Centralização vs Descentralização / Funções Administrativas

1.684 visualizações

Publicada em

Teoria Neoclassica da Adm

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Centralização vs Descentralização / Funções Administrativas

  1. 1. FACULDADE PITÁGORAS DE IMPERATRIZ CURSO DE GRADUAÇÃO DE BACHAREL EM ADMINISTRAÇÃO DOCENTE: DANIEL SANTANA DISCIPLINA: TEORIA ORGANIZACIONAL TEORIA NEOCLÁSSICA Centralização versus Descentralização 12/03/2015 1FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA
  2. 2. 2° CASO OS PRINCÍPIOS BÁSICOS DE UM CONSULTOR 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 2
  3. 3. CENTRALIZAÇÃO 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 3
  4. 4. • Centralização significa que a autoridade para tomar decisões está alocada próximo ao topo da organização. • A centralização enfatiza as relações escalares, isto é, a cadeia de comando – unidade de comando. 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 4
  5. 5. VANTAGENS DA CENTRALIZAÇÃO • Visão global da empresa. • Tomadores de decisão são mais preparados. • Decisões mais consistente com os objetivos. • Elimina esforços duplicados – reduz custos. • Algumas funções permite maior especializações. 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 5
  6. 6. DESVANTAGENS DA CENTRALIZAÇÃO • Decisões distanciadas dos fatos. • Tomadores de decisão tem pouco contato com a situação envolvida. • As linhas de comunicação provocam demora. • As decisões passam pela cadeia escalar – distorções e erros pessoais. 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 6
  7. 7. DESCENTRALIZAÇÃO 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 7
  8. 8. • Com a descentralização, a autoridade de tomar decisões é deslocada para os níveis mais baixos da organização. • A tendência moderna é no intuito de descentralizar para proporcionar melhor a utilização dos recursos humanos. 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 8
  9. 9. A DESCENTRALIZAÇÃO É TANTO MAIOR QUANDO  Mais decisões são tomadas nos níveis mais baixos da hierarquia.  Quanto mais importante forem as decisões tomadas nos níveis mais baixos.  Quanto menor for a supervisão sobre a decisão tomada. 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 9
  10. 10. ELEMENTOS INDICADORES PARA AUMENTO DA DESCENTRALIZAÇÃO • Complexidade dos problemas organizacionais. • Delegação de autoridade. • Mudanças e incertezas. • Em tempos de estabilidade. 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 10
  11. 11. VANTAGENS DA DESCENTRALIZAÇÃO.. • Aproximação. • Eficiência e motivação. • Qualidade das decisões. • Ganha tempo. • Estrutura organizacional bem definida. • Formação de executivos e gerentes. 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 11
  12. 12. DESVANTAGEM DA DESCENTRALIZAÇÃO • Falta de uniformidade nas decisões. • Insuficiente aproveitamento dos especialistas. • Falta de equipe apropriada no campo de atividade (treinamento). 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 12
  13. 13. FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 13
  14. 14. 1. PLANEJAMENTO • Não improviso. • Base das demais funções. • Antecipa. • Onde se pretende chegar. 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 14
  15. 15. Idalberto Chiavenato AS PREMISSAS DO PLANEJAMENTO Presente Futuro Onde estamos agora Situação atual Planejamento Planos Onde pretendemos chegar Objetivos pretendidos 15
  16. 16. Idalberto Chiavenato O DESDOBRAMENTO DOS OBJETIVOS Objetivos organizacionais Estabelecimento dos objetivos da organização Políticas Colocação dos objetivos como guias para a ação Diretrizes Linhas mestras e genéricas para a ação Metas Alvos a atingir a curto prazo em cada órgão Programas Atividades necessárias para cada meta Procedimentos Modos de execução de cada programa Métodos Planos de ação para a execução de tarefas Normas Regras para cada procedimento Amplitude Detalhamento Maior Menor Menor Maior 16
  17. 17. Idalberto Chiavenato A FUNÇÃO DE PLANEJAR Planejar • Definir objetivos • Verificar onde as coisas estão hoje • Desenvolver premissas sobre condições futuras (cenários) • Identificar meios para alcançar os objetivos • Implementar os planos de ação necessários Organizar Dirigir Controlar 17
  18. 18. Idalberto Chiavenato Métodos de trabalho ou de execução. Representados por organogramas. Receita / despesa em um dado espaço de tempo. Correlação entre tempo e atividades (agendas). Representados por cronogramas. Como as pessoas devem se comportar em determinadas situações. OS QUATRO TIPOS DE PLANOS Tipos de Planos Relacionados com Métodos Relacionados com Dinheiro Relacionados com Tempo Relacionados com Comportamentos Procedimentos Orçamentos Programas ou Programações Regras ou Regulamentos 18
  19. 19. 2 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 19
  20. 20. Idalberto Chiavenato A FUNÇÃO DE ORGANIZAR Organizar • Dividir o trabalho • Agrupar as atividades em uma estrutura lógica • Designar as pessoas para sua execução • Alocar os recursos • Coordenar os esforços Dirigir ControlarPlanejar 20
  21. 21. Idalberto Chiavenato Abrangência Tipo de Desenho Conteúdo Resultante Nível institucional Desenho organizacional A empresa como uma totalidade Tipos de organização: Linear, Funcional e Staff Nível intermediário Desenho departamental Cada departamento Isoladamente Tipos de departamentalização Nível operacional Desenho de cargos e tarefas Cada tarefa ou operação Análise e descrição de cargos OS TRÊS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO 21
  22. 22. Idalberto Chiavenato 3. A FUNÇÃO DE DIRIGIR Dirigir • Dirigir os esforços para um propósito comum • Comunicar • Liderar • Motivar • Orientar as pessoas • Impulsionar as pessoas Organizar ControlarPlanejar 22
  23. 23. Idalberto Chiavenato Níveis de Organiza ção Níveis de Direção Cargos Envolvidos Abrangência Institucio nal Direção Diretores e altos executivos A empresa ou áreas da empresa Intermedi ário Gerência Gerentes e pessoal do meio do campo Cada departamento ou unidade da empresa Operacion al Supervisão Supervisores e encarregados Cada grupo de pessoas ou tarefas OS TRÊS NÍVEIS DE DIREÇÃO 23
  24. 24. Idalberto Chiavenato Estabelecimento de padrões Ação corretiva Observação do desempenho Comparação do desempenho com o padrão estabelecido AS QUATRO FASES DO CONTROLE 24
  25. 25. Idalberto Chiavenato Os quatro tipos de padrões Tipos de Padrões Padrões de Quantidade Padrões de Qualidade Padrões de Tempo Padrões de Custo • Volume de produção • Níveis de estoque • Número de horas trabalhadas • Volume de vendas • Controle de qualidade do produto • Controle de qualidade do processo • Especificações do produto • CQ da matéria-prima • Tempo padrão de produção • Tempo médio de estocagem • Padrões de rendimento • Tempo médio de atendimento • Custo de produção • Custo de estocagem • Custo padrão • Custo médio de financiamento 25
  26. 26. Idalberto Chiavenato Controle Conteúdo Extensão de Tempo Amplitude Estratégi co Genérico, sintético e abrangente Longo prazo Macroorientado. Aborda a empresa como uma totalidade Tático Menos genérico e mais detalhado Médio prazo Aborda cada unidade da empresa separadamente Operacio nal Detalhado, específico e analítico Curto prazo Microorientado. Aborda cada tarefa ou operação apenas Abrangência do controle 26
  27. 27. Idalberto Chiavenato Apreciação Crítica da Teoria Neoclássica • A velha concepção de Fayol: Administrar é prever, organizar, comandar, coordenar e controlar continua firme. • Mas hoje se fala em processo administrativo: planejar, organizar, dirigir e controlar. • As funções administrativas continuam aceitas: Planejamento  Organização  Direção  Controle. • Contudo, administrar é mais do que gerenciar pessoas, recursos e atividades. Em épocas de mudança, o papel do administrador se centra mais na inovação do que na manutenção do statu quo. 27
  28. 28. MOMENTO REFLEXIVO 12/03/2015 FACULDADE PITÁGORAS/IMPERATRIZ - MA 28

×