O Berro número 0

682 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
682
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
51
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Berro número 0

  1. 1. OBERRO ANO 1 - N° 0 - MENSAL - R$ 1,00 - OUTUBRO/2008 Pedidos: Caixa Postal: 50083 Na eleição, polititica no ventilador. - Rio de Janeiro - RJ - CEP. 20050-970 Tel/fax: Incrível! Malatesta ressuscita! (21) 2208-2979 E ainda: Sérgio Macaco e outros bichos. www.achiame.com
  2. 2. Pag.1 OUTUBRO/2008 O BERRO O BERRO OUTUBRO/2008 Pag.10 EDITORIAL DIREITOS REPRODUTIVOS, DIREITOS DE VIVER Por: Winter Bastos 1: berro sm (de berrar) 1 Voz de boi, cabrito, ovelha e outros animais. “– Não sei como, em semelhante sequidão, ainda Mundial de Saúde (OMS), no Brasil ocorre um 2 Voz humana emitida em tom elevado e áspero. 3 Bramido, rugido. há quem se lembre de ter filhos... – Você terço das mortes maternas da América Latina. não vê como estão cheios de crianças os 11/11/2002, Alyne da Silva Pimentel, grávida 4 V berne. 5 gír Revólver. No berro: a gritos, a valentona. abarracamentos de retirantes?!... Até parece de seis meses, deu entrada na casa de saúde ber.ro2: sm Bot Planta escrofulariácea (Mimulus luteus). imundície, tanto menino.. Nossa Senhora da Glória, em Belford Roxo (RJ). A gestante recebeu alta no mesmo dia, não Retirado do Moderno Dicionário da Língua Portuguesa Michaelis - É só o que Deus dá aos pobres... obstante se queixasse de dores abdominais, náuseas e vômitos. Como os sintomas http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/ – É um morrer de crianças que até parece persistiram, a paciente voltou à clínica dois dias index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=BERRO praga... depois. Aí médicos constataram que o bebê estava morto. O quadro médico de Alyne – Se não morressem, mulher, o mundo já não continuou piorando até ela sofrer hemorragia CONTATOS INFORMAÇÕES cabia mais a gente. Depois, anjinhos, não faz mal morrerem... Vão para o céu rezar pelos no dia 15 e ser transferida para o Hospital Geral de Nova Iguaçu. A ambulância demorou oito ADICIONAIS pais... horas. Quando chegou, Alyne estava em coma. Morreu no dia seguinte. Hemorragia interna. Capa: Caro leitor: Frente: Retirado do projeto – Assim mesmo – retorquiu uma grande matrona Processos contra o município de Belford Roxo que tinha junto quatro crianças – eu não quero e contra o estado do Rio de Janeiro ainda se Este espaço é seu. Comunidade Editoria. Foto de Fabio da Silva que os meus morram... Já que nasceram é melhor arrastam na Justiça neste 2008. O caso é Barbosa e Luiz Henrique Peixoto Cal- que se criem... analisado também pelo Comitê das Nações das. “A Grande Montanha de Lixo Des- Unidas pela Eliminação da Discriminação contra Participe através de nosso pejado no Morro do Céu 24 Horas por – Pois eu tive cinco – atalhou outra – que Deus a Mulher (Cedaw). O drama de Alyne Dia”. chamou à sua santa glória. Foram para o céu e-mail. Verso: Foto de divulgação do livro de direitinho, só passaram pelo purgatório para chamou a atenção de militantes e ONGs, como vomitar o leite pecador...” . o Centro pelos Direitos Reprodutivos, que Winter Bastos: “Malandragem, Revol- participaram de um protesto na terça-feira 27 (Domingos Olímpio – “Luzia Homem”, ta e Anarquia”, batida por Fabio da Sil- de maio na Cinelândia (Rio de Janeiro). Numa Faça contato com a gente. va Barbosa. O livro foi lançado pela capítulo 10) faixa estendida pelas manifestantes, podia ser editora Achiamé e reflete sobre três gran- No Brasil de hoje, temos impressão de estarmos lido: “Não deixe uma vida se apagar! des autores da literatura brasileira: João no século 19, quando a mulher era considerada Aproximadamente 4100 mulheres brasileiras Você é fundamental para Antônio, Antônio Fraga e Lima Barreto. mero objeto para satisfação do homem. morrem todos os anos devido às complicações na gravidez, no parto e no pós-parto. Deste nossa existência. Assalariadas, estudantes, donas-de-casa são tolhidas em seus direitos reprodutivos quando, número, 98% dos casos poderiam ser evitados. Endereços afins: Não deixe que mais 4100 mulheres morram. *Biblioteca Social Fábio Luz (situada muitas vezes, lhes é negado acesso a métodos no Centro de Cultura Social RJ - R. Tor- contraceptivos. Quem depende exclusivamente Manifeste-se!” No estado do Rio de Janeiro, o.berro@hotmail.com de hospitais públicos sabe a dificuldade em se faltam médicos, enfermeiros e técnicos em res Homem, 790, Vila Isabel, Rio, RJ. Aber- obter preservativos, anticoncepcionais, pílulas hospitais públicos; os políticos dizem que não ta aos sábados das 9h às 17h) - do dia seguinte etc. É, inclusive, quase há verba. Entretanto no Palácio Tiradentes não Esperamos por vocês. fabioluz@riseup.net. impossível fazer laqueadura ou ligação de falta dinheiro: cada deputado estadual pode ter *Centro de Cultura Antônio Martinez - trompas pelo sistema público de saúde. Porém, 60 assessores nomeados sem concurso Cx. Postal 525522, S. Paulo, SP ainda piores são os perigos a que são (reunidos nem cabem nos gabinetes, que têm Os Editores. CEP08010-971. submetidas aquelas que optam por ser mães. no máximo 80 metros quadrados). Com efeito, segundo dados da Organização
  3. 3. Pag.9 OUTUBRO/2008 O BERRO O BERRO OUTUBRO/2008 Pag.2 O homem e a máquina POLITITICA Por: Winter Bastos Por: Alexandre Mendes Nesta quinta feira, 18 de setembro, foi Lugares, como a comunidade do Bela Vista, O avanço científico e tecnológico parece ter pessoal em outras companhias que, preferindo inaugurada a plataforma P-53, no Rio Grande em Rio do Ouro (São Gonçalo), que não afastado de nós todo obscurantismo. máquinas a humanos, promovem o desconforto do Sul. O presidente Lula fez mais um possui saneamento, nem água encanada, Estaríamos, agora, vivendo sob o império da do usuário e o aumento do desemprego. daqueles discursos onde diz que tudo vai bem A tecnologia é tida como neutra, isenta, não sofrem com as promessas dos políticos. razão e não mais submissos a dogmas. O que com o Brasil. No entanto, para nós fica a pouca gente pensa é que pode estar surgindo, ideológica. Com tal pensamento, George W. Moradores do local disseram que havia curiosidade de entender por qual motivo a na sociedade, um novo tirano: a máquina. Hoje Bush, ao disputar a presidência com Al Gore, Quarta Frota da Marinha dos Estados Unidos apenas um plítico que asfaltava pequenos há transações bancárias feitas através do caixa defendeu a votação eletrônica nos EUA, está tão próxima dali. trechos de ruas, semanas antes das eleições. eletrônico, apesar de clientes preferirem ser argumentando que as máquinas não são Mas ele nunca mais deu notícias. atendidos por funcionários. Da mesma forma, democratas nem republicanas (ele só falou isso Lula reconheceu que comprar equipamentos proliferam máquinas para venda de refrigerantes, porque um defeito mecânico o favoreceu na navais no exterior sai mais barato do que Engraçada a maneira dos cartões telefônicos, doces, isso sem falar nos contagem de votos). produzi-los aqui. brasileiros escolherem seus jogos de azar eletrônicos, das catracas que ameaçam substituir os trocadores nos sistemas Ocorre que o mundo não é governado por Paralelo a isto, o governo também decidiu candidatos para votar. É um de transporte coletivo etc. A quem toda essa máquinas. Ele é dominado por seres aumentar o valor da multa por embriaguez. churrasco aqui, um exame tecnologia está servindo? Quem está por trás humanos que covardemente se escondem Tudo isso nos leva a crer em uma certa dela? . atrás das maquinarias. estabilidade na política brasileira, sempre médico de graça alí... A partir do primeiro semestre de 2001, quando difundida pelo presidente em todas as ocasiões se ligava para o antigo número da ouvidoria da Quando alguém destrói um telefone público, que pode. Outro dia, encontrei um velho amigo no Telemar no Rio de Janeiro, uma gravação chuta uma máquina de refrigerantes, soca um ônibus, completamente bêbado, pois vinha informava que, em virtude da reestruturação da caixa eletrônico, geralmente quer atingir os Porém, não conseguimos ver a justa de um churrasco de rua, de um político empresa, o serviço fora desativado. E então? A proprietários de tais tecnologias, subservientes distribuição desses bens, fruto de nossos qualquer. Ele batia no peito e dizia: Esse é o quem reclamar? Depois de muitas tentativas de ao grande capital. . impostos, e de todos os bens que o Brasil meu candidato! se falar com um ser humano através dos No Brasil, um dos mais claros usos da possui (matéria prima em primeiro lugar). telefones da companhia, o usuário acabava tecnologia para favorecer o poder constituído Então, chegamos a conclusão de que o sendo esclarecido, por um empregado, de que é o da adoção das urnas eletrônicas, cujo O presidente disse também, em outa oportunidade, que o Brasil tem reservas problema, a escassez de benefícios só poderia se queixar via internet. Parecem sistema é controlado pela suspeitíssima Abin suficientes para suportar a crise dos Estados passados à nação provém da ignorância de esquecer que a esmagadora maioria dos (Agência Brasileira de Inteligência, herdeira do brasileiros não tem acesso a tal tecnologia. Unidos. E a nossa crise interna? Por quê nosso povo. Estamos condicionados a um SNI – Serviço Nacional de Inteligência da Então, que progresso é esse? . ditadura militar), uma entidade secreta e, por há alto percentual de desempregados no modo de enxergar a política, assim como Em 2008, a situação na citada empresa (que isso mesmo, antidemocrática. Aliás, as eleições país, vistos atualmente comprometidos era nos tempos do coronelismo, e voto de mudou de nome para Oi) tornou-se ainda pior: brasileiras, com a informatização, passaram a com campanhas políticas, balançando cabresto. (vê aí, o que está ocorrendo em para pedir um serviço, ou esclarecimento – por ter maior ar de legitimidade, apesar de o voto algumas favelas?). bandeirinhas pela cidade? mais simples que fosse – passou a ser preciso se manter obrigatório e a população continuar falar por telefone com uma máquina que nunca com poder de decisão limitado à escolha de detecta qual a solicitação feita. O cliente foi seus exploradores. . “Existem pessoas tão sumamente pobres, condenado a ficar repetindo, de modo ridículo, os pedidos enquanto uma gravação informa: Dizem que o atual uso das máquinas é inevitável, trata-se de um resultado necessário que só têm dinheiro.” “Não entendi...”. Onde foram parar os ouvidores, atendentes etc.? Quase todos no olho da marcha inexorável da ciência. Ora, a mulher e o homem são os sujeitos da História. Só eles (Autor desconhecido) da rua! Da mesma forma, vem diminuindo podem traçar o caminho da humanidade.
  4. 4. O BERRO OUTUBRO/2008 Pag.3 O BERRO OUTUBRO/2008 Pag.8 Os Heróis da Chibata e os Heróis da Sobrevivência Entrevista com Malatesta Por: Alexandre Mendes A história está cheia de pessoas que são No entanto, podemos afirmar que o problema do blog Retomada lembradas sem ter porquê ou merecer. Eis que temos contada, de forma indigna, a Revolta da Chibata, em 1910. Liderada pelo marujo João nãoacabou... Outras profissões são perseguidas e . (retomadaeminente.blogspot.com) Cândido Felisberto, mais conhecido como discriminadas, como podemos ver no cotidiano das grandes cidades. Um exemplo disso são Mais um guerreiro na luta contra o mal. “Almirante Negro”, e seus companheiros, os milhares de vendedores ambulantes, pessoas POR: Fabio da Silva Barbosa marujos Francisco Dias Martins e os cabos desempregadas, que passam o dia gritando o Gregório e Avelino a marinha rasa se sublevou, FSB: Por que o nome Malatesta? . estão se acentuando cada vez mais pelo mundo nome de suas mercadorias e correndo da contra o castigo do açoite. A “última vítima”, o MALATESTA: O nome é uma homenagem a a fora. Precisamos nos organizar e, em vez de fiscalização. Se forem pegas, sua mercadoria marujo Marcelino Menezes, levou 250 um dos maiores combatentes do tentar as vias eleitorais; devemos tomar (às vezes todo o dinheiro da pessoa é aplicado) chibatadas no convés, e apanhou até depois de anarcossindicalismo, na virada do século XIX/ influência nas assembléias dos sindicatos do é confiscada sem um termo de apreensão. Se a desmaiado. . XX, Errico Malatesta. Ele acreditava que, com país; fortalecer a classe trabalhadora; reivindicar pessoa tentar retirar a mercadoria do depósito, Esse fato marca o início da revolta em 22 de os trabalhadores no comando dos sindicatos, o nivelamento dos salários, a princípio. As ela se dirige até lá e, se ainda tiver algo dela novembro de 1910. Com os navios Minas seria possível a propagação do ideal anarquista, decisões de leis ficarão nas mãos do povo, (porque, na calada da noite, as coisas somem Gerais, São Paulo e Deodoro, João Cândido e alcançando a classe proletária. Foi exilado em através do voto, em cabines nas ruas, todos os misteriosamente no depósito), ela pega o termo os marujos apontaram os canhões para a capital, 1926 e faleceu em 1932. Malatesta é a inspiração dias. O povo se conscientizará, e, com a decisão de apreensão do que restou, e espera uma reivindincando melhores salários, alimentação de que eu precisava. . da maioria, o Brasil tomará novos rumos. . audiência para avaliar o valor da multa (que é e a extinção da chibata. Com astúcia, o governo FSB:O que pretende o Retomada? Qual seu FSB: Em que momento você resolveu que igual, ou maior do que o da mercadoria). aceita as reivindicações, mas em seguida objetivo? . deveria agir e por quê? Como foi esse momento NÃO EXISTE VOZ NA IMPRENSA QUE (menos de um mês depois), persegue-os, MALATESTA: Conscientizar a classe de transformação? . FALE A FAVOR DOS AMBULANTES. Eles simulando uma rebelião na Ilha das Cobras, onde rodoviária, de Niterói a Arraial do Cabo, que MALATESTA: No momento que conheci a são marginalizados. Se buscarmos as origens estava a maioria dos sublevados. . devemos participar das assembléias no sindicato Sociologia e a Antropologia, vi que havia do comércio ambulante, chegaremos aos negros João Cândido não estava na Ilha das Cobras, (SINTRONAC), reivindicar pelo que acharmos chegado a hora de criarmos velhas expectativas recém-libertos e os ainda escravos, vendedores mas foi mandado para lá. Outros marinheiros necessário. . nos trabalhadores comuns, como era em dias de de fumo e especiarias, retratados nas pinturas não tiveram tanta sorte e foram transladados FSB: Os rodoviários estão dando retorno? convenção nas Internacionais européias. Todos de Debret e Rugendas. Então, reconhece-se a para o interior da Amazônia, ou fuzilados e MALATESTA: O retorno tem sido mais nas os teóricos e ativistas, marxistas e anarquistas, perseguição ao vendedor ambulante, como um jogados ao mar durante o percurso. João Cândido ruas, do que na Internet. Quando eu prego o reuniam-se para discutir os caminhos de uma marginal: um homem que vende mercadorias sobrevive e fica louco. É internado em um assunto, os colegas se mostram interessados. nova ordem econômica, à qual deveria ser falsificadas, sem notas fiscais, que fere os cofres hospital psiquiátrico e, quando lhe dão alta, FSB: Em que situação se encontram os revolucionada pelo povo comum, através dos públicos e privados (os empresários, que são sua patente é caçada, e todas as portas fecham sindicatos atualmente? . votos públicos ( o povo).A Antropologia me vistos como vítimas). Se o ambulante tem sua na sua cara. João Cândido termina sua injusta fez pensar nos povos pré-cabralinos, no alto origem no escravo, a perseguição ao ambulante, MALATESTA: Os sindicatos, em sua maioria, vida como empregado no comércio pesqueiro, nível de evolução econômica em que se como a dos marinheiros da chibata, não pode estão entregues nas mãos da classe empresarial, aos 89 anos. Ele nunca abandonou o mar. O encontravam se comparados com os europeus. ser vista como uma simples contenção de e políticos corruptos. Para o trabalhador, os Almirante Negro foi, como Zumbi, um dos Enquanto os primeiros tinham uma filosofia de prejuízos. O AMBULANTE SEMPRE sindicatos são meros planos de saúde (igual ao nossos verdadeiros heróis. Devemos nos vida, que consistia em arranjar comida todo dia EXISTIU EM NOSSA SOCIEDADE. Não SUS), e assistência jurídica (advogado). O espelhar neste exemplo de cidadão brasileiro e, ao término, viviam felizes à descansar.O deveria ser tratado como um bandido. aumento salarial dos trabalhadores é calculado que luta pelos seus interesses. maldito português, com sua filosofia de acúmulo Reivindico nesta matéria para nossa cultura, o em um percentual irrisório, comparado aos Os marinheiros eram perseguidos, e a Marinha de riquezas, juntamente com os espanhóis e, título de herói a JoãoCândido e seus lucros da megaburguesia brasileira. O sistema do Brasil monstrava-se posturalmente mais tarde, com ingleses, franceses e holandeses, companheiros, e a valorização dos ambulantes, capitalista não está enfraquecendo, mas está escravocrata. Hoje em dia, os marinheiros tem dizimaram um sistema econômico de vida , com a concessão de alvarás, e a admissão de sempre renovando suas forças e seguindo em o seu prestígio e, em 2003, todas as honras, muito mais evoluído do que o deles. que os tais façam parte do cotidiano histórico, frente. As disparidades sociais e econômicas salários e gratificações dos marujos da revolta do panorama visual, e econômico das grandes foram calculados e repassados às suas famílias. cidades brasileiras.
  5. 5. Pag.5 OUTUBRO/2008 O BERRO O BERRO OUTUBRO/2008 Pag.6 No meu sonho, nunca é ontem! Sérgio Macaco: o Rotina da O dia começa e acaba O relógio gira sem parar No meu sonho, nunca é amanhã! Meus sonhos homem que fez a O dia procede a noite retina Que procede o dia Que procede a noite novamente Singelo presente de Marx No último estágio de sua obra diferença. Por Winter Bastos Tomo meu café, como meu biscoito Meus sonhos Por: Alexandre Visto minha roupa Singelo tempo da igualdade Dia 12 de junho de 1968, o capitão para- quedista Sérgio Ribeiro Miranda de Carvalho, Mendes Vou para meu trabalho Suave dom da felicidade convocado a uma reunião, foi recebido no gabinete do ministro da Aeronáutica pelos Será que hoje ainda é ontem, De repente toca o trim tão indesejado brigadeiros Hipólito da Costa e João Paulo Ou hoje já é amanhã? E pela realidade sou capturado Burnier, que viria a se tornar conhecido como Me ponho de pé, e inicio torturador e assassino. . Olho para o sol: parece estar no mesmo local de ontem O meu dia tão antigo Sérgio era admirado por indianistas como os Ao chegar no meu trabalho, bato o meu velho cartão Dia novo, dia velho... irmãos Vilas-Boas e o médico Noel Nutels. Foi Aquele velho cartão amassado, que era novo no início de agosto Não me rendo a hipocrisia amigo de caciques como Raoni, Kremure, Aquele velho cartão amassado, que será substituido por outro novo no início de setembro Por: Fabio da Silava Barbosa Megaron, Krumari e Kretire. Os índios o Começo minha labuta estou cansado de pessoas que sabem tudo chamavam “Nambiguá caraíba” (homem branco dizendo o quanto a hipocrisia é bela amigo). Aos 37 anos, Sérgio Macaco (como era Será que hoje ainda é ontem, o quanto a verdade é rude conhecido na Aeronáutica) já tinha seis mil ou hoje já é amanhã? o quanto devemos ter cuidado horas de vôo e 900 saltos em missões com o que dizemos humanitárias, de resgate e socorro em geral. Começo minha labuta estou cansado dos senhores do saber Todavia o tipo de tarefa que lhe seria proposta O suor a escorrer com suas regras impostas ali pelos oficiais não era nem um pouco digna A mesma angústia nos impondo seu certo ou solidária. . O mesmo tédio que aceitaram tão passivamente – O senhor tem quatro medalhas por bravura, Velha vontade de perecer quanto o gado aceita a morte não tem? – indagou Burnier. quando vai ao abatedouro Sérgio respondeu afirmativamente. Então o Chega a hora; bate o sino; dá o sinal e olha que ele não a aceita brigadeiro continuou: . E na volta pra casa isso não tem nada a ver com aceitação – Pois a quinta, quem vai colocar no seu peito O ônibus cheio isso é só força de expressão sou eu – fez uma pausa. – Capitão, se o Como uma jaula estou cansado da mentira peçonhenta gasômetro da avenida Brasil explodir às seis Vida animal que nos enfraquece enquanto os alimenta horas da tarde, quantas pessoas morrem? que nos mutila em forma de graduação Achando que a pergunta se referia apenas à Será que hoje ainda é ontem que nos castra enquanto cidadão remota hipótese de um acidente na cidade do Ou hoje já é amanhã? da lavagem cerebral Rio de Janeiro, Sergio respondeu: que somos obrigados a aceitar – Nessa hora de movimento, umas 100 mil Chego em casa dessa forja que nos forma pessoas. Foi nesse momento que os dois Minha casa da sutileza azeda brigadeiros começaram a explicar um terrível A mesma casa: vou descansar das amargas boas maneiras plano terrorista das Forças Armadas e qual Entro em coma e de versos métricos que me enfadam deveria ser a participação de Sérgio. Os dois e nos meus sonhos mas não como as fadas me enfadam propuseram que ele, acompanhado por outros Parece que tudo está a mudar fadas da vida para-quedistas, colocasse bombas na porta da fadas feridas Sears, do Citibank, da embaixada americana,
  6. 6. Pag.7 OUTUBRO/2008 O BERRO O BERRO OUTUBRO/2008 Pag.4 militar, pois certamente seria assassinado lá causando algumas mortes. Em seguida viria a grande carnificina: queriam que dentro. Graças ao jornalista Darwin Brandão, Fórmulas previamente estabelecidas dinamitasse a Represa de Ribeirão das Lajes e, com auxílio do médico Sérgio Carneiro, o simultaneamente, explodisse o gasômetro. As capitão acabou sendo tratado clandestinamente destroem a verdade cargas, de efeito retardado, seriam colocadas no Hospital Miguel Couto. Por : Fabio da Silva Barbosa pelo capitão Sérgio, que depois ficaria Nos anos 90, o Supremo Tribunal Federal determinou indenização e promoção de Sérgio Você acha que o jornalismo está realmente menos com um recorte da realidade. Isso aguardando, no Campo dos Afonsos, o ligado à verdade? Você acredita na a brigadeiro. Tal sentença dependia, porém, da tem a ver com pessoas cegas e sem atitude surgimento duma grande claridade. Aí ele assinatura de Itamar Franco. Itamar, como se imparcialidade e na ética jornalística? Então seguindo uma doutrina que já está podre e decolaria de helicóptero e aportaria no local da tragédia posando de bonzinho, prestando sabe, não é nenhum modelo de virtude e, não vou te contar um segredinho: O jornalismo mofada, que pede para ressuscitar, para socorro a milhares de feridos e recolhendo por acaso, foi vice do corrupto Fernando Collor tem um só compromisso. Com um sistema respirar... para se banhar na fonte da mortos vitimados pela ação da própria de Mello, que foi prefeito biônico de Maceió medíocre e pré-estabelecido que juventude e automaticamente se renovar. . Aeronáutica. durante a ditadura e se criou politicamente teoricamente purifica a verdade, mas que Por isso prefiro a contramão. Pode ser o Colocariam a culpa nos grupos esquerdistas que graças ao regime militar... Por seis meses, na prática, impõe tanto ruído a essa caminho mais difícil, mas é o caminho em lutavam contra a ditadura. Sérgio seria tido como o presidente Itamar Franco – mesmo sabendo verdade, que a transforma em um espectro que acredito. É o certo. É a verdade. É o herói por salvar as supostas vítimas dos que Sérgio estava acometido de um câncer terminal no estômago – guardou, na gaveta, a frágil do que realmente é. . mais próximo da imparcialidade que se pode “comunistas” e receberia sua quinta medalha, enquanto a ditadura teria um pretexto para sentença do STF favorável ao capitão. Só a O sujeito já começa tendo que se submeter chegar. É a reposta que afronta a todo esse aumentar a repressão a socialistas e democratas. assinou três dias depois da morte do herói a uma linha editorial. Ou seja: nossa visão padrão Globo que estupra a verdadeira ética O capitão se negou a participar de uma ação tão ocorrida em 4 de fevereiro de 1994. é essa. Você nunca pode olhar para outro do profissional. A contramão é a verdadeira vil. Declarou corajosamente aos bandidos Sérgio Ribeiro Miranda de Carvalho (cuja lado, porque só olhamos para aqui. Dando ética. . fardados: . história é narrada no documentário “O Homem continuidade a isso, vem uma doutrina Por isso saúdo aos que fizeram a diferença - O que torna uma missão legal e moral não é a que disse Não” do diretor francês Olivier Horn) onde o repórter deve se comportar de um e ficaram imortalizados por sua visão única presença de dois oficiais-generais à frente dela, foi enterrado no cemitério São Francisco Xavier jeito x. Seus movimentos, gestos e falas do jornalismo. Saúdo também aos que o que a torna legal é a natureza da missão. no Caju sem honras militares. É lembrado, são minuciosamente regulados. O morreram na sarjeta, por não serem Outros em seu lugar simplesmente encolheriam entretanto, por todos aqueles que valorizam vida, ética, honestidade, coragem. Sérgio provou indivíduo se torna um boneco, abrindo mão admitidos nesse clubinho alienante, os ombros e obedeceriam aos superiores, iriam se desculpar dizendo que estavam apenas que, ao contrário do que muitos dizem, uma de toda a humanidade que possui. Ele não formado por eruditos e pessoas “cumprindo ordens”. Mas Sérgio era ético, pessoa pode mudar a História: cada um de nós pode ser humano e nem pode humanizar o manipuláveis e manipuladoras. . íntegro, não tinha obediência cega a ninguém, faz diferença no mundo. alvo de sua reportagem. . seguia acima de tudo sua consciência e valores. Parece ridículo, mas muitas vezes o repórter BLOGS E SITES: Era um homem de verdade: denunciou o plano conversa com o entrevistado sobre a www.nofashionhc diabólico e evitou aquela que seria a maior matéria antes da entrevista. Explica o que inversoeaocontrario.blogspot.com tragédia da nossa história. . ele pretende, como serão as perguntas e Foi perseguido pela ditadura, discriminado, alguns chegam ao clímax da hipocrisia de comunidadeeditoria.blogspot.com removido para o Recife, reformado na marra orientar a resposta. “Não dizemos o que aos 37 anos, cassado pelo AI-5 e pelo Ato suamajestadeobaiao2.blogspot.com Complementar 19, curtiu prisão... só não ele deve responder, mas não tem nada de puderam quebrar-lhe integridade e honra, sua mais mostrar a melhor forma das coisas www.fazendomedia.com serem ditas. Isso é normal.” Isso eu ouvi .com/ firmeza de ser humano. Sérgio se recusou a ser anistiado. “Anistia-se a quem cometeu alguma da boca de um colega jornalista. Um sujeito www.midiaindependente.org falta”, costumava dizer. “Não posso ser que vive vomitando a ética do jornalismo. anistiado pelo crime que evitei”. Em 1970, Como podemos facilmente observar, nada midia-rebelde.blogspot.com necessitando de um tratamento de coluna, disso tem haver com verdade. Nem ao aconselharam-no a não se internar em unidade

×