RELATÓRIO DE ATIVIDADES          Número                 Tipo da solitação            Titulo do projeto                    ...
nulo, pH em KCl > 5 e CETC da argila <                                            1,5 cmolc.dm-3 argila evidenciados nos  ...
Hierarquia           Fonte do  Nome do táxon             Nível                                               taxonômica   ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Recomenda es vinicius v souza solos

243 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Recomenda es vinicius v souza solos

  1. 1. RELATÓRIO DE ATIVIDADES Número Tipo da solitação Titulo do projeto Analise de Topossequência Autorização para atividades19424 de solos na Serra da com finalidade científica Canastra Dados do pesquisador Nome Nacionalidade CPF Fone E-mailVinicius (0xx61) 8474- vinicius.vascozaVasconcelos de Brasileira 71752595149 3665 @gmail.comSouza Dados do relatório Data da liberaçãoNúmer Situação das o informaçõe s Submetid3892 07/03/2012 o Atividades Descrição das atividades cadastradasPesquisa em unidade de conservação federalLevantamento de dados abióticos Resultados/Discussão Pergunta/Item Resposta A Serra da Canastra, apesar de apresentar uma paisagem com predominância de ambientes saturados em água ? evidenciados a partir da observação da geomorfologia estrutural e da vegetação hidromórfica principalmente dos campos limpos úmidos ? , apresentou uma topossequência caracterizada por solos em estado de intemperismo elevado. AResultados / Discussão: predominância da gibbsita sobre a caulinita foi observada em toda a topossequência, aumentando em direção aos ambientes mais hidromórficos. Isso pode indicar um processo de inversão de relevo,da mesma forma que a organização lito-estrutural mostra um sinforme na posição de um alto estrutural. Por sua vez, o caráter ácrico evidenciado nos Latossolos e os parâmetros desse caráter: ?pH positivo ou
  2. 2. nulo, pH em KCl > 5 e CETC da argila < 1,5 cmolc.dm-3 argila evidenciados nos outros solos da topossequencia, aliados à presença de Stones lines, sugerem que essa paisagem pode já ter tido uma condição de drenagem mais eficiente em ambiente mais propício para a formação de gibbsita. Além disso, essa observação deve estar aliada com o papel da atividade biológica observada na topossequência e na paisagem, uma vez que estudos apontam para sua influência na organização e formação dos microagregados. Esse estudo indicou uma interação entre os solos e a condição hídrica nos quais estão submetidos. Essa relação provoca constantes embaciamentos saturados em água caracterizando ambientes relativamente frágeis decorrente da sua susceptibilidade erosiva. De fato trabalhos de perda de solos e condutividadeInformações relevantes ao manejo ou hidráulica são sugeridos para essa UC paraproteção das espécies e ecossistemas, ou elucidar melhor questão. Entretanto, aà(s) cavidade(s) natural(is) subterrânea(s) pedogeomorfologia da topossequencia(se houver): mostra que a drenagem subsuperficial provoca colapso solapados na paisagem. Esses solapamentos são ambientes repletos de campos limpos úmidos com murundum e prováveis gleissolos e plintossolos. Desta forma, podemos considera-los ambientes hidromórficos e de proteção permanente de acordo com o código florestal. Informações para UC Unidade de conservação Pergunta/Item Resposta Sugiro mapeamento de Recomendações ao campos limpos úmidos com manejo/gestão da unidade de murundum decorrente daPARQUE NACIONAL DA conservação federal ou à sua sensibilidade ambientalSERRA DA CANASTRA proteção das espécies, como e por apresentar a também à(s) cavidade(s) fitofisionomia mais subterrânea(s) (se houver). abrangente do parque. Listagem dos táxons incluídos no seu relatório
  3. 3. Hierarquia Fonte do Nome do táxon Nível taxonômica cadastramento Nenhum registro encontrado Destino Destino Tipo do Local Nenhum registro encontrado Listagem das localidades cadastradas e detalhamento Descrição da Municípi Longitud Jurisdi Ambie Ocorr Aç LatitudeLocalidade/Nome da UC o-UF e ção nte ências ão SAO ROQUEPARQUE NACIONAL DA 20° 08 046° 54 UC Contin DE 0SERRA DA CANASTRA 12.39 S 00.65 W Federal ental MINAS- MG Histórico do relatório Data e hora da Situação situação 07/03/2012Submetido 22:56:51

×