SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
ESBOÇO
• CAPÍTULO 1: A ALEGRIA EM GLORIFICAR A
CRISTO NA ATITUDE E NO SOFRIMENTO
• CAPÍTULO 2: A ALEGRIA EM IMITAR A CRISTO,
O MODELO E NA PRÁTICA
• CAPÍTULO 3: A ALEGRIA NA SALVAÇÃO E NO
GALARDÃO EM CRISTO
• CAPÍTULO 4: A ALEGRIA DE SERVIR A CRISTO
CAPÍTULO 1
• Glorificação em atitude: gratidão. Paulo expressa
5 atitudes pelas quais sente graça:
1) Pela recordação que ele tem dos irmãos,
recordando sua amizade e irmandade (v.3)
2) Pela oportunidade de apresentar orações de
intercessão por eles (v.4)
3) Pela comunhão em Cristo que eles tem (v.5)
4) Pela segurança da salvação que eles tem (v.6)
5) Pelo amor mútuo na co-participação na graça de
Deus unindo-se no coração (vv.7,8).
10 elementos que impedem a alegria
cristã
1) Salvação falsa
2) A influência de Satanás e seus demônios
3) Entendimento inadequado da soberania de Deus
4) Falta de oração
5) Os baixos emocionais que seguem um alto espiritual
6) Enfoque em circunstâncias
7) Falta de gratidão
8) Esquecer as bênçãos de Deus
9) Viver na carne em vez de no Espírito
10) Resistência em aceitar perdão.
O cristão que escolhe as coisas certas
• O objetivo agora é apontar algumas dos
excelentes coisas que os cristãos devem
aprovar:
1. O Cristão que escolhe as coisas certas se
dedica a obra do Senhor
2. O Cristão que escolhe as coisas certas faz
escolhas excelentes
3. O Cristão que escolhe as coisas certas
escolhe a Humildade
TRÊS EXORTAÇÕES IMPORTANTES:
1) A ALEGRIA NA ORAÇÃO:
A vida de oração é fundamental ao crente; faz
parte do seu ministério sacerdotal. Devemos
orar por todos os santos, e fazer isso com a
maior alegria e satisfação. O segredo de orar
com alegria é “trazer no coração” aqueles
pelos quais oramos, e ao orarmos por eles
pedir para eles profundas e ricas experiências
na vida em Cristo (1.9-11).
2) A ALEGRIA NO FATO DE CRISTO SER
PREGADO. – Os longos anos de prisão de
Paulo, longe ser de atraso para o progresso do
Evangelho, antes contribuíra para o seu
progresso. Ao menos duas cousas positivas
resultaram da prisão de Paulo: a “guarda
pretoriana”, a elite do exército romano, estava
sendo evangelizada; e, os irmãos em Roma
proclamavam o Evangelho com mais
desassombro.
Até os inimigos gratuitos do apóstolo estavam
pregando a Cristo! E Paulo se regozijava!
A ALEGRIA NA FÉ. – Paulo enfrentava a vida com
realismo. Bem sabia que poderia ser
condenado à morte, mas para ele vida ou
morte lhe era indiferente.
O seu interesse era o bem-estar dos filipenses,
e para eles seria mais interessante que Paulo
continuasse a viver. Seria para a alegria da fé
deles.
A alegria da fé resultante da comunhão dos
santos.
A alegria e glorificar a Cristo no
sofrimento
• Nós sabemos que não existem igrejas
perfeitas do ponto de vista humano, e Paulo
era bastante realista acerca dos problemas
que existiam na igreja e nunca os escondiam.
• Parece-me que precisamos olhar mais para
essa realidade e parar de querer buscar uma
igreja perfeita, igrejas perfeitas não existem,
aliás existem, até o exato momento que você
decidir querer participar de alguma delas.
• Você tem orado agradecido a Deus pela vida da
sua família, da sua igreja e seus irmãos em Cristo?
Ou tem feito o que a maioria das pessoas fazem,
agradecer apenas pelas coisas que tem ou as
realizações que conquistou?
• Geralmente somos pessoas críticas, que focamos
apenas nos erros das pessoas e desconsideramos
os nossos próprios erros, sempre sendo tão ávidos
para apontar o dedo e dizer, “tá errado”, e se
ninguém ouvir nos tornamos paulatinamente
azedos em nossas relações.
• Não deixe que os conflitos pessoais tirem de você
a alegria de servir a Deus. Você não tem que
fechar os olhos para os conflitos que surgirem, não
é isso que Paulo faz, ele encara os conflitos de
frente, mas com o entendimento que apesar dos
conflitos ele deve buscar a alegria de servir a Deus.
CONCLUSÃO
• Logo se vê, a verdadeira alegria não depende
de circunstâncias. Qual o segredo então?
“Alegrai-vos sempre no Senhor”(4.4).
• O segredo de uma vida contínua de alegria
está “em Cristo”. Cristo está em mim, e a
minha vida está escondida com Cristo em
Deus: que importa que a tempestade ruja em
torno de mim?
• O fruto do Espírito é alegria, e alegria vem em
segundo lugar, logo depois do fruto por
excelência, o amor.
• Para mim que sou crente, a alegria não é
anormal, mas perfeitamente normal em todas
e quaisquer circunstâncias, pois, a alegria é
fruto do Espírito.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a FILIPENSES, O EVANGELHO DA ALEGRIA ESTUDO 1.pptx

Boletim Jovem Abril 2014
Boletim Jovem Abril 2014Boletim Jovem Abril 2014
Boletim Jovem Abril 2014
willams
 
Escola Dominical - 3° Trimestre 2012
Escola Dominical - 3° Trimestre 2012Escola Dominical - 3° Trimestre 2012
Escola Dominical - 3° Trimestre 2012
mrcelo35
 

Semelhante a FILIPENSES, O EVANGELHO DA ALEGRIA ESTUDO 1.pptx (20)

A alegria pela nova vida em cristo - Lição Bíblica dos Jovens
A alegria pela nova vida em cristo - Lição Bíblica dos JovensA alegria pela nova vida em cristo - Lição Bíblica dos Jovens
A alegria pela nova vida em cristo - Lição Bíblica dos Jovens
 
Boletim Jovem Abril 2014
Boletim Jovem Abril 2014Boletim Jovem Abril 2014
Boletim Jovem Abril 2014
 
Lição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecadoLição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecado
 
A alegria do salvo em Cristo
A alegria do salvo em CristoA alegria do salvo em Cristo
A alegria do salvo em Cristo
 
Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117
 
4º módulo 3ª aula
4º módulo   3ª aula4º módulo   3ª aula
4º módulo 3ª aula
 
Lição 7 - Alegria em Meio à Dor
Lição 7 - Alegria em Meio à DorLição 7 - Alegria em Meio à Dor
Lição 7 - Alegria em Meio à Dor
 
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 06
E.b.d   adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 06E.b.d   adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 06
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 06
 
4º módulo 3ª aula
4º módulo   3ª aula4º módulo   3ª aula
4º módulo 3ª aula
 
LBJ LIÇÃO 4 - CONSERVANDO UMA VIDA FRUTÍFERA
LBJ LIÇÃO 4 - CONSERVANDO UMA VIDA FRUTÍFERALBJ LIÇÃO 4 - CONSERVANDO UMA VIDA FRUTÍFERA
LBJ LIÇÃO 4 - CONSERVANDO UMA VIDA FRUTÍFERA
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Evangelismo 21-10 -de-Aula.pptx
Evangelismo 21-10 -de-Aula.pptxEvangelismo 21-10 -de-Aula.pptx
Evangelismo 21-10 -de-Aula.pptx
 
Lição 10 artigo
Lição 10   artigoLição 10   artigo
Lição 10 artigo
 
Boletim IPC Limeira 03/12/17
Boletim IPC Limeira 03/12/17Boletim IPC Limeira 03/12/17
Boletim IPC Limeira 03/12/17
 
Lição 10 - O jovem e a consagração
Lição 10 - O jovem e a consagraçãoLição 10 - O jovem e a consagração
Lição 10 - O jovem e a consagração
 
Escola Dominical - 3° Trimestre 2012
Escola Dominical - 3° Trimestre 2012Escola Dominical - 3° Trimestre 2012
Escola Dominical - 3° Trimestre 2012
 
Lba lição 4 alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
Lba lição 4   alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha naturezaLba lição 4   alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
Lba lição 4 alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
 
EVANGELISMO.pptx
EVANGELISMO.pptxEVANGELISMO.pptx
EVANGELISMO.pptx
 
Boletim Dominical 552
Boletim Dominical 552Boletim Dominical 552
Boletim Dominical 552
 

Mais de Adina Silva

Mais de Adina Silva (20)

A Mulher que Deus usa - HULDA E MIRIÃ.pptx
A Mulher que Deus usa - HULDA E MIRIÃ.pptxA Mulher que Deus usa - HULDA E MIRIÃ.pptx
A Mulher que Deus usa - HULDA E MIRIÃ.pptx
 
A Mulher que Deus usa - A VIÚVA DE SEREPTA.pptx
A Mulher que Deus usa - A VIÚVA DE SEREPTA.pptxA Mulher que Deus usa - A VIÚVA DE SEREPTA.pptx
A Mulher que Deus usa - A VIÚVA DE SEREPTA.pptx
 
A Mulher que Deus usa - ABIGAIL.pptx
A Mulher que Deus usa - ABIGAIL.pptxA Mulher que Deus usa - ABIGAIL.pptx
A Mulher que Deus usa - ABIGAIL.pptx
 
A Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptxA Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptx
 
A Mulher que Deus usa - RUTE.pptx
A Mulher que Deus usa - RUTE.pptxA Mulher que Deus usa - RUTE.pptx
A Mulher que Deus usa - RUTE.pptx
 
A Mulher que Deus usa - DÉBORA.pptx
A Mulher que Deus usa - DÉBORA.pptxA Mulher que Deus usa - DÉBORA.pptx
A Mulher que Deus usa - DÉBORA.pptx
 
A Mulher que Deus usa - RAABE.pptx
A Mulher que Deus usa - RAABE.pptxA Mulher que Deus usa - RAABE.pptx
A Mulher que Deus usa - RAABE.pptx
 
A Mulher que Deus usa - LIA.pptx
A Mulher que Deus usa - LIA.pptxA Mulher que Deus usa - LIA.pptx
A Mulher que Deus usa - LIA.pptx
 
A Mulher que Deus usa - EVA.pptx
A Mulher que Deus usa - EVA.pptxA Mulher que Deus usa - EVA.pptx
A Mulher que Deus usa - EVA.pptx
 
A Mulher que Deus usa.pptx
A Mulher que Deus usa.pptxA Mulher que Deus usa.pptx
A Mulher que Deus usa.pptx
 
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 4.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 4.pptxSÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 4.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 4.pptx
 
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 3.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 3.pptxSÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 3.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 3.pptx
 
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 5.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 5.pptxSÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 5.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 5.pptx
 
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptxSÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptx
 
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 1.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 1.pptxSÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 1.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 1.pptx
 
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 2.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 2.pptxSÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 2.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 2.pptx
 
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 5.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 5.pptxSÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 5.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 5.pptx
 
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 6.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 6.pptxSÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 6.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 6.pptx
 
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 7.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 7.pptxSÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 7.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 7.pptx
 
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 4.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 4.pptxSÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 4.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 4.pptx
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (8)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 

FILIPENSES, O EVANGELHO DA ALEGRIA ESTUDO 1.pptx

  • 1.
  • 2. ESBOÇO • CAPÍTULO 1: A ALEGRIA EM GLORIFICAR A CRISTO NA ATITUDE E NO SOFRIMENTO • CAPÍTULO 2: A ALEGRIA EM IMITAR A CRISTO, O MODELO E NA PRÁTICA • CAPÍTULO 3: A ALEGRIA NA SALVAÇÃO E NO GALARDÃO EM CRISTO • CAPÍTULO 4: A ALEGRIA DE SERVIR A CRISTO
  • 3. CAPÍTULO 1 • Glorificação em atitude: gratidão. Paulo expressa 5 atitudes pelas quais sente graça: 1) Pela recordação que ele tem dos irmãos, recordando sua amizade e irmandade (v.3) 2) Pela oportunidade de apresentar orações de intercessão por eles (v.4) 3) Pela comunhão em Cristo que eles tem (v.5) 4) Pela segurança da salvação que eles tem (v.6) 5) Pelo amor mútuo na co-participação na graça de Deus unindo-se no coração (vv.7,8).
  • 4. 10 elementos que impedem a alegria cristã 1) Salvação falsa 2) A influência de Satanás e seus demônios 3) Entendimento inadequado da soberania de Deus 4) Falta de oração 5) Os baixos emocionais que seguem um alto espiritual 6) Enfoque em circunstâncias 7) Falta de gratidão 8) Esquecer as bênçãos de Deus 9) Viver na carne em vez de no Espírito 10) Resistência em aceitar perdão.
  • 5. O cristão que escolhe as coisas certas • O objetivo agora é apontar algumas dos excelentes coisas que os cristãos devem aprovar: 1. O Cristão que escolhe as coisas certas se dedica a obra do Senhor 2. O Cristão que escolhe as coisas certas faz escolhas excelentes 3. O Cristão que escolhe as coisas certas escolhe a Humildade
  • 6. TRÊS EXORTAÇÕES IMPORTANTES: 1) A ALEGRIA NA ORAÇÃO: A vida de oração é fundamental ao crente; faz parte do seu ministério sacerdotal. Devemos orar por todos os santos, e fazer isso com a maior alegria e satisfação. O segredo de orar com alegria é “trazer no coração” aqueles pelos quais oramos, e ao orarmos por eles pedir para eles profundas e ricas experiências na vida em Cristo (1.9-11).
  • 7. 2) A ALEGRIA NO FATO DE CRISTO SER PREGADO. – Os longos anos de prisão de Paulo, longe ser de atraso para o progresso do Evangelho, antes contribuíra para o seu progresso. Ao menos duas cousas positivas resultaram da prisão de Paulo: a “guarda pretoriana”, a elite do exército romano, estava sendo evangelizada; e, os irmãos em Roma proclamavam o Evangelho com mais desassombro. Até os inimigos gratuitos do apóstolo estavam pregando a Cristo! E Paulo se regozijava!
  • 8. A ALEGRIA NA FÉ. – Paulo enfrentava a vida com realismo. Bem sabia que poderia ser condenado à morte, mas para ele vida ou morte lhe era indiferente. O seu interesse era o bem-estar dos filipenses, e para eles seria mais interessante que Paulo continuasse a viver. Seria para a alegria da fé deles. A alegria da fé resultante da comunhão dos santos.
  • 9. A alegria e glorificar a Cristo no sofrimento • Nós sabemos que não existem igrejas perfeitas do ponto de vista humano, e Paulo era bastante realista acerca dos problemas que existiam na igreja e nunca os escondiam. • Parece-me que precisamos olhar mais para essa realidade e parar de querer buscar uma igreja perfeita, igrejas perfeitas não existem, aliás existem, até o exato momento que você decidir querer participar de alguma delas.
  • 10. • Você tem orado agradecido a Deus pela vida da sua família, da sua igreja e seus irmãos em Cristo? Ou tem feito o que a maioria das pessoas fazem, agradecer apenas pelas coisas que tem ou as realizações que conquistou? • Geralmente somos pessoas críticas, que focamos apenas nos erros das pessoas e desconsideramos os nossos próprios erros, sempre sendo tão ávidos para apontar o dedo e dizer, “tá errado”, e se ninguém ouvir nos tornamos paulatinamente azedos em nossas relações. • Não deixe que os conflitos pessoais tirem de você a alegria de servir a Deus. Você não tem que fechar os olhos para os conflitos que surgirem, não é isso que Paulo faz, ele encara os conflitos de frente, mas com o entendimento que apesar dos conflitos ele deve buscar a alegria de servir a Deus.
  • 11. CONCLUSÃO • Logo se vê, a verdadeira alegria não depende de circunstâncias. Qual o segredo então? “Alegrai-vos sempre no Senhor”(4.4). • O segredo de uma vida contínua de alegria está “em Cristo”. Cristo está em mim, e a minha vida está escondida com Cristo em Deus: que importa que a tempestade ruja em torno de mim?
  • 12. • O fruto do Espírito é alegria, e alegria vem em segundo lugar, logo depois do fruto por excelência, o amor. • Para mim que sou crente, a alegria não é anormal, mas perfeitamente normal em todas e quaisquer circunstâncias, pois, a alegria é fruto do Espírito.