Bullying

6.467 visualizações

Publicada em

Bullying - eb 23 mundao - viseu

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • The key to helping our children avoid bullying is to help our kids develop a strong sense of self. If they have a strong sense of self, they will have the innate ability to stand up for what is right and what is wrong. Others kids will recognize this and respect them for it.It doesn’t mean they will always avoid conflict, but when they do encounter bullies they will be able to stand firm.For parents out there I would like to share this Safety Service for you and for your family.With just a click of a button, you get conferenced with an emergency response agent, a list of people in your so called-safety network, and can even get escalated to the nearest 911. #SafekidZone, Check out here: http://bit.ly/ZjYchC
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.467
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
35
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
135
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bullying

  1. 1. Bullying A lei do mais forte
  2. 2. <ul><li>Nos intervalos, tenho de andar escondida do mundo, se não levo porrada.  </li></ul><ul><li>Chamam-me gorda, caixa-de-óculos e batem-me muitas vezes ao longo do dia.  </li></ul><ul><li>Se eu não lhes pagar qualquer coisa, eles batem-me até à exaustão  </li></ul><ul><li>“ Quando gozava com alguém, sentia-me realizado , porque toda a gente ria.” </li></ul><ul><li>Já tive que mudar muitas vezes de escola, mas esta </li></ul><ul><li>atitude nunca irá mudar.  </li></ul>
  3. 3. Mas o que é afinal o Bullying? Para muitos dos psicólogos, o bullying é a ameaça ou intimidação a seres que não se sabem defender. Acontece em grande número em escolas e é algo que deixa marcas para toda a vida. Gozar, espalhar boatos, agredir, excluir.
  4. 4. O Bullying divide-se em duas categorias, tais como : <ul><li>- O Bullying Directo, que é a forma mais comum entre os agressores ( bullies ) masculinos. </li></ul><ul><li>- A agressão social ou Bullying indirecto é a forma mais comum em bullies do sexo feminino e crianças pequenas, e é caracterizada por forçar a vítima ao isolamento. social </li></ul>
  5. 5. Tipos de Bullying: <ul><li>Físico: Bater, agredir, dar pontapés e encontrões, empurrar e puxar cabelos. </li></ul><ul><li>Verbal: Ameaçar, fazer troça, fazer comentários agressivos, rir nas costas dos outros, chamar nomes aos familiares… </li></ul><ul><li>Psicológico: Quase invisível mas deveras marcante. Ex: Excluir das actividades de grupo, espalhar rumores, colocar alcunhas. </li></ul><ul><li>Sexual: Fazer comentários impróprios e contacto físico indesejado. </li></ul><ul><li>Cyber Bullying: Bullying através de SMS, E-mail ou chat. Intimida-se e insulta-se. </li></ul>
  6. 6. Locais onde ocorre Bullying: <ul><li>Escolas (onde é mais frequente) </li></ul><ul><li>Local de trabalho </li></ul><ul><li>Vizinhança </li></ul><ul><li>Entre países </li></ul>
  7. 7. Áreas de maior risco nas escolas: <ul><li>Cacifos </li></ul><ul><li>Paragem de Autocarro </li></ul><ul><li>Autocarro </li></ul><ul><li>WC </li></ul><ul><li>Corredores </li></ul><ul><li>Recreio </li></ul><ul><li>Áreas Isoladas </li></ul>
  8. 8. Quem será o agressor? <ul><li>Pessoas dos dois sexos; </li></ul><ul><li>Os mais velhos; </li></ul><ul><li>Pessoa violenta, agressiva e autoritária; </li></ul><ul><li>Desafiador das regras sociais; </li></ul><ul><li>Querem controlar e mandar nos outros; </li></ul><ul><li>Estatura forte; </li></ul><ul><li>Dirigem-se a colegas mais fracos e indefesos ; </li></ul><ul><li>Para ele(a) a única forma de ter reconhecimento dos colegas é fazer mal aos mais fracos; </li></ul><ul><li>Normalmente é uma pessoa sofrida e com graves problemas familiares. Quatro em cada dez agressores já foi vítima. </li></ul>
  9. 9. As vítimas… <ul><li>Pessoas dos dois sexos </li></ul><ul><li>Alunos inteligentes e sensíveis </li></ul><ul><li>Famílias não conflituosas e estáveis </li></ul><ul><li>Baixa de auto-estima </li></ul><ul><li>Têm dificuldades em fazer amigos </li></ul><ul><li>Têm alguma diferença como: cor de pele, sotaque, deficiências, forma de vestir diferente. </li></ul><ul><li>Têm facilidade em isolar-se do grupo. </li></ul>
  10. 10. Testemunhas <ul><li>Normalmente as testemunhas têm medo do agressor, e tentam esquecer o assunto, evitando-o. Pensam sempre: “Talvez eu seja o próximo!” </li></ul>
  11. 11. <ul><li>60% das agressões ocorrem </li></ul><ul><li>na sala de aula. </li></ul><ul><li>70% foram cometidas por </li></ul><ul><li>1 a 3 alunos juntos. </li></ul><ul><li>58% das vítimas sofrem </li></ul><ul><li>há pelo menos 1 ano. </li></ul><ul><li>(a maioria dos autores dos </li></ul><ul><li>“ apelidos” são meninos e um terço </li></ul><ul><li>deles nem sequer foi advertido pelo que fez) </li></ul>
  12. 12. Efeitos do Bullying para as vítimas: <ul><ul><li>- Depressão </li></ul></ul><ul><ul><li>Stress; </li></ul></ul><ul><ul><li>Tornar-se também um agressor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ansiedade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Dores não-especificadas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Perda de auto-estima; </li></ul></ul><ul><ul><li>Medo de expressar emoções; </li></ul></ul><ul><ul><li>Problemas de relacionamento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Abuso de drogas e álcool; </li></ul></ul><ul><ul><li>Auto-mutilação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Suicídio (também conhecido como bullycídio ). </li></ul></ul>
  13. 13. <ul><li>Efeitos numa escola incluem: </li></ul><ul><ul><li>Níveis elevados de faltas escolares; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desrespeito aos professores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Porte de arma por parte de crianças visando proteção; </li></ul></ul><ul><ul><li>Insucesso escolar </li></ul></ul>
  14. 14. “ Sou vítima! Que posso fazer?” <ul><li>Evita zonas sem vigilância; </li></ul><ul><li>Esconde objectos que possam ser roubados; </li></ul><ul><li>Faz participação de todas as agressões. </li></ul><ul><li>Procurar aconselhamento de um adulto; </li></ul><ul><li>Não reagir, mas sim ignorar; </li></ul><ul><li>Não demonstrar medo ao agressor. </li></ul><ul><li>Acompanhar o grupo de amigos; </li></ul><ul><li>Acima de tudo, não esconder a situação. </li></ul><ul><li>Sempre que precisares liga: 808968888 – linha de apoio </li></ul><ul><li>às vitimas da Associação Nacional de Professores. </li></ul>
  15. 15. Se os pais se aperceberem que o filho é vítima de Bullying… <ul><li>… o que não devem fazer: </li></ul><ul><li>- Ir ter com os alunos que praticaram Bullying ao filho, que passa a ser mais gozado. </li></ul><ul><li>… devem: </li></ul><ul><li>- Falar com o filho sobre o problema que se está a passar e fazê-lo tomar atitudes conscientes; </li></ul><ul><li>Confortá-lo; </li></ul><ul><li>Tomar atenção às mudanças de humor e irritabilidade; </li></ul><ul><li>- Estar atentos a roupa estragada e queixas frequentes. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>“ Porque é que estas criaturas existem?” </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Será mesmo necessário divertirmo-nos à custa do sofrimento do outro? </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Se as palavras não fossem importantes, não existiam tantos livros de auto-ajuda! Ajuda o teu companheiro! Conforta-o com as tuas palavras doces, não com violência! </li></ul><ul><li>STOP AO BULLYING! </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Bullying dói. </li></ul>
  20. 20. Trabalho realizado por: <ul><li>Maria Clara Monteiro, nº11 </li></ul><ul><li>Mariana Soares, nº 13 </li></ul><ul><li>Ricardo Rocha, nº 19 </li></ul>

×