Formadores de Socorrismo Cidadão

134 visualizações

Publicada em

Como fazer um curso de Socorrismo Cidadão? Como tornar-se formador de Socorrismo Cidadão?

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
134
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formadores de Socorrismo Cidadão

  1. 1. Formadores de Socorrismo Cidadão - 06/02/2014 - Página 1 de 3 - © ANSB - Associação Nacional dos Sapadores-Bombeiros ANSB SAPADORES-­‐BOMBEIROS DO BRASIL Formadores de Socorrismo Cidadão? A proliferação de fotos de cursos de Socorrismo Cidadão dados por formadores da ANSB e o aumento do número de inscritos no grupo ANSB - Socorrismo nos leva a escrever este artigo para responder a algumas perguntas, dentre outras: - Como fazer um curso de Socorrismo Cidadão? - Como tornar-se formador de Socorrismo Cidadão? A corrente do socorro Primeiro, é preciso entender o que exatamente é o socorrismo cidadão e, para isso, vamos imaginar um acidente, ou melhor dizendo, o que acontece entre o momento do acidente e o momento em que o acidentado sairá do hospital, totalmente recuperado. Entre esses dois momentos, há todo um conjunto de ações. Mas, e esse é o ponto mais importante, estas várias ações são realizadas por pessoas diferentes, com níveis de competência diferentes, em locais differentes. Essas ações que se encadeiam representam o que chamamos de "corrente do socorro". Ela começa pela ação das testemunhas, de quem vê acontecer o acidente, e vai até a ação do fisioterapeuta na reeducação do acidentado. Ora, a resistência de uma corrente é sempre igual à resistência do elo mais fraco. Nem o melhor fisioterapeuta do mundo poderá ajudar se a vítima tiver sido quebrada em pedacinhos por um problema de transporte feito pelos socorristas. Quem salva as vítimas? A ANSB tem a missão de implantar serviços de socorro, unidades de Sapadores-Bombeiros, em locais que não são cobertos eficazmente em termos de socorro. Os Sapadores-Bombeiros têm caminhões, ambulâncias, pessoal formado para trabalhar em equipe... mas os Sapadores-Bombeiros não são o primeiro elemento da corrente do socorro. Eles são apenas o segundo elo. Eles vão passar a vítima para o pronto-socorro do hospital, que depois passará a vítima para outros setores do hospital, etc. Então vem uma questão: se os Sapadores são somente o segundo elemento da corrente, quem é o primeiro? E a resposta é simples: você é, sou eu, somos nós, testemunha de um acidente na frente de casa, na rua... Sem formação, nós só podemos gritar, levantar os braços, colocar a mão na boca, chorar e reclamar que o socorro demora a chegar... Mas uma pessoa em parada cardíaca perde 10% de suas chances de sobrevivência a cada minuto e uma pessoa com hemorragia forte morre em 4 ou 5 minutos. É um problema! Concretamente, nenhum serviço de socorro chega rápido o suficiente para salvar uma vítima com uma urgência vital. Temos de parar de achar que é o SAMU, os Bombeiros Militares ou os Sapadores-Bombeiros que salvam. Não é verdade e nem vai ser verdade um dia. Quem salva é quem está no local, na hora. É quem, com um gesto simples, sozinho, sem equipamento, vai parar a degração da situação: parar a hemorragia, assegurar que a vítima possa respirar, colocar a vítima em posição de espera, fazer uma massagem cardíaca, etc., Estabilizada, a vítima aguarda ser passada ao elo seguinte da corrente e assim por diante. Então, o curso de Socorrismo Cidadão é para o primeiro elo da corrente. Nele as pessoas aprendem a agir rapidamente mas, principalmente, sozinhas e sem nenhum material de socorrismo. Não há colar cervical, prancha, equipamento legal: as mãos somente, nada mais. O conteúdo e a pedagogia O conteúdo é o do curso PSC1 Francês e dos cursos certificados pelo ERC (Conselho Europeu de Ressuscitação) e pela AHA (Associação Americana do Coração). Nele, a pessoa aprende a chamar o serviço de socorro (SAMU, Sapadores, Bombeiros...), a proteger a cena para evitar um segundo acidente, a reagir diante de uma vítima que se
  2. 2. sufoca, uma grande perda de sangue, uma pessoa inconsciente mas que respira, uma pessoa em parada cardíaca, fraturas, queimaduras, etc. O curso tem duração de aproximadamente 8 horas. É dado por dois formadores a um pequeno grupo de alunos (6 a 8 no máximo). Ao final do curso os alunos recebem um certificado de participação com um número de registra nacional. Em termos de pedagogia, utilizamos a pedagogia por objetivos, com documentos pedagógicos produzidos, ao nível nacional, pela DNF (Direção Nacional de Formação) da ANSB, por meio de sua seção de "Socorrismo Cidadão". Da esquerda para a direita: curso de Socorrismo Cidadão em Três Marias-MG, Guaraci-SP e Piratini-RS Esta normalização dos cursos é tal que um aluno recebendo o curso numa cidade de um certo Estado receberá, de verdade, exatamente a mesma informação que um outro aluno recebendo o curso numa cidade ou Estado diferente. E quando nós dizemos o "mesmo curso" não é "quase o mesmo curso": é exatamente o mesmo curso, com os mesmos documentos, a mesma técnica, os alunos fazem os mesmos exercícios, no mesmo desenvolvimento cronológico. Um curso gratuito Esse curso é dado gratuitamente. Espantoso? Nem tanto. Os Sapadores-Bombeiros têm consciência de que são apenas o segundo elemento da corrente de socorro. Eles podem treinar com material bom, conhecer perfeitamente as técnicas de socorrismo... mas se as testemunhas não fizerem nada, o resultado será ruim. Conscientes desse limite, os Sapadores buscam reforçar o elemento mais fraco da corrente do socorro: as testemunhas, a população, nós, vocês! É por isso que os Sapadores bombeiros dão esse curso, gratuitamente, a todas as pessoas interessadas residentes no seu setor de atendimento. E fora do setor? Os Sapadores-Bombeiros não dão curso a pessoas residentes fora dos setores cobertos pelas unidades de Sapadores-Bombeiros: Se o setor é coberto por uma outra entidade, é de responsabilidade dela fazer trabalho de prevenção e de formação da população. Se o setor não é coberto por nenhuma entidade, não adianta formar a população, porque de qualquer modo o segundo elo da corrente não vai chegar, pois ele não existe. Nesse segundo caso, como fazer? Contate a ANSB a fim de determinar se é possível implantar uma unidade de Sapadores-Bombeiros, e assim criar o segundo elo da corrente. Assim, haverá formadores de Socorrismo Cidadão e poderemos melhorar o primeiro elo da corrente. Tornar-se formador? Para tornar-se formador, é preciso estar num local com uma unidade de Sapadores-Bombeiros e ser Sapador- Bombeiro. É preciso em seguida fazer um curso de aproximadamente 40 horas tratando da pedagogia para adulto. É um curso essencialmente prático, em que o futuro formador aprende a gerir um grupo, posicionar-se, gerir os conflitos, etc. Em seguida é preciso fazer um outro curso, de cerca de 40 horas, dedicado mais especificamente ao curso de Socorrismo: uso dos documentos, dos pôsteres, dos manequins, etc. Formadores de Socorrismo Cidadão - 06/02/2014 - Página 2 de 3 - © ANSB - Associação Nacional dos Sapadores-Bombeiros
  3. 3. Algumas das ferramentas pedagógicas utilizadas pelos formadores da ANSB Esses cursos são gratuitos e a ANSB fornece gratuitamente o material (pôsteres, manequins, desfibrilador de treinamento...). É bom notar que o curso de formador de socorrismo é concluído com um exame prático durante o qual o futuro formador deve mostrar duas sequências pedagógicas. O exame é validado por um médico. Conclusão Pré-requisito para tornar-se Sapador-Bombeiro, o curso de Socorrismo Cidadão é dado gratuitamente a qualquer pessoa residente num setor coberto por uma unidade de Sapadores-Bombeiros. Ele tem o objetivo de ensinar a agir, rapidamente, sozinho e sem equipamentos, para evitar o agravamento do estado da vítima, durante a espera do socorro organizado. Formadores de Socorrismo Cidadão - 06/02/2014 - Página 3 de 3 - © ANSB - Associação Nacional dos Sapadores-Bombeiros

×