Departamento de Engenharia Civil
Mecânica dos Solos
RELATÓRIO
RECONHECIMENTO DE SOLOS TÁCTIL-VISUAL
Docente: Jhaber Yacoub...
2
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO......................................................................................................
3
1. INTRODUÇÃO
1.1) Classificação geotécnica dos solos
Os solos podem ser divididos conforme a sua granulometria, que pod...
4
Figura 1 – Amostras de solos utilizadas.
3.b) Métodos
3.b.1)Teste visual e táctil
Misturou-se uma pequena quantidade de ...
5
4 Argila Bege médio
5 Argila siltosa Bege escuro
6 Areia argilosa Marrom alaranjado
7 Areia grossa Bege amarelado
8 Arei...
6
principalmente argila siltosa, com amostras de areia e argila puras e ausência
de amostra com silte predominante. Portan...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mec solos-i-x

365 visualizações

Publicada em

w

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
365
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mec solos-i-x

  1. 1. Departamento de Engenharia Civil Mecânica dos Solos RELATÓRIO RECONHECIMENTO DE SOLOS TÁCTIL-VISUAL Docente: Jhaber Yacoub Discentes: Adriana Ayumi Inokuma 122053346 Isadora Araújo Monzini 131052322 Lara Karina Santaguita 131051385 Paula Hoshino Fadanelli 131050885 Yago Motta Andrade 112053211 Junho de 2015 Ilha Solteira/SP
  2. 2. 2 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO.............................................................................................................. 3 1.1) Classificação geotécnica dos solos...................................................................... 3 2. OBJETIVO .................................................................................................................... 3 3. MATERIAIS E MÉTODOS............................................................................................ 3 3.a) Materiais ................................................................................................................ 3 3.b) Métodos ................................................................................................................. 4 3.b.1)Teste visual e táctil........................................................................................... 4 3.b.2)Teste de sujar as mãos.................................................................................... 4 4. RESULTADOS.............................................................................................................. 4 5. ANÁLISE DOS RESULTADOS..................................................................................... 5 6. CONCLUSÃO............................................................................................................... 5 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS............................................................................. 6
  3. 3. 3 1. INTRODUÇÃO 1.1) Classificação geotécnica dos solos Os solos podem ser divididos conforme a sua granulometria, que pode se adequar as dimensões de areia (2mm-0,05mm), silte (0,05mm- 0,002mm) e argila (<0,002mm). A areia e o silte são semelhantes química e mineralogicamente, apresentam minerais primários, enquanto que a argila detém uma natureza de minerais secundários. Os solos arenosos são aquele que têm uma quantidade maior de areia do que a média. Eles secam logo porque são muito porosos e permeáveis: apresentam grandes espaços (poros) entre os grãos de areia. A água passa, então, com facilidade entre os grãos de areia e chega logo às camadas mais profundas. A areia é mais áspera ao tato, apresenta partículas visuais ao olho nu e permitem muitas vezes o reconhecimento de minerais. Solos siltosos possuem grande quantidade de silte, geralmente são muito erodíveis. O silte não se agrega como a argila e ao mesmo tempo suas partículas são muito pequenas e leves. O sile é menos áspero que a areia, mas perceptível ao tato. Os chamados solos argilosos contêm maior quantidade de argila. A argila é formada por grãos menores que os de silte. Além disso, esses grãos estão bem ligados entre si, retendo água e sais minerais. Quando está seco e compacto, sua porosidade diminui ainda mais, tornando-o duro e ainda menos arejado. A argila quando misturadas com água trabalhada entre os dedos, apresentam uma semelhança com pasta de sabão escorregadio. Quando secas, os grãos finos das argilas proporcionam ao tato, a sensação de farinha. 2. OBJETIVO Classificar o tipo de solo de acordo com a granulometria dominante e subdominante, além da coloração. 3. MATERIAIS E MÉTODOS 3.a) Materiais  Água  15 amostras de solos
  4. 4. 4 Figura 1 – Amostras de solos utilizadas. 3.b) Métodos 3.b.1)Teste visual e táctil Misturou-se uma pequena quantidade de solo com água e analisou-se através do tato qual a granulometria dominante e subdominante na amostra e classificaram-se as cores de cada uma. 3.b.2)Teste de sujar as mãos Fez-se uma pasta de solo mais água e esfregou-se essa mistura na palma das mãos. Em seguida, colocou-se a mão sobre água corrente e observou-se a facilidade com que a material se desprendia. 4. RESULTADOS A partir do procedimento citado anteriormente, foram-se obtidas respectivas cores mostradas na tabela abaixo: Tabela 1- Identificação das amostras. AMOSTRA Nº NOME DA AMOSTRA DO SOLO COR DA AMOSTRA 1 Areia Cinza claro 2 Argila siltosa Bege rosado 3 Argila siltosa Marrom avermelhado
  5. 5. 5 4 Argila Bege médio 5 Argila siltosa Bege escuro 6 Areia argilosa Marrom alaranjado 7 Areia grossa Bege amarelado 8 Areia argilosa Avermelhado 9 Argila Bege claro 10 Areia siltosa Cinza média 11 Argila siltosa Cinza escura 12 Argila siltosa Marrom claro 13 Argila siltosa Marrom escuro 14 Argila arenosa Marrom médio 15 Argila siltosa Bege rosado 5. ANÁLISE DOS RESULTADOS Através da análise visual, foi possível observar se havia grãos maiores ou menores e, por meio da cor, teve-se uma noção de qual o material em sua constituição. Na maioria, as amostras caracterizadas em marrom ou bege apresentaram argila em sua composição. Através da análise tátil, notou-se pela textura a diferença do diâmetro dos grãos de cada amostra. A areia apresentou-se sensivelmente grande em relação ao silte e à argila. Perceptivelmente, no teste de sujar as mãos, a pasta formada por argila uniu-se em bloco ao fechar e abrir a mão e, por areia, deformava-se. Além disso, a amostra com areia foi facilmente removida, enquanto que para o silte e para a argila foi necessária uma fricção leve e mais vigorosa para a limpeza respectivamente. 6. CONCLUSÃO Na amostragem utilizada, a maior parte constituiu-se de argila,
  6. 6. 6 principalmente argila siltosa, com amostras de areia e argila puras e ausência de amostra com silte predominante. Portanto, no teste realizado no Laboratório de Engenharia Civil, pode-se caracterizar o solo através da sua coloração e também da granulometria predominante e subdominante. 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS [1] SILVA, A.P. Textura do solo. Atributos físicos e químicos do solo. Tipos de Solos. Disponível em: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Solo/Solo8.php/ . Acesso em: 30/05/2015. [2] Geografia Física dos solos. Disponível em: http://www.geografia.tripod.com/id16.html . Acesso em: 30/05/2015. [3] Classificação Geotécnica dos solos. Disponível em: http://ftp.ifes.edu.br/cursos/Transportes/CelioDavilla/Solos/Literatura%20comple mentar/Apostila%20FURG%20Solos/05.3-%20TEXTURA.pdf. Acesso em: 30/05/2015.

×