Cancer de ovário 4

1.167 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cancer de ovário 4

  1. 1. Câncer  de  Ovário   Disciplina  de  Ginecologia  e  Obstetrícia  da   Faculdade  de  Medicina  do  ABC       Setor  de  Oncologia  Ginecológica   Drª  Milucci  Messias  Ga@  
  2. 2. Câncer  de  Ovário   Brasil – 8º mais frequente American Cancer Society - 25.500 novos casos/ ano - 14.500 obitos/ano Detecção tardia ---- mau prognóstico Quando descoberto é letal em 70% dos casos Pré – menopausa : 7% dos tumores são malignos Pós – menopausa: 30% dos tumores são malignos
  3. 3. Câncer  de  Ovário   Fatores de risco Idade = > 40 anos (40 – 70 anos) média – 52 anos (Di Saia) Raça = branca Fat geográficos = países desenvolvidos Fat genéticos = BRCA 1 e BRCA2 (antecedentes de ca de mama e intestino)
  4. 4. Câncer  de  Ovário   Ovulação incessante ( sítio de postura ovular) menarca precoce menopausa tardia Nuliparidade ACHO (proteção – repouso ovariano) (Uso por 5 anos ou mais – reduz em 50%)
  5. 5. Câncer  de  Ovário   DIAGNÓSTICO “ Diagnosticar precocemente um carcinoma de ovário é mais questão de sorte do que triunfo de algum método científico” ( Barber, 1987) * Maioria assintomático
  6. 6. Câncer  de  Ovário   DIAGNÓSTICO USG – (CO para Ca de colo, Mamografia para Ca de mama) - Características sugestivas de malignidade Exame Físico Marcadores (CA-125, CEA , α feto proteína, βHCG,CA19-9) SEGUIMENTO
  7. 7. Câncer  de  Ovário   Classificação Origem Cels. Epiteliais ( mais comuns) Cels. germinativas Estroma de cordão sexual metastáticos Frequência 65 – 70% 15 – 20% 5 –10% 5% Faixa etária > 60 anos 0 – 25 anos 20-60 anos Variável Tipos Seroso, mucinoso, endometrióide, cels. Claras, Brenner, Inclassificável Teratoma disgerminoma, tu de seio endodérmico, cels Sertoli- leydig, coriocarcinoma Fibroma, tumor de teca e granulosa Intestinais (Krukemberg) mama, endométrio, linfomas
  8. 8. Câncer  de  Ovário  -­‐  Estadiamento   I – limitado aos ovários Ia - um ovário Ib – dois ovários Ic – Ia ou Ib , com tumor na superfície ou cápsula rota; ou com ascite ou lavado peritoneal positivo II – extensão a pelve IIa – útero e/ou trompas IIb – extensão para outros tecidos IIc – IIa ou IIb, com tumor na superfície de um ou ambos ovários, ou cápsula rota, ou com ascite ou lavado peritoneal positivo III – implantes peritoneais além da pelve e/ou gânglios positivos IIIa – tu macro limitado a pelve, com disseminação peritoneal comprovada IIIb – implantes peritoneais menores que 2 cm, linfonodos negativos IIIc – implantes maiores que 2 cm, e/ou linfonodos positivos IV – metástases a distância – Fígado, pulmões (derrame pleural positivo)
  9. 9. Câncer  de  Ovário  -­‐  Estadiamento  
  10. 10. Câncer     de  Ovário     Estadiamento  
  11. 11. Câncer  de  Ovário   TRATAMENTO Laparotomia longituninal Fixação de campos Ascite ou lavado ( fundo de saco, goteiras e face inferior do diafragma) Inventário da cavidade + biopsias de goteiras Congelação – + HTA +SOB+omentectomia infra-cólica+ linfadenectomia iliaca e para-aortica
  12. 12. Câncer  de  Ovário   TRATAMENTO Amostra de linfonodos pélvicos e para – aórticos Remover a maior quantidade possível de implantes “Debulking” --- citorredução O sucesso dos recursos terapêuticos é diretamente proporcional à quantidade de tumor removido
  13. 13. Câncer  de  Ovário   TRATAMENTO QUIMIOTERAPIA – Poliquimioterapia (Exceção dos tumores IA, bem diferenciados e os borderline)
  14. 14. Câncer  de  Ovário   PROGNÓSTICO Sobrevida em 5 anos 60% 35% 5% 0% Estadio I Estadio II Estadio III Estadio Iv
  15. 15. Câncer  de  Ovário   SEGUIMENTO Semestral exame clinico USG: abdome, transvaginal RX de torax (PA + Perfil) marcadores específicos
  16. 16. Ca  de  vulva   •  Acima  de  70  anos   •  Corresponde  a  3  a  5%  das  neoplasias   ginecológicas   •             de  incidência  em  mulheres  jovens  -­‐-­‐-­‐HPV  
  17. 17. Ca  de  vulva  
  18. 18. Ca  de  vulva  
  19. 19. Ca  de  vulva  
  20. 20. Ca  de  vulva  
  21. 21. Ca  de  vulva  
  22. 22. Ca  de  vulva   •  Estadiamento  cirúrgico   •  Tratamento     •  prognósQco  

×