Administracao teste 1 e 2 tecnico

2.226 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.226
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Administracao teste 1 e 2 tecnico

  1. 1. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete MoreiraTESTES DE NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO“Algo só é impossível até que alguém duvida eacaba provando o contrário.”EinsteinTeorias Administrativas: Principais escolas - características básicas e contribuições.01. 227. (FCC / TCE/AP / 2012) Em relação à teoria da contingência, considere:I. A tecnologia é uma das variáveis principais da teoria que revela que estas influenciam econdicionam o funcionamento de uma organização e sua estrutura.II. Nessa abordagem, os aspectos comportamentais são variáveis condicionantes da estruturaorganizacional e elemento central para a performance organizacional.III. As variáveis de tamanho da organização, de diferenças individuais, de incerteza ambiental e detecnologia das tarefas, são elementos centrais da teoria.IV. Para a teoria, os fatores do ambiente interno equiparam- se aos externos à empresa,condicionando a elaboração de estratégias e táticas de ação.Está correto o que se afirma APENAS em(A) I, II e IV.(B) II, III e IV.(C) I e III.(D) I, II e III.(E) II e IV.02. 129. (FCC / TCE/PR / 2012) Os 14 princípios gerais de administração sugeridos por Fayol, eque ainda são considerados pela maioria dos administradores, têm, entre eles, um que determinaque os trabalhadores nas organizações deveriam receber ordens de um “gerente” somente, paraevitar conflitos e mal-entendidos. Esse princípio é o da(A) unidade de comando.(B) divisão do trabalho.(C) centralização.(D) cadeia escalar.(E) equidade.03. 130. (FCC / TCE/PR / 2012) Como consequência de um trabalho de quase uma década, Mayoe seus seguidores lançaram as bases de uma nova filosofia de administração chamada RelaçõesHumanas, cujos pontos principais são: sistema social; relações com o grupo; supervisor deprimeira linha tem papel intermediário e(A) tipo ideal de burocracia.(B) eficácia e eficiência.(C) influência do ambiente externo.(D) trabalho em equipe.(E) racionalização do trabalho.04. 131. (FCC / TCE/PR / 2012) Na teoria da Contingência, as características ambientaisfuncionam como(A) características organizacionais.(B) interação entre si.(C) variáveis independentes.(D) variáveis dependentes.(E) sistema aberto05. 137. (FCC / TCE/PR / 2012) Introduz transformações na personalidade dos seus participantesque levam à rigidez, às dificuldades no atendimento aos clientes e à ineficiência, transformaçõesessas responsáveis pelo que chama de disfunções ou consequências imprevistas. Na frase acimaMerton está se referindo à estrutura(A) burocrática.
  2. 2. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete Moreira(B) de cooptação.(C) coercitiva.(D) ideológica.(E) moderna.06. 190. (FCC / METRÔ/SP / 2012) Tratando-se da Administração Científica, a observação deTaylor de que os operários estão dispostos a aprender a fazer um bom trabalho, mas que osvelhos hábitos da administração resistem à inovação de métodos, denomina- se princípio(A) do desenvolvimento de uma ciência de trabalho.(B) da combinação da ciência do trabalho com a seleção de pessoal.(C) da seleção e desenvolvimento científicos do empregado.(D) da cooperação entre administração e empregados.(E) da especialização.07. 61. (FCC / TRF 1ª / 2011) A Teoria da Contingência, no campo da administração, secaracteriza por(A) focalizar os fatores emocionais sobre os técnicos e físicos como motivadores do trabalhoeficiente.(B) valorizar mais a hierarquia de autoridade que a satisfação pessoal como fator de produtividadeno trabalho.(C) privilegiar a relação da empresa com o ambiente em relação às técnicas administrativas.(D) enfatizar mais o bem-estar das pessoas do que os papéis sistêmicos.(E) propor um modelo de gestão que compatibilize os objetivos pessoais e organizacionais.08. 103. (FCC / INFRAERO / 2011) A Teoria Comportamental enfatiza a(A) satisfação do trabalhador como base intrínseca da eficiência produtiva.(B) influência das pressões estruturais, tecnológicas e comportamentais sobre as atividades deuma organização.(C) influência do contexto organizacional sobre a capacidade de cooperação e aprendizado dosindivíduos.(D) importância das interrelações entre as partes de uma organização.(E) organização lógica das tarefas e a racionalização do espaço de trabalho.09. 44. (FCC / ASSEMBLEIA LEGISLATIVA/SP / 2010). A abordagem que prioriza a importânciade compreender e conhecer os subordinados, seus pares e suas necessidades, de modo amotivá-los e a obter por meio deles melhores resultados denomina-se(A) estruturalista.(B) sistêmica.(C) contingencial.(D) comportamental.(E) mecanicista.10. 64. (FCC / DNOCS / 2010). Uma equipe de trabalho gera sinergia mediante o esforçocoordenado. A respeito da sinergia, é correto afirmar que os esforços individuais resultam em umnível de desempenho(A) neutro.(B) que é menor do que a soma das combinações individuais.(C) que é igual à soma das combinações individuais.(D) às vezes negativo.(E) que é maior do que a soma das combinações individuais.11. 73. (FCC / ASSEMBLEIA LEGISLATIVA/SP / 2010). A abordagem que prioriza a importânciade compreender e conhecer os subordinados, seus pares e suas necessidades, de modo amotivá-los e a obter por meio deles melhores resultados denomina-se(A) estruturalista.
  3. 3. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete Moreira(B) sistêmica.(C) contingencial.(D) comportamental.(E) mecanicista.12. 61. (FCC / PGE-RJ / 2009) Na primeira fase de desenvolvimento das teorias da administraçãopredominaram as abordagens mecanicistas, como as de Taylor e Fayol. Com relação àsabordagens que criticaram esses paradigmas:I. A Teoria Comportamental afirma, em oposição às abordagens Clássica e Científica, que osconflitos entre objetivos individuais e organizacionais não são incontornáveis e podem serevitados através de técnicas de condicionamento.II. Ao contrário da Teoria Clássica de Fayol, a Teoria dos Sistemas enfatiza uma visão anatômicae estrutural da empresa, entendida como uma síntese de diferentes órgãos que compõem aestrutura organizacional.III. A Teoria das Relações Humanas criticou a Teoria Clássica da Administração, afirmando quetrabalhadores em melhores condições psicossociais e emocionais alcançam melhores níveis deprodutividade, independentemente das condições físicas e técnicas.IV. A Teoria do Desenvolvimento Organizacional rejeita a ênfase na remuneração como únicamotivação do trabalhador e propôs novos modelos de gestão que compatibilizassem objetivosindividuais e organizacionais.V. Em contraposição às teorias Clássica e Científica, a Teoria da Contingência afirma que existeuma relação de dependência entre as condições ambientais e as técnicas gerenciais adequadas acada objetivo organizacional.(A) Estão corretas APENAS as afirmativas I e II.(B) Estão corretas APENAS as afirmativas I, II e V.(C) Estão corretas APENAS as afirmativas II, III e IV.(D) Estão corretas APENAS as afirmativas III e IV.(E) Estão corretas APENAS as afirmativas III, IV e V.13. 94. (FCC / TCE-GO /ACE/ 2009) Em relação aos pressupostos básicos da Teoria doDesenvolvimento Organizacional (DO).I. O indivíduos, os grupos, a organização e a comunidade são sistemas dinâmicos que necessitamde contínua adaptação, ajustamento e reorganização, como condição básica de sobrevivência emum ambiente em constante mudança.II. Segundo essa abordagem DO é plenamente possível integrar as metas dos indivíduos com osobjetivos da organização.III. As organizações são sistemas fechados, isto é, cada organização é em si um sistema em umambiente que consiste em muitos outros sistemas, todos dinamicamente independentes.IV. O mundo moderno caracteriza-se por mudanças rápidas e constantes; por isso a mudançaorganizacional não pode ser planejada, configurando um processo contínuo de adaptação reativaao ambiente.V. A mudança planejada é uma conquista coletiva e não o resultado do esforço de algumaspessoas; por isso o DO exige a participação e o comprometimento de todos no processo.(A) Estão corretas APENAS as afirmativas I e II.(B) Estão corretas APENAS as afirmativas I, II e V.(C) Estão corretas APENAS as afirmativas I, III e V.(D) Estão corretas APENAS as afirmativas II, III e IV.(E) Estão corretas APENAS as afirmativas II, III, IV e V.14. 164. (FCC / TJ-AM /2009) Com relação à dinâmica das organizações na contemporaneidade,analise as afirmativas abaixo.I. O modelo mecanicista e hierarquizado tende a reaparecer, pois ele é o mais adequado para asorganizações empresariais, devido ao enorme tamanho e à gigantesca concentração de recursosnecessários na Era da Globalização.
  4. 4. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete MoreiraII. A realidade das organizações se tornou tão complexa e multidimensional, que a integraçãodeve ser obtida através da comunicação interorganizacional entre colegas, e não apenas atravésda hierarquia.III. O mundo contemporâneo assiste à emergência de um novo tipo de organização, formada porunidades de negócios, horizontalizada, voltada para projetos e operações descentralizadas.IV. Com o aumento da complexidade das organizações, as empresas passaram a introduzir umaestrutura hierárquica que concentra o poder e aumenta a capacidade de reflexão da alta gerência.V. Na época da globalização, para sobreviver à mutabilidade e à instabilidade ambiental, asempresas precisam ser altamente disciplinadas, orientadas por planejamento detalhado de formaa se antecipar a todos os eventos possíveis, tornando-se assim capazes de controlar o ambientede tarefa.Está correto o que se afirma SOMENTE em:(A) I, II e IV.(B) II, III e V.(C) II e III.(D) I, III e IV.(E) I, II, IV e V.15. 165. (FCC / TJ-AM /2009) De acordo com a moderna teoria dos sistemas, as organizações naEra Contemporânea devem ser entendidas como um(A) conjunto de elementos, partes ou órgãos que compõem uma totalidade integrada eautossuficiente em torno de suas relações intra-sistêmicas.(B) sistema de inputs e outputs de energia, recursos e informação necessários à reprodução dasuas partes, mas com elevado grau de entropia em relação ao ambiente externo.(C) conjunto de subsistemas de múltiplas entradas e saídas, submetido a uma relação instável,com o ambiente externo, e, portanto, com baixa previsibilidade no seu comportamento.(D) complexo de subsistemas que se comportam de forma homogênea graças ao sistema deretroalimentação centralizado que permite uma perfeita homeostasia em relação com o ambienteexterno.(E) sistema orgânico com baixa diferenciação interna e alta adaptabilidade ao ambiente externo,levando a uma constante busca de comportamentos defensivos.16. 188. (FCC / MP-SE /2009) Tempo-padrão, especialização do operário e ênfase na eficiênciasão princípios de administração da escola(A) neoclássica.(B) clássica.(C) científica.(D) da burocracia.(E) das relações humanas.17. 189. (FCC / MP-SE /2009) Segundo Fayol, a definição dos objetivos organizacionais e doscaminhos a serem percorridos para que sejam alcançados relacionam-se com a seguinte funçãoadministrativa:(A) planejamento.(B) controle.(C) organização.(D) coordenação.(E) comando.18. 190. (FCC / MP-SE /2009) Organizações regidas por normas, leis estatutos e regimentosescritos que definem seu funcionamento têm por fundamento a escola(A) estruturalista.(B) clássica.(C) científica.
  5. 5. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete Moreira(D) sociotécnica.(E) da burocracia.19. 198. (FCC / MP-SE /2009) No campo da teoria das organizações, a teoria que trata deeventos dinâmicos com alguma probabilidade de ocorrência, ou incerteza quanto à suaconcretização, é chamada de teoria(A) da contingência.(B) holística.(C) neoclássica.(D) da administração por objetivos.(E) do caos.20. 08. (FCC / TRF 5ª / 2008) O Princípio de Administração “Cada subordinado recebe ordens epresta contas somente a um superior” refere-se ao princípio:(A) cadeia escalar.(B) unidade de direção.(C) unidade de comando.(D) estabilidade do pessoal.(E) manter a disciplina.21. 09. (FCC / TRF 5ª / 2008) Organizações onde a remuneração é o principal meio de controlesão denominadas organizações do tipo(A) funcionais.(B) coercitivas.(C) normativas.(D) utilitárias.(E) matriciais.22. 33. (FCC / TCE-AL / 2008) A linha contínua, que se estende do topo da organização até omais baixo escalão e define quem se reporta a quem, é denominada(A) autoridade.(B) cadeia de comando.(C) unidade de comando.(D) unidade de objetivo.(E) controle.23. 49. (FCC / TCE-SP / 2008) Max Weber é considerado como um dos mais influentesprecursores de diversas teorias das organizações. Nesse sentido, considere:I. Weber desenvolveu uma teoria das organizações formais, fundamentada em um modelomecanicista,mais próxima das teorias clássicas.II. A teoria das organizações de Weber é baseada na articulação entre organização formal einformal.III. A teoria weberiana das organizações se aproxima mais da teoria clássica das organizações,pois enfatiza a eficiência e a hierarquia.IV. A teoria estruturalista das organizações diferencia-se da abordagem weberiana por enfatizar arelação entre análise intra-organizacional e inter-organizacional.V. A teoria weberiana das organizações aproxima-se mais das abordagens humanistas, poisenfatiza o comportamento efetivo das pessoas na organização.Está correto o que se afirma APENAS em(A) I, II e III.(B) I, II e IV.(C) I, III e IV.(D) II, III e V.
  6. 6. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete Moreira(E) II, IV e V.24. 50. (FCC / TCE-SP / 2008) A aplicação da perspectiva sistêmica à teoria das organizações,comum durante os anos 60, pretendia integrar os conhecimentos produzidos de formafragmentária por abordagens precedentes. Sobre a perspectiva sistêmica, considere:I. A tendência à entropia é uma das principais ameaças que uma organização enfrenta nainteração com o ambiente.II. Na perspectiva sistêmica, o homem, com suas características de personalidade e socialização,é visto como elemento central no equilíbrio, necessariamente instável, entre organizações eambiente.III. Um sistema empresarial alcança um estado de equilíbrio integrado quando os diversossubgrupos que o compõem reagem de forma mais ou menos coerente aos estímulos ou ameaçasdo ambiente.IV. A principal preocupação da análise sistêmica é reduzir as incongruências e os conflitos entreas metas organizacionais e os interesses individuais, por meio da compreensão das motivaçõesdas pessoas para agirem no ambiente de trabalho.V. Na teoria sistêmica, os papéis funcionais são mais importantes do que as característicaspessoais para a compreensão do funcionamento das empresas.Está correto o que se afirma APENAS em(A) I, II e III.(B) I, II e V.(C) I, III e V.(D) II, III e IV.(E) II, IV e V.25. 51. (FCC / TCE-SP / 2008) Henry Fayol foi um dos principais formuladores da denominadaTeoria Clássica das organizações. Fayol(A) desenvolveu uma abordagem sintética onde toda empresa desenvolve seis funções básicas ea função administrativa desempenha um papel central de integração e coordenação das demaisfunções.(B) procurou enfrentar o problema do desperdício das indústrias francesas, por meio do estudodetalhado dos tempos e dos movimentos dos operários, visando ao aumento da produtividadepela divisão do trabalho.(C) definiu as características básicas da organização burocrática moderna, especialmente alegalidade, a impessoalidade e a hierarquia.(D) contestou a teoria científica da administração, formulando uma abordagem baseada nadinâmica informal do comportamento organizacional, nas técnicas de motivação e no papel daslideranças.(E) formulou uma teoria analítica da dinâmica organizacional centrada nas condições em que sãotomadas as decisões dentro da empresa26. 70. (FCC / PBGAS / 2007) Conjunto de partes interagentes e interdependentes que,conjuntamente, formam um todo unitário com determinado objetivo e efetuam determinada função.Trata-se de:(A) sistema.(B) planejamento.(C) organização.(D) controle.(E) coordenação.27. 71. (FCC / PBGAS / 2007) O componente do sistema, cuja função caracteriza as forças quefornecem ao sistema o material, a informação e a energia para gerar determinadas saídas, é(A) o processo de transformação.(B) a saída do sistema.
  7. 7. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete Moreira(C) a entrada do sistema.(D) o controle do sistema.(E) o objetivo do sistema.28. 72. (FCC / PBGAS / 2007) Eqüifinalidade é um conceito que facilita o entendimento daempresa como um sistema aberto e sua integração com o ambiente. Caracteriza-se quando(A) mostra o empenho dos sistemas em se organizarem para a sobrevivência, por meio de maiorordenação.(B) um mesmo estado final pode ser alcançado, partindo de diferentes condições iniciais e pormaneiras diferentes.(C) responde a uma mudança que reduz de fato ou potencialmente a eficiência do comportamentode um sistema.(D) preserva o caráter do sistema na natureza das transformações ou na tendência para sistemasmais complexos e diferenciados.(E) explicita a constância da relação saída/entrada.29. 73. (FCC / PBGAS / 2007) Adaptação é a habilidade do sistema para se modificar oumodificar seu ambiente quando algum deles sofreu mudança. Quando um sistema reage a umamudança interna, modificando a si mesmo, houve uma adaptação(A) sistema-ambiente.(B) ambiente-ambiente.(C) ambiente-sistema.(D) sistema-sistema.(E) sistema-controle.30. 101. (FCC / ARCE / 2006) A teoria das organizações baseada na divisão do trabalho emtarefas elementares e praticamente indivisíveis e na especialização das pessoas na execuçãodessas tarefas, visando obter ganhos de produtividade é a(A) teoria dos sistemas.(B) escola clássica.(C) escola neoclássica.(D) teoria da contingência.(E) escola de administração científica.31. 116. (FCC / ARCE / 2006) O modelo de congruência organizacional traçado por Nadler,Gerstein e Shaw leva em consideração todas as características de um sistema. As característicasque indicam que as organizações podem corrigir erros e alterar processos por meio dasinformações colhidas do meio sobre seus produtos é denominada(A) equilíbrio.(B) interdependência interna.(C) capacidade de feedback.(D) equifinalidade.(E) adaptação.32. 232. (FCC / ESTADO-SP / 2006) Em um sistema fechado, o estado inicial é determinadopelas condições iniciais. Se as condições iniciais ou o processo forem alterados, o estado finaltambém o será. Isto não é o que acontece nos sistemas abertos. Nos sistemas abertos, o mesmoestado final pode ser alcançado partindo de diferentes condições iniciais e por diferentesmaneiras. Esta característica denomina-se(A) entropia negativa.(B) equifinalidade.(C) homeostase.(D) uniformidade de práticas.(E) ciclo de eventos.
  8. 8. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete Moreira33. 201. (FCC / TCE-MA / 2005) O modelo burocrático define-se, basicamente, como o tipo deorganização apta a realizar de modo eficiente tarefas administrativas em grande escala, mediantetrabalho racionalmente organizado. Constituem princípios administrativos típicos da burocracia:(A) organização por departamento, planejamento estratégico e autonomia funcional.(B) especialização dos níveis intermediários, valorização dos escalões de base e restrição dosprivilégios dos superiores hierárquicos.(C) processos decisórios horizontalizados, participação permanente e rotina administrativa.(D) flexibilidade gerencial, estruturação de carreiras e transparência orçamentária.(E) especialização, autoridade hierarquizada, sistema de regras normativas e impessoalidade.34. 210. (FCC / UFT / 2005) Na escola clássica de Fayol, a especialização das tarefas e daspessoas, com a finalidade de aumentar a eficiência, retrata o princípio da(A) ordem.(B) centralização.(C) unidade de direção.(D) divisão do trabalho.(E) disciplina.35. 211. (FCC / UFT / 2005) Na análise das organizações, segundo o enfoque comportamental, osgrupos criados por iniciativa de seus próprios membros, para defender seus interesses ou atendera necessidade de convivência social, são denominados(A) autocráticos.(B) democráticos.(C) liberais.(D) formais.(E) informais.36. 215. (FCC / PREF. MUNICIAL DE SANTOS-SP / 2005) Os 14 princípios estabelecidos porFayol que orientam a administração de uma empresa na Teoria Clássica das Organizaçõesincluem a(A) disciplina, a busca do lucro e a ética nos negócios.(B) autoridade, a hierarquia e o desenvolvimento de equipes autogerenciadas.(C) divisão do trabalho, a unidade de comando e a centralização.(D) iniciativa, a ordem e o comprometimento.(E) liderança do mercado, a qualidade total e a participação.37. 216. (FCC / PREF. MUNICIAL DE SANTOS-SP / 2005) A abordagem sistêmica defende avisão da organização como um sistema(A) unificado e direcionado de partes interrelacionadas.(B) fechado com fim em si mesmo, garantido pelo lucro.(C) direcionado para validação dos recursos de hardware.(D) que objetiva burocratizá-la mediante normas e procedimentos administrativos.(E) unificado para definição dos programas de software.38. 219. (FCC / PREF. MUNICIAL DE SANTOS-SP / 2005) Conceitualmente, sinergia é umasituação em que(A) o todo é menor que a soma das partes.(B) o todo é maior que a soma das partes.(C) o todo é igual a soma das partes.(D) a informação é compartilhada.(E) a soma das partes nada tem a ver com o todo.39. 221. (FCC / PREF. MUNICIAL DE SANTOS-SP / 2005) “Segundo Weber, os subordinadosaceitam as ordens dos superiores como justificadas, pelos tipos de autoridade:
  9. 9. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete MoreiraA alternativa cujos termos preenchem corretamente as lacunas do texto é:(A) conservadora -legítima -legal(B) tradicional -burocrática -legítima(C) tradicional -carismática -burocrática(D) arbitrária -patriarcal-legítima(E) personalista -arbitrária -burocrática40. 145. (FCC / TRE-CE / 2002) A linha de autoridade contínua, que une todas as pessoas daorganização demonstrando quem se reporta a quem, é identificada pela(A) estrutura plana.(B) prestação de contas.(C) responsabilidade social.(D) cadeia de comando.(E) estrutura por processos41. 181. (FCC / CVM / 2003) A Segundo Max Weber, as características do chamado tipo puroburocrático e o “modelo de dominação política” a ele correspondente são:(A) Características: vínculo prioritariamente profissional ao cargo, hierarquia, competências pré-estabelecidas, seleção por concurso e de acordo com a qualificação vocacional, mérito comonorma ascensional na carreira, exclusividade no exercício da mesma nos cargos de alto escalão,separação entre o cargo ocupado e os meios administrativos para exercê-lo. Modelo: racional-legal.(B)) Características: vínculo exclusivamente profissional ao cargo, hierarquia, competências pré-estabelecidas, seleção por concurso e de acordo com a qualificação profissional, mérito comonorma ascensional na carreira, exclusividade no exercício da mesma, separação entre o cargoocupado e os meios administrativos para exercê-lo. Modelo: racional-legal.(C) Características: vínculo profissional e de lealdade ao cargo, hierarquia, competências pré epós-estabelecidas, seleção por concurso e de acordo com a qualificação profissional e lealdadepara com os superiores, mérito como norma ascensional na carreira, exclusividade no exercícioda mesma para todos os escalões, separação entre o cargo ocupado e os meios administrativospara exercê-lo. Modelo: tradicional-legal.(D) Características: vínculo profissional e de lealdade ao cargo, hierarquia, competências pré-estabelecidas, seleção por concurso e de acordo com a qualificação profissional e lealdade paracom os superiores, mérito e convergência cultural e administrativa como norma ascensional nacarreira, exclusividade no exercício da mesma para todos os escalões, separação entre o cargoocupado e os meios administrativos para exercê-lo. Modelo: racional-legal.(E) Características: vínculo prioritariamente profissional ao cargo, hierarquia, competências pré-estabelecidas, seleção por concurso e de acordo com a qualificação profissional e convergênciacom os valores dos superiores, mérito e convergência valorativa e administrativa como normaascensional na carreira, exclusividade no exercício da mesma para todos os escalões, conjunçãoentre o cargo ocupado e os meios administrativos para exercê-lo. Modelo: carismático.Comunicação como ferramenta de gestão.
  10. 10. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete Moreira42. 263. (FCC / MPPE / 2012) Nos processos organizacionais a comunicação é de grandeimportância. Na aplicação dos conceitos, as organizações adotam tradicionalmente metáforas emque consideram a comunicação como figura e a organização como fundo. A metáfora que iguala acomunicação ao processo de filtragem, busca, recuperação e encaminhamento da informação é a(A) do conduíte.(B) do discurso.(C) da lente.(D) da performance.(E) dos símbolos.43. 248. (FCC / TRT 6ª / 2012) A gestão adequada para evitar a difusão de boatos que distorcemas mensagens entre a direção e os níveis intermediários de gestão deve focar prioritariamente osfluxos de informação(A) laterais ou horizontais.(B) verticais ascendentes.(C) verticais descendentes.(D) formais impressos.(E) formais eletrônicos.44. 226. (FCC / TRF 2ª / 2012) No processo de comunicação interpessoal, é a reação do receptorao ato de comunicação, permitindo que o emissor saiba se sua mensagem foi ou nãocompreendida pelo receptor:(A) ruído vertical.(B) ruído horizontal.(C) racionalização.(D) negação.(E) feedback.45 02. (FCC / TRT 4ª / 2011) Para reduzir as dificuldades de comunicação nas organizaçõespúblicas derivadas do padrão burocrático de gestão é recomendável(A) investir em novas Tecnologias da Informação.(B) incentivar os fluxos descendentes de informação.(C) concentrar o fluxo de informação oficial na Intranet.(D) fortalecer os fluxos laterais ou horizontais de informação.(E) eliminar os fluxos informais de informação.46. 33. (FCC / BAHIAGÁS / 2010). No processo de comunicação, a percepção e interpretação,por parte do receptor, do significado da mensagem recebida é denominada(A) codificação.(B) feedback positivo.(C) decodificação.(D) tautologia.(E) resposta.47. 68. (FCC / DNOCS / 2010). No processo de comunicação organizacional existe, na parte dadecodificação da mensagem, a percepção seletiva do receptor. A respeito da percepção seletivado receptor da mensagem, analise:I. refere-se à manipulação da informação pelo emissor, para que ela seja vista de maneira maisfavorável pelo receptor.II. à medida que as informações são passadas para a cúpula da empresa, elas precisam sercondensadas e sintetizadas.III. o receptor, no processo de comunicação, vê e escuta com base em suas necessidades,motivações e experiências.IV. o receptor também projeta seus interesses e expectativas quando decodifica as mensagens.
  11. 11. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete MoreiraV. o emissor tende a assumir que as palavras e termos usados por ele na transmissão damensagem têm o mesmo significado para o receptor.É correto o que consta APENAS em(A) I, II e III.(B) III e IV.(C) III e V.(D) II, III e IV.(E) I, II, e V.48 89. (FCC / TCE-GO /ACE/ 2009) Em relação ao fluxo informal de informações em umaorganização é correto afirmar:(A) Quanto maior e mais centralizado o fluxo de informações formais da organização, menor anecessidade de uma rede informal de comunicação.(B) O fluxo informal de informações não pode ser controlado dentro da organização e deve serestimulado pela direção.(C) Com o desenvolvimento de sistemas informatizados de comunicação, as redes informais decomunicação tendem a se formalizar, reduzindo a intensidade das críticas à direção.(D) O livre fluxo de informações informais gera redundância e sobrecarga de informação semutilidade para a melhoria da gestão.(E) Uma das consequências mais negativas do livre fluxo de informações dentro da organização éo surgimento de centrais de boatos que podem colocar em risco a credibilidade da direção.49. 90. (FCC / TCE-GO /ACE/ 2009) Em relação às barreiras à comunicação em umaorganização.I. Quanto menor o número de níveis de autoridade por meio dos quais as comunicações devempassar, tanto menor será a perda ou a distorção da informação.II. A comunicação horizontal ocorre quando as informações são partilhadas entre as pessoas domesmo nível hierárquico, podendo ocorrer tanto entre pessoas da mesma equipe de trabalhocomo entre pessoas de departamentos diferentes.III. A sobrecarga de informação é um problema decorrente do excesso de liberdade na relaçãoentre os níveis gerenciais e operacionais da organização.IV. O fluxo de comunicação de baixo para cima deve ser estritamente controlado pela direção; osfuncionários devem ser motivados a fornecer apenas as informações previamente solicitadas.V. É fundamental para a eficiência da organização que a alta direção procure reduzir o fluxo deinformações informais, especialmente as de tipo horizontal.(A) Estão corretas APENAS as afirmativas I e II.(B) Estão corretas APENAS as afirmativas I, II e V.(C) Estão corretas APENAS as afirmativas I, III e V.(D) Estão corretas APENAS as afirmativas II, III e IV.(E) Estão corretas APENAS as afirmativas II, III, IV e V.50 123. (FCC / ARCE / 2006) Na linguagem verbal há habilidades de comunicação codificadoras edecodificadoras. São decodificadoras as habilidades de(A) leitura e audição.(B) escrita e a palavra.(C) leitura e escrita.(D) audição e a palavra.(E) leitura e a palavra.51. 270. (FCC / BACEN / 2005) Na Teoria da Comunicação, um dos pontos de maior importânciaé a preocupação com a pessoa que está na outra ponta da cadeia de comunicação: o receptor.Trata-se de(A) efetividade.(B) atitude.
  12. 12. TRF 5R - 2012Noções de Administração e Gestão de PessoasProfa. Elisabete Moreira(C) feedback.(D) diretividade.(E) empatia.52. 176. (FCC / TRE-BA / 2003) Determina, dentre outros fatores, uma comunicação efetiva:(A) ampliar os canais de comunicação.(B) potencializar os ruídos da comunicação.(C) saber ouvir.(D) ter fluência na interlocução.(E) ter expressão corporal e correção gramatical acurados.Gabarito01 – D02 – A03 – D04 – C05 – A06 – B07 – C08 – C09 – D10 – E11 – D12 – E13 – B14 – C15 – C16 – C17 – A18 – E19 – A20 – C21 – D22 – B23 – C24 – C25 – A26 – A27 – C28 – B29 – D30 – E31 – C32 – B33 – E34 – D35 – E36 – C37 – A38 – B39 – C40 – D41 – B42 – C43 – A44 – E45 – D46 – C47 – B48 – B49 – A50 – A51 – E52 – C

×