JORNAL APRAESPI NOTÍCIAS - DEZEMBRO 2011

831 visualizações

Publicada em

Boletim informativo bimestral da APRAESPI de Ribeirão Pires.

Ano: 004
Número: 13
Dezembro de 2011
Tiragem: 10 exemplares

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
831
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
302
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JORNAL APRAESPI NOTÍCIAS - DEZEMBRO 2011

  1. 1. 1 APRAESPI NOTÍCIAS Boletim Informativo da Associação de Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão de Pessoas com Deficiência - Ano 4 - nº. 13 - DEZEMBRO de 2011 Prefeito Volpi gasta dinheiro do SUSque deveria ser repassado à APRAESPIA Instituição foi obrigada a contrair empréstimo junto a Caixa Econômica Federal para honrar seuscompromissos com funcionários e fornecedoresOs recursos do SUS destinados pelo Ministério o que prejudica todas as atividades desenvolvidas assim pagar os 326 funcionários e fornecedores.da Saúde para a APRAESPI – Associação de pela APRAESPI. Dra. Lair Moura, Superintendente da APRAESPI,Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão O recurso referente ao mês de outubro encontra-se avalia os fatos: “A APRAESPI entende que háda Pessoa com deficiência -, foram gastos pela depositado na Diretoria de Finanças da Prefeitura um descompromisso do Poder Público e agoraPrefeitura de Ribeirão Pires. A parcela equivalente desde 03 de novembro. Ao entrar em contato com depende dos Vereadores que já estão em recessoa outubro não foi repassada para a Instituição pela a Secretaria de Finanças para cobrar o envio dessa para resolver a questão. É um gasto que poderiaAdministração Municipal. verba, a resposta que a APRAESPI recebeu é que ter sido evitado, já que deveria ter havido provisãoA APRAESPI mantém um convênio com o a Prefeitura não tem dinheiro para pagar o que a para o pagamento à APRAESPI. Na verdade, todasMinistério da Saúde para oferecer atendimento Instituição tem por direito. as Secretarias da Prefeitura estão precisando de umespecializado às Pessoas com deficiência, além A prefeitura ainda respondeu que para o recurso ‘choque de gestão’ para maximizar os recursos emde fornecer aparelhos auditivos e ortopédicos, ser repassado para a Entidade, será necessário políticas públicas de qualidade”, completou.cadeiras de roda e outras próteses e órteses, pelo a aprovação dos vereadores em uma sessão A APRAESPI espera que o Ministério Público seSUS. extraordinária, já que se encontram em recesso. sensibilize e interceda.O Ministério paga através de procedimentos para Sem contar com a agilidade e vontade política William Simi, advogado da APRAESPI, afirmaa prefeitura de Ribeirão Pires, que por lei deve por parte da Prefeitura para resolver a questão, que entrará com representação junto ao Ministériorepassar o dinheiro para a Entidade conveniada em a APRAESPI paliativamente recorreu à Caixa Público para tomar as providências necessárias emcinco dias. No entanto, esse repasse não se efetivou, Econômica Federal, contraiu um empréstimo para relação aos desmandos do Prefeito Clóvis Volpi.Dra. Lair Moura vai a Brasília e solicita aoMinistro Padilha aumento no teto SUSCom o aumento, será possível para a APRAESPI prestar um atendimento adequado aos seus usuáriosem órteses, próteses e cadeiras de rodas em toda a Região do Grande ABC. D ra. Lair, Superintendente da O valor inicial dos investimentos do APRAESPI, esteve em Brasília, SUS na Região era de mais de R$ 7 em reunião com o Ministro milhões em 2008. da Saúde Dr. Alexandre Padilha para A previsão é que com a referida noticiar os problemas na área da saúde redução nas verbas do SUS, o já elevado em Ribeirão Pires e toda a região do número de pessoas que aguardavam Grande ABC. por atendimentos em órteses, próteses Na oportunidade, Dra. Lair fez um e cadeiras de roda só irá aumentar. pedido de aumento nas verbas do Enquanto hoje, a verba aplicada na teto regional SUS, que vem sendo área é de R$ 5 milhões, um relatório da reduzido progressivamente e até junho Entidade mostra que seriam necessários de 2012 estará quase 40% mais baixo. quase R$ 12 milhões por ano para O Ministro também foi informado do atender a demanda. O Conselho de elevado número de pacientes que estão Saúde de Ribeirão Pires aprovou em 07 na fila de espera por aparelhos auditivos, de dezembro esse total. Resta agora ser órteses, próteses e cadeiras de roda. inserido no Orçamento do Município As verbas do teto SUS destinadas à para 2012, a ser aprovado pelos saúde foram reduzidas sob o argumento Vereadores em sessão extraordinária. de que o Gestor Municipal de Ribeirão Dra. Lair se mostra otimista e acredita Pires não estava utilizando em sua que esses problemas serão solucionados: totalidade, mesmo sabendo que “Tenho ótimas expectativas de que somente na APRAESPI, o número de o Ministro Padilha poderá ajudar a pessoas que aguardam por atendimento Região do ABC e diminuir esse quadroDra. Lair e o Ministro da Saúde Alexandre Padilha no Congresso é maior que o número de usuários já de pessoas na fila aguardando por atendidos. atendimento”, concluiu.
  2. 2. 2 3 Meu filho tem dificuldade de aprendizagem, e agora? A A Diretoria da APRAESPI agradece a Deus, a existência importância da aprendizagem para um No ambiente escolar, muitas crianças apresentam dos cinco anos de idade, com o objetivo de verificar das pessoas do bem que colobaram para que a APRAESPI desenvolvimento positivo e completo sintomas como: dificuldade de se concentrar, o risco de comprometimento das habilidades. possa dar atendimento especializado de qualidade à 2 da criança tem influenciado inúmeras desorganização, esquecimento, mau desempenho e No entanto, é a partir dos sete anos de idade que MIL Pessoas por dia em suas seis unidades pesquisas, focando as dificuldades e transtornos problemas de socialização. Por isso, o diagnóstico as avaliações trazem mais informações e seus deste processo. varia desde transtorno de déficit de atenção e dados são mais seguros, pois há grande variação A fonoaudiologia é a ciência que estuda a hiperatividade à desordem do processamento de desempenho constatada até essa faixa-etária. comunicação humana e seus distúrbios, incluindo auditivo central. Nos exames, incluímos a audiometria completa, as áreas de audição, linguagem, voz e motricidade A desordem do processamento auditivo central imitanciometria com pesquisa de reflexos contra e oral, sendo extremamente importante na avaliação é uma inabilidade do indivíduo em atender, ipsilateral, e de uma bateria de testes específicos, e tratamento desses transtornos. Através de uma discriminar, reconhecer, recordar ou compreender verbais e não-verbais, propondo uma análise equipe multidisciplinar, a intervenção é estudada informações apresentadas aos canais auditivos, qualitativa de audição. baseada em um extenso quadro tanto de causas mesmo tendo níveis normais de inteligência e As crianças com desordem de processamento como influências nas dificuldades de aprendizagem. audição. A avaliação pode ser realizada a partir de auditivo tem dificuldade em prestar atenção e lembrar de informações apresentadas, lidam melhor com informações visuais, apresentam problemas em seguir instruções e ouvem apenas um comando por vez. Um dos recursos utilizados no tratamento é o treinamento auditivo, que possibilita Que as bençãos do natal permançam em todos os dias de 2012 trazendo felicidade e prosperidade a o desenvolvimento de habilidades todos! auditivas e melhora a percepção da fala e, consequentemente, aumenta sua competência comunicativa. É importante levar em consideração as dificuldades, observar os sintomas e fazer os devidos encaminhamentos. Oferecer DIRETORIA estratégias de ensino, juntamente com os professores, auxiliando as crianças, afim de minimizar os problemas, por meio de umaDiretoria Executiva José Feliciano Conselho de Administração terapêutica mais eficaz, evitando ou mesmo 2º Diretor do Patrimônio diminuindo a evasão escolar.Prof. Hisae Karashima Ideriha Roberto RedivoVice Presidente Jeferson Luiz Pinto Fonseca Dra. Vera Lúcia Roberto Luana Mass 3º Diretor de Patrimônio Cláudio GreccoDr. Ervel Jusevicius Dra. Lenita Assef Fonoaudióloga CRFª 17.3582º Vice Presidente Emília Gilarde Claudina Burbelo 1ª Diretora Social Marlene Zampol GrizanteDr. Dárcio Zampol Idair Ferreira dos Santos (Didi)1º Tesoureiro Iraci Totarelli Borelli Maria Amélia Lameiras 2ª Diretora Social Antônio Carlos Carvalho da Silva (Gazeta) Leonice Moura relata as conquistas de 2011Nice Zampol Francisca Boreli2ª Tesoureira Dr. José Alves de Souza Machado Áurea Meirelles Vilalba Prof. Wilma Amara de Cunha BocellarJuracy Baldi Marchi 3ª Diretora Social Marcelo de Oliveira Vicente3ª Tesoureira Rosilene Mendes Andrade Mais um ano se finda e como Diretora Técnica a educacional de autistas, cujo programa já atende serem atendidos. Diante de muito trabalho ainda a Conselho Fiscal Prof. Luiz Carlos Grecco frente dos programas de atendimento da APRAESPI 102 alunos. Readequação de todos os programas: ser realizado, conto com todos, para que em 2012,Renato Costa Edson Sevietto nas áreas da Saúde, Educação e Assistência Social, do Hospital Dia, dos educacionais principalmente possamos com muito trabalho realizar muito mais.1º Secretário José Magiotto Valéria Marchi nestes 33 anos, tenho muito a agradecer, a Deus, da Educação Profissional do COPAR, que atende Um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de saúde, Prof. Darcio Aristides Cerezolli Guiomar Rohn primeiramente por poder contribuir com meu 246 alunos em período integral, dando educação que Deus abençoe a todos.Gildete Pereira de Oliveira Elzo do Amaral Júlia Grecco trabalho no atendimento a 2000 usuários por dia básica, profissional e encaminhamento ao mercado2ª Secretária José Cardoso Sueli D’Aurea e obter os êxitos conseguidos neste ano. Agradeço de trabalho, pois temos um Projeto de Gestão Déborah Maria Guelfi Perrone Marli Zampol aos Coordenadores e Funcionários altamente Educacional/ Político Pedagógico que atendeProf. Wheleer Sanches Pedro Luiz de Oliveira gabaritados e compromissados com seu trabalho, plenamente as necessidades dos educandos, com3º Secretário Procurador Jurídico a Diretoria que sempre nos apoiou e estiveram resultados e metodologia eficiente e eficaz, na conosco nestas conquistas, a comunidade de busca contínua da qualidade educacional e queBraz dos Santos Dr. Silvio Pinto de Abreu Ribeirão Pires e Região, a Diretoria de Ensino, aos promove realmente a inclusão dos alunos tanto1º Diretor do Patrimônio Dra. Marilene Zampol parceiros, governos e empresários, aos familiares escolar como na sociedade. Mas infelizmente, e principalmente aos usuários que nos tornam ainda temos muitas crianças na fila de espera, 446 mais humanos a cada dia, pelo carinho que nos alunos crianças e adolescentes, 551 deficientes demonstram. Este ano de 2011, foi um ano de auditivos para receber aparelho auditivo e mais conquistas, como a modificação do Programa de 500 em órteses e próteses, além de crianças deDiego Cesar Bortolatto Simi APRAESPI NOTÍCIAS A APRAESPI de Autismo oferecido pela E.E.F.”Valentino educação infantil de 0 a 3 anos de idade que nãoJornalista responsável (11) 2504-9050 Pires agradece a Redivo”, no CATI - Centro de Atendimento aos são mais atendidos pela convênio de educação do Dezembro de 2011 colaboração e a parceria daCristiano Froes Ano 4 - Número 13 Transtornos Invasivos do Desenvolvimento -, Estado, este atendimento passou a ser dever do Caldefiber - Indústria eFotos Informativo Bimestral que passou a ser Centro de Referência Regional município e as crianças pequenas estão esperando Leonice Moura Comércio LTDA - TIRAGEM: 10 mil exemplares da Secretaria de Educação do Estado de São a realização de convênio entre a APRAESPI e Diretora Técnica Paulo com convênio próprio para atendimento Prefeitura (Secretaria de Educação Municipal) para
  3. 3. 4Saiba como determinar se seu filho é umacriança com autismoO autismo é um tipo de transtorno na direção de onde vem uma voz e até sorri. familiar e em alguns casos acompanhamento muito conhecido entre as pessoas, Contudo, outras crianças apresentam desde medico que é realizado na APRAESPI ajudam entretanto, muitas delas não apresentam o início as manifestações do autismo. A mais cada vez mais no aprimoramento da educação deum conhecimento mais aprofundado sobre o simples troca de afeto é muito difícil, como, por crianças autistas.transtorno autista, o que em certos casos pode exemplo, o próprio olhar nos olhos que é uma das A educação especial pode expandir suas capacidadesatrapalhar a família e a criança posteriormente, já primeiras formas de estabelecimento de contato de aprendizado, comunicação e relacionamentoque as crianças com autismo devem ser atendidas afetivo. Toda manifestação de afetos é ignorada, os com os outros enquanto diminui a freqüência deprecocemente. abraços são simplesmente permitidos, mas não são crises de agitação.Beth Fernandes, administradora do CATI - Centro correspondidos.de Atendimento aos Transtornos Invasivos do As crianças com autismo levam mais tempo para DiagnósticoDesenvolvimento -, unidade da APRAESPI que aprenderem o que os outros sentem ou pensamatende pessoas com autismo, explica alguns pontos como, por exemplo, saber que a outra pessoa está Os pais são os primeiros a notarem algo diferente nasimportantes que podem ajudar a descobrir se uma satisfeita através de um sorriso ou de gesticulações. crianças com autismo. O bebê desde o nascimentocriança é ou não autista. Além dessa dificuldade de interação social, pode mostrar-se indiferente a estimulação por comportamentos agressivos são comuns pessoas ou brinquedos, focando sua atenção deO que é autismo? especialmente quando estão em ambientes maneira prolongada por determinados itens. Por estranhos ou se sentem frustradas. outro lado, certas crianças podem começar comÉ uma alteração que afeta a capacidade da pessoa um desenvolvimento normal nos primeiros mesesse comunicar, estabelecer relacionamentos e Razões para esperança para repentinamente se isolarem. Contudo, podemresponder apropriadamente ao ambiente. Algumas se passar anos antes que a família perceba quecrianças apesar de autistas apresentam inteligência há algo de errado. Nessas ocasiões os parentes ee fala intactas, outras apresentam também mutismo, amigos muitas vezes reforçam a idéia de que não háretardo mental e retardo no desenvolvimento da nada de errado, dizendo que cada criança tem seulinguagem. Alguns parecem fechados e distantes, próprio jeito. Infelizmente isso atrasa o início deoutros presos a comportamentos restritos e rígidos uma educação especial, que deve ser feita o quantopadrões de comportamento. antes. Não existem testes laboratoriais que possamCaracterísticas comuns diagnosticar o autismo. Assim o diagnostico deve ficar por conta da entrevista e do históricoNão estabelecem contato visual. Aparentam do paciente, sempre sendo diferenciado deserem surdos, podem começar a desenvolver surdez, problemas neurológicos e retardo mental.sua linguagem e repentinamente esse processo é Uma vez feito o diagnostico a criança deve serinterrompido, sem retorno ao estágio inicial. Centro de Atendimento para Autistas encaminhada para um profissional especializado eAgem de maneira indiferente em relação à outras este se encarregar de confirmar ou negar o referidopessoas, o que pode fazer com que os autistas diagnóstico.ataquem quem está a sua volta sem motivos. São Quando os pais de uma criança descobrem que seu Dentre vários critérios de diagnósticos, três sãoinacessíveis diante das tentativas de comunicação e filho é portador de autismo muitas vezes cultivam importantes serem destacados: apresentaçãointeração por parte de outras pessoas. duramente algum tempo ainda a esperança de poucas ou limitadas manifestações sociais,Ao invés de explorarem o ambiente, restringem-se de que ele iria recuperar-se completamente. habilidades de comunicação não desenvolvidas,a se fixarem em poucas coisas. Colocam objetos na Algumas famílias negam o problema e mudam de comportamentos e atividades repetitivas. Todosboca. São inquietos e apresentam gestos imotivados profissional até encontrar alguém que lhes diga esses sintomas devem aparecer antes dos três anoscomo balançar o corpo, por exemplo. outro diagnóstico. Como seres humanos a dor de idade.São agressivos e mostram-se insensíveis aos sentida pode ser superada, mas nunca apagada,ferimentos, podendo inclusive, ferirem a si próprios porém a vida deve manter seu curso. Hoje mais Elizabete Fernandes Pereiraintencionalmente. do que antigamente há recursos para tornar as Coordenadora do CATIMuitas vezes o início é normal, quando bebê crianças autistas o mais independente possível. Aestabelece contato visual, agarra um dedo, olha intervenção precoce, a educação especial, o suporteDra. Lair traz projeto Educasus para Ribeirão PiresA superintendente da APRAESPI, Dra. Lair orientações de órgãos do governo à distância,Moura Sala Malavila Jusevicius conseguiu trazer palestras, dentre outras modalidades.para Ribeirão Pires o programa Educasus, uma Atualmente o Projeto EDUCASUS possui 28parceria entre a Fehosp e a Secretaria Estadual pontos em todo o país, sendo 27 no Estado dede Saúde do Estado de São Paulo que tem São Paulo e um na sede da CMB em Brasília.como objetivo promover educação e troca de Ribeirão Pires é uma das primeiras cidades daexperiências por meio de videoconferências a fim região a receber a tecnologia.de aumentar a capacitação dos profissionais do O sistema deverá receber nos próximos mesesatendimento médico. sensível incremento tanto no seu formatoAs atividades de videoconferência são divididas programático quanto na ampliação da rede. Osem diferentes formatos: cursos com possibilidade pontos nos hospitais deverão ser ampliados alémde certificação, mobilização de equipes das recepções existentes dentro de São Paulo ehospitalares para campanhas de prevenção, sem implantado o sistema em outros estados.

×