Assistência ao parto normal

1.685 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

Assistência ao parto normal

  1. 1. Assistência ao Parto NormalBaseada em EvidênciasCientíficasFlaviano Teixeira de QueirozServiço de Saúde da MulherHospital Santa MarcelinaXI ENCONTRO NACIONAL DE ALEITAMENTO MATERNO I ENCONTRONACIONAL DE ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR SAUDÁVEL
  2. 2. Objetivos História Boas práticas baseadas em evidênciascientíficas– Primeiro período– Segundo período– Terceiro período Efetivação prática das recomendações
  3. 3. AssistênciaAo TrabalhoDe Parto Século XIX
  4. 4. Século XX
  5. 5. Prática obstétrica atualA atenção deve estar baseada em:– Respeito– Participação das mulheres nas decisões– EqüidadeAtenção humanizada
  6. 6. Equidade Situações inadmissíveis nos hospitais– Mulheres tendo o parto sozinhas– Mulheres como sujeitos de prática para osprofissionais em formação, sem a devidainformação e consentimento.
  7. 7. A Pirâmide doconhecimento
  8. 8. Séries de casosCaso controleCoorteECRRevisãoSistemáticaMetanáliseOpinião de especialistasNíveis deEvidênciasSACKETT DL, ROSENBERG WM, GRAY JA, HAYNES RB, RICHARDSON WS. Evidence-basedmedicine: what it is and what it isnt. Br Med J. 1996; 312:71-72. Editorial
  9. 9. RecomendaçõesABCAo menos 01 ECR que confirme a recomendação(níveis Ia, Ib)Existência de estudos controlados não randomizadosrelativos à recomendação (níveis IIa, IIb, III)Relatos de comitês de especialistas ou opiniões ouexperiência clínica de autoridades reconhecidas.Ausência de estudos clínicos de boa qualidade(nível IV)Medicina Baseada em Evidências
  10. 10. Trabalho de Parto0246810122 4 6 8 10 12 14 162º período1º períodoFase Latente Fase AtivaFriedman E. The graphic analysis of labor. Am J Obstet Gynecol, 68:1568, 1954hcm
  11. 11. Primeiro Período
  12. 12. RecomendaçõesPrimeiro PeríodoAvaliação contínua do risco obstétricoAusculta fetal intermitenteUso do partogramaIndicação correta de ocitócicoOrganização Mundial de Saúde (OMS)
  13. 13. RecomendaçõesPrimeiro PeríodoPermitir a deambulaçãoApoio emocional contínuoOrganização Mundial de Saúde (OMS)
  14. 14. Deambulação Categoria A Controle da dor– Diminui a necessidade de peridural Redução do uso de ocitócicos Diminuição dos partos vaginais assistidos Prevenção da distociaLabrecque et al, Diagnóstico e Tratamento, 1999Lawrence Annemarie, Lewis Lucy, Hofmeyr G Justus, Dowswell Therese, Styles Cathy. Maternalpositions and mobility during first stage labour. Cochrane Database of Systematic Reviews. In: TheCochrane Library, Issue 1, Art. No. CD003934. DOI: 10.1002/14651858.CD003934.pub2
  15. 15. Apoio emocional contínuoHodnett Ellen D, Gates Simon, Hofmeyr G Justus, Sakala Carol. Continuous support for womenduring childbirth. Cochrane Database of Systematic Reviews. In: The Cochrane Library, Issue 1,Art. No. CD003766. DOI: 10.1002/14651858.CD003766.pub3 Categoria A Controle da dor– Diminui a necessidade de peridural Melhor controle sobre o trabalho de parto Diminuição dos partos vaginais assistidos Prevenção da distocia
  16. 16. Práticas Prejudiciais Ou IneficazesPrimeiro PeríodoRestrição hídrica ou alimentarEnema, tricotomiaInfusão intravenosaCateterização venosa profiláticaOrganização Mundial de Saúde (OMS)
  17. 17. Parto evoluindo bem... Quando fazer a amniotomia?FraserW, VendittelliF, KraussI, BreartG, . Effects of early augmentation of labour with amniotomyand oxytocin in nulliparous women: a meta-analysis. British Journal of Obstetrics andGynaecology 1998;105(2) :189-194.
  18. 18.  Massagem
  19. 19.  Quando levar para o banho?Cluett Elizabeth R, Burns Ethel. Immersion in water in labour and birth. Cochrane Database ofSystematic Reviews. In: The Cochrane Library, Issue 1, Art. No. CD000111. DOI:10.1002/14651858.CD000111.pub3
  20. 20. Bem Estar Fetal Intraparto Auscultaintermitente MonitorizaçãoeletrônicaALSO Advanced Life Supports in Obstetrics, 2003
  21. 21. Segundo Período
  22. 22. RecomendaçõesSegundo Período
  23. 23. RecomendaçõesSegundo PeríodoEvitar: Transferência de sala Posição de litotomia de rotina Puxos prolongados e dirigidos Toques vaginais freqüentesOrganização Mundial de Saúde (OMS)
  24. 24. RecomendaçõesSegundo PeríodoEvitar: Manobra de kristeller Episiotomia de rotinaOrganização Mundial de Saúde (OMS)
  25. 25. Durante o parto... Sugerir outra posição! Por-se de lado Sentar-se de cócoras Apoio sobre os membrosGupta Janesh K, Hofmeyr G Justus, Smyth Rebecca MD. Position in the second stage of labour forwomen without epidural anaesthesia. Cochrane Database of Systematic Reviews. In: The CochraneLibrary, Issue 1, Art. No. CD002006. DOI: 10.1002/14651858.CD002006.pub1
  26. 26. Durante o parto... Assistir ao parto devagar! Evitar a força desnecessária Incentivar o parto entre as contrações
  27. 27. Durante o parto... Controlar BCF!!!
  28. 28. Durante oparto...E o períneo?
  29. 29. Durante o parto...Evitar a episiotomia de rotina!Carroli Guillermo, Mignini Luciano. Episiotomy for vaginal birth. Cochrane Database ofSystematic Reviews. In: The Cochrane Library, Issue 1, Art. No. CD000081. DOI:10.1002/14651858.CD000081.pub2
  30. 30. A episiotomia de rotina...• não previne os traumas cerebrais dacriança• não previne a asfixia perinatal, mas diminuia segunda fase• não previne as lacerações de 3º e 4º graus
  31. 31. A episiotomia de rotina...• não promove a cura• não previne a incontinência e o prolapsouterino ou vaginal
  32. 32. OSS Santa MarcelinaHospital Geral do Itaim PaulistaSão Paulo, SP, Brasil
  33. 33. RecomendaçõesTerceiro Período
  34. 34. Manejo Ativo Do TerceiroPeríodo Após o nascimento: 10 UI de ocitócico IM– Ocitócico de rotina  perda sangue  30 -40% Clampeamento oportuno do cordão Tração contínua e assistidaALSO, AAFP, Organização Mundial de Saúde (OMS)
  35. 35. Conduta Ativa A conduta ativa é superior à expectanteem termos de sangramentos, HPP e HPPgraves. Deve ser rotina para todas asmulheres com parto vaginal em ambientehospitalar, centros de parto ou partosdomiciliaresPrendiville et al, The Cochrane Library, 1, 2006.
  36. 36. RecomendaçõesTerceiro Período Exame da placenta e membranas:integridade dos cotilédones e dasmembranas Contato cutâneo e apoio à amamentaçãona primeira hora pós-partoOrganização Mundial de Saúde (OMS)
  37. 37. RecomendaçõesQuarto Período
  38. 38. RecomendaçõesQuarto PeríodoOrganização Mundial de Saúde (OMS) 1 a 2 horas após o parto manter o controlede 15 / 15 minutos Limite: 500 ml de sangue
  39. 39. RecomendaçõesPós-partoOrganização Mundial de Saúde (OMS) Principais causas de sangramento (5%)– Atonia (70%) Massagem bimanual Ocitócico – até 40 UI Derivados do ergot – 0,2 mg Prostaglandinas – 0,25 mg– Trauma (20%) Exame Sutura de lacerações sangrantes
  40. 40. – Retenção de tecido placentário (10%) Revisar a placenta Evitar o uso de jargões: restos placentários– Coagulopatias (1%) Outras complicações– Rotura uterina– Inversão uterinaRecomendaçõesPós-parto

×