Reboco caído nº14 versão pdf

2.317 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.317
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.794
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reboco caído nº14 versão pdf

  1. 1. REBOCO CAÍDO n 14
  2. 2. Pag 1 REBOCO CAÍDO #14 Editorial Em primeiro lugar gostaria de avisar que o endereço de e-mail para contatos com o Reboco estava errado nos últimos números e já foi corrigido neste. É só dar o confere algumas linhas abaixo que perceberão a mudança. Um atento leitor que deu o alô dia desses. Agora gostaria de agradecer aos que leram, divulgaram e colaboraram de alguma forma para este veículo resistir por mais esse ano. Este será o último número de 2012. Acredito que deva estar saindo em algum dia de dezembro. O próximo número não deve tardar muito para já abrir o ano com mais trabalho. Bem... Mas é isso aí. Boa leitura e até o próximo número - Se o mundo não acabar antes, é claro ;-) Em tempo: Agradeço também ao Law Tissot pelo desenho ao lado e Diego El Khouri pelos 2 que me ilustram. Contatos com o Reboco: fsb1975@yahoo.com.br www.slideshare.net/ ARITANA www.twitter.com/ RebocoCaido
  3. 3. REBOCO CAÍDO #14 Pag 2 GENOCÍNDIOPor: Emmanuel Marinho tem pão velho ?( crianças batem palmasnos portões ) não, criança tem sua fome travestida de trapostem pão velho ? nas calçadas que tragam seus pezinhosnão, criança de anjo faminto e frágiltem o pão que o diabo amassou pedindo pão velho pela vidatem sangue de índios nas ruas temos luzes sem alma pelas avenidase quando é noite temos índias suicidasa lua geme aflita mas não temos pão.por seus filhos mortos. tem pão velho ?tem pão velho ? não, criançanão, criança temos mísseis, satélitestemos comida farta em nossas mesas computadores, radaresabençoada de toalhas de linho, talheres temos canhões, navios, usinas nuclearestemos mulheres servis, geladeiras mas não temos pão.automóveis, fogãomas não temos pão. tem pão velho ?tem pão velho ? não, criança tem o pão que o diabo amassounão, criança tem sangue de índios nas ruastemos asfalto, água encanada e quando é noitesuper-mercados, edifícios a lua geme aflitatemos pátria, pinga, prisões por seus filhos mortos.armas e ofíciosmas não temos pão. tem pão velho ? As puídas gotas do sonhar que esqueci de botar no editorialPor Solano Gualda FSB Novamente a relutante chuva, com seus *foto de capa na Souza Soares (Nit/RJ - 2010),berros de revolução e sua dança de liber- para o Impresso das Comunidades. O Presi-tação. dente da Associação local estava mostrando Ninguém julga ou a controla, é livre das o péssimo estado e o abandono da comuni-malditas garras da repressão. dade por parte das instituições públicas. Toda vez que a vejo me enche o coração, **Este zine é dedicado a memória dopena que ninguém lhe de a devida aten- veterinário, músico e ativista (entre outrasção. coisas) Raymundo Araújo Filho e do grande Sem regras ou padronização, a verdade é Marujo de Porto Alegre. Duas figuras queque invejo sua solidão. deixaram saudades.
  4. 4. Pag 3 REBOCO CAÍDO #14 Ariel e a arte da insubmissãoPor Fabio da Silva Barbosa Responsável pelos vocais de bandas históricas (Restos de Nada, Invasores de Cérebros, Inocentes...), Ariel continua com todo gás. Esse eterno inconformado troca aquela ideia com o Reboco. Você passou por diversas bandas e sempre participou de atividades relacionadas ao underground. Se pudesse encontrar um ponto em comum entre todos esses pontos,qual seria?Rebeldia. A arte de desafiar um sistema estabelecido. Desde o começo, formei bandaspara poder transmitir minhas escritas sobre problemas juvenis, existencialismo e subversão.Éramos subversivos por sermos improváveis. Ninguém apoiava a gente, pelo contrário,procuravam nos afastar de tudo o que pudesse ser contaminado por nossas ideias.E de onde vem a energia para tanta atividade?A energia vem da certeza de que podemos mudar algumas cabeças, propondo um mundonovo e tornando-as instrumentos de sua própria mudança.Vale a pena?Não é questão de valer a pena... Nos tornamos punks por falta de opções e por termosconsciência disso.E a situação política atual? Como você vê o cenário nacional e mundial?Confuso. O que é direita e o que é esquerda nos dias atuais? Ficou claro que não existediferença a partir do momento em que ficamos sabendo das alianças entre os partidos.Por isso continuamos afirmando o voto nulo como instrumento de derrubada de todosesses sistemas de dominação.Com a proximidade dos grandes eventos que acontecerão no Brasil, a violência sobre osmenos favorecidos vem aumentando por toda a parte.Tudo está ligado à transformação da sociedade, com esse conceito arcaico de segurançae repressão. Quanto mais polícia, mais bandido, quanto mais reprimem o tráfico nasfavelas, mais o bandido desce pra assaltar no asfalto e aí vira um círculo vicioso decorrupção e covardia.Um mudo diferente é possível?Sim! Tem que acontecer uma mudança, pois tudo é bem medíocre e corrupto. Devemosquerer um bem estar geral e isso não cabe na atual sociedade.Algo para o pessoal pensar a respeito:A Autogestão é possível!!!
  5. 5. REBOCO CAÍDO #14 Pag 4 Sabotage nelesPor Fabio da Silva BarbosaSabotage, nascido como Mauro Mateus dos amigos. Por isso decidi fazer o documentá-Santos, conseguiu mostrar o verdadeiro rio Sabotage: o maestro do Canão. Tenhosignificado da palavra acreditar. O cara que me dedicado muito a este trabalho e anunca desistiu. Referência no Rap e no cine- expectativa é grande. O Sabotage merece.ma, Sabota foi assassinado dia 24 de janeirode 2003. Sua obra, no entanto, continua mais Como foi seu contato com Sabotage?viva que nunca. A novidade agora é o Tivemos um dia intenso, ele nos recebeudocumentário SABOTAGE: O MAESTRO super bem, estava disposto a falar e falouDO CANÃO, com lançamento previsto para bastante. Infelizmente não tivemos tempoo primeiro semestre de 2013. Ivan Vale para desenvolver uma amizade. Mas tenhoFerreira, diretor do filme, trocou uma ideia. certeza que o encontrei mais vezes após ter morrido do que quando estava vivo. SuaEsse projeto teve origem em iniciativas presença ainda é sentida com frequência.anteriores (“Favela no ar” e “Sabotage”).Por que a decisão de dar sequência e ampliar Qual a maior importância deste perso-o material que já havia sido coletado, dando nagem?origem a esse novo trabalho? Sabotage era muito importante para o rapO documentário Favela no ar é um filme que nacional. Ele revolucionou o jeito de cantarmostra alguns artistas do cenário hip hop e agir de um rapper. Ele sorria com frequên-de São Paulo. O filme passa por temas varia- cia e misturava estilos com uma facilidadedos e é um panorama do que acontecia no incrível. Acho que sua importância não secenário hip hop em 2002. O documentário restringe ao rap. Ele é importante para aSabotage é uma entrevista que fizemos, na música brasileira. Com certeza, hoje, estariaqual ele aborda diversos assuntos. Sentia fazendo sucesso fora do cenário hip hop.que faltava algo mais profundo, que discu-tisse sua carreira, sua infância, sua família e Como um cara de periferia conseguiu o des- R S a p A é B c O o m T p r A o m G i s E s o
  6. 6. Pag 5 REBOCO CAÍDO #14taque de Sabotage, que além de sobressair Ruínano meio sonoro ainda ampliou os horizon- Por Ivan Silvates para o cinema?É difícil achar a fórmula de como ele fez is- No meu estômago,so, mas existem características que o ajuda- consciência destilada.ram. Ele era muito comunicativo, inteligente, Deste lado, nada.tinha um carisma incrível, uma auto confian-ça invejável, era diferenciado e se destacava SOMTEXTOpor isso. Mas o grande lance dele foi não Por Francisco Bragançase restringir ao rap. Sabotage tinha vonta-des e fez amizades fora deste cenário. Com Primeiro o som, depois a imagem!um network amplo, as coisas começaram a- À margem eu, absorto no inverso do versocontecer. O Cinema veio para premiar isso. e subvertendo desejos.Aproveitando um momento do cinema na- Primeiro o som, depois a imagem!cional em que a periferia era destaque, não À margem eu, na escuta periférica contem-foi difícil sobressair e mostrar que, além de plando a paisagem sonora,atuar, era capaz de auxiliar atores a pare- ora perturbadora, ora apaziguadora.cerem mais verdadeiros, mais autênticos, Estou em busca da liberta-som,como fez em O INVASOR e CARANDIRU. estou sentindo a vibra-som, estou compreendendo a amarra-som...A principal lição deixada: Primeiro o som, depois a imagem!O que pouca gente sabe é que Mauro À margem eu, dentro, fora do contexto,cantava rap junto com seu irmão, o Déda, e sem texto, sem fala, sem nada para deco-entre eles havia uma brincadeira: Quando rar...um fazia algo atrapalhado o outro falava nem ao menos esses versos que são, sãoque estava sabotando. SABOTAGE era pa- são santos, sóbrios, sombrios.ra ser um grupo dele com o irmão. Déda fi- Versos que são sons!cou preso alguns anos no Carandiru e eles Sons que são versos!tinham plano de formar o grupo assim quesaísse da cadeia, mas, alguns meses após Reunião de famíliasair, foi assassinado. Isso fez com que Mau- Por Fabio da Silva Barbosaro se afastasse da música. Quando seu filhonasceu, após passar muita necessidade, Estávamos todos em volta da mesa. Algunsresolveu entrar para o tráfico. Passado nem viram o enterro, pois já estavam alialgum tempo, através do Raping Hood, que desde cedo. Tio Nico parecia um camarão.deu a oportunidade, Mauro resolveu se A cada gole da cachaça, ficava mais verme-dedicar a música e abandonou o tráfico. lho. Pediram mais uma porção de cu de gali-Acho que essa persistência foi decisiva. nha à milanesa e outra garrafa de cana.Acho que a grande lição dele foi essa: Não - Ele ia gostá de tá aqui com a gente. – La-desistir. mentou Caveirinha. Rosita abriu o berreiro com grande es- cândalo e Tia Carmela interveio: -Só fala bobagem, heim Caveirinha. Não fica assim, minha filha. Ele deve estar num lugar melhor que a gente.
  7. 7. REBOCO CAÍDO #14 Pag 6Tio Nico já estava no estágio do filósofo e prato. Taquei bastante sal no bichinho efalou enquanto coçava a barba: comecei a lembrar da última reunião de famí-- Aquela ninhada parece que nasceu amaldi- lia que tivemos. Foi exatamente quando osçoada. A menina sumiu no mundo com o pais do morto anunciaram o casamento. Tu-açougueiro e dizem que já virou mulher da do terminou em uma grande pancadaria.vida e tudo. O mais velho enlouqueceu... Depois deste dia, nunca mais houve umaAgora Tiquinho se enforca. grande reunião.Tio Nico estava certo. Aquilo parecia mesmo Viveram felizes durante os primeiros anos,maldição. Roberval e Manú eram primos, ca- mas, com a vinda dos filhos, as dívidas co-saram contra a vontade de toda a família, meçaram a crescer e, como as coisas sem-tiveram três filhos e, ao contrário do que todo pre podem piorar, Roberval acabou por fi-mundo dizia, nenhuma criança nasceu com car desempregado e os biscates demora-problema físico. Na verdade, teve a segunda vam a aparecer. Manú começou a se embe-que morreu pouco depois de nascer. Eram bedar diariamente e Roberval, que semprequatro irmãos. gostou de tomar uma, enveredou pelo mes-- Desculpem o atraso. - Era a tal menina que mo caminho. Nesse meio tempo, o filhotinha sumido no mundo. O pessoal demorou mais velho apresentou sérios distúrbiosum pouco para reconhecer, mas ela se apre- mentais. Quebrava a casa toda e até esfa-sentou logo depois de acender o cigarro. – queou um vizinho que ele acreditava estarSou a irmã do morto. Que cambada, heim? possuído pelo demônio.Nem lembram da filha dos primos. Pede o Um belo dia, Roberval saiu para procurarcopo aí que tô precisando de um trago. emprego e não voltou mais. Manú se afo-Tio Nico me olhou com aquela cara de “Eu gou de vez na cachaça e seu corpo acabounão falei?”. Ele era do tempo em que menina por não resistir. Nessa época, as criançasnão mostrava as canelas. O mundo devia ser já estavam grandes e foram morar na casaassustador para alguém que não percebeu de parentes. Ah, sim... Teve a que morreuas mudanças acontecendo. Ele parecia ter no meio disso tudo, o que deu mais forçaadormecido durante décadas e de repente as críticas dos parentes.se deparado com tudo assim. - Afinal, quem te avisou do enterro e comoRosita estava quase sob controle, mas suas você nos encontrou aqui?mãos ainda tremiam enquanto apertava o len- - Notícia ruim chega rápido.ço de pano contra o nariz e assoava com for- A gritaria tirou-me do mundo das lembran-ça. Mastigando mais um cu de galinha, Seu ças. Tomei mais gole da cana e voltei a mer-Bartolomeu começou a falar sobre a tentativa gulhar no passado. Voltei bem para o diade trazer o irmão do morto para o enterro. em que Tiquinho havia conseguido empre-- Mentira! – Cortou a irmã recém chegada.- go de zelador em um prédio e foi morar noO desgraçado está abandonado naquele morro das redondezas. Pouco tempo antes,chiqueiro há anos. Ninguém aparece. Vocês sua irmã já tinha dado no pé com o açou-não querem ter de ficar com ele em casa. gueiro. Passado mais alguns anos, o irmão,Daí começou um falatório enlouquecido. Ro- que já tinha esfaqueado o vizinho, matousita voltou a chorar compulsivamente, en- Seu Bonaparte. Seu Bonaparte morava noquanto os demais iam perdendo o controle fim da rua e veio reclamar: “O maluco matoudurante a discussão sobre a responsabilida- meu cachorro!”. Nunca tivemos certeza sede dos parentes com o irmão do morto. Enchi tinha sido ele que matou o cachorro, mas,meu copo de cana e peguei mais um cu no com certeza, foi ele que matou Seu Bona-
  8. 8. Pag 7 REBOCO CAÍDO #14parte. Toda a vizinhança assistiu ao massacre aproveitando da coitada. Vai saber. Essasem conseguir parar as pauladas. Como ele já família adora um disse-que-não-disse.tinha histórico de violência e tentativa de Uma coisa era certa: O Açougueiro tinhahomicídio (o caso da facada), o juiz mandou o dobro da idade dela e Tio Nico ficouguardarem o infeliz no manicômio judiciário. cheio de raiva. Dizia que aquilo era imo-Tiquinho conseguiu se manter no emprego e ralidade e que isso não podia ser. Nessevirou freguês do puteiro que ficava no centro momento, um barulho alto me trouxeda cidade. Lá conheceu Teodora, por quem novamente para a mesa do bar. Todosse apaixonou. O problema foi que Tiquinho estavam gritando em pé e a irmã do mortocomeçou a contar mais vantagem do que tinha vinha com tudo, empunhando uma garrafano bolso e Teodora começou a apertar ele. quebrada na direção de Tio Nico. O tu-Por fim, percebeu que não tinha mais de onde multo foi geral, mesas caíram no chão etirar dinheiro e Teodora não queria saber de alguns tentaram tomar a garrafa da mãohomem pobre. Foi nessa que o último filho dela. Levantei reparando que uma fortedos primos, com quem eu ainda tinha contato, chuva havia começado a cair lá fora.se enforcou. Aconcheguei-me num canto e fiqueiParece que a menina, antes de fugir com o apreciando o pandemônio. Acho que vaiaçougueiro, estava reclamando do compor- demorar até termos outra reunião detamento de Tio Nico. Dizem que ele estava se família. Imperador Belial expõe som cru, ríspido e agressivo.Por Fabio da Silva BarbosaPara uma banda conseguir se manter na ativacom 14 anos de estrada não é nada fácil.Ainda mais se essa banda tocar um metalde raiz, indo buscar nos mestres do estilotoda a referência, sem perder a criatividadee o instinto. Raphael Mangelli “Inkubus”irá falar um pouco sobre essa jornada.Conte sobre esses 14 anos de metal. Comoé estar desde 1998 na estrada?Saudações Fabio!!A banda começou em 98, com uma formaçãodiferente da atual e com o propósito deprestar tributo ao antigo culto ao Metal mostrar que o verdadeiro culto ainda estavaNegro que estava tendo sua essência vivo.deturpada por todas aquelas bandas Até aqui foram 14 anos de muita luta.sinfônicas, ultra-melódicas e comerciais, Passamos por diversas dificuldades, mascheias de vampirinhos deprimidos, e pela também foi muito compensador. Ao longoexposição excessiva na mídia. Quem estava desse tempo conhecemos reais irmãos,na cena da época, sabe do que estou guerreiros e guerreiras que tem nos apoiadofalando. Imperador Belial foi nossa resposta e a cada show que fazemos percebemospara aquele estado de coisas, uma forma de uma resposta cada vez maior do público.
  9. 9. REBOCO CAÍDO #14 Pag 8Continuaremos aí pelo subterrâneo por Nossas principais influências são Venom,alguns anos, até nossos fígados agüenta- Sarcófago, Hellhammer/Celtic Frost,rem. hehe Motörhead, Vulcano, Black Sabbath, Bathory, Sodom e Bulldozer. Porém, pro-Quais as principais mudanças observadas curamos manter uma integridade musical eno cenário durante esse tempo? lírica, sem parecer apenas uma cópia deO cenário mudou bastante em diversos nossas influências. Mas são inegáveis assentidos e tomaria muito espaço falar referências à velha escola.detalhadamente sobre uma questão tãoampla. Vou resumir as principais mudanças Tem novidade vindo por aí?que observei em alguns tópicos, sem me Ainda em 2012 sairemos em duasaprofundar nelas: compilações pelos selos Violent Records e- A moda do pseudo black metal sinfônico Nocturnal Age Records, com faixaspassou; diferentes em cada uma. Também será- O câncer white shit, unblack weak, se lançado, na Malásia, um split com a bandaespalhou e hoje vemos grandes nomes do Saktism, em formato pro tape com 4 músicasmetal nacional dividindo palco com essa nossas, pela Metal Porn Productions. E noescória, tornando-se igualmente escória; início de 2013 sairá nosso álbum, que se- A internet ajudou em algumas coisas e chamará “Lustful Sin”.atrapalhou em outras, mas isso é algoirreversível; Pra fechar:- A postura dessa nova geração que cresceu Grande brother, agradeço aí pelo espaçocom o advento da internet, em sua maioria, cedido, desejo vida longa e sucesso à vocêé ridícula; e ao Reboco Caído Zine.- Hoje em dia, na maioria das vezes, as Quem quiser mais informações sobrebandas tem melhores equipamentos pra nossas atividades, acesse nosso site:tocar nos locais de shows; www.imperadorbelial.com- As bandas nacionais tem adotado uma Sex, Drinks and Metallllllllllllllllllllllllllpostura mais profissional em relação aprodução fonográfica;- Cresceu muito a participação da mulherno underground nacional.E na banda? As constantes mudanças deformação alteraram o som ou a essência doImperador?As mudanças nos atrapalharam bastanteem relação a gravar material novo e fazershows, mas a nossa proposta musical/ideológica permaneceu intacta. Apenas, aolongo dos tempos, fomos lapidando eaperfeiçoando.Quais as principais influências?
  10. 10. Pag 9 REBOCO CAÍDO #14 The Ricky C QuartetPor Fabio da Silva Barbosa Quando éramos moleques, muitos diziam que tudo era uma fase e logo veríamos que isso não tava com nada. O que você falaria para essas pessoas depois de tanto tempo na estrada? Pois é... Boa pergunta, Bob! Até eu me pergunto, às vezes, como ainda estou na “má” vida. hahaha... Quando era jovem e decidi levar uma vida diferente, foi porque não me sentia parte do considerado normal. Minha vida é uma só e sempre quis fazer dela o mais real e honesta possível, de acordo com a minha personalidade. Pra aqueles que diziam que isso era coisa de moleque, eu digo uma coisa: O moleque cresceu e continuou moleque!!!Apesar das críticas que tenho sobre a Quem não quer ser moleque a vida inteira????internet (confiabilidade 0, entre outras),não podemos negar que ela possui suas As bandas de punk rock e hard core brasileirasutilidades. Uma delas é o contato rápido influenciaram várias cabeças pelo mundo a fo-com pessoas que estão distantes. Encon- ra. Como é o acesso dessas bandas por aí?trei um amigo de longa data, dos anos de Sinceramente, os ingleses não conhecem mui-loucura extrema e insanidade compulsiva, to sobre bandas brasileiras. Não só as brasi-em uma rede social e logo restabelecemos leiras como qualquer banda que não cante emcontato. Quando ele embarcou para Lon- inglês. Sendo assim, os gostos musicais dosdres, era conhecido como Ricardinho. ingleses se resumem a bandas que cantam emHoje ele é Ricky C, vocalista da banda inglês. O que eles dizem é que não gostam deThe Ricky C Quartet. escutar uma banda que canta num idioma que www.therickycquartet.com eles não conseguem entender. Já as pessoas de outros países europeus são diferentes, nãoFale um pouco sobre a banda. ligam se entendem ou não o que a banda estáA banda se formou no início de 2011 com cantando.a proposta de fazer um som com sentimen-to, seja ele de qualquer tipo. Resgatar as Para finalizar:bases de guitarra com doses de Chuck Espero um dia poder tocar no Brasil e conhecerBerry misturada com emoção e raiva. As- uma galera legal que curta um som bom rock’nsim como faziam as bandas punks e roll e que curta chapar o coco como nós.rock’n roll dos anos 60/70 e 80. Abraço, Bob. E valeu pela entrevista!Como tem sido os shows?Muito bons. É legal ver o seu trabalhoreconhecido, ver que ficar até de madru-gada fazendo música e ensaiando valeuapena. Melhor ainda quando a cerveja éde graça, é claro! hehe
  11. 11. REBOCO CAÍDO #14 Pag 10 Capitães do Mato ModernoPor Panda Reis São Paulo: Floresta de concreto e aço (como disse os Racionais Mc´s), cidadegrande, gigante com potência de primeiro mundo, onde tudo você acha, onde tudo se tem,onde a oportunidade é enorme. Bem... Desde que você não seja negro, favelado ouhomossexual. Por que, caso contrário, as coisas não serão tão primeiro “mundistas” assim.Peguemos nesse artigo um pequeno estudo feito por dezenas de entidades como a ANEL,DCE-USP, UNEAFRO, dentre outras. Ficou claro colocar em debate a questão da violênciapolicial contra a população pobre e negra, jovens negros assassinados pela Polícia. Oaumento da violência contra a população negra e pobre na cidade de São Paulo chamaatenção até de ONGS e Direitos Humanos de outros países. A polícia intensificou a repressãona periferia por conta dos ataques do PCC (Primeiro Comando da Capital), com issoatingindo de cheio a população negra e pobre das periferias e subúrbios da capital de SãoPaulo. Isso não é achismo, pois, segundo dados do Infocrim (Sistema de InformaçõesCriminais) da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, mais de 127 pessoas foramassassinadas em apenas 11 dias e as vítimas, em sua maioria, são jovens negros quemorreram em situações com sinais claros de extermínio. Alguns podem achar que estou exagerando, mas basta observar as estatísticasque fica claro a política higienista que ocorre aqui na capital de São Paulo. Veja o caso dacracolândia, a violenta expulsão das famílias de Pinheirinho e os incêndios criminosos dasfavelas da capital. É claro que tudo por causa da especulação imobiliária. Junte isso aoseventos como COPA e Olimpíadas que vão intensificar as remoções de famílias por todo oBrasil e não apenas aqui em São Paulo. Basta observar os fatos. A matemática não mente e não é ideológica. Se nosatentarmos um pouco que seja, perceberemos que tem morrido (estatisticamente) maisjovens aqui que na maioria dos países em conflitos e guerra civil. Para ser mais claro, vejaos dados que mostram os índices de violência e observe o perfil racial dos assassinadosno país. A morte de negros entre 15 e 24 anos é 139% maior que de brancos!!! De acordocom o mapa da violência feito por especialistas (em 2012), entre 2001 e 2010 o número devítimas brancas, nessas condições de extermínio, de 15 e 24 anos, caiu 27,5% (de 18.852para 13668), ao contrário do que ocorre com vítimas negras, que aumentou 23,4% (de26.952 para 33.264). Mortes essas ocorridas com a força opressora do Estado, a polícia.Grupos de extermínios chefiados por policiais militares. E olha a contradição (ouconfirmação??): O número de brancos presos , procurados , no tráfico , ou seja , brancosem delitos contra a lei, aumentaram no mesmo período. Os capitães do mato aumentaram por aqui na selva de pedra.
  12. 12. O Sentido Perdido de Ivan SilvaA capa é forte, o formato lembra o estilofanzine e o conteúdo é denso.Essa frase pode resumir o trabalho de IvanSilva. A edição, no entanto, não é apenasum palco para a seriedade filosófica. De-monstrações bem humoradas (construídaspoéticamente) são encontradas como napágina 19, onde o poema FLATULÊNCIAcomeça da seguinte maneira: "Prenderpeido é falta de sinceridade." Quem querfazer um pedido ou simplesmente entrarem contato com o autor (que reside emGoanira), pode escrever para:isrbaixo@hotmail.comTexto retirado do blog Cafofo da Katita(www.cafofodacatita.blogspot.com) Material para ser copiado e divulgado a vontade. Contribuições espontâneas são importantes para a continuidade do trampo.

×