Os sinais de aviso deCâncer de PelePEC SOGAB Júlia KäferCâncer de PeleLesões pré câncerigenasLesões pré-cancerosas, inclui...
Carcinoma EspinocelularRaramente dá metástases e sua cura é aeliminação da lesão. Pode ocorrer na pelee mucosas (boca, láb...
PápulaSão lesões inflamatórias, elevadas, deconsistência dura, superficiais, menoresdo que 5mm, geralmente involuem semcic...
NóduloÉ uma lesão elevada, palpável, visível, combordos bem delimitados e comconsistência firme. Ex: CBC, CEC, cistosebáce...
BolhaDifere da vesícula pelo tamanho, pois émaior. Pode apresentar uma depressãocentral. Pode ser epidérmica ousubepidérmi...
ÚlceraÉ uma solução de continuidade num tecido,com perda de substância, determinadapor causa local sem tendência areparaçã...
Ceratose ou QueratoseÉ o espessamento superficial da epidermedecorrente da proliferação exclusiva dacamada córnea, com sup...
Ocular RosáceaOlhos e pálpebras avermelhados, irritados esecos. Inclui sensações de queimação ecoceira nos olhos e pálpebr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Câncer de pele pec sogab

330 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
330
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Câncer de pele pec sogab

  1. 1. Os sinais de aviso deCâncer de PelePEC SOGAB Júlia KäferCâncer de PeleLesões pré câncerigenasLesões pré-cancerosas, incluindomelanoma, carcinoma basocelular ecarcinoma espinocelular.Estas lesões pré-cancerosas são alteraçõesna pele que não são câncer, mas pode setornar câncer ao longo do tempo.O câncer de pele pode ser curado se fordetectado e tratado precocemente.Exemplo de lesões pré cancerígenasMelanomaGeralmente ocorre em regiões do corpo ondetomamos sol em caráter intermitente ou áreas detrauma: face, costas, couro cabeludo, pés, mãos eunhas.O melanoma maligno é o mais agressivo e temidoentre os cânceres da pele. Tem sido tambémrelacionado a exposições solares intensas, comqueimaduras solares dolorosas e com bolhas,durante a infância, o que nos leva novamente aoscuidados especiais com as crianças eadolescentes.MelanomaCarcinoma BasocelularÉ um tumor que geralmente ocorre emáreas do corpo onde tomamos mais sol:face, braços e pernas. É o câncer de pelemais comum. Se for detectadoprecocemente, é muito provável que seumédico consiga curá-lo, pois é um câncerque praticamente não leva a metástases
  2. 2. Carcinoma EspinocelularRaramente dá metástases e sua cura é aeliminação da lesão. Pode ocorrer na pelee mucosas (boca, lábios e genitais) É osegundo tipo mais comum de câncer dapele. Também é provável que se consigacurá-lo se detectado precocemente, mas oCEC pode “espalhar”, podendo causar atémorte.Lesões ElementaresSão modificações do tegumento cutâneo,determinadas por processosinflamatórios,degenerativos,circulatórios,neoplásicos,por distúrbios do metabolismoou por defeitos de formação.Lesões ElementaresA epiderme se nutre por osmolaridade (nãohá vasos) e é composta por 5 camadas. Aderme emite prolongamentos (papilasdérmicas) que atingem a epiderme. Ahipoderme é formada por um tecidogorduroso contendo os vasos maiscalibrosos. A pele sofre renovação a cada45 dias. Em alguma patologias esteprocesso pode estar acelerado, como napsoríase, quando a pele sofre renovaçãoMáculaÉ uma alteração da coloração da pele, semrelevo, visíveis, podendo até serpalpáveis; quando curam não deixamcicatriz por ser superficiais. Podem seracrômica, hipo ou hipercrômicas. Comoexemplos de lesões hipocrômicas há onevus hipocrômico, lesões residuais dapsoríase e a hanseníase. Lesõeshipercrômicas podem ser representadaspela sífilis, melasma, decorrentes demedicamentos.
  3. 3. PápulaSão lesões inflamatórias, elevadas, deconsistência dura, superficiais, menoresdo que 5mm, geralmente involuem semcicatriz, podendo evoluir para um nódulo,verruga, nevos, hiperplasia sebácea senil,hiperqueratose seborréica, leishmaniose,CBC. O CBC é uma pápula perolada comtelangiectasias.UrticáriaSão placas elevadas, eritematosas e comevolução fugaz. Apresentam prurido(coceira), durando de 2 a 3 horas. Ex:angioedema, urticária pigmentosa.PlacaÉ uma lesão elevada, infiltrativa edescamativa. Ex: psoríase, dermatiteseborréica.
  4. 4. NóduloÉ uma lesão elevada, palpável, visível, combordos bem delimitados e comconsistência firme. Ex: CBC, CEC, cistosebáceo, Ca escamoso, queratocantoma,hemangioma.PústulaÉ uma lesão eritematosa, elevada,pequena, com material purulento no seuinterior. Podem ser foliculares ouinterfoliculares. Ex: impetigoestafilocócico.VesículaLesão eritematosa, pequena, elevada, comsecreção serosa no seu interior. Seaparecem ajuntadas sugere herpes.Aparece também no eczema, herpeszoster, queimaduras.
  5. 5. BolhaDifere da vesícula pelo tamanho, pois émaior. Pode apresentar uma depressãocentral. Pode ser epidérmica ousubepidérmica. Ex: queimaduras, pênfigo,farmacodermias, dermatite herpetiforme.CrostaConsiste no depósito de material nasuperfície. É uma lesão espessada,delimitada, com pequenas ulcerações.Crosta melicérica e crosta hemática. Nãoafeta a integridade da pele, facilmentedestacável e que acaba por eliminar-seespontaneamente.EscamasSão lesões mais finas do que a crosta.Correspondem a lamínulas epidérmica, dedimensões variáveis, desprendendo-sefácil e continuamente. É vista na ictiose("pele de peixe").
  6. 6. ÚlceraÉ uma solução de continuidade num tecido,com perda de substância, determinadapor causa local sem tendência areparação. Se há perda de substância e éprofunda (como na leishmaniose), deixacicatriz.FissuraÉ a "rachadura". Trata-se do rompimento dapele, geralmente sem deixar marcas. Hásolução de continuidade linear e estreita.Pode ser ocasionada por bactérias,fungos. Apresenta bordos eritematosos.AtrofiaÉ superficial e ocorre o afinamento da pele(diminuição da espessura por diminuiçãodo número ou tamanho da células), compequena depressão. Ex: esclerodermia,placas brancas e atróficas.
  7. 7. Ceratose ou QueratoseÉ o espessamento superficial da epidermedecorrente da proliferação exclusiva dacamada córnea, com superfície em geraláspera à palpação.RosáceaRosácea é uma doença da pele da face humana,que se caracteriza pormanchas eritematosas e vasculite formando telangiectasias em peles oleosas. Pode infeccionar ecriar pústulas e abscessos. Por esta razão étambém conhecida como "acne rosácea".A rosácea está muito relacionada com o estadopsicológico do paciente e piora com a ingestãode álcool, bebidas quentes, frio e vento. Otratamento resume-se a evitar os fatoresdesencadeantes acima e tratar as complicaçõesinfecciosas.Principais Zonas AfetadasPapulopustular RosáceaAlguma vermelhidão com bolhas vermelhas(pápulas) preenchidas por um poucode pus (pústulas) (que tipicamente duramentre 1 a 4 dias); esse subtipo pode serfacilmente confundido com a acne.Phymatous RosáceaEsse subtipo é comumente associado coma rinofima, um aumento do nariz. Ossintomas incluem o espessamento dapele, nódulos superficiais irregulares eaumento do nariz. Phymatous rosáceatambém pode afetar o queixo (gnatofima),testa (metofima), bochechas, pálpebras(blefarofima), e orelhas (otofima).Telangiectasias também podem estarpresentes.
  8. 8. Ocular RosáceaOlhos e pálpebras avermelhados, irritados esecos. Inclui sensações de queimação ecoceira nos olhos e pálpebras.Portadores de rosácea frequentementereportam períodos de depressãoassociadas aos desfiguramento estéticocausado pela doença. Contribuem paraisso a sensação física de queimação esentimento de perda de qualidade de vida.

×