellitus
(DM)cadastrados no Sistema ...
48
24,0
22,6
16,8
26,5
22,0
41,3
29,5
28,2
33,0
35,3
0,0
5,0
10,0
15,0
20,0
25,0
30,0
35,0
40,0
45,0
NORTE NORDESTE SUDEST...
49
29,0
18,7 18,1 17,8
36,9
32,8
56,9
50,3
40,2
36,0
37,3
39,8
57,1
64,9
0,0
10,0
20,0
30,0
40,0
50,0
60,0
70,0
ACRE AMAZO...
50
36,9
26,5
10,8
13,4
52,3
44,7
18,7
24,9
0,0
10,0
20,0
30,0
40,0
50,0
60,0
ESPÍRITO SANTO MINAS GERAIS RIO DE JANEIRO SÃ...
51
6,6
21,1
23,9
34,3
31,7
28,9
37,0
50,1
0,0
10,0
20,0
30,0
40,0
50,0
60,0
DISTRITO FEDERAL GOIÁS MATO GROSSO DO SUL MATO...
52
SIS-HIPERDIA – VIGITEL
SÉRIE HISTÓRICA 2006 a 2009
53
16,5
17,9 17,3
20,4
24,2
26,2 27,0
30,4
0,0
5,0
10,0
15,0
20,0
25,0
30,0
35,0
2006 2007 2008 2009
BRASIL
SÉRIEHISTÓRICA...
54
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Coordenação nacional de hipertensão e diabetes – cnhd

730 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
730
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Coordenação nacional de hipertensão e diabetes – cnhd

  1. 1. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO NACIONAL DE HIPERTENSÃO E DIABETES JANEIRO/2011
  2. 2. 2 COORDENAÇÃO NACIONAL DE HIPERTENSÃO E DIABETES – CNHD Supervisão Geral: - Rosa Sampaio Vila Nova de Carvalho Coordenadora Nacional de Hipertensão e Diabetes Elaboração: - Sônia Maria Dantas de Souza Consultora Técnica/CNHD Colaboração: - Adelaide de Oliveira - Consultora Técnica/CNHD - Ione Melo - Consultora Técnica/CNHD - Liliane de Oliveira - Consultora Técnica/CNHD - Rúbia Lima - Consultora Administrativa/CNHD Fonte: - IBGE - VIGITEL /SVS -SIS- HIPERDIA/DATASUS -CNHD/DAB/SAS  VIGITEL 2006-IBGE projeção população 2007- Sis-HiperDia 2007  VIGITEL 2007-IBGE projeção população 2008- Sis-HiperDia 2008  VIGITEL 2008-IBGE projeção população 2009- Sis-HiperDia 2009  VIGITEL 2009-IBGE projeção população 2010- Sis-HiperDia 2010
  3. 3. 3 APRESENTAÇÃO As Doenças Crônicas Não Transmissíveis – DCNT representam um dos principais desafios de saúde para o desenvolvimento global nas próximas décadas. Ameaçam a qualidade de vida de milhões de pessoas, representam o maior custo para os sistemas de saúde de todo o mundo com grande impacto econômico para os portadores, suas famílias e a sociedade em geral dos países, especialmente os de baixa e média renda. Estimativa da Organização Mundial de Saude – OMS aponta que as DCNTs já são responsáveis por 58,5% de todas as mortes ocorridas no mundo e por 45,9% da carga global de doenças. No Brasil, em 2008 as DCNT responderam por 62,8% do total das mortes por causa conhecida e séries históricas de estatísticas de mortalidade indicam que a proporção de mortes por DCNT aumentou em mais de três vezes entre as décadas de 30 e de 90. Fatores de risco comuns e potencialmente modificáveis como ausência de uma dieta saudável, sedentarismo e uso de cigarro explicam a maior parte destas mortes, que são expressas através de fatores de risco intermediários como hipertensão arterial, hiperglicemia, deterioração do perfil lipídico e obesidade. As transições demográfica, nutricional e epidemiológica ocorridas no século passado determinaram um perfil de risco em que doenças crônicas como a Hipertensão Arterial e o Diabetes Melitus assumiram ônus crescente e preocupante. Ambas são doenças muito freqüentes, constituindo sérios problemas de saúde pública. A Hipertensão Arterial e um problema crônico bastante comum. Sua prevalência é alta e aumenta em faixas etárias maiores. É responsável
  4. 4. 4 por complicações cardiovasculares, encefálicas, coronarianas, renais e vasculares periféricas. Estima-se que 40% dos acidentes vasculares encefálicos e em torno de 25% dos infartos ocorridos em pacientes hipertensos poderiam ser prevenidos com terapia anti-hipertensiva adequada. O Diabetes Melitus configura-se hoje como uma epidemia mundial, traduzindo-se em grande desafio para os sistemas de saúde de todo o mundo. O envelhecimento da população, a urbanização crescente, o sedentarismo, dietas pouco saudáveis e a obesidade são os grandes responsáveis pelo aumento da prevalência do Diabetes. As conseqüências humanas, sociais e econômicas do diabetes são devastadoras para o mundo: 4 milhões de mortes por ano são determinadas por essa doença e suas complicações, representando 9% do total de mortes. O grande impacto econômico da doença ocorre notadamente nos serviços de saúde, como conseqüência dos crescentes custos do tratamento e, sobretudo das complicações, como a doença cardiovascular, diálise por insuficiência renal crônica e as cirurgias para amputações de membros inferiores No Brasil, o Diabetes e a Hipertensão constituem a primeira causa de hospitalizações no sistema público de saúde. A pesquisa Nacional de Amostra de Domicílio-PNAD de 2008 mostrou que 14,0% e 3,6% da população geral referiram Hipertensão e Diabetes respectivamente. A Secretaria de Vigilância do Ministério da Saúde desde 2006 vem desenvolvendo o VIGITEL – Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico com o objetivo de fazer o
  5. 5. 5 monitoramento contínuo da freqüência e distribuição de fatores de risco e proteção para doenças crônicas em todas as capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. Através destes dados é possível ter estimativas da freqüência de indivíduos que referem diagnóstico médico prévio de Hipertensão Arterial e de Diabetes Melitus. Esses indicadores obviamente tendem a subestimar a freqüência desses agravos na população, na medida em que não incluem casos não diagnosticados, no entanto, são muito úteis para objetivos relacionados à gestão do cuidado na rede de saúde. Estão bem estabelecidas as ações de saúde que devem ser implementadas para um efetivo controle desses agravos e de seus fatores de risco, visando, sobretudo sua prevenção, diagnóstico e tratamento oportuno e de qualidade; o grande desafio é traduzir esses conhecimentos técnico-científicos em ações concretas na rede de saúde e no âmbito populacional, para que possam beneficiar o maior número possível de pessoas. O Ministério da Saúde vêm adotando várias estratégias e ações para reduzir o ônus das doenças cardiovasculares na população brasileira como as medidas anti-tabágicas, as políticas de alimentação e nutrição e de promoção da saúde com ênfase na escola e ainda as ações de atenção à Hipertensão e ao Diabetes notadamente na rede básica. É importante registrar que a adoção da estratégia Saúde da Família como política prioritária de atenção primária, por sua conformação e processo de trabalho, compreende as condições mais favoráveis para a abordagem das doenças crônicas não transmissíveis.
  6. 6. 6 Dentre essas ações destacamos o sistema informatizado de cadastro e acompanhamento de portadores na rede básica, o SIS-Hiperdia (http://hiperdia.datasus.gov.br/). É um sistema informatizado não obrigatório de gestão clínica que permite cadastrar e acompanhar os portadores de Hipertensão Arterial e/ou Diabetes Melitus atendidos na rede primária do Sistema Único de Saúde, gerando informações para os gerentes locais, gestores das secretarias municipais, estaduais e Ministério da Saúde. Registros informatizados de determinados agravos à saúde são particularmente importantes. Esses registros são aplicativos eletrônicos utilizados para capturar, gerenciar e fornecer informações sobre uma condição de saúde específica; oferecem um suporte importante e fundamental para a gestão do cuidado de pacientes com uma doença crônica. Podem ser utilizados de diversas maneiras e objetivos, tais como: (1) gerar relatórios de monitoramento de resultados clinicos (gestão clínica) para médicos e profissionais da equipe sobre parâmetros e desfechos clinicos do paciente (2) fornecer relatórios que identificam pacientes que não estão recebendo atendimento de acordo com diretrizes clínicas ou que permanecem fora da meta estipulada (3) criar lembretes para determinados pacientes que possibilitem uma busca ativa para melhor gestão do cuidado (4) criar listas de pacientes de ''alto risco'' que requerem uma gestão mais intensiva (gestão do caso). O SIS-Hiperidia tem como objetivo possibilitar a Gestão do Cuidado com a vinculação do portador á unidade básica ou equipe de saúde, monitorar de forma contínua a qualidade do controle desses agravos na população assistida; fornecer informações gerenciais que permitam subsidiar os gestores públicos para tomada de decisão, estimar acesso aos
  7. 7. 7 serviços de saúde, fornecer informações que subsidiem a gerência e gestão da Assistência Farmacêutica, possibilitar o Controle Social através de informações que permitem analisar acesso, cobertura e qualidade da atenção, entre outras. Nesse documento apresentamos de forma clara e objetiva, resultados de prevalências de morbidade referida de Hipertensão Arterial e de Diabetes Melitus pelo VIGITEL, como também, coberturas de cadastro pelo SIS-Hiperdia considerando Brasil, grandes regiões e os estados da federação e Distrito Federal. Rosa Sampaio Vila Nova de Carvalho Coordenadora Nacional de Hipertensão e Diabetes
  8. 8. 8 VIGITEL 2009/HA – DM BRASIL
  9. 9. 9 HA = 24,4% -32.639.130 DM = 5,8% -7.459.833 % de indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arterial (HA) e deDiabetes Mellitus (DM). VIGITEL, 2009. BRASIL HA Masculinos 21,1% - 13.687.172 HA Femininos 27,2% - 18.951.958 DM Masculinos 5,3% - 3.438.010 DM Femininos 6,2% - 4.021.823 % de indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arterial (HA) e deDiabetes Mellitus (DM), por sexo . VIGITEL, 2009. BRASIL
  10. 10. 10 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HÁ Masculino 615.252 1.903.146 2.704.494 3.209.431 3.190.187 3.584.462 HÁ Feminino 1.160.733 2.561.018 2.896.695 4.337.984 4.240.331 5.287.980 DM Masculino 48.255 209.669 391.956 841.818 1.188.501 1.393.276 DM Feminino 120.638 499.979 483.412 757.636 973.042 1.331.898 0 1.000.000 2.000.000 3.000.000 4.000.000 5.000.000 6.000.000 Númerode indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arterial (HA)e de Diabetes Mellitus (DM),por sexo e faixa etária.VIGITEL, 2009. BRASIL 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HÁ Masculino 5,1 11,8 20,7 30,5 45,9 58,4 HÁ Feminino 9,7 15,4 21,0 37,9 54,0 66,2 DM Masculino 0,4 1,3 3,0 8,0 17,1 22,7 DM Feminino 1,0 3,1 3,7 7,2 14,0 21,7 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 % de indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arterial (HA) e deDiabetes Mellitus (DM), por sexo e faixaetária. VIGITEL, 2009. BRASIL
  11. 11. 11 Masculino Feminino Masculino Feminino HÁ DM 0a 8 anos de escolaridade 24,9 37,3 6,7 9,0 9a 11 anos de escolaridade 15,4 16,2 3,1 3,1 12anos e mais de escolaridade 18,9 14,9 4,7 3,0 0 5 10 15 20 25 30 35 40 % de indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arterial (HA) e deDiabetes Mellitus (DM), por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. BRASIL
  12. 12. 12 VIGITEL 2009/HA – DM ESTADOS DA REGIÃO NORTE FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
  13. 13. 13 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 13,5 14,5 20,4 37,0 46,3 66,5 HIPERTENSÃO Feminino 14,5 13,6 29,3 36,4 57,8 68,6 DIABETES Masculino 0,0 0,0 4,0 6,8 12,8 12,4 DIABETES Feminino 0,1 0,4 4,6 3,4 17,5 20,9 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. ACRE 28,4 31,7 3,6 4,7 14,0 15,7 2,2 2,2 13,2 15,3 3,9 3,0 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. ACRE 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  14. 14. 14 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 5,8 4,3 14,0 31,8 40,2 67,9 HIPERTENSÃO Feminino 6,6 11,2 18,6 32,8 54,2 61,1 DIABETES Masculino 0,2 2,3 1,8 9,8 17,5 2,6 DIABETES Feminino 0,5 7,1 2,1 5,1 23,3 13,1 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. AMAPÁ 17,1 23,3 3,7 8,0 10,2 13,2 3,0 1,9 15,2 15,1 2,0 3,0 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. AMAPÁ 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  15. 15. 15 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 1,6 10,1 22,5 24,5 39,2 44,2 HIPERTENSÃO Feminino 5,0 13,9 23,9 36,0 58,0 61,0 DIABETES Masculino 0,0 0,1 2,8 8,5 14,4 15,8 DIABETES Feminino 2,3 0,4 3,7 6,8 15,5 21,7 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. AMAZONAS 17,1 25,9 3,5 5,9 11,3 15,9 2,7 2,3 19,1 15,5 2,6 3,9 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. AMAZONAS 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  16. 16. 16 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 2,5 4,2 21,9 30,5 37,3 52,9 HIPERTENSÃO Feminino 5,6 15,0 13,2 32,2 49,6 58,8 DIABETES Masculino 0,7 1,5 1,5 7,7 11,8 8,3 DIABETES Feminino 0,5 0,3 0,9 6,7 19,1 19,1 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. PARÁ 19,0 28,0 3,1 5,9 12,3 13,1 3,3 2,4 14,1 14,1 4,1 3,5 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. PARÁ 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  17. 17. 17 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 3,5 12,9 18,6 28,3 45,2 53,4 HIPERTENSÃO Feminino 16,0 17,1 21,4 42,3 53,1 77,5 DIABETES Masculino 2,7 3,4 3,2 8,4 17,7 12,8 DIABETES Feminino 9,1 3,2 3,3 8,4 18,4 23,1 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. RONDÔNIA 20,8 34,9 6,0 10,8 11,9 12,7 3,3 2,3 15,5 14,9 4,9 1,5 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. RONDÔNIA 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  18. 18. 18 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 2,2 14,8 16,0 27,7 38,8 50,4 HIPERTENSÃO Feminino 4,4 8,0 17,1 24,0 50,5 63,9 DIABETES Masculino 0,0 0,0 0,0 10,9 11,4 23,6 DIABETES Feminino 0,0 1,9 6,8 3,4 19,3 16,5 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. RORAIMA 18,8 18,7 4,2 6,0 10,8 11,1 0,5 1,9 15,1 12,1 2,4 1,3 0,0 2,0 4,0 6,0 8,0 10,0 12,0 14,0 16,0 18,0 20,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. RORAIMA 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  19. 19. 19 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 3,5 8,7 19,7 32,5 41,9 53,7 HIPERTENSÃO Feminino 5,3 10,4 16,3 27,0 42,7 70,4 DIABETES Masculino 7,3 0,0 2,4 6,6 10,2 18,3 DIABETES Feminino 0,9 1,2 1,4 7,5 22,6 21,5 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. TOCANTINS 18,3 20,7 5,6 3,9 8,9 8,5 1,3 2,3 16,4 7,3 4,9 2,5 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. TOCANTINS 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  20. 20. 20 VIGITEL 2009/HA – DM ESTADOS DA REGIÃO NORDESTE FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
  21. 21. 21 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 3,4 6,6 10,0 24,0 45,9 57,7 HIPERTENSÃO Feminino 21,0 10,3 20,4 44,2 59,7 66,4 DIABETES Masculino 0,0 0,8 2,1 13,6 18,4 21,4 DIABETES Feminino 1,2 2,3 3,6 13,9 22,2 16,8 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. ALAGOAS 12,9 34,5 5,4 8,3 16,5 17,3 3,7 3,2 20,6 16,2 6,4 5,1 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. ALAGOAS 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  22. 22. 22 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 7,9 15,0 17,3 36,4 59,2 67,9 HIPERTENSÃO Feminino 8,6 18,1 28,9 45,6 64,7 66,4 DIABETES Masculino 0,3 6,9 3,7 6,6 15,8 35,9 DIABETES Feminino 4,0 3,1 3,4 5,3 20,9 20,4 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. BAHIA 27,3 41,9 8,6 10,2 16,1 16,7 4,9 2,4 18,7 15,8 3,0 2,8 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 45,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. BAHIA 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  23. 23. 23 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 3,3 11,4 20,6 35,0 40,2 54,5 HIPERTENSÃO Feminino 2,4 9,9 21,8 34,3 50,5 55,0 DIABETES Masculino 0,0 1,1 3,8 7,7 10,7 23,2 DIABETES Feminino 0,4 1,8 4,9 8,0 12,1 18,4 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. CEARÁ 21,8 26,9 5,3 5,9 13,8 13,7 2,3 5,3 23,2 13,7 6,1 2,7 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. CEARÁ 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  24. 24. 24 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 11,7 4,0 9,3 18,4 54,0 57,4 HIPERTENSÃO Feminino 10,1 10,8 20,8 37,9 44,9 57,1 DIABETES Masculino 0,8 8,4 0,9 5,6 21,8 12,4 DIABETES Feminino 0,8 2,4 4,1 4,9 16,7 21,2 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. MARANHÃO 17,6 28,9 7,2 6,6 12,4 13,9 3,6 3,3 13,6 15,8 5,1 3,6 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. MARANHÃO 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  25. 25. 25 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 6,1 8,0 20,7 35,0 43,4 50,9 HIPERTENSÃO Feminino 12,8 16,7 20,8 44,1 57,6 63,8 DIABETES Masculino 0,1 0,4 1,3 8,5 18,7 24,3 DIABETES Feminino 0,8 4,4 1,9 10,5 15,3 19,1 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. PARAÍBA 21,5 39,0 5,6 9,1 14,7 16,2 3,1 3,6 22,7 18,8 4,8 2,7 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 45,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. PARAÍBA 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  26. 26. 26 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 20,9 11,0 19,9 39,3 49,6 69,0 HIPERTENSÃO Feminino 10,3 12,0 19,6 36,5 64,8 68,6 DIABETES Masculino 0,2 0,0 2,7 7,9 20,8 19,6 DIABETES Feminino 0,0 2,4 7,0 7,9 12,2 25,9 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. PERNAMBUCO 32,0 34,5 5,6 10,6 17,6 22,0 3,0 3,2 24,6 19,2 6,1 3,4 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. PERNAMBUCO 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  27. 27. 27 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 2,5 11,5 19,5 39,7 58,2 58,6 HIPERTENSÃO Feminino 10,0 12,0 19,3 32,1 59,6 64,5 DIABETES Masculino 0,0 0,0 3,2 12,0 18,4 21,7 DIABETES Feminino 0,7 4,1 1,0 7,4 12,8 20,3 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. PIAUÍ 22,9 30,9 5,7 6,7 14,6 11,4 2,4 2,2 24,5 13,0 6,9 2,1 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. PIAUÍ 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  28. 28. 28 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 1,4 11,3 20,7 35,0 38,9 52,9 HIPERTENSÃO Feminino 9,2 16,5 19,6 37,6 55,3 58,9 DIABETES Masculino 0,0 5,3 10,5 4,4 12,3 21,7 DIABETES Feminino 0,9 1,8 4,8 5,7 15,2 21,5 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. RIO GRANDE DO NORTE 20,0 33,2 9,6 7,1 16,0 16,3 2,2 5,1 24,5 18,8 5,1 2,2 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. RIO GRANDEDO NORTE 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  29. 29. 29 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 1,9 12,6 26,9 35,2 48,4 48,5 HIPERTENSÃO Feminino 5,9 10,4 22,9 33,4 65,5 65,7 DIABETES Masculino 0,0 0,7 3,1 13,5 16,3 6,0 DIABETES Feminino 1,0 0,4 5,4 7,0 17,4 25,6 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. SERGIPE 23,3 32,1 4,8 7,9 15,7 16,2 3,0 4,0 21,4 12,7 4,7 3,4 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. SERGIPE 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  30. 30. 30 VIGITEL 2009/HA – DM ESTADOS DA REGIÃO SUDESTE FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
  31. 31. 31 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 9,6 11,3 21,7 29,3 50,9 51,5 HIPERTENSÃO Feminino 1,1 8,7 24,0 33,9 56,0 58,2 DIABETES Masculino 0,0 0,9 3,6 5,8 13,8 19,6 DIABETES Feminino 0,5 1,0 2,6 7,4 14,2 19,1 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. ESPÍRITO SANTO 27,3 35,6 6,9 8,8 19,8 18,2 4,0 3,3 18,4 10,8 1,7 1,8 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. ESPÍRITO SANTO 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  32. 32. 32 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 8,4 9,8 18,1 29,0 47,6 54,6 HIPERTENSÃO Feminino 5,4 13,9 23,6 43,1 54,0 70,6 DIABETES Masculino 1,3 1,0 2,1 4,6 10,4 23,8 DIABETES Feminino 1,1 0,7 2,8 8,1 14,9 23,8 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. RIO DE JANEIRO 28,2 43,2 5,4 11,2 16,6 23,2 4,3 3,1 20,3 16,3 6,1 3,7 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 45,0 50,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. RIO DE JANEIRO 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  33. 33. 33 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 1,4 5,9 17,3 33,9 63,9 71,1 HIPERTENSÃO Feminino 8,9 9,2 23,2 40,6 63,2 69,9 DIABETES Masculino 0,0 0,3 2,2 5,5 17,7 19,2 DIABETES Feminino 0,2 2,0 3,5 7,5 7,7 19,1 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. MINASGERAIS 26,0 39,9 5,3 6,5 14,4 17,9 3,2 3,6 19,6 13,2 3,3 3,6 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 45,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. MINASGERAIS 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  34. 34. 34 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 1,5 14,5 26,8 28,9 41,7 60,1 HIPERTENSÃO Feminino 18,4 21,5 17,9 38,1 47,4 67,0 DIABETES Masculino 0,0 0,0 4,1 10,8 24,2 26,0 DIABETES Feminino 0,0 7,7 4,4 6,3 11,7 21,7 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. SÃOPAULO 27,4 42,7 9,5 11,0 16,2 14,3 2,4 2,5 17,6 15,1 4,4 2,6 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 45,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. SÃOPAULO 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  35. 35. 35 VIGITEL 2009/HA – DM ESTADOS DA REGIÃO SUL FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
  36. 36. 36 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 5,4 15,4 17,7 28,1 40,1 61,1 HIPERTENSÃO Feminino 0,8 9,8 18,7 29,5 52,9 63,7 DIABETES Masculino 0,0 0,7 5,6 5,9 21,8 14,5 DIABETES Feminino 0,5 1,0 3,3 8,4 13,6 26,4 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. PARANÁ 26,3 31,2 6,4 9,0 14,3 12,6 3,0 3,5 19,4 14,7 5,7 3,1 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. PARANÁ 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  37. 37. 37 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 8,9 10,3 15,2 28,0 40,7 50,4 HIPERTENSÃO Feminino 12,0 17,1 21,1 31,6 52,4 59,6 DIABETES Masculino 0,0 2,5 0,9 9,1 15,2 18,8 DIABETES Feminino 0,7 1,9 3,9 5,0 14,6 16,8 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. RIO GRANDE DO SUL 26,4 44,5 7,3 9,9 15,2 17,4 4,0 3,2 17,1 14,4 4,1 2,2 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 45,0 50,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. RIO GRANDE DO SUL 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  38. 38. 38 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 2,7 15,0 11,5 21,0 44,6 48,0 HIPERTENSÃO Feminino 1,4 11,5 18,2 27,4 39,9 66,5 DIABETES Masculino 5,5 1,4 3,0 4,4 11,6 24,8 DIABETES Feminino 0,6 2,1 2,4 5,8 18,4 23,0 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. SANTACATARINA 21,3 33,6 8,3 10,4 14,3 13,4 4,7 2,6 14,5 9,8 2,8 2,2 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. SANTACATARINA 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  39. 39. 39 VIGITEL 2009/HA – DM ESTADOS DA REGIÃO CENTRO OESTE FAIXA ETÁRIA, SEXO E ANO DE ESCOLARIDADE
  40. 40. 40 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 5,5 12,2 22,4 30,3 40,5 57,4 HIPERTENSÃO Feminino 2,1 20,3 22,1 31,1 59,0 68,1 DIABETES Masculino 0,6 0,3 0,4 3,0 11,9 26,4 DIABETES Feminino 3,0 0,9 1,8 7,3 12,3 22,1 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. DISTRITO FEDERAL 21,9 35,2 3,5 4,9 16,1 11,1 1,1 4,7 16,0 12,1 3,4 2,7 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. DISTRITO FEDERAL 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  41. 41. 41 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 5,4 14,1 16,3 25,4 48,5 58,3 HIPERTENSÃO Feminino 3,2 10,3 20,2 33,9 59,3 71,0 DIABETES Masculino 0,0 2,6 0,7 15,2 20,6 27,1 DIABETES Feminino 0,4 0,4 2,5 5,6 14,8 21,3 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. GOIÁS 21,5 31,0 7,9 6,2 16,8 15,5 3,9 2,3 17,7 11,4 5,0 2,6 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. GOIÁS 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  42. 42. 42 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 6,2 22,1 23,4 34,3 41,0 59,4 HIPERTENSÃO Feminino 22,5 14,8 20,3 37,2 53,2 63,8 DIABETES Masculino 0,0 2,3 0,6 5,6 8,7 20,2 DIABETES Feminino 1,2 2,7 3,7 14,6 14,4 24,9 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. MATO GROSSO DO SUL 27,9 36,9 4,7 9,9 19,4 16,8 1,3 3,8 21,8 14,7 3,7 2,2 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. MATO GROSSO DO SUL 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  43. 43. 43 18 a 24 25 a 34 35 a 44 45 a 54 55 a 64 65 e mais HIPERTENSÃO Masculino 9,0 19,0 20,1 33,7 51,4 64,6 HIPERTENSÃO Feminino 3,4 10,9 27,5 40,0 58,4 73,3 DIABETES Masculino 1,1 0,0 4,5 8,3 12,6 24,4 DIABETES Feminino 0,0 0,7 6,4 6,7 20,2 20,0 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 Percentualde indivíduos que referemdiagnóstico médico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e faixa etária. VIGITEL, 2009. MATO GROSSO 29,7 32,8 5,3 8,5 17,1 16,4 3,5 2,3 16,5 13,7 4,9 1,5 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 Masculino Feminino Masculino Feminino HIPERTENSÃO - ano de escolaridade DIABETES - ano de escolaridade Percentualde indivíduos que referemdiagnósticomédico de Hipertensão Arteriale de Diabetes Mellitus, por sexo e ano de escolaridade.VIGITEL, 2009. MATO GROSSO 0 a 8 anos 9 a 11 anos 12 anos e mais
  44. 44. 44 VIGITEL /HA – DM SÉRIE HISTÓRICA 2006 a 2009
  45. 45. 45 21,6 22,9 23,1 24,4 5,3 5,3 5,2 5,8 18,4 20,3 20,3 21,1 4,4 4,8 4,6 5,3 24,4 25,1 25,5 27,2 6,0 5,7 5,6 6,2 0 5 10 15 20 25 30 2006 2007 2008 2009 2006 2007 2008 2009 HIPERTENSÃO DIABETES Série Histórica (%) de morbidadeauto referida do VIGITEL: Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus, por Sexo. Período:2006 a 2009 Ambos Masculino Feminino 18,9 17,3 17,3 18,8 4,5 3,8 3,9 4,1 21,4 21,6 22,6 23,8 4,8 5,3 4,9 5,8 22,8 24,6 26,4 26,3 5,8 5,7 6,1 6,2 20,8 21,8 23,3 22,6 5,0 5,5 5,2 5,7 19,4 19,7 20,8 22,7 4,7 4,0 4,3 4,9 0 5 10 15 20 25 30 2006 2007 2008 2009 2006 2007 2008 2009 HIPERTENSÃO DIABETES SérieHistórica(%) de morbidadeauto referida do VIGITEL: HipertensãoArterial e Diabetes Mellitus, por Região. Período:2006 a 2009 Norte Nordeste Sudeste Sul C.Oeste
  46. 46. 46 SIS-HIPERDIA/2010 – VIGITEL/2009 CADASTRO DO BRASIL, REGIÕES E ESTADOS
  47. 47. 47 HA -20,4% DM -30,4% % cobertura de portadoresde HipertensãoArterial(HA) e Diabetes Mellitus (DM)cadastrados no Sistema HiperDia até dezembro/2010,em relaçãoaos portadoresauto-referidosnoVIGITEL 2009 - BRASIL Nºde Hipertensos HiperDiaXVigitel 6.559.643 Nºde Diabéticos Sis-HiperDiaXVigitel 2.322.582 Númerode portadores de HipertensãoArterial(HA) e Diabetes Mellitus (DM) cadastradosno Sistema HiperDia até dezembro/2010,em relação aos portadoresauto-referidosnoVIGITEL 2009 - BRASIL
  48. 48. 48 24,0 22,6 16,8 26,5 22,0 41,3 29,5 28,2 33,0 35,3 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 45,0 NORTE NORDESTE SUDESTE SUL CENTRO OESTE % cobertura de portadoresde HipertensãoArterial(HA) e Diabetes Mellitus (DM)cadastrados no Sistema HiperDia até dezembro/2010,em relaçãoaos portadoresauto-referidosnoVIGITEL 2009 por Regiões do Brasil %coberturaHA Hiperdia x Vigitel %coberturaDM Hiperdia x Vigitel 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 Coberturade portadoresde HipertensãoArterial(HA) e Diabetes Mellitus (DM) cadastradosno SistemaHiperDia até dezembro/2010,em relação aos portadoresauto-referidosnoVIGITEL 2009 por Estadosdo Brasil % coberturaHA Hiperdia x Vigitel % coberturaDM Hiperdia x Vigitel
  49. 49. 49 29,0 18,7 18,1 17,8 36,9 32,8 56,9 50,3 40,2 36,0 37,3 39,8 57,1 64,9 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 ACRE AMAZONAS AMAPÁ PARÁ RONDÔNIA RORAIMA TOCANTINS % cobertura de portadoresde Hipertensãoe Diabetes cadastrados no Sistema HiperDiaaté dezembro/2010,em relaçãoaos portadoresauto-referidosno VIGITEL 2009 por estados da RegiãoNorte %coberturaHA Hiperdia x Vigitel %coberturaDM Hiperdia x Vigitel 19,0 22,8 19,7 28,2 32,2 15,9 35,4 21,8 23,0 25,9 28,1 23,4 30,6 47,8 25,7 37,9 30,1 38,0 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 ALAGOAS BAHIA CEARÁ MARANHÃO PARAÍBA PERNAMBUCO PIAUÍ R. G. DO NORTE SERGIPE % cobertura de portadoresde Hipertensãoe Diabetes cadastrados no Sistema HiperDiaaté dezembro/2010,em relaçãoaos portadoresauto-referidosno VIGITEL 2009 por estados da RegiãoNordeste %coberturaHA Hiperdia x Vigitel %coberturaDM Hiperdia x Vigitel
  50. 50. 50 36,9 26,5 10,8 13,4 52,3 44,7 18,7 24,9 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 ESPÍRITO SANTO MINAS GERAIS RIO DE JANEIRO SÃO PAULO % cobertura de portadoresde Hipertensãoe Diabetes cadastrados no Sistema HiperDia até dezembro/2010,em relaçãoaos portadoresauto-referidosno VIGITEL 2009 por estados da RegiãoSudeste %coberturaHA Hiperdia x Vigitel %coberturaDM Hiperdia x Vigitel 31,8 19,3 33,3 35,6 28,6 36,8 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 PARANÁ RIO GRANDE DO SUL SANTA CATARINA % cobertura de portadoresde Hipertensãoe Diabetes cadastrados no Sistema HiperDiaaté dezembro/2010,em relaçãoaos portadoresauto-referidosno VIGITEL 2009 por estados da RegiãoSul %coberturaHA Hiperdia x Vigitel %coberturaDM Hiperdia x Vigitel
  51. 51. 51 6,6 21,1 23,9 34,3 31,7 28,9 37,0 50,1 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 DISTRITO FEDERAL GOIÁS MATO GROSSO DO SUL MATO GROSSO % cobertura de portadoresde Hipertensãoe Diabetes cadastrados no Sistema HiperDia até dezembro/2010,em relaçãoaos portadoresauto-referidosno VIGITEL 2009 por estados da RegiãoCentro Oeste %coberturaHA Hiperdia x Vigitel %coberturaDM Hiperdia x Vigitel
  52. 52. 52 SIS-HIPERDIA – VIGITEL SÉRIE HISTÓRICA 2006 a 2009
  53. 53. 53 16,5 17,9 17,3 20,4 24,2 26,2 27,0 30,4 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 2006 2007 2008 2009 BRASIL SÉRIEHISTÓRICA DA COBERTURA DEPORTADORESDEHIPERTENSÃOARTERIAL(HA)EDIABETES MELLITUS(DM)CADASTRADOSNOSIS-HIPERDIA,EM RELAÇÃOA PREVALÊNCIA AUTO-REFERIDA APRESENTADA NOVIGITEL,BRASIL. PERÍODO-2006 a2009 HIPERTENSÃO DIABETES 14,7 18,4 18,4 24,0 22,4 29,2 30,0 41,3 16,8 19,4 19,3 22,6 23,9 25,2 27,8 29,5 14,6 15,2 14,8 16,8 23,0 25,3 24,7 28,2 22,1 23,0 20,4 26,5 28,5 27,9 30,4 33,0 18,0 20,1 19,7 22,0 26,2 31,9 32,9 35,3 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 45,0 2006 2007 2008 2009 2006 2007 2008 2009 HIPERTENSÃO DIABETES SÉRIEHISTÓRICA DA COBERTURA DEPORTADORESDEHIPERTENSÃO ARTERIAL(HA) EDIABETES MELLITUS(DM)CADASTRADOSNO SIS-HIPERDIA, EM RELAÇÃO A PREVALÊNCIA AUTO-REFERIDA APRESENTADA NO VIGITELPOR REGIÕES. PERÍODO - 2006 a2009 Norte Nordeste Sudeste Sul Centro Oeste
  54. 54. 54

×