Vídeo, a nova fronteira da comunicação empresarial

3.545 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre o papel do vídeo na comunicação corporativa. O vídeo está se tornando uma ferramenta de comunicação decisiva.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.545
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
197
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
73
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vídeo, a nova fronteira da comunicação empresarial

  1. 1. VÍDEOA nova fronteira da comunicação corporativa
  2. 2. Comunicação em vídeo● Três cenários para a comunicação corporativa em vídeo: ● TV ● Computador ● Mídias móveis (celular, tablets)
  3. 3. TV Corporativa● Ganhou espaço nos anos 90, especialmente em grandes empresas, substituindo o tradicional mural em papel● Produção permanente de conteúdo se tornou desafio para sua manutenção● Vem perdendo penetração por duas razões decisivas: ● Impossibilidade de interação ● Tira a pessoa de seu posto de trabalho
  4. 4. Impacto da WEB● A internet está tendo um efeito profundo sobre os hábitos dos consumidores na visualização de vídeos
  5. 5. Novos dispositivos● A proliferação de dispositivos está alterando o modo como as pessoas consomem vídeos E isso inclui o formato dos conteúdos
  6. 6. Alguns números● eMarketer estima que: ● Em 2011 68,2% dos usuários de Internet nos EUA (ou 158 milhões de pessoas) estão vendo conteúdos em vídeo mensalmente ● Em 2015, esse índice chegará a 76% ● No mesmo período os gastos com propaganda em vídeos online por parte das empresas vão crescer de US$ 1,97 bilhão para US$ 5,71 bilhões
  7. 7. Evolução da tendência● O indicador mostra crescimento consistente, ano a ano, confirmando tendência
  8. 8. Reflexões para o futuro● Como os espectadores dividem seu tempo entre TV, vídeo e Internet? ● A Globo teve a pior audiência da década em 2010● Além de televisão, quais dispositivos são mais usados para a visualização de vídeos?● E quem os está usando?● Quais são os tipos mais populares de vídeos?● Em qual mídia, a audiência é mais receptiva à propaganda? A propaganda em mídias móveis é a mesma usada em TV?
  9. 9. Ok, está crescendo● Enquanto os investimento das empresas em propaganda via vídeo online crescem, aumenta a pressão por resultados● Encorajar o “diálogo” por meio dos vídeos é uma forma de medir resultados (comentários, visualizações, replicações)
  10. 10. Reflexões para o futuro● Como avaliar o sucesso de um vídeo?● Os sites onde os vídeos estão alocados influenciam o envolvimento das pessoas?● Que tipo de segmentação garante melhor envolvimento com o vídeo?● Como vídeos patrocinados Vídeo com radialista desempregado, feito podem promover o por jornalista, alcançou milhares de envolvimento? visualizações e encheu a América de esperança na capacidade das pessoas de darem a volta por cima. É esta receita que torna um vídeo popular?
  11. 11. De que mercado estamos falando?● Depois da crise de 2008/2009, os gastos com propaganda online nos EUA cresceram 13,9% em 2010, alcançando US$25,8 bilhões● Mas a eMarketer estima que nos próximos anos esses investimentos chegarão a: ● US$ 30 bilhões em 2012 ● US$ 40 bilhões em 2014● Outro recorde: pela primeira vez, os gastos com propaganda online superaram a publicidade em jornais, que a eMarketer estima em US$ $25,7 bilhões em 2010● A Internet agora só perde para a TV● Por enquanto...
  12. 12. Conteúdos● Nos EUA, um público crescente começa a assistir programas de TV e filmes pela WEB● Isso é uma mudança de atitude, que leva agora à visualização de conteúdos de longa duração● A mudança se deve a vários fatores Ver um jogo de futebol pela ● Maior oferta de conteúdo (as redes de Tvs estão web abre possibilidades que finalmente descobrindo o poder da web) a TV não permite, como o ● A popularidade de alguns programas chat entre aqueles que estão vendo o jogo ● Melhorias tecnológicas ● Maior aceitação de visualização em telas menores● A programação de esportes está migrando para este cenário, como mostram as transmissões de mega eventos como Olimpíada e Copa do Mundo, alcançando milhões de espectadores em todo o mundo
  13. 13. Tecnologia● As empresas de tecnologia estão agarrando as oportunidades de vender equipamentos que atendem o desejo do consumidor de fundir a web e a Interação é a palavra-chave no que TV diz respeito à comunicação via vídeo. A pergunta é: as empresas● Esta tendência está criando um estão prontas para isto? ambiente onde o vídeo online vai ampliar sua penetração no futuro da comunicação empresarial
  14. 14. Mais indicadores● No passado, a TV copiou o Rádio, mas logo criou sua própria linguagem● Vamos ver nascer uma linguagem de TV para a WEB?● Alguém duvida que a resposta é SIM?
  15. 15. Usuários de redes sociais● Muitos dos vídeos postados em redes sociais são criados pelos próprios usuários● Esta é uma nova tendência?
  16. 16. Vídeo para o varejo● Você sabe que algo vai pegar quando o varejo adere de corpo alma
  17. 17. Algumas experiências Orientadora da Sears nos EUA e a “Lu”, vendedora virtual do Magazine Luiza, no Brasil. Este é um vasto campo para a comunicação empresarial em vídeo, pois não se trata de publicidade, mas de orientação ao consumidor. Os publicitários não sabem fazer isso.
  18. 18. Modelos de negócios● Enquanto o consumo de notícias, livros, guias de viagem e atualizações de softwares muda rapidamente para mídias móveis (iPhone, tablets, notebooks), os produtores de conteúdo precisarão refletir sobre modelos de negócios em um mercado que rejeita conteúdos pagos● O patrocínio da produção de vídeos é uma alternativa?
  19. 19. Conteúdo móvel● Outra tendência de mercado importante● A crescente experiência do consumidor em acessar uma enormidade de conteúdos para mídias móveis vai expandir esse mercado nos próximos 5 anos● Cresce, simultaneamente, o mercado para produtores de Vídeo da consultoria Towers Watson, com conteúdos orientações para o mercado de benefícios● As empresas podem participar empresariais. As empresas deixam de depender das mídias tradicionais para deste cenário como produtoras de produzir e distribuir seu próprio conteúdo conteúdo?
  20. 20. Mais dados● Crescimento da receita dos produtores de conteúdo para mídias móveis● O vídeo logo será a principal fonte de receita
  21. 21. Mais reflexão para o futuro● Quem são os consumidores de conteúdos em mídias móveis e como e onde eles acessam jogos, música e vídeo?● Quais são as oportunidades e os desafios para os produtores de jogos, música e vídeo?● Como as empresas podem Dados para Gestores de RH oferecidos apoiar essas ações e ganhar gratuitamente pela Towers Watson para com isso? usuários de iPad
  22. 22. Vídeos produzidos pelo público● Os dias dos gigantes de mídia que controlavam a criação, distribuição e rentabilidade dos conteúdos estão acabando● Vivemos uma explosão de conteúdos gerados pelo usuários ● Vídeos ● Apresentações ● Áudios ● Depoimentos● Esta tendência afeta a produção de conteúdo de modo radical Uma animação minimalista tem● Pela primeira vez, o público determina o uma audiência de 12 milhões de que tem valor, não os publicitários ou pessoas no Youtube. Isso é muito marketeiros mais do que a maioria dos programas de TV do Brasil
  23. 23. Receitas● Liderados pelas empresas que criaram essa revolução — YouTube, MySpace, Facebook — eMarketer estima que os sites de conteúdos gerados pelo usuário vão faturar US$4,3 bilhões em venda de publicidade, mais de 4 vezes a receita obtida em 2007
  24. 24. Reflexões necessárias● Como utilizar os sites com conteúdos gerados por usuários para os negócios? Há riscos?● Quais os usuários que mais geram conteúdo? Homem, mulher, adolescente?● Quem está acessando esses conteúdos?● Que outros modelos de negócios podem surgir destas experiências? No Facebook, o consultor divulga sua expertise e a estudante as fotos com as amigas. Há relação entre estas coisas?
  25. 25. Vídeo na educação  Pesquisa da ABRH- Nacional no Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas mostra grande público potencial para seminários WEB Fonte: ABRH-Nacional, 2009 Entre os que foram à EXPO e não participaram do entre os 20.000congresso, mais de 64% têm interesse nos temas mas nãotem como pagar o evento presencial ou não se planejaram visitantes da feira de para se ausentar quatro dias da empresa. Este é o público potencial para um Seminário WEB muito mais em conta, negócios Expo ABRHque possa ser acessado do trabalho ou de casa, na hora em que o participante puder
  26. 26. Necessidades do público Uma questão a avaliar é se os Seminários WEB podem satisfazer as necessidades das pessoas que buscam os eventos presenciais Pesquisa mostra que os Seminários WEB conseguiriam atender as três principais necessidades das pessoas que buscam seminários e congressos presenciais Fonte: ABRH-Nacional, 2009
  27. 27. O vídeo e a educação à distânciaA educação à distância só se viabiliza com a inclusão de vídeos, pois épreciso mimetizar as práticas do mundo real. As empresas tem algo aoferecer neste cenário?
  28. 28. Vídeo aula, vídeo palestra● Veja um exemplo de vídeo aula ou vídeo palestra ● http://tinyurl.com/24f5h3aEmpresas já atuando nesse segmento:- Six Sigma Brasil- Câmara Brasil Alemanha- Saba- Canal Pequenas e Médias Empresas
  29. 29. Conclusão● O vídeo é a linguagem do futuro● As empresas têm uma oportunidade de ouro de se tornarem produtoras de informação e conhecimento● Podem, ainda, participar do mercado de oferta de conteúdos gratuitos e pagos● Podem agregar a comunicação como um componente do mix de produtos
  30. 30. Armando Levy● Diretor da e-Press Comunicação● Professor de Cultura Organizacional e Comunicação Corporativa da Universidade Metodista, FEI, IBG e ECA-USP● Mestre em Teoria e Pesquisa em Comunicação pela ECA-USP● Especialista em Gestão da Comunicação pela ECA-USP● Especialista em TI Aplicada a Negócios pela FGV● Autor dos livros “Propaganda, a arte de gerar Armando Levy descrédito” (Editora FGV), “Censura em armando@epress.com.br rede: a Internet no Trabalho” e “A história da destruição da Varig”

×