1 
PROPOSTA PEDAGÓGICA E 
IMPACTO EM AVALIAÇÕES 
Carlos Osmar Bertero 
Novembro / 2014
2 
ESTA APRESENTAÇÃO RELATARÁ A EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DA FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS EM SÃO PAULO DAQUI EM DI...
3 
DADA A ORIGEM DA ESCOLA E A ATUAÇÃO DE UMA MISSÃO UNIVERSITÁRIA NORTE AMERICANA, ORIUNDA DA MSU-MICHIGAN STATE UNIVERS...
4 
DESDE O INÍCIO A ADMINISTRAÇÃO FOI VISTA COMO PRÁTICA E TAMBÉM CIÊNCIA SOCIAL APLICADA. ISTO LEVOU A QUE O CURRÍCULO C...
5 
DISCIPLINAS QUE CONSTITUIAM O CONTEÚDO DA ÁREA DE ADMINISTRAÇÃO, ONDE JÁ ESTAVAM CLARAMENTE COLOCADAS AS ÁREAS FUNCION...
6 
EMBORA SEJA DIFÍCIL ESTABELECER UMA DATA DE CORTE É RAZOAVEL AFIRMAR QUE AS PRESSÕES POR MUDANÇAS NA SALA DE AULA COME...
7 
COM AS GERAÇÕES QUE PASSARAM A SER DESIGNADAS POR X e Y E QUEM SABE Z, A METODOLOGIA TRADICIONAL, CALCADA PRIORITARIAM...
8 
A CRÍTICA AO ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO DE NEGÓCIOS SEGMENTADO EM ÁREAS FUNCIONAIS, FINANÇAS, MARKETING, OPERAÇÕES, RECUR...
9 
LÁ AS ESCOLAS COMEÇARAM A EXPERIMENTAR COM PROGRAMAS ONDE AS DIVERSAS ÁREAS FUNCIONAIS, SE NÃO ERAM ABANDONADAS INTEIR...
10 
FACE A TODAS ESTAS MUDANÇAS NO AMBIENTE DOS NEGÓCIOS ONDE OS ALUNOS VIRIAM A SE INSERIR A EAESPRESPONDEU, COMO A MAIO...
11 
DAS TRÊS “ACREDITADORAS” AACSB, EQUISE AMBAO INTERESSE SE VOLTA AQUI APENAS ÀS DUAS PRIMEIRAS, JÁ QUE A TERCEIRA CRED...
12 
A CONSEQUÊNCIA É QUE O AOLTORNA-SE UM EFICAZ INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO APRENDIZADO E PORTANTO DA EFICÁCIA DO CURSO ...
13 
O RESULTADO E AS INFORMAÇÕES OBTIDAS COM A AOLSERVIRÃO PARA QUE A IESVENHA A REVER SUA PROPOSTA PEDAGÓGICA EM TODAS A...
14 
A FGV/EAESPÉ UMA ESCOLA QUE AO BUSCAR A ACREDITAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS ESPERAVA COROAR E AMPLIAR SUA INSER...
15 
O DIRECIONAMENTO INTERNACIONAL DA ESCOLA REMONTA À SUA PRÓPRIA ORIGEM E DESDE SEMPRE PROCUROU CONSTRUIR E EXPANDIR UMA...
16 
PORTANTO SEGUEM AQUI ALGUMAS SUGESTÕES DE “METAS” QUE PODEM ESTAR CONTIDAS NUMA PROPOSTA PEDAGÓGICA E QUE PODERIAM ADE...
17 
CONHECIMENTO DE CONTEÚDOS 
NA MEDIDA EM QUE ACREDITAMOS QUE A ADMINISTRAÇÃO SEJA COMO PRÁTICA, SEJA COMO CIÊNCIA SOCIA...
18 
CAPACIDADE DE DETECTAR OU IDENTIFICAR PROBLEMAS ÉTICOS 
PROBLEMAS ÉTICOS ENVOLVENDO ADMINISTRADORES TEM SIDO OBJETO DE...
19 
A CORRUPÇÃO ENTRE NÓS NO BRASIL, TANTO NA ÁREA PÚBLICA COMO NA PRIVADA, NÃO DEIXA DE CONTAR NECESSARIAMENTE COM O ENV...
20 
ISTO LEVA A QUE SE BUSQUEM MANEIRAS ATRAVÉS DE CURSOS, SEMINÁRIOS E DINÂMICAS QUE PERMITAM APROFUNDAR A SENSIBILIDADE...
21 
HABILIDADES DE 
COMUNICAÇÃO ESCRITA 
É LUGAR COMUM ATUALMENTE LAMENTAR O MAU USO QUE FAZEMOS DA LINGUA PORTUGUESA. A N...
22 
MAS O PONTO CRÍTICO DO USO DO PORTUGUÊS É A LINGUAGEM ESCRITA. REDIGIR UM RELATÓRIO É HOJE HABILIDADE DE ESPECIALISTA...
23 
EM TAL CONTEXTO PROPOR QUE OS CONCLUINTES DE UM CURSO DE GRADUAÇÃO SEJAM CAPAZES DE ESCREVER DIAGNOSTICANDO DIFICULDA...
24 
SABER LIDAR COM A DIVERSIDADE 
A DIVERSIDADE É NECESSARIAMENTE MULTIFACETADA. PODENDO ENVOLVER, GÊNERO, ETNIAS, IDEOLO...
25 
DESENVOLVIMENTO DE 
CURRICULOS TRANSVERSAIS 
A PARTIR DO FINAL DO SÉCULO PASSADO CRÍTICAS AUMENTARAM COM RELAÇÃO AO QU...
26 
A GESTÃO DE EMPRESAS ATUALMENTE É CARACTERIZADA MAIS POR TER COMO UNIDADE DE TRABALHO O PROJETO, ONDE TRABALHAM EQUIP...
27 
CURRÍCULOS TRANSVERSAIS SERIAM INOVAÇÕES NO SENTIDO DE PROCURAR TRAZER ESTA REALIDADE DA PRÁTICA DA GESTÃO EMPRESARIAL...
28 
NÃO SE DEVE DEIXAR DE COGITAR NO DESENVOLVIMENTO DE CURRÍCULOS TRANSVERSAIS EM PARCERIAS COM EMPRESAS QUE CEDERIAM SUA...
29 
CONCLUINDO: 
HÁ UMA RELAÇÃO DE RECIPROCIDADE ENTRE A PROPOSTA PEDAGÓGICA E A AVALIAÇÃO, NA MEDIDA EM QUE A AVALIAÇÃO ...
30 
PARECE CADA VEZ MAIS DIFÍCIL BOA EDUCAÇÃO E BOM PREPARO NAS PROFISSÕES SEM QUE HAJA APROXIMAÇÃO COM O MUNDO DA PRÁTIC...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Carlos osmar bertero proposta pedagógica e impacto em avaliações

473 visualizações

Publicada em

Palestra "Proposta pedagógica e o impacto em avaliações" - Prof. Carlos Osmar Bertero - Fundação Getúlio Vargas

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
473
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
187
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Carlos osmar bertero proposta pedagógica e impacto em avaliações

  1. 1. 1 PROPOSTA PEDAGÓGICA E IMPACTO EM AVALIAÇÕES Carlos Osmar Bertero Novembro / 2014
  2. 2. 2 ESTA APRESENTAÇÃO RELATARÁ A EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DA FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS EM SÃO PAULO DAQUI EM DIANTE CHAMADA DE FGV/EAESP. FOI O PRIMEIRO CURSO DE GRADUAÇÃO A TER SEU PROGRAMA APROVADO PELO ENTÃO CFE-CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO NO FINAL DA DÉCADA DE NOVECENTOS E CINQUENTA.
  3. 3. 3 DADA A ORIGEM DA ESCOLA E A ATUAÇÃO DE UMA MISSÃO UNIVERSITÁRIA NORTE AMERICANA, ORIUNDA DA MSU-MICHIGAN STATE UNIVERSITY, O REFERIDO CURRÍCULO E O QUE HOJE PODERÍAMOS DESIGNAR COMO A PROPOSTA PEDAGÓGICA ORIGINAL, ERA FORTEMENTE CALCADA EM PROGRAMAS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ENTÃO EXISTENTES NAS ESCOLAS DE ADMINISTRAÇÃO DE NEGÓCIOS DE UNIVERSIDADES DOS ESTADOS UNIDOS.
  4. 4. 4 DESDE O INÍCIO A ADMINISTRAÇÃO FOI VISTA COMO PRÁTICA E TAMBÉM CIÊNCIA SOCIAL APLICADA. ISTO LEVOU A QUE O CURRÍCULO CONTIVESSE DUAS PARTES: DISCIPLINAS PROPEDÊUTICAS QUE SERVIRIAM PARA O ENTENDIMENTO DA REALIDADE ADMINISTRATIVA E QUE TAMBÉM SERIAM USADAS COMO INSTRUMENTOS NAS DIVERSAS ÁREAS FUNCIONAIS. AQUI TINHAMOS DESDE A MATEMÁTICA, A ESTATÍSTICA E A CONTABILIDADE ATÉ AS DIVERSAS CIÊNCIAS SOCIAIS QUE INCLUIA AS DIVERSAS ÁREAS DO DIREITO NA MEDIDA EM QUE SE APLICASSEM AO MUNDO DA GESTÃO.
  5. 5. 5 DISCIPLINAS QUE CONSTITUIAM O CONTEÚDO DA ÁREA DE ADMINISTRAÇÃO, ONDE JÁ ESTAVAM CLARAMENTE COLOCADAS AS ÁREAS FUNCIONAIS QUE ATÉ HOJE SE MANTEM NOS CURRÍCULOS DA MAIORIA DOS PROGRAMAS EM NOSSAS IESs. CONSIDERANDO-SE O CARÁTER PIONEIRO DO CURSO DE GRADUAÇÃO E DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO (EAESP) ENTENDE-SE QUE ESTE CURRÍCULO ACABOU INFLUENCIANDO, EM DIVERSAS MEDIDAS, MUITOS DOS PROGRAMS DE GRADUAÇÃO QUE FORAM CRIADOS NO PAÍS.
  6. 6. 6 EMBORA SEJA DIFÍCIL ESTABELECER UMA DATA DE CORTE É RAZOAVEL AFIRMAR QUE AS PRESSÕES POR MUDANÇAS NA SALA DE AULA COMEÇARAM A SER MAIORES NUM PASSADO RECENTE COM A DIFUSÃO DA MICRO INFORMÁTICA E TODOS OS SEUS APETRECHOS, COMO I PHONES, I PADS, NOTEBOOKS ETC., JUNTAMENTE COM AS RÁPIDAS TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS QUE FORAM OCORRENDO.
  7. 7. 7 COM AS GERAÇÕES QUE PASSARAM A SER DESIGNADAS POR X e Y E QUEM SABE Z, A METODOLOGIA TRADICIONAL, CALCADA PRIORITARIAMENTE EM PRELEÇÕES, FOI TENDO O SEU USO CADA VEZ MAIS DIFICULTADO. CONSEQUENTEMENTE ALTERAÇÕES FORAM SENDO INTRODUZIDAS NA METODOLOGIA E TAMBÉM NO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO.
  8. 8. 8 A CRÍTICA AO ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO DE NEGÓCIOS SEGMENTADO EM ÁREAS FUNCIONAIS, FINANÇAS, MARKETING, OPERAÇÕES, RECURSOS HUMANOS, ETC., PASSOU A SER MAIS SEVERA A PARTIR DO FINAL DO SÉCULO PASSADO E CURIOSAMENTE O INÍCIO DESTAS CRÍTICAS PARTIU DOS ESTADOS UNIDOS.
  9. 9. 9 LÁ AS ESCOLAS COMEÇARAM A EXPERIMENTAR COM PROGRAMAS ONDE AS DIVERSAS ÁREAS FUNCIONAIS, SE NÃO ERAM ABANDONADAS INTEIRAMENTE, PASSAVAM A SER VISTAS COMO INSUFICIENTES PARA FORNECER AO ALUNO UMA VISÃO ADEQUADA DA REALIDADE EMPRESARIAL E ADMINISTRATIVA. NA VERDADE NO MUNDO REAL AS COISAS NÃO SE APRESENTAVAM FUNCIONALMENTE SEGMENTADAS, MAS MESCLADAS E A FUNCIONALIDADE ACABOU POR CEDER ESPAÇO À MULTIFUNCIONALIDADE.
  10. 10. 10 FACE A TODAS ESTAS MUDANÇAS NO AMBIENTE DOS NEGÓCIOS ONDE OS ALUNOS VIRIAM A SE INSERIR A EAESPRESPONDEU, COMO A MAIORIA DAS IESs, ADEQUANDO SEUS CURSOS E PROGRAMAS À NOVA REALIDADE. TODAVIA UM FATOR IMPORTANTE ACABOU POR INFLUENCIAR A PROPOSTA E CONSEQEUENTEMENTE O CURRÍCULO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FGV/EAESP: O CREDENCIACMENTO OU “ACREDITAÇÃO” POR ENTIDADES INTERNACIONAIS.
  11. 11. 11 DAS TRÊS “ACREDITADORAS” AACSB, EQUISE AMBAO INTERESSE SE VOLTA AQUI APENAS ÀS DUAS PRIMEIRAS, JÁ QUE A TERCEIRA CREDENCIA APENAS OS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃOLATO SENSU. DAS EXIGÊNCIAS DE UMA DESTAS ACREDITADORAS A AACSB(ASSOCIATION TO ADVANCE COLLEGIATE SCHOOLS OF BUSINESS) INSISTE NO QUE É CHAMADO DE AOL(ASSURANCE OF LEARNING) SEGUNDO A QUAL DEVE HAVER UMA AVALIAÇÃO DIRETA DO ESTUDANTE PARA SABER SE ELE (ELA) REALMENTE APREENDEU E DOMINOU O QUE A ESCOLA ACREDITADA ENSINOU.
  12. 12. 12 A CONSEQUÊNCIA É QUE O AOLTORNA-SE UM EFICAZ INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO APRENDIZADO E PORTANTO DA EFICÁCIA DO CURSO COMO UM TODO. BASICAMENTE O AOLSEGUE O CAMINHO TRADICIONAL DA FUNÇÃO DE CONTROLE. PRIMEIRAMENTE SÃO ESTABELECIDOS OS OBJETIVOS E DEPOIS VAI-SE AO ALUNO OU AO FORMANDO QUE ESTÁ EM VIAS DE CONCLUIR O CURSO E SE VERIFICA JUNTO A ELE O QUE DE FATO RETEVE DAQUILO QUE A PROPOSTA PEDAGÓGICA DA IESSE PROPÔS ENSINAR-LHE.
  13. 13. 13 O RESULTADO E AS INFORMAÇÕES OBTIDAS COM A AOLSERVIRÃO PARA QUE A IESVENHA A REVER SUA PROPOSTA PEDAGÓGICA EM TODAS AS SUAS DIMENSÕES, INCLUINDO DISCIPLINAS E CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS. O PROCESSO DE AOLÉ NECESSARIAMENTE DINÂMICO E PODE FUNCIONAR COMO ELEMENTO DE CONSTANTE REVISÃO DA PROPOSTA PEDAGÓGICA.
  14. 14. 14 A FGV/EAESPÉ UMA ESCOLA QUE AO BUSCAR A ACREDITAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS ESPERAVA COROAR E AMPLIAR SUA INSERÇÃO NO CENÁRIO INTERNACIONAL COMO UMA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE NEGÓCIOS ASSEMELHADA ÀS EXISTENTES NA EUROPA E NOS ESTADOS UNIDOS.
  15. 15. 15 O DIRECIONAMENTO INTERNACIONAL DA ESCOLA REMONTA À SUA PRÓPRIA ORIGEM E DESDE SEMPRE PROCUROU CONSTRUIR E EXPANDIR UMA REDE INTERNACIONAL PELA CELEBRAÇÃO DE UMA VARIEDADE DE CONVÊNIOS OU COMPROMISSOS COM ESCOLAS DE OUTROS PAÍSES. ESTES CONTACTOS LEVARAM À SUA INSERÇÃO EM DIVERSAS REDES E IMPLICARAM EM TROCA DE DOCENTES, ALUNOS E PROJETOS CONJUNTOS DE ENSINO E PESQUISA.
  16. 16. 16 PORTANTO SEGUEM AQUI ALGUMAS SUGESTÕES DE “METAS” QUE PODEM ESTAR CONTIDAS NUMA PROPOSTA PEDAGÓGICA E QUE PODERIAM ADEQUAR-SE A UMA ESCOLA COMO A EAESP.
  17. 17. 17 CONHECIMENTO DE CONTEÚDOS NA MEDIDA EM QUE ACREDITAMOS QUE A ADMINISTRAÇÃO SEJA COMO PRÁTICA, SEJA COMO CIÊNCIA SOCIAL APLICADA, ACUMULOU CONHECIMENTOS, É RAZOÁVEL QUE PROCUREMOS NA AOLVERIFICAR A OBTENÇÃO E RETENÇÃO DESTES CONTEÚDOS.
  18. 18. 18 CAPACIDADE DE DETECTAR OU IDENTIFICAR PROBLEMAS ÉTICOS PROBLEMAS ÉTICOS ENVOLVENDO ADMINISTRADORES TEM SIDO OBJETO DE SÉRIA PREOCUPAÇÃO E PODEM LEVAR AO DESCRÉDITO DA PROFISSÃO. ESCÂNDALOS ENVOLVENDO GRANDES EMPRESAS, COMO AS NORTE AMERICANAS NO FINAL DO SÉCULO PASSADO, E TAMBÉM EMPRESAS DE DIVERSOS PAÍSES.
  19. 19. 19 A CORRUPÇÃO ENTRE NÓS NO BRASIL, TANTO NA ÁREA PÚBLICA COMO NA PRIVADA, NÃO DEIXA DE CONTAR NECESSARIAMENTE COM O ENVOLVIMENTO DE ADMINISTRADORES. NA MEDIDA EM QUE ESCOLAS DE ADMINISTRAÇÃO SE APRESENTAM COMO ESCOLAS FORMADORAS DE PROFISSIONAIS ELAS NÃO PODEM SE EXIMIR DA RESPONSABILIDADE PELO COMPORTAMENTO DOS PROFISSIONAIS QUE FORMAM.
  20. 20. 20 ISTO LEVA A QUE SE BUSQUEM MANEIRAS ATRAVÉS DE CURSOS, SEMINÁRIOS E DINÂMICAS QUE PERMITAM APROFUNDAR A SENSIBILIDADE ÉTICA DE NOSSOS FORMANDOS.
  21. 21. 21 HABILIDADES DE COMUNICAÇÃO ESCRITA É LUGAR COMUM ATUALMENTE LAMENTAR O MAU USO QUE FAZEMOS DA LINGUA PORTUGUESA. A NÍVEL NACIONAL PEDAGOGOS APONTAM ENTRE 65% E 70% DA POPULAÇÃO ADULTA COMO SENDO APENAS FUNCIONALMENTE ALFABETIZADA. PODEMOS CONSTATAR QUE O USO INADEQUADO DO VERNÁCULO ESTÁ PRESENTE EM NOSSO QUOTIDIANO E PERMEIA AS EMPRESAS O QUE PODE SER DETECTADO ATÉ POR UM TELEFONEMA A UM SAC (SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR) E MESMO NA MANEIRA COMO GESTORES DE NÍVEL ELEVADO USAM A LINGUAGEM.
  22. 22. 22 MAS O PONTO CRÍTICO DO USO DO PORTUGUÊS É A LINGUAGEM ESCRITA. REDIGIR UM RELATÓRIO É HOJE HABILIDADE DE ESPECIALISTAS E NO NOSSO MUNDO ACADÊMICO SUGIRO QUE SE CONVERSE COM EDITORES DE NOSSAS REVISTAS CIENTÍFICAS E PERGUNTEM SOBRE A QUALIDADE DOS TEXTOS RECEBIDOS.
  23. 23. 23 EM TAL CONTEXTO PROPOR QUE OS CONCLUINTES DE UM CURSO DE GRADUAÇÃO SEJAM CAPAZES DE ESCREVER DIAGNOSTICANDO DIFICULDADES OU PROPONDO SOLUÇÕES, ALGO COMO UM RELATÓRIO DE CONSULTORIA, PARECE UM INSTRUMENTO INTERESSANTE DE AOL.
  24. 24. 24 SABER LIDAR COM A DIVERSIDADE A DIVERSIDADE É NECESSARIAMENTE MULTIFACETADA. PODENDO ENVOLVER, GÊNERO, ETNIAS, IDEOLOGIAS, RELIGIÕES, NACIONALIDADES E DIFERENÇAS CULTURAIS. UMA ESCOLA QUE SE PROPÕE FORMAR GESTORES QUE VENHAM ATUAR NUM CONTEXTO NÃO NECESSARIAMENTE APENAS NACIONAL, MAS DESENVOLVENDO CARREIRAS QUE PODEM CONDUZI-LOS A EMPRESAS INTERNACIONAIS OU GLOBAIS EXIGIRÁ COMPETÊNCIA PARA LIDAR COM A DIVERSIDADE.
  25. 25. 25 DESENVOLVIMENTO DE CURRICULOS TRANSVERSAIS A PARTIR DO FINAL DO SÉCULO PASSADO CRÍTICAS AUMENTARAM COM RELAÇÃO AO QUE SE CHAMOU DE MENTALIDADE DE SILOS (SILOS MENTALITY) QUE CONSISTIA EM ENSINAR AS DIVERSAS ÁREAS FUNCIONAIS COMO ISOLADAS, TANTO EM CONTEÚDOS TEÓRICOS COMO NA METODOLOGIA E NA MANEIRA DE LIDAR COM INSTRUMENTOS DE GESTÃO.
  26. 26. 26 A GESTÃO DE EMPRESAS ATUALMENTE É CARACTERIZADA MAIS POR TER COMO UNIDADE DE TRABALHO O PROJETO, ONDE TRABALHAM EQUIPES FORMADAS POR PESSOAS DE NÍVEIS HIERÁRQUICOS DIFERENTES E PROVENIENTES DE ÁREAS FUNCIONAIS DIVERSAS. NÃO É INCOMUM QUE SE ENCONTREM EQUIPES FORMADAS POR QUASE TODAS AS ÁREAS FUNCIONAIS DA EMPRESA (FINANÇAS, RECURSOS HUMANOS, MARKETING, OPERAÇÕES, LOGÍSTICA, ETC.).
  27. 27. 27 CURRÍCULOS TRANSVERSAIS SERIAM INOVAÇÕES NO SENTIDO DE PROCURAR TRAZER ESTA REALIDADE DA PRÁTICA DA GESTÃO EMPRESARIAL PARA A ESCOLA. UMA SUGESTÃO POSSÍVEL SERIA FORMAR EQUIPES QUE DESENVOLVESSEM UM PROJETO AO LONGO DE CERTO TEMPO.
  28. 28. 28 NÃO SE DEVE DEIXAR DE COGITAR NO DESENVOLVIMENTO DE CURRÍCULOS TRANSVERSAIS EM PARCERIAS COM EMPRESAS QUE CEDERIAM SUAS INSTALAÇÕES, IDÉIAS E PROJETOS E GESTORES QUE PODERIAM PARTICIPAR COMO DOCENTES.
  29. 29. 29 CONCLUINDO: HÁ UMA RELAÇÃO DE RECIPROCIDADE ENTRE A PROPOSTA PEDAGÓGICA E A AVALIAÇÃO, NA MEDIDA EM QUE A AVALIAÇÃO PODE LEVAR À VALIDAÇÃO OU A ALTERAÇÕES DA PROPOSTA. A CONTRIBUIÇÃO DA AOL(ASSURANCE OF LEARNING) OU ASSEGURAMENTO DA APRENDIZAGEM PODEM CONSTITUIR UM INSTRUMENTO DE GRANDE AUXILIO NA AVALIÇÃO E QUE PODERÁ LEVAR A QUE SE REVEJA SEMPRE APRIMORANDO, A PROPOSTA PEDAGÓGICA.
  30. 30. 30 PARECE CADA VEZ MAIS DIFÍCIL BOA EDUCAÇÃO E BOM PREPARO NAS PROFISSÕES SEM QUE HAJA APROXIMAÇÃO COM O MUNDO DA PRÁTICA, ISTO SIGNIFICANDO REAL ENVOLVIMENTO DE PROFISSIONAIS E ORGANIZAÇÕES.

×