COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE
INDIVÍDUOS DIABÉTICOS DE
FLORIANÓPOLIS - SC
Silvia Cristina Ferreira Iop1,2, Evanilda Teixeira2...
INTRODUÇÃO
- relacionado tanto aos aspectos técnicos e objetivos (o que,
quanto e onde se come), como também aos sócio-culturais
e ps...
Introdução
O processo pelo qual consumidores aceitam ou
rejeitam alimentos é de natureza multidimensional e
estrutura dinâ...
Introdução
A relação entre o conhecimento dietético (nutricional) e o
comportamento alimentar é importante na medida em qu...
Introdução
O conhecimento sobre o que comer
não instiga a mudança no
comportamento alimentar, mas
funciona como um instrum...
Introdução
Síndrome de etiologia múltipla, decorrente da falta
e/ou da incapacidade da insulina atuar
adequadamente.
DIABE...
Introdução
Diabetes mellitus
É consenso que o controle adequado do diabetes não
pode ser atingido sem um planejamento alim...
Verificar se a condição de saúde
(diabetes) influencia no comportamento
alimentar dos indivíduos, motivando-os às
escolhas...
MATERIAL E MÉTODOS
Coleta de dados e característica da
amostra
 cidade de Florianópolis – SC;
 140 indivíduos (diabéticos e não diabéticos,...
RESULTADOS E DISCUSSÃO
ALIMENTOS MAIS CONSUMIDOS
CONSUMO DE CARNES E GORDURAS
CONSUMO DE PRODUTOS LÁCTEOS
CONSUMO DE FRUTAS E VEGETAIS
CONSUMO DE MASSAS, PÃES ...CONSUMO DE MASSAS, BOLOS...
 Indivíduos diabéticos parecem escolher alimentos
preocupados com sua condição de saúde evitando
alimentos que possam con...
REFERÊNCIAS
 BARRIOS, E. X.; COSTELL, E. Review: use of methods of research into consumers’ opinions
and attitudes. Food ...
Contato: silviaiop@utfpr.edu.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Comportamento alimentar de indivíduos diabéticos

340 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comportamento alimentar de indivíduos diabéticos

  1. 1. COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE INDIVÍDUOS DIABÉTICOS DE FLORIANÓPOLIS - SC Silvia Cristina Ferreira Iop1,2, Evanilda Teixeira2 e Rosires Deliza3 1Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus de Ponta Grossa - PR silviaiop@utfpr.edu.br 2Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis - SC 3Embrapa Agroindústria de Alimentos, Rio de Janeiro - RJ 20 a 22 de agosto de 2008 - Bento Gonçalves-RS
  2. 2. INTRODUÇÃO
  3. 3. - relacionado tanto aos aspectos técnicos e objetivos (o que, quanto e onde se come), como também aos sócio-culturais e psicológicos. COMPORTAMENTO ALIMENTAR (PÉRES et al., 2006)
  4. 4. Introdução O processo pelo qual consumidores aceitam ou rejeitam alimentos é de natureza multidimensional e estrutura dinâmica e variável: - entre indivíduos diferentes de um mesmo grupo; - com o mesmo indivíduo em diferentes contextos e períodos de tempo. Escolha por alimentos (BARRIOS & COSTELL, 2004)
  5. 5. Introdução A relação entre o conhecimento dietético (nutricional) e o comportamento alimentar é importante na medida em que os Governos instituem programas de saúde com o objetivo de orientar os indivíduos a prática de uma alimentação saudável, evitando doenças relacionadas à nutrição. Escolha por alimentos (FERRAZ; SOARES; SILVA, 2003)
  6. 6. Introdução O conhecimento sobre o que comer não instiga a mudança no comportamento alimentar, mas funciona como um instrumento quando as pessoas desejam mudar. (CHAPMAN et al., 1995) Embora o cumprimento da dieta adequada seja parte fundamental no tratamento da diabetes, vários estudos têm apontado um baixo seguimento dos pacientes à dieta recomendada. (PERES; FRANCO; SANTOS, 2006) Escolha por alimentos
  7. 7. Introdução Síndrome de etiologia múltipla, decorrente da falta e/ou da incapacidade da insulina atuar adequadamente. DIABETES MELLITUS Caracteriza-se pela presença de hiperglicemia crônica com distúrbios do metabolismo de carboidratos, lipídios e proteínas. (GROSS et al., 2000)
  8. 8. Introdução Diabetes mellitus É consenso que o controle adequado do diabetes não pode ser atingido sem um planejamento alimentar. (MOLENA-FERNANDES et al., 2005) A dieta para o indivíduo com diabetes mellitus objetiva contribuir para a normalização da glicemia, atingir e manter o peso corpóreo adequado, diminuir os fatores de risco cardiovasculares e prevenir as complicações agudas e crônicas da doença. (PORTERO; CUELHAR, 2004)
  9. 9. Verificar se a condição de saúde (diabetes) influencia no comportamento alimentar dos indivíduos, motivando-os às escolhas com base nas recomendações nutricionais OBJETIVO
  10. 10. MATERIAL E MÉTODOS
  11. 11. Coleta de dados e característica da amostra  cidade de Florianópolis – SC;  140 indivíduos (diabéticos e não diabéticos, sendo 70 em cada grupo), escolhidos por conveniência;  entrevista guiada por questionário semi-estruturado, contendo questões relacionadas às condições sócio- econômicas e consumo de alimentos.
  12. 12. RESULTADOS E DISCUSSÃO
  13. 13. ALIMENTOS MAIS CONSUMIDOS
  14. 14. CONSUMO DE CARNES E GORDURAS
  15. 15. CONSUMO DE PRODUTOS LÁCTEOS
  16. 16. CONSUMO DE FRUTAS E VEGETAIS
  17. 17. CONSUMO DE MASSAS, PÃES ...CONSUMO DE MASSAS, BOLOS...
  18. 18.  Indivíduos diabéticos parecem escolher alimentos preocupados com sua condição de saúde evitando alimentos que possam contribuir para um ganho de peso, alimentos doces, carne percebida como contendo maior teor de gordura (suína) e consumindo frutas e vegetais diariamente.  Os resultados obtidos sugerem que a prática da dietoterapia acompanhada por profissionais capacitados pode auxiliar a escolha adequada de alimentos, contribuindo para evitar complicações decorrentes da doença e levando, portanto, à melhor qualidade de vida dos indivíduos diabéticos. CONCLUSÃO
  19. 19. REFERÊNCIAS  BARRIOS, E. X.; COSTELL, E. Review: use of methods of research into consumers’ opinions and attitudes. Food Science and Technology International, v. 10, n. 6, p. 359 - 371, 2004.  CAVALCANTI, S. Epidemia de diabetes. Revista Isto é Gente, jun. 2006. Disponível em <http://www.terra.com.br/istoegente/256/saude/indez.htm>. Acesso em: 7 jun. 2006.  CHAPMAN, R. M.; HAM, J. O.; LIESEN, P.; WINTER, L. Applying behavioral models to dietary education of elderly diabetic patients. Journal of Nutrition Education, v. 27, n. 2, p. 75 - 79, 1995.  FERRAZ, R. G.; SOARES, N. F. F.; SILVA, N. M. Comportamento do consumidor frente à informação nutricional em rotulagem de produtos alimentícios: um estudo no varejo de Belo Horizonte – MG. Boletim da Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 37, n. 2, p. 106 - 112, 2003.  GROSS, J. L. et al. Diagnóstico e classificação do diabetes melito e tratamento do diabetes melito tipo II. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 44, n. 4, Supl. 1, p. 8 - 35, 2000.  MOLENA-FERNADES, C. A. et al. A importância da associação de dieta e atividade física na prevenção e controle de diabetes mellitus tipo II. Acta Health Science, v. 27, n. 2, p. 195 - 205, 2005.  PÉRES, D. S.; FRANCO, L. J.; SANTOS, M. A. Comportamento alimentar em mulheres portadoras de diabetes tipo II. Revista Saúde Pública, v. 40, n. 2, p. 310 - 317, 2006.  PORTERO, K. C. C.; CUELHAR, K. C. Aspectos atuais no tratamento dietético de pacientes com diabetes mellitus tipo 2. Nutrição em Pauta, ano XII, n. 65, p. 12 - 16, 2004.
  20. 20. Contato: silviaiop@utfpr.edu.br

×