ATP-MG: um caso de sucesso!

549 visualizações

Publicada em

ATP-MG: um caso de sucesso!

Dulce Castro e Marisol Mandarino

Minas Gerais está na vanguarda em termos de traduções juramentadas, graças às ações da Associação de Tradutores Públicos de Minas Gerais (ATP-MG), que ajudamos a fundar, e graças a um excelente relacionamento com a Jucemg.

A nossa menina dos olhos é o documento “Diretrizes para Elaboração de TJs”, primeira publicação desse tipo aprovada no Brasil por uma Junta Comercial.

Somos o primeiro estado no qual os TPICs (Tradutores Públicos e Intérpretes Comerciais) fizeram oficina de atualização para alinhamento com as novas diretrizes, com palestras ministradas pelos próprios tradutores juramentados. Passaram-se apenas 4 anos, mas já temos uma longa lista de conquistas. Venha conhecer melhor a nossa trajetória e o nosso ofício!

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
549
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ATP-MG: um caso de sucesso!

  1. 1. IV Congresso Internacional deTradução e Interpretação da ABRATESBelo Horizonte – 02/06/2013DULCE CASTRO E MARISOL MANDARINO
  2. 2. Último concurso foi em 1977TPICs antes do concurso 2008 = 11 TPICsTPICs Ad hoc = 35 Ad HocTotal de 46 tradutoresDNRC, INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 84, DE 29/02/2000,Art. 10. Somente na falta ou impedimento de Tradutor Público eIntérprete Comercial para determinado idioma poderá a JuntaComercial, para um único e exclusivo ato, nomear tradutor eintérprete ad hoc."PANORAMA TPIC – MGAntes do Concurso de 2008
  3. 3. Quantos TPICs tomaram posse? 103 tradutores.Quantos somos agora?105 tradutores, sendo que no somatório de idiomas são 106, poistemos uma tradutora habilitada em 2 idiomas.Quantos estão ativos?Hoje são 5 tradutores de licença. Portanto, temos 100.Podem existir tradutores que não estejam exercendo o ofício detradutor público.Obs.: Desde a posse, alguns requereram transferência para outrasunidades da federação e outros vieram transferidos de outrosestados.Dados fornecidos pela Junta Comercial de Minas Gerais - 05/2013
  4. 4.  Marisol cria grupo no Yahoo TPICPOSSEJA paramobilizar os TPICs de MG – "ponte" entre doisgrupos majoritários de aprovados no concurso(inglês e espanhol) Data da posse demorou a ser confirmada Viafórum, nos organizamos e fizemos uma reunião. Nessa reunião, formou-se então uma comissãopara cuidar de nossa posse junto à Jucemg. AComissão era composta por colegas voluntários.
  5. 5.  Meu depoimento pessoal: convite de FranciscoSchmidt e Dulce Castro para montar chapa –aversão inicial ao "ativismo", mas havia umanecessidade conjuntural Comecei como Diretora Regional, via Skype:Juiz de Fora fica a 4,5 horas de ônibus da capital Hoje apenas associada (devido a possíveltransferência)
  6. 6.  Continuo participando ativamente junto àPresidência, mandando sugestões e críticas Procuro oferecer uma sugestão para cadaproblema encontrado no dia a dia Se cada um contribuísse com um pouco, ficariamais fácil. Acho que é isso que significa sermembro de uma ASSOCIAÇÃO!
  7. 7.  Um mundo de coisas para aprender: comoformatar uma TJ, manter livros de traduções,chancelas, carimbos, interpretação perante oJuiz, intimações para Justiça Gratuita, etc. Carência de informações organizadas, abertas etransparentes. Fórum Yahoo! para troca de informações e ideias.Começo do trabalho de pesquisa e organizaçãodas futuras Diretrizes por Dulce Castro Necessidade de uma associação que fosse nossoporta-voz junto ao órgão regulador (Jucemg)
  8. 8.  Redação do Estatuto / Composição dadiretoria Levantamento de fundos para as despesas deregistro oficial : Cartório (busca de nomes,registro de Estatuto, obtenção de CNPJ) Contribuição inicial: R$100,00 TPICs que contribuíram : 50 Sede: endereço cedido por colega TPIC paraobtenção do Alvará da Prefeitura Registro em agosto de 2009 Criação do Logotipo
  9. 9.  Pioneirismo Transparência para o consumidor e maiororientação para o TPIC Introduziu conceitos: o que é tradução/versão einterpretação Ampliou definições de tipos de texto Mudou a contagem de linhas para caracteres(para idiomas ocidentais) Aprovada por unanimidade em plenário daJUCEMG, em 11/2011
  10. 10.  Inspiradas nas normas da Associação Catarinensede Tradutores Públicos Com acréscimos feitos por TPICs de MG emdiscussões via Grupo Yahoo! compiladas eorganizadas por Dulce Castro Revistas por Nina Araújo, Marisol Mandarino,Laerte J. Silva, e Marilurdes Nunes. Apresentadas pela 1ª vez no I Encontro deTradutores Públicos de Minas Gerais, em Juiz deFora, em 26/09/2010. Têm sido usadas por colegas de vários estadoscomo referência.
  11. 11. Um mês após o registro da ATP-MG: Encontro no Rio de Janeiro a convite da ATP-RIO Contato estabelecido com a ATPIESP I Encontro dos Tradutores Públicos de MinasGerais em Juiz de Fora, coordenado e promovidopela então Diretora Regional Marisol Mandarino
  12. 12.  Encontro promovido em Juiz de Fora enquantoDiretora Regional em 2009: Patrocínio da SBS (sorteio de livros) e da SDL(sorteio de uma licença do Trados Studio) Apresentação da primeira versão dasDiretrizes Dificuldade de se organizar um evento - Piorainda para um grupo que teria, no máximo,100 pessoas (gastos fixos de salão, som, etc.) Dificuldade para motivar os colegas aparticiparem do evento
  13. 13.  Muitos clientes nem sabem o que é um tradutorjuramentado – O que somos? O que é fé pública?"Como é que faz para ser isso que você é?" Conscientização dos colegas TPICs: muitos nãoquerem se associar; muitos querem queresolvamos questões que não são da nossa alçada Necessidades do mercado: pedido de orçamentopara vários TPICs (cliente quer definição exata depreço do serviço X obrigatoriedade da tabela deemolumentos) Licitações do governo envolvendo traduçõesjuramentadas
  14. 14. O QUE SOMOS?“Os tradutores públicos e intérpretescomerciais terão jurisdição em todo oterritório do Estado em que forem nomeadosou no Distrito Federal quando nomeadospelo Presidente da República. Entretanto,terão fé pública em todo o país astraduções por êles feitas e as certidões quepassarem.”Art. 20 Decreto nº. 13.609, de 21/10/1943.
  15. 15. O QUE É FÉ PÚBLICA?"Assim como com os tabeliões públicos, ostradutores juramentados têm seus atosinvestidos de fé pública, de credibilidadeinconteste, de confiança plena e de certezada verdade. A tradução juramentada estádotada de “fé pública” em todo o territórionacional."Apresentação da TPIC Carolina Diniz na Jucemg,em nov/2012. (Grifo nosso)
  16. 16.  Conscientização dos colegas TPICs: muitos nãoquerem se associar; muitos querem queresolvamos questões que não são da nossaalçada Licitações do governo envolvendo traduçõesjuramentadas
  17. 17. O PAPEL DOS ASSOCIADOS- participar ativamente das ações da associação;- desprender-se da atitude de paternalismoem relação à associação apenas esperandobenefícios.- cumprir suas obrigações como associado,pagando em dia sua anuidade, ecomparecendo a eventos e reuniões promovidaspela associação.Apresentação da TPIC Carolina Diniz na Jucemg,em nov/2012. (Grifo nosso)
  18. 18.  Necessidades do mercado: pedido deorçamento para vários TPICs (cliente querdefinição exata de preço do serviço Xobrigatoriedade da tabela de emolumentos) Licitações do governo envolvendo traduçõesjuramentadas
  19. 19.  Esclarecer dúvidas sobre o que já foi regulamentado Orientar os associados quanto à responsabilidade e à ética notrato com: ClientesAvisar que falta legalização consularAvisar que as TJs brasileiras não são aceitas emdeterminados paísesAvisar que o original contém errosOrientar o cliente sobre os trâmites burocráticosPerguntar se vai precisar de cópiasAlertar que o ofício é regulamentado por Estado, etc.
  20. 20.  Orientar os associados quanto à responsabilidade e à ética no tratocom: Colegas de ofícioDesrespeito à Resolução vigente, intencional ou nãoEsclarecer aos colegas juramentados diferença entre:Papel timbrado com Brasão de Armas +Número de matrícula + denominação"Tradutor Juramentado"XPapel timbrado sem esses dados =Tradução Não Juramentada
  21. 21. Artigos publicados em jornais sobre o ofício dotradutor: Feliz Dia do Tradutor -jornal O Tempo -09/2011 Tradução agora é negócio promissor - JornalEstado de Minas - 06 / 2012 Site da ATP-MG : informações ao consumidor QUEM RESPEITA A TABELA RESPEITA A LEI!http://www.atpmg.com.br/consumidor.php
  22. 22.  Tradutor Público conquista espaço comglobalização
  23. 23.  Tradução agora é negócio promissor - JornalEstado de Minas - 06 / 2012
  24. 24.  Nosso site e algumas estatísticas interessantesAcessos no ano de 2011: 1.741 / em 2012: 4.184Acessos de janeiro a maio/2013: 5.130Apenas em maio: 756 EUA: 269 Brasil: 122China: 10601/06/2013: 17 acessos. 10 foram dos EUA.Fomos acessados por usuários de vários países, entre eles:Noruega, Emirados Árabes, Ucrânia, Finlândia, Costa Rica,Canadá, Espanha, Uruguai, Japão, Rússia, Turquia, Holanda,Portugal, Inglaterra, Irlanda, Alemanha, Uruguai, Tailândia, Índia.
  25. 25.  Contratar advogado para impugnarlicitações de traduções juramentadas Brasilafora
  26. 26.  A polêmica dos voluntários da Copa das Confederações:Recentemente, a ATP-MG consultou a Jucemg sobre essetema:"Entendemos que o serviço de apoio desses voluntáriosque deverão ser fluentes em inglês e/ou espanhol eatuarão no aeroporto de Confins e no Mineirão, não seconfunde com o ofício do tradutor, regulamentado peloDecreto 13609/43. (...)
  27. 27. A polêmica dos voluntários da Copa das Confederações (Cont.)Veja que o Parágrafo único do artigo 4º da Portaria Conjuntanº 280/2013 do TJMG e da Corregedoria Geral de Justiça deMinas Gerais, dispõe que o serviço voluntário é incompatívelcom a atuação, durante o período de 10 de junho a 5 de julhode 2013 (período da Copa das Confederações), comoadvogado dativo remunerado, juiz leigo ou conciliador dosjuizados especiais ou perito em qualquer unidade do PoderJudiciário mineiro."(Grifo nosso)
  28. 28.  Encontro de Capacitação de TPICS -nov/2012 - Escola Permanente da Jucemg Oficina de atualização para alinhamentocom as novas diretrizes - com palestrasministradas pelos tradutores juramentadosDulce Castro/ Laerte Silva/ Carolina Diniz Quiz criado por Marisol Mandarino - usadopela JUCEMG para atualização dos TPICs:http://youtu.be/7NVx5XypoTE
  29. 29.  Estatuto / Registro / Código de Ética Nova Resolução / Eleição eletrônica via Ballotbin Website da ATP-MG Catálogo de Associados Diretrizes Básicas Aprovação das Diretrizes pela JUCEMG - 2012 Apresentação de palestras para Escola Permanente daJucemg - 2012 Adesivo institucionalSucesso! O caminho continua! Fórum Virtual - JUCEMG - 2013 - espaço abertopara discussão sobre as diretrizes.
  30. 30. Tradutoresdispostos a seorganizarem econtribuíremefetivamente paraa melhoria docenárioUma Junta Comercialdisposta a um diálogocom os tradutores eaberta à inovaçãoA chave do sucesso:LIDERANÇAS DETERMINADAS
  31. 31.  Aos colegas TPICs que se envolveram nestaempreitada. À determinação de uns poucos que não desistiram. Aos colegas associados que nos apoiam. À JUCEMG, pelo apoio e acolhimento às novasideias. À ABRATES, pela oportunidade de podermospartilhar nossa história com outros colegastradutores. A vocês aqui presentes, por nos prestigiarem!

×