Universidade Federal de São Paulo
Escola Paulista de Medicina
Departamento de Diagnóstico por Imagem

Câncer de bexiga: pa...
INTRODUÇÃO
- Estadiamento
prognóstico

câncer

- Invasão da muscular

de

bexiga

=

conduta

e

metástase e conduta radic...
AJCC Cancer Staging Manual, 2010
OBJETIVO
Avaliar retrospectivamente o papel da RM na
detecção da invasão muscular que não foi
identificada na avaliação hi...
MATERIAIS E MÉTODOS
• Estudo retrospectivo (2003-11)
• N = 23
Critérios de inclusão:
- Pacientes que realizaram RM após bi...
1

MATERIAIS E MÉTODOS
Protocolo:
- Variado entre o período do estudo
- Porém, todos com:
- RM 1,5T
- Axial e sagital T2

...
MATERIAIS E MÉTODOS
Parâmetros:
- Presença ou ausência de invasão muscular (T2)
- Interrupção da muscular própria
- Densif...
RM e histo: sem invasão

RM e histo: invasão
RM e histo:
invasão

RM: invasão
Histo: s/ invasão

RM: invasão
Histo: s/ invasão
RESULTADOS
• Patologia = 4 pacientes com invasão muscular após
segunda biópsia
• RM = 8 pacientes com invasão muscular (4 ...
RESULTADOS
SENS

ESP

Interrupção da muscular

100%

79%

Densificação perivesical

50%

84%

Infiltração perivesical

25%...
CONCLUSÃO
- RM tem boa sensibilidade na detecção de
invasão muscular nos casos de câncer sem
invasão histológica identific...
Critério de avaliação de estudo (QUADAS)

Sim Não N.A.

1. O espectro de pacientes estudados foi significativo?

X

2. Os ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cancêr de bexiga papel da rm na detecção da doença com invasão muscular oculta

741 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Cancêr de bexiga papel da rm na detecção da doença com invasão muscular oculta

  1. 1. Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina Departamento de Diagnóstico por Imagem Câncer de bexiga: papel da RM na detecção da doença com invasão muscular oculta Especializando: Marcelo Longo Kierszenbaum – R4 Orientador: Lucas R. Torres Data: 15/08/12 Rosenkrantz AB, Mussi TC, Melamed J, Taneja SS, Huang WC. Bladder cancer: utility of MRI in detection of occult muscle-invasive disease. Acta Radiol. 2012 Jul 1;53(6):695-9. Epub 2012 May 27.
  2. 2. INTRODUÇÃO - Estadiamento prognóstico câncer - Invasão da muscular de bexiga = conduta e metástase e conduta radical - Acurácia da RM > TC na detecção da invasão da muscular - Histologia = presença de invasão muscular - Tumor de alto grau sem invasão muscular (erro na amostra?) - Conduta: Nova biópsia? Exame de imagem?
  3. 3. AJCC Cancer Staging Manual, 2010
  4. 4. OBJETIVO Avaliar retrospectivamente o papel da RM na detecção da invasão muscular que não foi identificada na avaliação histológica inicial
  5. 5. MATERIAIS E MÉTODOS • Estudo retrospectivo (2003-11) • N = 23 Critérios de inclusão: - Pacientes que realizaram RM após biópsia positiva para ca bexiga - Sem invasão muscular na primeira biópsia - Segunda biópsia após RM
  6. 6. 1 MATERIAIS E MÉTODOS Protocolo: - Variado entre o período do estudo - Porém, todos com: - RM 1,5T - Axial e sagital T2 Avaliação de 2 radiologistas em consenso - Sabiam da indicação e que não havia invasão muscular no primeiro histopatológico - Não sabiam o resultado da segunda biópsia
  7. 7. MATERIAIS E MÉTODOS Parâmetros: - Presença ou ausência de invasão muscular (T2) - Interrupção da muscular própria - Densificação da gordura perivesical - Infiltração da gordura perivesical - Um ou mais achados = positivo
  8. 8. RM e histo: sem invasão RM e histo: invasão
  9. 9. RM e histo: invasão RM: invasão Histo: s/ invasão RM: invasão Histo: s/ invasão
  10. 10. RESULTADOS • Patologia = 4 pacientes com invasão muscular após segunda biópsia • RM = 8 pacientes com invasão muscular (4 positivos e 4 falso-positivos) 8 - interrupcão da muscular 5 – densificação perivesical 1 – infiltração perivesical
  11. 11. RESULTADOS SENS ESP Interrupção da muscular 100% 79% Densificação perivesical 50% 84% Infiltração perivesical 25% 100%
  12. 12. CONCLUSÃO - RM tem boa sensibilidade na detecção de invasão muscular nos casos de câncer sem invasão histológica identificada na avaliação inicial - Interrupcão da camada muscular no T2 é o achado mais útil
  13. 13. Critério de avaliação de estudo (QUADAS) Sim Não N.A. 1. O espectro de pacientes estudados foi significativo? X 2. Os critérios de seleção foram claramente descritos? X 3. O padrão referência é adequado ? X 4. Intervalo de tempo suficientemente curto? ? 5. Todos os pacientes – mesmo padrão de referência? X 6. Cegamento para o teste avaliado X 7. Cegamento para o padrão referência X 8. Disponibilidade de dados clínicos X 9. Resultados indeterminados/inconclusivos X 10. Exclusões/desistências 11. O estudo corresponde à prática clínica? X X

×