SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO                  DIRETORIA DE ENSINO – REGIÃO DE SUZANO        Av. Mogi das Cruzes, 175 -...
Objetivos: Explorar aspectos discursivos, textuais linguístico-gramaticais da argumentação, tendo como referência o artigo...
Quais as características do artigo de opinião?
O artigo de opinião em sala de aulaParte 2:Avaliando a produção de um artigode opinião – texto do aluno
Hoje vamos tratar do textoargumentativo, uma tipologiatextual que visa intervirdiretamente nas opiniões,atitudes ou compor...
Características do texto               argumentativo:Defende-se     um ponto de vista sobre determinadoassunto;O   ponto...
No texto argumentativo, oefeito buscado é a persuasãoou o convencimento.
Os textos argumentativos estãopresentes em vários gêneros, como: Diálogo argumentativo Carta de Leitor / Carta de reclamaç...
Dentre     os  gêneros,   quepossibilitam a argumentação,estudaremos um deles: o artigode opinião
A seguir, estão descritas ascaracterísticas do artigo deopinião. Iremos lê-las ecomentá-las para melhorcompreender esse gê...
É um gênero jornalístico, e comotal é escrito com a linguagempautada na variãção urbana deprestígio.Além disso, é assinado...
O  autor se posiciona acerca de uma  questão polêmica de interesse público; Apresenta uma polêmica: assunto que gera  di...
Esse gênero nasceu e subsiste naimprensa escrita. Tem como funções:informar os leitores (notícias), analisare discutir a r...
Para escrever o artigo de opinião o articulistadeve:1-Posicionar-se explicitamente em relação auma questão polêmica;2- For...
5-Incorporar a posição de outras pessoas (sejapara concordar, seja para discordar) e,fundamentalmente, argumentar, ou seja...
Os artigos de opinião solicitados nas escolas eem vestibulares , geralmente giram em tornode questões polêmicas: assuntos ...
Desenvolvimento: autor assume uma posiçãoem relação à polêmica, mas não basta dar aopinião, é preciso também sustentá-la c...
Elementos implícitos: mobilizarinformações pertinentes ediversificadas. Eleger e variar dentre06 possíveis tipos de argume...
Segue a definição dos tipos deargumentos para que vocêsconheçam e possam usá-losassim que acharemconveniente nas produções.
1- argumento por evidência: como o próprionome indica, pretende-se convencer ointerlocutor (leitor) por meio de evidência ...
4-argumento de princípio: a justificativa éum princípio, baseada numa constatação, éuma justificativa legítima, o que torn...
Durante a escrita é preciso:Não ignorar posições contrárias, pois seignorar, mostrará que não está a par dodebate, perdend...
Na conclusão, deverá haver:Articulação lógica entre as ideiasapresentadas antes. Desse modo, oarticulista deverá completar...
Ao final: se não foi feito antes, articular olocal ao geral, mostrar o porquê do tema serpara interesse público-leitor.É n...
O roteiro de avaliação deve estarclaro para o aluno e para oprofessor.Cada gênero textual tem seuConteúdo temático;Plano C...
Discursivo: Quanto ao tema, comoé apresentado?Textual: Argumentos; refutação;apresentação do tema; conclusão;Gramatical: e...
Parte 3SocializaçãoAvaliação do encontro
ReferênciasCEREJA, William Roberto. MAGALHÃES,Thereza Cochar. Português: linguagens.Volume único. São Paulo, Atual, 2003.M...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ot 26 05[1]

640 visualizações

Publicada em

Orientação sobre Artigo de Opinião

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
640
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ot 26 05[1]

  1. 1. SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO – REGIÃO DE SUZANO Av. Mogi das Cruzes, 175 - Jd. Imperador - Suzano- CEP: 08673-010 Fone: (11) 4746-7210 / FAX (11) 4746-7256– E-Mail: desuzano@see.sp.gov.br Língua Portuguesa Ensino MédioTÓPICO: Texto argumentativo: artigo de opinião
  2. 2. Objetivos: Explorar aspectos discursivos, textuais linguístico-gramaticais da argumentação, tendo como referência o artigo de opinião.Parte 1:Leitura em voz altaPara você o que é preciso ter numartigo de opinião?Análise de um artigo de opinião(em duplas)
  3. 3. Quais as características do artigo de opinião?
  4. 4. O artigo de opinião em sala de aulaParte 2:Avaliando a produção de um artigode opinião – texto do aluno
  5. 5. Hoje vamos tratar do textoargumentativo, uma tipologiatextual que visa intervirdiretamente nas opiniões,atitudes ou comportamentosdas pessoas.
  6. 6. Características do texto argumentativo:Defende-se um ponto de vista sobre determinadoassunto;O ponto de vista é fundamentado com argumentos;Estrutura básica: introdução (ideia principal),desenvolvimento (argumentos) e conclusão (confirmaçãoda ideia principal);Linguagem de acordo com a variedade padrão;O autor pode coloca-se de modo pessoal (1ª pessoa) ouimpessoal (3ª pessoa);Presença de palavras e expressões que introduzamopiniões pessoais ou impessoais. (CEREJA e MAGALHÃES,2003, p.138).
  7. 7. No texto argumentativo, oefeito buscado é a persuasãoou o convencimento.
  8. 8. Os textos argumentativos estãopresentes em vários gêneros, como: Diálogo argumentativo Carta de Leitor / Carta de reclamação / Carta de solicitação /Deliberação informal / Debate regrado Assembléia / Discurso de defesa (Advocacia) Discurso de acusação (Advocacia) Resenha crítica / Artigos de opinião ou assinados Editorial / Ensaio
  9. 9. Dentre os gêneros, quepossibilitam a argumentação,estudaremos um deles: o artigode opinião
  10. 10. A seguir, estão descritas ascaracterísticas do artigo deopinião. Iremos lê-las ecomentá-las para melhorcompreender esse gênero.
  11. 11. É um gênero jornalístico, e comotal é escrito com a linguagempautada na variãção urbana deprestígio.Além disso, é assinado e traz ainterpretação, análise ou opiniãodo articulista sobre um fato,assunto ou tema de relevância. Os jornais e revistas funcionam como suportes para suas publicações.
  12. 12. O autor se posiciona acerca de uma questão polêmica de interesse público; Apresenta uma polêmica: assunto que gera discussões, opiniões distintas; Essas opiniões afetam a vida de todos é de interesse público, relevância social; Há um debate forma de participar da vida pública de uma comunidade, exercer o papel de cidadão.O gênero artigo de opinião
  13. 13. Esse gênero nasceu e subsiste naimprensa escrita. Tem como funções:informar os leitores (notícias), analisare discutir a realidade.
  14. 14. Para escrever o artigo de opinião o articulistadeve:1-Posicionar-se explicitamente em relação auma questão polêmica;2- Formular , claramente, a questão problema;3- Tomar conhecimento do que já foi ditosobre o assunto e por quem;4- Inserir a questão no contexto do debate;
  15. 15. 5-Incorporar a posição de outras pessoas (sejapara concordar, seja para discordar) e,fundamentalmente, argumentar, ou seja,justificar a própria opinião com fatos, dados,exemplos, evidências, princípios, comparações,citação da opinião de especialistas etc;6- Argumentar significa convencer e persuadir eé isso que precisa ser feito durante toda aprodução com relação ao conteúdo desta. Paratanto, é preciso ter o cuidado de não entrar emcontradição com aquilo que se defende;7- Dar um título adequado ao conteúdoarticulado.
  16. 16. Os artigos de opinião solicitados nas escolas eem vestibulares , geralmente giram em tornode questões polêmicas: assuntos cujassoluções apresentadas não são consensuais.Essas questões são formuladas de maneira aser possível respondê-la com um “sim” ou comum “não”; para isso é preciso que se assumauma posição “contra” ou “a favor”.O autor deve localizar o leitor, inserindo-o nocontexto da discussão. Além disso, éinteressante fornecer dados que façam adiferença para se entender a questão.
  17. 17. Desenvolvimento: autor assume uma posiçãoem relação à polêmica, mas não basta dar aopinião, é preciso também sustentá-la comargumentos.Núcleo da argumentação: fatos (dados) quefuncionam como ponto de partida paraconduzir a uma conclusão (tese), usandojustificativas (argumentos) que sustentem atese.
  18. 18. Elementos implícitos: mobilizarinformações pertinentes ediversificadas. Eleger e variar dentre06 possíveis tipos de argumentos: deautoridade, por princípio, porcausa/consequência, por evidência,por exemplificação e por comparação.
  19. 19. Segue a definição dos tipos deargumentos para que vocêsconheçam e possam usá-losassim que acharemconveniente nas produções.
  20. 20. 1- argumento por evidência: como o próprionome indica, pretende-se convencer ointerlocutor (leitor) por meio de evidência aosdados apresentados; 2- argumento por comparação: o articulistaleva em conta fatores de semelhança ouanalogia evidenciados pelos dados;3-argumento por exemplificação: utiliza-seexemplos representativos, os quais, por si sós,já são suficientes para justificar a tesedefendida;
  21. 21. 4-argumento de princípio: a justificativa éum princípio, baseada numa constatação, éuma justificativa legítima, o que torna aconclusão quase incontestável.5- argumento por causa e consequência: atese é aceita por ser uma causa ouconsequência dos dados;6- argumento de autoridade: ajuda asustentar a posição, pois lança mão da vozde um especialista, uma pessoa respeitável,uma instituição de pesquisa consideradaautoridade no assunto.
  22. 22. Durante a escrita é preciso:Não ignorar posições contrárias, pois seignorar, mostrará que não está a par dodebate, perdendo a oportunidade de refutarposições contrárias e provar que sãoinadequadas.Trazer a voz de diferentes pessoas ouinstituições e dialogar com elas (para refutarou reforçar a própria posição).Levar em consideração o “tom” do texto, quenão deve ser muito impositivo. A estratégia-chave é negociação, por ser a estratégia maisviável para convencer o interlocutor (leitor).
  23. 23. Na conclusão, deverá haver:Articulação lógica entre as ideiasapresentadas antes. Desse modo, oarticulista deverá completar o caminhológico que veio sendo preparado desde aintrodução.Quanto aos elementos linguísticos:É importante utilizar os conectivos eexpressões que introduzem argumentos(“pois”, “porque”, “uma vez que” etc.) econclusões (“portanto”, “logo”, “então”,“assim” etc.) e por fim, reafirmar a tese.
  24. 24. Ao final: se não foi feito antes, articular olocal ao geral, mostrar o porquê do tema serpara interesse público-leitor.É nessas condições que o artigo de opiniãopode ser eficaz em convencer o leitor,influenciá-lo ou conclamá-lo à ação.Ao final da leitura, o leitor tem que ter aimpressão de que o autor não deixa de terrazão, mesmo que não concorde totalmentecom ele.(RANGEL; GAGLIARDI e AMARAL, 2010).
  25. 25. O roteiro de avaliação deve estarclaro para o aluno e para oprofessor.Cada gênero textual tem seuConteúdo temático;Plano Composicional;Estilo;Quais os conhecimento linguísticodiscursivo; textual e gramaticalsão mobilizados?
  26. 26. Discursivo: Quanto ao tema, comoé apresentado?Textual: Argumentos; refutação;apresentação do tema; conclusão;Gramatical: elementos coesivos;coerência; escolhas lexicais;variação culta;
  27. 27. Parte 3SocializaçãoAvaliação do encontro
  28. 28. ReferênciasCEREJA, William Roberto. MAGALHÃES,Thereza Cochar. Português: linguagens.Volume único. São Paulo, Atual, 2003.MEC/CENPEC. [equipe de produção Egon deOliveira Rangel, Eliana Gagliardi, HeloisaAmaral] Pontos de vista: caderno doprofessor. São Paulo: Cenpec, 2010. (Coleçãoda Olimpíada).

×