Educação: a melhor parte da
herança de Piaget
VERGNAUD, Gerard. Swiss Journal of
Psychology, 55 (2/3): 112-118.
Introdução
• O mais impressionante em Piaget é que ele não desenvolveu
muita pesquisa em educação, mas é uma das mais
impo...
Introdução
• Piaget ofereceu um quadro fecundo teórico e
metodológico que não é suficiente por si só, mas que
oferece mais...
Conhecimento resulta de adaptação
• A principal ideia apresentada por Piaget como
biólogo e epistemologista.
• A ideia de ...
Qual a melhor parte da herança
piagetiana?
• É difícil apontar no trabalho de cientistas
anteriores o que é mais important...
Os conceitos de esquema, invariantes
operacionais e representação
• A pedra angular da análise piagetiana sobre
cognição é...
• Os gestos estão organizados no tempo e no
espaço, eles têm objetivos, e sua organização
depende muito da representação d...
• Se os esquemas são o melhor instrumento de
adaptação, é relevante considerar estes
esquemas frente às situações não apen...
Os componentes indispensáveis dos
esquemas
• Objetivos gerais e específicos;
• Regras para gerar e controlar o comportamen...
A adaptação a cada situação só é possível
porque as regras são condicionais, porque os
invariantes operatórios têm algum g...
A abrangência dos esquemas
Existem esquemas em toda a atividade humana:
• Gestos e atividade física no mundo;
• Operações ...
Exemplos de campos conceituais
• Há muitos deles. Em cada disciplina existem inúmeros
campos conceituais.
• Na aritmética,...
• Na biologia, a compreensão da reprodução em vegetais
tem pouco a ver com a compreensão da reprodução de
animais, ou a co...
A relação entre esquemas e
concepções
• Vergnaud deixa de lado a teoria dos estágios e prefere
desenvolver a relação entre...
O que acontece com os adultos?
• Adultos aprendem pela experiência, mas também
pelo treinamento.
• Um adulto leva muito te...
Transposição, mediação e
conceitualização
• São os processos mais importantes que ocorrem na
educação.
• A apropriação da ...
• Crianças e adultos aprendem mais a partir de situações
concretas, transpostas da ciência e das tarefas
profissionais do ...
O papel do mediador
• Professores, familiares, colegas de trabalho.
• Atos de mediação na escola: escolha de
situações, aj...
O coração do desenvolvimento
cognitivo
• Sem dúvida: a conceitualização.
• Piaget vislumbrou a importância da conceitualiz...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Educação a melhor parte da herança de piaget

561 visualizações

Publicada em

Apresentação do artigo de Gerard Vergnaud

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
561
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação a melhor parte da herança de piaget

  1. 1. Educação: a melhor parte da herança de Piaget VERGNAUD, Gerard. Swiss Journal of Psychology, 55 (2/3): 112-118.
  2. 2. Introdução • O mais impressionante em Piaget é que ele não desenvolveu muita pesquisa em educação, mas é uma das mais importantes referências da área, junto com Vygotsky. Por quê? 1. Educação é um processo a longo prazo e uma abordagem de desenvolvimento cognitivo é importante; 2. Piaget estudou atividades humanas complexas (matemática e física) enquanto a maioria dos psicólogos estavam interessados em outros processos e competências elementares.
  3. 3. Introdução • Piaget ofereceu um quadro fecundo teórico e metodológico que não é suficiente por si só, mas que oferece mais do que vislumbres na mistura complexa de aprendizagem, de experiência e de desenvolvimento que ocorre na educação. • Para compreender o conhecimento é mais do que importante estudar seu desenvolvimento. • A epistemologia pode ser estudada, de um lado pelos historiadores da ciência e, de outro, pelos psicólogos interessados pelo desenvolvimento cognitivo.
  4. 4. Conhecimento resulta de adaptação • A principal ideia apresentada por Piaget como biólogo e epistemologista. • A ideia de adaptação não é contraditória à tese desenvolvida por Vygostsky, apenas parte de um ponto de vista diferente. • Vygotsky estava mais interessado no ambiente cultural, no auxílio oferecido por adultos às crianças (ZDP), e também pela parte da linguagem e outras ferramentas semióticas.
  5. 5. Qual a melhor parte da herança piagetiana? • É difícil apontar no trabalho de cientistas anteriores o que é mais importante e o que pode ser considerado como não essencial. • Vergnaud considera Piaget é um dos maiores psicólogos deste século. • Neste artigo, o autor tenta explicar o que, na sua visão, é o melhor legado de Piaget.
  6. 6. Os conceitos de esquema, invariantes operacionais e representação • A pedra angular da análise piagetiana sobre cognição é o conceito de esquema. • No início, este conceito é usado para a atividade que Piaget definiu como sensório- motora. • Posteriormente, para atividades mais complexas, como lógica matemática.
  7. 7. • Os gestos estão organizados no tempo e no espaço, eles têm objetivos, e sua organização depende muito da representação do ambiente. • Para Vergnaud, Piaget deveria ter chamado "perceptivo-gestual", em vez de "sensório- motor“. • Isto não é apenas um problema de palavras, mas também um problema de teoria, a percepção é organizada por invariantes de tipos diferentes. Os conceitos de esquema, invariantes operacionais e representação
  8. 8. • Se os esquemas são o melhor instrumento de adaptação, é relevante considerar estes esquemas frente às situações não apenas com objetos. • Esquemas são, para Vergnaud, a organização invariante da atividade do sujeito para uma certa classe de situações. Os conceitos de esquema, invariantes operacionais e representação
  9. 9. Os componentes indispensáveis dos esquemas • Objetivos gerais e específicos; • Regras para gerar e controlar o comportamento; • Invariantes operatórios para categorizar a informação e inferir sobre ela; • Possibilidades de inferência, pois cada comportamento simples em uma simples situação envolve uma imensa quantidade de cálculos.
  10. 10. A adaptação a cada situação só é possível porque as regras são condicionais, porque os invariantes operatórios têm algum grau de generalidade e porque, por inferência, podemos chegar à algumas conclusões. Isto é essencial para o conceito do sistema. Os componentes indispensáveis dos esquemas
  11. 11. A abrangência dos esquemas Existem esquemas em toda a atividade humana: • Gestos e atividade física no mundo; • Operações técnicas e científicas; • Interações sociais, discurso, diálogo e argumentação;
  12. 12. Exemplos de campos conceituais • Há muitos deles. Em cada disciplina existem inúmeros campos conceituais. • Na aritmética, temos o exemplo das estruturas aditivas e multiplicativas. • Na física também há muitos campos conceituais, que não podem ser ensinados imediatamente como sistemas de conceitos, nem como conceitos isolados. A perspectiva de desenvolvimento é necessária para o aprendizado da mecânica, da eletricidade ou da termometria.
  13. 13. • Na biologia, a compreensão da reprodução em vegetais tem pouco a ver com a compreensão da reprodução de animais, ou a compreensão dos processos relevantes na célula; • De uma maneira geral, as disciplinas possuem uma série de domínios nos quais os estudantes precisam desenvolver concepções e esquemas específicos. • Em todos esses casos, o modelo de assimilação e acomodação funciona bem. Exemplos de campos conceituais
  14. 14. A relação entre esquemas e concepções • Vergnaud deixa de lado a teoria dos estágios e prefere desenvolver a relação entre esquemas e concepções. • Muitas de nossas concepções vêm das primeiras situações que fomos capazes de dominar, ou a partir de nossa experiência em tentar modificá-las. • As concepções estão associadas com os esquemas que dispomos ou com um campo específico.
  15. 15. O que acontece com os adultos? • Adultos aprendem pela experiência, mas também pelo treinamento. • Um adulto leva muito tempo para tornar-se expert em sua profissão, assim como uma criança demora para dominar as estruturas aditivas. • O principal objetivo da transposição didática, nesse caso, é o de usar diversas e diversificadas situações para tornar os conteúdos mais próximos dos esquemas.
  16. 16. Transposição, mediação e conceitualização • São os processos mais importantes que ocorrem na educação. • A apropriação da cultura em que se vive é o principal processo de adaptação do ser humano (complexa e mutante). • Nunca as mudanças científicas e tecnológicas foram tão rápidas. • Educação e formação tornam-se ações altamente especializadas.
  17. 17. • Crianças e adultos aprendem mais a partir de situações concretas, transpostas da ciência e das tarefas profissionais do que de explicações verbais. • Isso porque muito do nosso conhecimento consiste em esquemas e invariantes operatórios. • A mediação tem dois significados: 1) ajuda a outra pessoa; 2) as formas linguísticas e simbólicas de representação e comunicação do conhecimento. Transposição, mediação e conceitualização
  18. 18. O papel do mediador • Professores, familiares, colegas de trabalho. • Atos de mediação na escola: escolha de situações, ajuda aos estudantes para estes identificar objetivos a alcançar e atos para facilitar o planejamento e seleção da informação relevante.
  19. 19. O coração do desenvolvimento cognitivo • Sem dúvida: a conceitualização. • Piaget vislumbrou a importância da conceitualização antes do que muitos psicólogos e apresentou vários fatos empíricos em domínios que nunca tinham sido estudados antes: espaço e geometria, física, matemática, etc. • Piaget tentou analisar o processo de conceitualização observando e provocando ações em crianças; • Piaget trouxe a contribuição mais importante para uma visão operacional do conhecimento, que é essencial na educação, trabalho e vida.

×