SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 65
Baixar para ler offline
Agentes de Melhoramento
Genético e Lucratividade
Luís Gustavo G. Figueiredo
Pesquisador da ANCP
Projeções da FAO (2010)
• 9 bilhões de habitantes até 2050
Em 2050
Teremos que dobrar a produção de alimentos
E 70% desse aumento virá de tecnologias que
aumentam a produtividade
Demanda de Alimentos
Introdução
Seleção Genética
Disseminação
Reprodução
Crescimento da Progênie
Processamento
Consumo
$
Qual é o nosso produto?
(pergunta essencial para definirmos nossos objetivos)
 Olho do Cliente
Tecnologias na Pecuária
Nutricional
Fonte: Ferraz, JBS
Não existe melhoramento animal,
aumento de produtividade sem
definição clara de objetivos, pois,
afinal.......
Fonte: Ferraz, JBS
Nosso produto é......
Para se conseguir eficiência, aumento
de produtividade e lucratividade é
necessário,portanto…
• Definição clara de objetivos, metas e tempos
• Conhecimento
• Aplicação adequada dos melhores métodos e
tecnologias disponíveis
E o que buscamos ao comprar material genético
(tourinho, doadoras, sêmen ou embriões)?
Na realidade, buscamos o material genético,
contido nos Cromossomos (DNA)
Como começar um trabalho de
melhoramento genético e
aplicá-lo na fazenda
PREMISSA BÁSICA 1: REPRODUÇÃO
 Touro tem que cobrir e
vaca parir!
 Vaca tem que parir e
desmamar bezerros
pesados em sua vida
produtiva
PREMISSA BÁSICA 1: REPRODUÇÃO
Estação de monta
Recomendado EM máxima de 4 meses, concentrado
no verão
Concentração dos nascimentos
Organização operacional da Fazenda
Permite identificar animais improdutivos
Formação de lotes mais homogêneos
Tecnologias na Pecuária
Reprodutivas
Acasalamento Dirigido
 Concilia o máximo de informação genética e
morfológica de cada animal, para definir os
acasalamentos mais adequados a fim de
otimizar o potencial genético e funcional dos
produtos que serão gerados para atingir os
objetivos do cliente.
Acasalamento Dirigido
PREMISSA BÁSICA 2: COLETA DE DADOS
Integridade dos dados
Identificação do animal
Filiação detalhada (genealogia)
Data de nascimento
Mensurações de características com
precisão
Identificação correta e detalhada do
manejo e lote de manejo
 Nascimentos (identificação, sexo, data nasc., genealogia)
 Pesagens e perímetros escrotais (data med., RA, LM)
1º Cronograma 2º Cronograma Como Pesar
JANEIRO FEVEREIRO
 Machos e fêmeas, do nascimento
até 18 meses de idade.
 Perímetro escrotal dos machos dos 9
até 18 meses de idade.
 Peso da vaca adulta uma vez ao ano
(Recomendado)
 Peso ao nascer real (Recomendado)
ABRIL MAIO
JULHO AGOSTO
OUTUBRO NOVEMBRO
Informações necessárias
Qualidade dos dados
• Fertilidade
• Precocidade SexualPerímetro
Escrotal
• Monitorar o
desenvolvimento do
animal.
Pesagem
Importância
• Peso ao Nascer
• Peso da Vaca Adulta
Coleta de dados
Coleta: 365 a 610 dias Coleta: 330 a 610 dias
Informações necessárias
Lotes de Manejo
Grupo de animais manejados juntos submetidos as
mesmas condições de ambiente, nutricionais e
sanitárias.
Lotes de Manejo
Quebra ou união de LMs sem informar no software
Regime alimentar diferenciado dentro dos LMs
LMs com animais únicos
LMs com animais filhos de um único touro
Inclusão de animais provenientes de regime alimentar
diferente sem prévia pesagem e/ou informação no software
Fatores que descaracterizam um lote de manejo
 Grupo de animais que tiveram as mesmas
oportunidades e condições ambientais para expressar
seu potencial genético
 Formado por:
 Fazenda;
 Sexo;
 Regime alimentar;
 Época de nascimento;
 LOTE DE MANEJO.
Grupo Contemporâneo
Qualidade da Informação
 Qualidade dos dados coletados na fazenda;
 Identificação dos animais;
 Uso apropriado dos instrumentos de medição;
 Formação de lotes de manejo;
 Treinamento da equipe;
 Integridade da avaliação genética.
TIPO, QUANTIDADE E QUALIDADE
DA INFORMAÇÃO
Peso ao nascer = “100kg”
Data de nascimento = “30/02”
Pai do bezerro = “pelo jeitão dele”
Manejo alimentar = “tanto faz”
Identificação = “perda de tempo”
Balança = “para o que?”
“Deixo para anotar amanhã”
etc etc
Avaliação
Genética
LIXO
Tecnologia na Pecuária
Genética
PREMISSA BÁSICA 3: Ingressar em um
Programa de Melhoramento Genético
= G + E
FENÓTIPO
Mérito Genético
Nutrição, Manejo e
Sanidade
Transmitido de
pai/mãe para filho
Mudanças Temporárias
Objetivo da Avaliação Genética
• ½ do Mérito Genético
Mérito Genético do Animal ½ Mérito Genético
DEP
Contribuição do animal como
reprodutor
DP450 = 26 Kg DP450 = 17 Kg
DIFERENÇA DE 9 Kg!!
Crescimento Pós-desmama
DEP – Informação utilizada
DEP pedigree DEP interina DEP progênie
Informações
DEPs dos
pais/parentes
DEPs de parentes
Performance
própria
DEPs de parentes
Performance própria
Performance progênies
Uso
Animais muito
jovens;
TE/FIV;
Acasalamentos (PAG)
Animais jovens;
Animais sem
progênies
Animais com progênies
Acurácia Muito baixa Baixa Média a Alta
Características avaliadas
• Reprodutivas
– IPP, PG, 3P, STAY, PAC, PE365 e PE450
• Habilidade materna
– MP120, MP210, MTP120, MTP210 – expressa em
kg
Crescimento
 PN, P120, P210, P365, P450, PA – expressa em kg
Características avaliadas
 Ultrassonografia de carcaça
 AOL, ACAB (EG e EGP8), MAR – cm2 , mm e %
• Composição de carcaça
– PCQ e PPC - kg
Características avaliadas
 Morfológicas
 ED, PD, MD, ES, PS, MS
ESCOLHA DO REPRODUTOR
TOURO A
DP450 = 5,7 kg
Acc = 92
TOURO C
DP450 = 16,9 kg
Acc = 95
TOURO B
DP450 = 24,5 kg
Acc = 31
Dif. -18,8 kg
Dif. -11,2 kg
Dif. 7,6 kg
Incerteza Touro B = 69%
Incerteza Touro C = 5%
A seleção deve ser baseada no valor da DEP, a acurácia será
usada como guia da intensidade de uso dos reprodutores.
Acurácia
Touro A DP450 = + 15 kg Touro C
Acc. = 90 Acc. = 25
+ 15
A
CTouro C: DP450=15 kg, ACC. =25
Variação da DEP: 9,5 a 20,5 kg;
Touro A: DP450=15 kg, ACC.= 90
Variação da DEP: 14,3 a 15,7 kg.
Resultados Alcançados
Prova de Desempenho UFU/ANCP
Grupos de DEPs P450
A: Pai/Touro com DEP < 7 kg 282b
B: Pai/Touro com DEP de 7 kg ≤ X ≤ 13 kg 298ab
C: Pai/Touro com DEP > 13 kg 310a
Comparando A e C: 28 kg de diferença!
Adaptado: Profa. Carina U. de Faria
Características de carcaça de bovinos Nelore,
Caracu, Guzerá e Gir selecionados para peso
pós-desmame
Grupos Genéticos NeS NeC
Nº de animais 125 107
Peso Abate Kg 495 a 424 c 71kg - 16,7 %
Peso carcaça Quente kg 291 a 250 c 41 kg
Rendimento Quente % 58,8 a 58,8 a
Fonte: Sarah Figueiredo Martins Bonilha, et al, 2013
NC
NS
NC
NS
Touro bom é Investimento!!!
Impacto Econômico no uso de
Touros Melhoradores
Impacto Econômico no uso de Touros Melhoradores
7,85
13,67
5,13
8,66
2,73
4,63
-4,56
-6,46
-10,00
-5,00
0,00
5,00
10,00
15,00
DP210 DP450
ProduçãoMédia(kg)
TM1
TM2
TC
TI
Impacto Econômico no uso de Touros Melhoradores
29,82
45,89
19,48
29,08
10,37
15,54
-17,34
-21,7
-30
-20
-10
0
10
20
30
40
50
DP210 DP450
RetornoEcônomico(R$)
TM1
TM2
TC
TI
Rendimento de Caraça
Valor da @: R$145,00 Rendimento de carcaça: 50% Peso vivo de abate: 510 kg
Valor recebido: R$2.465,00
Valor da @: R$145,00 Rendimento de carcaça: 51% Peso vivo de abate: 510 kg
Valor recebido: R$2.514,30
Diferença: R$49,30
1,5
2,0
2,5
3,0
3,5
4,0
4 8 12 16
∆G
IG medio
Use touros jovens!!
∆G = DS * h2
IG
20% Reposição de
fêmeas no rebanho
ATENÇÃO!!!!
A REPRODUÇÃO TEM 5 VEZES MAIS
IMPACTO ECONÔMICO NA PECUÁRIA
DO QUE QUALQUER OUTRA
CARACTERÍSTICA!!!!
FAÇA REPOSIÇÃO
E SELEÇÃO DE
FÊMEAS!!!
0
2
4
6
8
10
12
14
16
18
2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012
animal
pai
mae
-2
0
2
4
6
8
10
12
14
2003 2005 2007 2009 2011
animal
pai
mae
Avaliação Genética
Definir os Objetivos e
Critérios de Seleção
Utilização da AG:
DEPs; relatórios;
Resultados: seleção e
acasalamentos
otimizados
Progresso Genético
Sucesso no Programa de Melhoramento
Conclusão
Ter avaliações genéticas não
garante o progresso genético, os
resultados devem ser aplicados na
seleção do rebanho para ter
melhoramento genético.
A diferença você vê no futuro
pesquisa@ancp.org.br
www.ancp.org.br
Agradecemos aos Patrocinadores

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Avaliação genética aula
Avaliação genética aulaAvaliação genética aula
Avaliação genética aulaLays Barros
 
A Seleção do Nelore Lemgruber na Fazenda Mundo Novo
A Seleção do Nelore Lemgruber na Fazenda Mundo NovoA Seleção do Nelore Lemgruber na Fazenda Mundo Novo
A Seleção do Nelore Lemgruber na Fazenda Mundo NovoANCP Ribeirão Preto
 
ICSC48 - Criação e manejo de coelhos
ICSC48 - Criação e manejo de coelhosICSC48 - Criação e manejo de coelhos
ICSC48 - Criação e manejo de coelhosRicardo Portela
 
2 - TAXONOMIA ZOOTÉCNICA.pdf
2 - TAXONOMIA ZOOTÉCNICA.pdf2 - TAXONOMIA ZOOTÉCNICA.pdf
2 - TAXONOMIA ZOOTÉCNICA.pdfRodrigoMenck2
 
Seminário de caprino melhoramento genético
Seminário de caprino melhoramento genéticoSeminário de caprino melhoramento genético
Seminário de caprino melhoramento genéticoIsabela Yohanna
 
Recria de bezerros de corte
Recria de bezerros de corteRecria de bezerros de corte
Recria de bezerros de corteAllen Ferreira
 
Palestra carina ensino online 2014
Palestra carina ensino online 2014Palestra carina ensino online 2014
Palestra carina ensino online 2014ANCP Ribeirão Preto
 
Raças de gado de leite
Raças de gado de leiteRaças de gado de leite
Raças de gado de leiteKiller Max
 
[Palestra] Fernando Braga: Controle de doenças reprodutivas e respiratórias a...
[Palestra] Fernando Braga: Controle de doenças reprodutivas e respiratórias a...[Palestra] Fernando Braga: Controle de doenças reprodutivas e respiratórias a...
[Palestra] Fernando Braga: Controle de doenças reprodutivas e respiratórias a...AgroTalento
 
Aula 1 Zootecnia Geral.ppt
Aula 1 Zootecnia Geral.pptAula 1 Zootecnia Geral.ppt
Aula 1 Zootecnia Geral.pptRodrigoMenck2
 
Manejo de recria leiteira
Manejo de recria leiteiraManejo de recria leiteira
Manejo de recria leiteiraMarília Gomes
 
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinosManejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinosKiller Max
 
Seleção em gado de leite e controle leiteiro
Seleção em gado de leite e controle leiteiroSeleção em gado de leite e controle leiteiro
Seleção em gado de leite e controle leiteiroLuan Moura
 
Melhoramento genetico
Melhoramento geneticoMelhoramento genetico
Melhoramento geneticoEstude Mais
 
Cria de bezerros de corte
Cria de bezerros de corteCria de bezerros de corte
Cria de bezerros de corteAllen Ferreira
 
Introdução a Equinocultura
Introdução a EquinoculturaIntrodução a Equinocultura
Introdução a EquinoculturaKiller Max
 

Mais procurados (20)

Melhoramento genético de suínos
Melhoramento genético de suínosMelhoramento genético de suínos
Melhoramento genético de suínos
 
Avaliação genética aula
Avaliação genética aulaAvaliação genética aula
Avaliação genética aula
 
A Seleção do Nelore Lemgruber na Fazenda Mundo Novo
A Seleção do Nelore Lemgruber na Fazenda Mundo NovoA Seleção do Nelore Lemgruber na Fazenda Mundo Novo
A Seleção do Nelore Lemgruber na Fazenda Mundo Novo
 
ICSC48 - Criação e manejo de coelhos
ICSC48 - Criação e manejo de coelhosICSC48 - Criação e manejo de coelhos
ICSC48 - Criação e manejo de coelhos
 
2 - TAXONOMIA ZOOTÉCNICA.pdf
2 - TAXONOMIA ZOOTÉCNICA.pdf2 - TAXONOMIA ZOOTÉCNICA.pdf
2 - TAXONOMIA ZOOTÉCNICA.pdf
 
Aula melhoramento bovinos corte parte 2 2012
Aula melhoramento bovinos corte parte 2 2012Aula melhoramento bovinos corte parte 2 2012
Aula melhoramento bovinos corte parte 2 2012
 
Seminário de caprino melhoramento genético
Seminário de caprino melhoramento genéticoSeminário de caprino melhoramento genético
Seminário de caprino melhoramento genético
 
Recria de bezerros de corte
Recria de bezerros de corteRecria de bezerros de corte
Recria de bezerros de corte
 
Palestra carina ensino online 2014
Palestra carina ensino online 2014Palestra carina ensino online 2014
Palestra carina ensino online 2014
 
Raças de gado de leite
Raças de gado de leiteRaças de gado de leite
Raças de gado de leite
 
[Palestra] Fernando Braga: Controle de doenças reprodutivas e respiratórias a...
[Palestra] Fernando Braga: Controle de doenças reprodutivas e respiratórias a...[Palestra] Fernando Braga: Controle de doenças reprodutivas e respiratórias a...
[Palestra] Fernando Braga: Controle de doenças reprodutivas e respiratórias a...
 
Princípios de Avaliação Genética
Princípios de Avaliação GenéticaPrincípios de Avaliação Genética
Princípios de Avaliação Genética
 
Aula 1 Zootecnia Geral.ppt
Aula 1 Zootecnia Geral.pptAula 1 Zootecnia Geral.ppt
Aula 1 Zootecnia Geral.ppt
 
Manejo de recria leiteira
Manejo de recria leiteiraManejo de recria leiteira
Manejo de recria leiteira
 
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinosManejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
 
Seleção em gado de leite e controle leiteiro
Seleção em gado de leite e controle leiteiroSeleção em gado de leite e controle leiteiro
Seleção em gado de leite e controle leiteiro
 
Melhoramento genetico
Melhoramento geneticoMelhoramento genetico
Melhoramento genetico
 
Cria de bezerros de corte
Cria de bezerros de corteCria de bezerros de corte
Cria de bezerros de corte
 
Introdução a Equinocultura
Introdução a EquinoculturaIntrodução a Equinocultura
Introdução a Equinocultura
 
Aula Confinamento
Aula ConfinamentoAula Confinamento
Aula Confinamento
 

Semelhante a Agentes de Melhoramento Genético e Lucratividade

DEP - Diferença Esperada na Progênie
DEP - Diferença Esperada na ProgênieDEP - Diferença Esperada na Progênie
DEP - Diferença Esperada na ProgênieApoio Genética
 
Prova de ganho de peso
Prova de ganho de pesoProva de ganho de peso
Prova de ganho de pesoguestd33e10
 
Índice Reprodutivo Pfizer na Seleção de Fêmeas
Índice Reprodutivo Pfizer na Seleção de FêmeasÍndice Reprodutivo Pfizer na Seleção de Fêmeas
Índice Reprodutivo Pfizer na Seleção de FêmeasANCP Ribeirão Preto
 
1º BeefPoint Live Day - palestra - Rogerio Balani - Gene Tatuapé
1º BeefPoint Live Day - palestra - Rogerio Balani - Gene Tatuapé1º BeefPoint Live Day - palestra - Rogerio Balani - Gene Tatuapé
1º BeefPoint Live Day - palestra - Rogerio Balani - Gene TatuapéAgroTalento
 
Ensino Online - Importância econômica de touros geneticamente avaliado
Ensino Online - Importância econômica de touros geneticamente avaliadoEnsino Online - Importância econômica de touros geneticamente avaliado
Ensino Online - Importância econômica de touros geneticamente avaliadoANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2016 – Carina Ubirajara – Eficiência Alimentar em Bovinos de C...
Seminário ANCP 2016 – Carina Ubirajara – Eficiência Alimentar em Bovinos de C...Seminário ANCP 2016 – Carina Ubirajara – Eficiência Alimentar em Bovinos de C...
Seminário ANCP 2016 – Carina Ubirajara – Eficiência Alimentar em Bovinos de C...ANCP Ribeirão Preto
 
Onde podemos chegar com o Nelore
Onde podemos chegar com o NeloreOnde podemos chegar com o Nelore
Onde podemos chegar com o NeloreExagro
 
O benefício da DEP Genômica na seleção
O benefício da DEP Genômica na seleçãoO benefício da DEP Genômica na seleção
O benefício da DEP Genômica na seleçãoANCP Ribeirão Preto
 
Avanços da raça angus americana beefpoint - marcelo selistre
Avanços da raça angus americana   beefpoint - marcelo selistreAvanços da raça angus americana   beefpoint - marcelo selistre
Avanços da raça angus americana beefpoint - marcelo selistreAgroTalento
 
Fórum Expogenética 2013- Provas Desempenho
Fórum Expogenética 2013- Provas DesempenhoFórum Expogenética 2013- Provas Desempenho
Fórum Expogenética 2013- Provas DesempenhoANCP Ribeirão Preto
 
1 uso de touros juvens do teste de progênie
1  uso de touros juvens do teste de progênie1  uso de touros juvens do teste de progênie
1 uso de touros juvens do teste de progênieANCP Ribeirão Preto
 

Semelhante a Agentes de Melhoramento Genético e Lucratividade (20)

DEP - Diferença Esperada na Progênie
DEP - Diferença Esperada na ProgênieDEP - Diferença Esperada na Progênie
DEP - Diferença Esperada na Progênie
 
Cartilha de Tecnologias ANCP
Cartilha de Tecnologias ANCPCartilha de Tecnologias ANCP
Cartilha de Tecnologias ANCP
 
Prova de Ganho de Peso
Prova de Ganho de PesoProva de Ganho de Peso
Prova de Ganho de Peso
 
Prova de ganho de peso
Prova de ganho de pesoProva de ganho de peso
Prova de ganho de peso
 
Índice Reprodutivo Pfizer na Seleção de Fêmeas
Índice Reprodutivo Pfizer na Seleção de FêmeasÍndice Reprodutivo Pfizer na Seleção de Fêmeas
Índice Reprodutivo Pfizer na Seleção de Fêmeas
 
1º BeefPoint Live Day - palestra - Rogerio Balani - Gene Tatuapé
1º BeefPoint Live Day - palestra - Rogerio Balani - Gene Tatuapé1º BeefPoint Live Day - palestra - Rogerio Balani - Gene Tatuapé
1º BeefPoint Live Day - palestra - Rogerio Balani - Gene Tatuapé
 
Ensino Online - Importância econômica de touros geneticamente avaliado
Ensino Online - Importância econômica de touros geneticamente avaliadoEnsino Online - Importância econômica de touros geneticamente avaliado
Ensino Online - Importância econômica de touros geneticamente avaliado
 
Palestra touros jovens
Palestra   touros jovensPalestra   touros jovens
Palestra touros jovens
 
Apresentação ancp2016
Apresentação ancp2016Apresentação ancp2016
Apresentação ancp2016
 
Apresentação case bela
Apresentação case belaApresentação case bela
Apresentação case bela
 
Seminário ANCP 2016 – Carina Ubirajara – Eficiência Alimentar em Bovinos de C...
Seminário ANCP 2016 – Carina Ubirajara – Eficiência Alimentar em Bovinos de C...Seminário ANCP 2016 – Carina Ubirajara – Eficiência Alimentar em Bovinos de C...
Seminário ANCP 2016 – Carina Ubirajara – Eficiência Alimentar em Bovinos de C...
 
Onde podemos chegar com o Nelore
Onde podemos chegar com o NeloreOnde podemos chegar com o Nelore
Onde podemos chegar com o Nelore
 
Caso de sucesso
Caso de sucesso Caso de sucesso
Caso de sucesso
 
Catalogo Leilão Virtual Marcas Fortes
Catalogo Leilão Virtual Marcas FortesCatalogo Leilão Virtual Marcas Fortes
Catalogo Leilão Virtual Marcas Fortes
 
Palestra Raysildo
Palestra RaysildoPalestra Raysildo
Palestra Raysildo
 
O benefício da DEP Genômica na seleção
O benefício da DEP Genômica na seleçãoO benefício da DEP Genômica na seleção
O benefício da DEP Genômica na seleção
 
Avanços da raça angus americana beefpoint - marcelo selistre
Avanços da raça angus americana   beefpoint - marcelo selistreAvanços da raça angus americana   beefpoint - marcelo selistre
Avanços da raça angus americana beefpoint - marcelo selistre
 
Cri corte taurino 2015
Cri corte taurino 2015Cri corte taurino 2015
Cri corte taurino 2015
 
Fórum Expogenética 2013- Provas Desempenho
Fórum Expogenética 2013- Provas DesempenhoFórum Expogenética 2013- Provas Desempenho
Fórum Expogenética 2013- Provas Desempenho
 
1 uso de touros juvens do teste de progênie
1  uso de touros juvens do teste de progênie1  uso de touros juvens do teste de progênie
1 uso de touros juvens do teste de progênie
 

Mais de ANCP Ribeirão Preto

Seminário ANCP 2022 - História das avaliações genéticas - De Henderson à aval...
Seminário ANCP 2022 - História das avaliações genéticas - De Henderson à aval...Seminário ANCP 2022 - História das avaliações genéticas - De Henderson à aval...
Seminário ANCP 2022 - História das avaliações genéticas - De Henderson à aval...ANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2022 - Desafios regulatórios da pecuária: ontem e hoje
Seminário ANCP 2022 - Desafios regulatórios da pecuária: ontem e hojeSeminário ANCP 2022 - Desafios regulatórios da pecuária: ontem e hoje
Seminário ANCP 2022 - Desafios regulatórios da pecuária: ontem e hojeANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2022 - Incrementos na produtividade pecuária de corte com o us...
Seminário ANCP 2022 - Incrementos na produtividade pecuária de corte com o us...Seminário ANCP 2022 - Incrementos na produtividade pecuária de corte com o us...
Seminário ANCP 2022 - Incrementos na produtividade pecuária de corte com o us...ANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2022 - Mudança da demanda do mercado de genética da última década
Seminário ANCP 2022 - Mudança da demanda do mercado de genética da última décadaSeminário ANCP 2022 - Mudança da demanda do mercado de genética da última década
Seminário ANCP 2022 - Mudança da demanda do mercado de genética da última décadaANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2022 - Seleção genética para melhoria da qualidade da carne br...
Seminário ANCP 2022 - Seleção genética para melhoria da qualidade da carne br...Seminário ANCP 2022 - Seleção genética para melhoria da qualidade da carne br...
Seminário ANCP 2022 - Seleção genética para melhoria da qualidade da carne br...ANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Precocidade Sexual: Interação Nutrição × Genética (Resu...
Seminário ANCP 2019 - Precocidade Sexual: Interação Nutrição × Genética (Resu...Seminário ANCP 2019 - Precocidade Sexual: Interação Nutrição × Genética (Resu...
Seminário ANCP 2019 - Precocidade Sexual: Interação Nutrição × Genética (Resu...ANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Seleção para qualidade de carne: Acabamento, Musculosid...
Seminário ANCP 2019 - Seleção para qualidade de carne: Acabamento, Musculosid...Seminário ANCP 2019 - Seleção para qualidade de carne: Acabamento, Musculosid...
Seminário ANCP 2019 - Seleção para qualidade de carne: Acabamento, Musculosid...ANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Visão do mercado de animais avaliados ANCP
Seminário ANCP 2019 - Visão do mercado de animais avaliados ANCPSeminário ANCP 2019 - Visão do mercado de animais avaliados ANCP
Seminário ANCP 2019 - Visão do mercado de animais avaliados ANCPANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Avaliação do potencial lucrativo do genoma com o aplica...
Seminário ANCP 2019 - Avaliação do potencial lucrativo do genoma com o aplica...Seminário ANCP 2019 - Avaliação do potencial lucrativo do genoma com o aplica...
Seminário ANCP 2019 - Avaliação do potencial lucrativo do genoma com o aplica...ANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Estudos de validação Clarifide Nelore
Seminário ANCP 2019 - Estudos de validação Clarifide NeloreSeminário ANCP 2019 - Estudos de validação Clarifide Nelore
Seminário ANCP 2019 - Estudos de validação Clarifide NeloreANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Seleção e melhoramento para produção de carne de qualidade
Seminário ANCP 2019 - Seleção e melhoramento para produção de carne de qualidadeSeminário ANCP 2019 - Seleção e melhoramento para produção de carne de qualidade
Seminário ANCP 2019 - Seleção e melhoramento para produção de carne de qualidadeANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar ANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Avaliação Genômica em Rebanhos Comerciais: Avanços, Liç...
Seminário ANCP 2019 - Avaliação Genômica em Rebanhos Comerciais: Avanços, Liç...Seminário ANCP 2019 - Avaliação Genômica em Rebanhos Comerciais: Avanços, Liç...
Seminário ANCP 2019 - Avaliação Genômica em Rebanhos Comerciais: Avanços, Liç...ANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar: Evolução e Desafios: Exemplo prático
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar: Evolução e Desafios: Exemplo práticoSeminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar: Evolução e Desafios: Exemplo prático
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar: Evolução e Desafios: Exemplo práticoANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2019 - Práticas Inovadoras para a Sustentabilidade da Pecuária
Seminário ANCP 2019 - Práticas Inovadoras para a Sustentabilidade da PecuáriaSeminário ANCP 2019 - Práticas Inovadoras para a Sustentabilidade da Pecuária
Seminário ANCP 2019 - Práticas Inovadoras para a Sustentabilidade da PecuáriaANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2018 - Precocidade Sexual: Do mito à realidade
Seminário ANCP 2018 - Precocidade Sexual: Do mito à realidadeSeminário ANCP 2018 - Precocidade Sexual: Do mito à realidade
Seminário ANCP 2018 - Precocidade Sexual: Do mito à realidadeANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2018 - ANCP além da fronteira - A criação de gado do grupo pec...
Seminário ANCP 2018 - ANCP além da fronteira - A criação de gado do grupo pec...Seminário ANCP 2018 - ANCP além da fronteira - A criação de gado do grupo pec...
Seminário ANCP 2018 - ANCP além da fronteira - A criação de gado do grupo pec...ANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2018 - Índice Bioeconômico Guzerá, Brahman e Tabapuã
Seminário ANCP 2018 - Índice Bioeconômico Guzerá, Brahman e TabapuãSeminário ANCP 2018 - Índice Bioeconômico Guzerá, Brahman e Tabapuã
Seminário ANCP 2018 - Índice Bioeconômico Guzerá, Brahman e TabapuãANCP Ribeirão Preto
 
Seminário ANCP 2018 - Lançamento Oficial do APP da ANCP.
Seminário ANCP 2018 - Lançamento Oficial do APP da ANCP.Seminário ANCP 2018 - Lançamento Oficial do APP da ANCP.
Seminário ANCP 2018 - Lançamento Oficial do APP da ANCP.ANCP Ribeirão Preto
 

Mais de ANCP Ribeirão Preto (20)

Seminário ANCP 2022 - História das avaliações genéticas - De Henderson à aval...
Seminário ANCP 2022 - História das avaliações genéticas - De Henderson à aval...Seminário ANCP 2022 - História das avaliações genéticas - De Henderson à aval...
Seminário ANCP 2022 - História das avaliações genéticas - De Henderson à aval...
 
Seminário ANCP 2022 - Desafios regulatórios da pecuária: ontem e hoje
Seminário ANCP 2022 - Desafios regulatórios da pecuária: ontem e hojeSeminário ANCP 2022 - Desafios regulatórios da pecuária: ontem e hoje
Seminário ANCP 2022 - Desafios regulatórios da pecuária: ontem e hoje
 
Seminário ANCP 2022 - Incrementos na produtividade pecuária de corte com o us...
Seminário ANCP 2022 - Incrementos na produtividade pecuária de corte com o us...Seminário ANCP 2022 - Incrementos na produtividade pecuária de corte com o us...
Seminário ANCP 2022 - Incrementos na produtividade pecuária de corte com o us...
 
Seminário ANCP 2022 - Mudança da demanda do mercado de genética da última década
Seminário ANCP 2022 - Mudança da demanda do mercado de genética da última décadaSeminário ANCP 2022 - Mudança da demanda do mercado de genética da última década
Seminário ANCP 2022 - Mudança da demanda do mercado de genética da última década
 
Seminário ANCP 2022 - Seleção genética para melhoria da qualidade da carne br...
Seminário ANCP 2022 - Seleção genética para melhoria da qualidade da carne br...Seminário ANCP 2022 - Seleção genética para melhoria da qualidade da carne br...
Seminário ANCP 2022 - Seleção genética para melhoria da qualidade da carne br...
 
Seminário ANCP 2019 - Precocidade Sexual: Interação Nutrição × Genética (Resu...
Seminário ANCP 2019 - Precocidade Sexual: Interação Nutrição × Genética (Resu...Seminário ANCP 2019 - Precocidade Sexual: Interação Nutrição × Genética (Resu...
Seminário ANCP 2019 - Precocidade Sexual: Interação Nutrição × Genética (Resu...
 
Seminário ANCP 2019 - Seleção para qualidade de carne: Acabamento, Musculosid...
Seminário ANCP 2019 - Seleção para qualidade de carne: Acabamento, Musculosid...Seminário ANCP 2019 - Seleção para qualidade de carne: Acabamento, Musculosid...
Seminário ANCP 2019 - Seleção para qualidade de carne: Acabamento, Musculosid...
 
Seminário ANCP 2019 - Visão do mercado de animais avaliados ANCP
Seminário ANCP 2019 - Visão do mercado de animais avaliados ANCPSeminário ANCP 2019 - Visão do mercado de animais avaliados ANCP
Seminário ANCP 2019 - Visão do mercado de animais avaliados ANCP
 
Seminário ANCP 2019 - Avaliação do potencial lucrativo do genoma com o aplica...
Seminário ANCP 2019 - Avaliação do potencial lucrativo do genoma com o aplica...Seminário ANCP 2019 - Avaliação do potencial lucrativo do genoma com o aplica...
Seminário ANCP 2019 - Avaliação do potencial lucrativo do genoma com o aplica...
 
Seminário ANCP 2019 - Estudos de validação Clarifide Nelore
Seminário ANCP 2019 - Estudos de validação Clarifide NeloreSeminário ANCP 2019 - Estudos de validação Clarifide Nelore
Seminário ANCP 2019 - Estudos de validação Clarifide Nelore
 
Seminário ANCP 2019 - Seleção e melhoramento para produção de carne de qualidade
Seminário ANCP 2019 - Seleção e melhoramento para produção de carne de qualidadeSeminário ANCP 2019 - Seleção e melhoramento para produção de carne de qualidade
Seminário ANCP 2019 - Seleção e melhoramento para produção de carne de qualidade
 
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar
 
Seminário ANCP 2019 - Avaliação Genômica em Rebanhos Comerciais: Avanços, Liç...
Seminário ANCP 2019 - Avaliação Genômica em Rebanhos Comerciais: Avanços, Liç...Seminário ANCP 2019 - Avaliação Genômica em Rebanhos Comerciais: Avanços, Liç...
Seminário ANCP 2019 - Avaliação Genômica em Rebanhos Comerciais: Avanços, Liç...
 
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar: Evolução e Desafios: Exemplo prático
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar: Evolução e Desafios: Exemplo práticoSeminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar: Evolução e Desafios: Exemplo prático
Seminário ANCP 2019 - Eficiência Alimentar: Evolução e Desafios: Exemplo prático
 
Seminário ANCP 2019 - Práticas Inovadoras para a Sustentabilidade da Pecuária
Seminário ANCP 2019 - Práticas Inovadoras para a Sustentabilidade da PecuáriaSeminário ANCP 2019 - Práticas Inovadoras para a Sustentabilidade da Pecuária
Seminário ANCP 2019 - Práticas Inovadoras para a Sustentabilidade da Pecuária
 
Encontro ANCP/Zoetis 2019
Encontro ANCP/Zoetis 2019Encontro ANCP/Zoetis 2019
Encontro ANCP/Zoetis 2019
 
Seminário ANCP 2018 - Precocidade Sexual: Do mito à realidade
Seminário ANCP 2018 - Precocidade Sexual: Do mito à realidadeSeminário ANCP 2018 - Precocidade Sexual: Do mito à realidade
Seminário ANCP 2018 - Precocidade Sexual: Do mito à realidade
 
Seminário ANCP 2018 - ANCP além da fronteira - A criação de gado do grupo pec...
Seminário ANCP 2018 - ANCP além da fronteira - A criação de gado do grupo pec...Seminário ANCP 2018 - ANCP além da fronteira - A criação de gado do grupo pec...
Seminário ANCP 2018 - ANCP além da fronteira - A criação de gado do grupo pec...
 
Seminário ANCP 2018 - Índice Bioeconômico Guzerá, Brahman e Tabapuã
Seminário ANCP 2018 - Índice Bioeconômico Guzerá, Brahman e TabapuãSeminário ANCP 2018 - Índice Bioeconômico Guzerá, Brahman e Tabapuã
Seminário ANCP 2018 - Índice Bioeconômico Guzerá, Brahman e Tabapuã
 
Seminário ANCP 2018 - Lançamento Oficial do APP da ANCP.
Seminário ANCP 2018 - Lançamento Oficial do APP da ANCP.Seminário ANCP 2018 - Lançamento Oficial do APP da ANCP.
Seminário ANCP 2018 - Lançamento Oficial do APP da ANCP.
 

Agentes de Melhoramento Genético e Lucratividade

  • 1. Agentes de Melhoramento Genético e Lucratividade Luís Gustavo G. Figueiredo Pesquisador da ANCP
  • 2. Projeções da FAO (2010) • 9 bilhões de habitantes até 2050 Em 2050 Teremos que dobrar a produção de alimentos E 70% desse aumento virá de tecnologias que aumentam a produtividade
  • 5. Qual é o nosso produto? (pergunta essencial para definirmos nossos objetivos)  Olho do Cliente
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 10.
  • 12. Não existe melhoramento animal, aumento de produtividade sem definição clara de objetivos, pois, afinal....... Fonte: Ferraz, JBS
  • 14. Para se conseguir eficiência, aumento de produtividade e lucratividade é necessário,portanto… • Definição clara de objetivos, metas e tempos • Conhecimento • Aplicação adequada dos melhores métodos e tecnologias disponíveis
  • 15. E o que buscamos ao comprar material genético (tourinho, doadoras, sêmen ou embriões)?
  • 16. Na realidade, buscamos o material genético, contido nos Cromossomos (DNA)
  • 17. Como começar um trabalho de melhoramento genético e aplicá-lo na fazenda
  • 18. PREMISSA BÁSICA 1: REPRODUÇÃO
  • 19.  Touro tem que cobrir e vaca parir!  Vaca tem que parir e desmamar bezerros pesados em sua vida produtiva PREMISSA BÁSICA 1: REPRODUÇÃO
  • 20. Estação de monta Recomendado EM máxima de 4 meses, concentrado no verão Concentração dos nascimentos Organização operacional da Fazenda Permite identificar animais improdutivos Formação de lotes mais homogêneos
  • 22. Acasalamento Dirigido  Concilia o máximo de informação genética e morfológica de cada animal, para definir os acasalamentos mais adequados a fim de otimizar o potencial genético e funcional dos produtos que serão gerados para atingir os objetivos do cliente.
  • 24. PREMISSA BÁSICA 2: COLETA DE DADOS
  • 25. Integridade dos dados Identificação do animal Filiação detalhada (genealogia) Data de nascimento Mensurações de características com precisão Identificação correta e detalhada do manejo e lote de manejo
  • 26.  Nascimentos (identificação, sexo, data nasc., genealogia)  Pesagens e perímetros escrotais (data med., RA, LM) 1º Cronograma 2º Cronograma Como Pesar JANEIRO FEVEREIRO  Machos e fêmeas, do nascimento até 18 meses de idade.  Perímetro escrotal dos machos dos 9 até 18 meses de idade.  Peso da vaca adulta uma vez ao ano (Recomendado)  Peso ao nascer real (Recomendado) ABRIL MAIO JULHO AGOSTO OUTUBRO NOVEMBRO Informações necessárias
  • 28. • Fertilidade • Precocidade SexualPerímetro Escrotal • Monitorar o desenvolvimento do animal. Pesagem Importância
  • 29. • Peso ao Nascer • Peso da Vaca Adulta Coleta de dados
  • 30. Coleta: 365 a 610 dias Coleta: 330 a 610 dias Informações necessárias
  • 31. Lotes de Manejo Grupo de animais manejados juntos submetidos as mesmas condições de ambiente, nutricionais e sanitárias.
  • 33. Quebra ou união de LMs sem informar no software Regime alimentar diferenciado dentro dos LMs LMs com animais únicos LMs com animais filhos de um único touro Inclusão de animais provenientes de regime alimentar diferente sem prévia pesagem e/ou informação no software Fatores que descaracterizam um lote de manejo
  • 34.  Grupo de animais que tiveram as mesmas oportunidades e condições ambientais para expressar seu potencial genético  Formado por:  Fazenda;  Sexo;  Regime alimentar;  Época de nascimento;  LOTE DE MANEJO. Grupo Contemporâneo
  • 35. Qualidade da Informação  Qualidade dos dados coletados na fazenda;  Identificação dos animais;  Uso apropriado dos instrumentos de medição;  Formação de lotes de manejo;  Treinamento da equipe;  Integridade da avaliação genética.
  • 36. TIPO, QUANTIDADE E QUALIDADE DA INFORMAÇÃO Peso ao nascer = “100kg” Data de nascimento = “30/02” Pai do bezerro = “pelo jeitão dele” Manejo alimentar = “tanto faz” Identificação = “perda de tempo” Balança = “para o que?” “Deixo para anotar amanhã” etc etc Avaliação Genética LIXO
  • 38. PREMISSA BÁSICA 3: Ingressar em um Programa de Melhoramento Genético
  • 39. = G + E FENÓTIPO Mérito Genético Nutrição, Manejo e Sanidade Transmitido de pai/mãe para filho Mudanças Temporárias Objetivo da Avaliação Genética
  • 40. • ½ do Mérito Genético Mérito Genético do Animal ½ Mérito Genético DEP Contribuição do animal como reprodutor
  • 41. DP450 = 26 Kg DP450 = 17 Kg DIFERENÇA DE 9 Kg!! Crescimento Pós-desmama
  • 42. DEP – Informação utilizada DEP pedigree DEP interina DEP progênie Informações DEPs dos pais/parentes DEPs de parentes Performance própria DEPs de parentes Performance própria Performance progênies Uso Animais muito jovens; TE/FIV; Acasalamentos (PAG) Animais jovens; Animais sem progênies Animais com progênies Acurácia Muito baixa Baixa Média a Alta
  • 43. Características avaliadas • Reprodutivas – IPP, PG, 3P, STAY, PAC, PE365 e PE450 • Habilidade materna – MP120, MP210, MTP120, MTP210 – expressa em kg Crescimento  PN, P120, P210, P365, P450, PA – expressa em kg
  • 44. Características avaliadas  Ultrassonografia de carcaça  AOL, ACAB (EG e EGP8), MAR – cm2 , mm e % • Composição de carcaça – PCQ e PPC - kg
  • 46. ESCOLHA DO REPRODUTOR TOURO A DP450 = 5,7 kg Acc = 92 TOURO C DP450 = 16,9 kg Acc = 95 TOURO B DP450 = 24,5 kg Acc = 31 Dif. -18,8 kg Dif. -11,2 kg Dif. 7,6 kg Incerteza Touro B = 69% Incerteza Touro C = 5%
  • 47. A seleção deve ser baseada no valor da DEP, a acurácia será usada como guia da intensidade de uso dos reprodutores. Acurácia Touro A DP450 = + 15 kg Touro C Acc. = 90 Acc. = 25 + 15 A CTouro C: DP450=15 kg, ACC. =25 Variação da DEP: 9,5 a 20,5 kg; Touro A: DP450=15 kg, ACC.= 90 Variação da DEP: 14,3 a 15,7 kg.
  • 49. Prova de Desempenho UFU/ANCP Grupos de DEPs P450 A: Pai/Touro com DEP < 7 kg 282b B: Pai/Touro com DEP de 7 kg ≤ X ≤ 13 kg 298ab C: Pai/Touro com DEP > 13 kg 310a Comparando A e C: 28 kg de diferença! Adaptado: Profa. Carina U. de Faria
  • 50. Características de carcaça de bovinos Nelore, Caracu, Guzerá e Gir selecionados para peso pós-desmame Grupos Genéticos NeS NeC Nº de animais 125 107 Peso Abate Kg 495 a 424 c 71kg - 16,7 % Peso carcaça Quente kg 291 a 250 c 41 kg Rendimento Quente % 58,8 a 58,8 a Fonte: Sarah Figueiredo Martins Bonilha, et al, 2013
  • 51. NC NS
  • 52. NC NS
  • 53. Touro bom é Investimento!!!
  • 54. Impacto Econômico no uso de Touros Melhoradores
  • 55. Impacto Econômico no uso de Touros Melhoradores 7,85 13,67 5,13 8,66 2,73 4,63 -4,56 -6,46 -10,00 -5,00 0,00 5,00 10,00 15,00 DP210 DP450 ProduçãoMédia(kg) TM1 TM2 TC TI
  • 56. Impacto Econômico no uso de Touros Melhoradores 29,82 45,89 19,48 29,08 10,37 15,54 -17,34 -21,7 -30 -20 -10 0 10 20 30 40 50 DP210 DP450 RetornoEcônomico(R$) TM1 TM2 TC TI
  • 57. Rendimento de Caraça Valor da @: R$145,00 Rendimento de carcaça: 50% Peso vivo de abate: 510 kg Valor recebido: R$2.465,00 Valor da @: R$145,00 Rendimento de carcaça: 51% Peso vivo de abate: 510 kg Valor recebido: R$2.514,30 Diferença: R$49,30
  • 58. 1,5 2,0 2,5 3,0 3,5 4,0 4 8 12 16 ∆G IG medio Use touros jovens!! ∆G = DS * h2 IG
  • 59. 20% Reposição de fêmeas no rebanho ATENÇÃO!!!! A REPRODUÇÃO TEM 5 VEZES MAIS IMPACTO ECONÔMICO NA PECUÁRIA DO QUE QUALQUER OUTRA CARACTERÍSTICA!!!! FAÇA REPOSIÇÃO E SELEÇÃO DE FÊMEAS!!!
  • 60. 0 2 4 6 8 10 12 14 16 18 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 animal pai mae -2 0 2 4 6 8 10 12 14 2003 2005 2007 2009 2011 animal pai mae
  • 61. Avaliação Genética Definir os Objetivos e Critérios de Seleção Utilização da AG: DEPs; relatórios; Resultados: seleção e acasalamentos otimizados Progresso Genético Sucesso no Programa de Melhoramento
  • 62. Conclusão Ter avaliações genéticas não garante o progresso genético, os resultados devem ser aplicados na seleção do rebanho para ter melhoramento genético.
  • 63. A diferença você vê no futuro