Anatomia do sistema humano respiraio

250 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
250
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anatomia do sistema humano respiraio

  1. 1. AnatomiaSISTEMA RESPIRATÓRIOPPrrooffaa.. JJoossii SSeeiixxaassCCEEUUNNEESS//22000099INTRODUÇÃOConceito: absorção de o2 e eliminação de co2Organismos unicelulares – troca é diretaAnimais - sangue é intermediário“PULMÃO”Divisão: - vias aéreas superiores: condução- vias aéreas inferiores: respiraçãoÓrgãos tubularesFunçõesNariz (olfação)Laringe (fonação)Faringe (sistema digestivo)TraquéiaBrônquiosNARIZNariz:Nariz externoCavidade nasalSeios paranasaisNNAARRIIZZ EEXXTTEERRNNOOPlano mediano da faceApresenta-se como uma pirâmideRaizDorsoBaseÁpiceNarinasCavidade nasal
  2. 2. AnatomiaSISTEMA RESPIRATÓRIOPPrrooffaa.. JJoossii SSeeiixxaassCCEEUUNNEESS//22000099Dorso do NarizRetilíneoCôncavoConvexoForma das narinasHorizontaisVerticaisEsqueleto do Nariz – ósteo-cartilaginosoÓsseaOssos nasaisMaxilasCartilaginosaDiversas cartilagens“Abertura piriforme”CCAAVVIIDDAADDEE NNAASSAALLComunicação:Meio externo – através das narinassituadas anteriormentePorção nasal da faringe - através das coanassituadas posteriormenteSepto nasal – divide em 2 metadesO termo “cavidade nasal”DesviosConstituiçãoCartilagem do septo nasalOsso (lâmina perpendicular do osso etmóide e osso vômer)Osso VômerOsso EtmóideDifícil de ser isolado (paredes muito finas)Situado abaixo da porção mediana do osso frontal e entre as órbitasLabirintos ou seios etmoidais: delgadas trabéculas ósseas laterais –células pneumáticasLâmina crivosa: parte superior que une os labirintos – passagem fibras donervo olfatórioCrista gali: projeção mediana da lâmina crivosaConchas nasais : projeções da face medial de cada labirinto (lâminasósseas recobertas por mucosa). Função!
  3. 3. AnatomiaSISTEMA RESPIRATÓRIOPPrrooffaa.. JJoossii SSeeiixxaassCCEEUUNNEESS//22000099Meatos – espaço delimitado pelas conchas* ducto naso-lacrimal* A cavidade nasal pode ser dividida:VestíbuloPequena dilatação revestida por pele – logo após às narinasRegião respiratóriaLogo em seguida ao vestíbuloRegião olfatóriaBastante reduzida (concha superior e ao 1/3 superior do septo nasal)Desta região partem as fibras que vão constituir o nervo olfatórioSSEEIIOOSS PPAARRAANNAASSAAIISSSEIOS: cavidades nos ossos da face – paredes ósseas muito finas*Patologias!Cavidade nasal – ocupa o centro de um círculo cavitário!Seio frontal – superiorSeio esfenoidal – posteriorSeios etmoidais e maxilares – laterais*Bovinos – seio palatinoPalato – separa a cavidade bucal / nasalPalato duro – ósseaPalato mole - muscularFFAARRIINNGGEETubo muscularFaz parte do sistema respiratório e digestivoSituada posteriormente à cavidade nasal, bucal e à laringeDividida:Parte nasal da faringe (Nasofaringe) – superior. Comunica-se com acavidade nasal através das coanasParte bucal da faringe (Orofaringe) – média. Comunica-se com a cavidadenasal por uma abertura denominada istmo da gargantaParte laríngica da faringe – inferior. Situada posteriormente à laringe econtinuada diretamente pelo esôfago
  4. 4. AnatomiaSISTEMA RESPIRATÓRIOPPrrooffaa.. JJoossii SSeeiixxaassCCEEUUNNEESS//22000099LLAARRIINNGGEEÓrgão tubularConstituída por cartilagens, músculos e ligamentosSituada no plano mediano e anterior do pescoçoAnteriormente à faringe e continuada diretamente pela traquéiaVia aérea e órgão de fonaçãoEsqueleto da laringeCartilagem tireóide: 2 lâminas que se unem em “V”. No seu interior situam-se as cordas vocais.Cartilagem cricóide: ímpar, “anel de sinete”, inferior à cartilagem tireóideCartilagem aritenóide: 2, semelhante a uma “pirâmide triangular”, cuja baseinferior se articula com a cartilagem cricóideCartilagem epiglótica :Ímpar, mediana, fina e lembra uma “folha peciolada”.Situa-se posteriormente à raiz da língua e à cartilagem tireóideSua borda livre se projeta em direção à faringeCavidade da LaringeSuperfície internaVentrículo da laringe – fenda ântero-posterior que leva a uma invaginação.Delimitada:Prega vestibular (superior) – função protetoraPrega vocal (inferior)Glote – porção entre as pregas
  5. 5. AnatomiaSISTEMA RESPIRATÓRIOPPrrooffaa.. JJoossii SSeeiixxaassCCEEUUNNEESS//22000099TTRRAAQQUUÉÉIIAA EE BBRRÔÔNNQQUUIIOOSSSitua-se após a laringeEstrutura cilindróide constituída por uma série de anéis cartilaginosos incompletos,em forma de “C”, sobrepostos e ligados entre si pelos ligamentos anularesParte superior é desprovida de cartilagem e constitui a parede membranosa datraquéia (mm traqueal)Rigidez x mobilidadeExtremidade inferior divide-se : brônquios principais (D/E) – brônquios lobares –brônquios segmentares – alvéolos = ÁRVORE BRÔNQUICAPPUULLMMÕÕEESSPleura - saco membranosoPleura pulmonarPleura parietalCavidade pleuralPelícula de líquidoPressão subatmosféricaSituam-se na cavidade torácica, no mediastinoForma cônicaFacesCostalMedialDiafragmáticaLobos Lobo superior (D) Fissura horizontal (D) Lobo médio (D) Fissura oblíqua (D) Lobo inferior (D) Lobo superior (E) Fissura oblíqua (E) Lobo inferior (E) Hilo do pulmão

×