SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 46
Baixar para ler offline
Inteligência Competitiva
Construindo conhecimento
Inteligência Competitiva


• Método para
  aprender a
  sentir o
  mercado
O que é IC?
            Inteligência             Inteligência
             Produto e               Concorrente
              Mercado




   Inteligência          Gestão              Inteligência
      Cliente          Estratégica            Ambiental




              Planos                    Planos
           Estratégicos                 Táticos
O que não é IC
        Bola de                BI
        Cristal
                                    Planilhas
                                                Espionagem
Pesquisa em
base de dados




                           Função para uma
                            pessoa esperta      Internet
                Software
Espionagem industrial


• Veja neste trecho do
  filme “The
  Corporation” as
  atividades de um espião
  industrial
Como os executivos tomam decisões?


  Intuição

  Informações

   Conselhos

   Estilo Pessoal

        Experiência

 Resultado: 50% das decisões fracassam!
Análise para a ação


 Dados       Informação       Inteligência    Ação




   Organização      Análise com       Tomada
    Sistemas      foco em decisão    de decisão




IC é levantamento consistente de dados com foco na ação
As etapas de um processo de IC


 • Metodologia de
   levantamento de
   informações:
   –   Necessidades de informação
   –   Coleta e tratamento
   –   Análise
   –   Disseminação
   –   Avaliação
Identificação das necessidades

 •   O que precisamos saber?
 •   O que já sabemos?
 •   Por que precisamos isso?
 •   Quando precisaremos saber isso?
 •   O que faremos com a informação?
 •   Quanto custará obtê-la?
 •   Quanto poderá custar não obtê-la?
As etapas da identificação

• Primeira etapa
   – Entrevistas com os tomadores de decisão da
     empresa para saber preocupações, possíveis
     surpresas, vigilâncias a serem monitoradas
• Segunda etapa
   – Análise dos resultados, com avaliação de
                                                    Entrevistas visam compreender
     que as necessidades foram compreendidas
                                                   necessidades de informação dos
• Terceira etapa                                           gestores da organização
   – Validação dos enunciados junto aos usuários
     do sistema de IC, avaliando o escopo do
     trabalho a ser realizado
Onde buscar informações?
                                                                       Imprensa,
                          Fornecedores    Novos                        Internet,
                                       concorrentes                    clientes,
                                                       Ações dos
                                                                       fornecedores
            Nova                                      concorrentes
          Tecnologia
Publicações
especializadas                                                         Seminários,
                                                                       associações,
  Programa                                                             congressos
  Antena
                                                             Novos
           Funcionários                                     Mercados

                         Nova                Mudanças            Associações,
Associações,
Sindicatos,
                       Legislação            no mercado          Sindicatos

Contador


                      De 80% a 90% de toda a
                   informação relevante para seu
                 negócio é de conhecimento público
Que informação eu quero?


• Que informação é relevante
  para seu negócio?
• Você sabe?
• Um bom ponto de partida é
  considerar as 5 forças de
  PORTER
As 5 forças de Porter

• A análise destes cinco fatores ambientais
   –   Concorrentes atuais
   –   Ameaça de novos entrantes
   –   Ameaça de produtos substitutos
   –   Fornecedores
   –   Consumidores
• Possibilita
   – Identificação de oportunidades e ameaças no ambiente
     externo
   – A antecipação dos movimentos dos concorrentes para
     decidir como é melhor agir no ambiente competitivo
     identificado
Modelo de Porter
                         Entrantes
     Poder de            Potenciais          Ameaça de
     negociação                              novos entrantes
     dos fornecedores

                           Concorrentes
                            na Indústria
 Fornecedores             Rivalidade entre
                                                    Compradores
                            as empresas
                              do setor

                                              Poder de negociação
                                              dos compradores
           Ameaça de
           serviços ou
           produtos       Produtos
           substitutos   Substitutos


 O modelo das 5 Forças de Porter é o ponto de partida para se
  considerar onde buscar a informação de que você necessita
Mecanismos de vigilância

• O que são vigilâncias?
  – São mecanismos de captura de
    informação voltados para aspectos
    relevantes do negócio
• Quais são as vigilâncias?
  – Social
  – Econômica
  – Política/Legal
  – Tecnológica
Vigilância Social

• Avalia informações como
   –   Costumes da época
   –   infra-estrutura social
   –   mão-de-obra
   –   segurança
   –   taxa de crescimento demográfico
• Por que?
   – Mudanças sociais podem ser ameaças ou
     oportunidades e é muito importante estar
     preparado
Vigilância Econômica

• Avalia informações sobre:
   –   Linhas de financiamento e impostos
   –   Incentivos fiscais
   –   Concorrentes atuais e potenciais
   –   Clientes e fornecedores
   –   Mercado de trabalho
• Por que?
   – Alterações na economia impactam
     diretamente seu negócio
Vigilância Política/Legal

• Avalia informações como:
  –   Leis
  –   Decretos
  –   Órgãos de governo
  –   Leis trabalhistas e fiscais
• Por que?
  – Alterações na lei impactam
    diretamente seu negócio
Vigilância Tecnológica

• Avalia informações sobre
  inovações técnicas como:
  –   Pesquisa
  –   Novos produtos
  –   Serviços
  –   Processos
  –   Patentes
• Por que?
  – Uma inovação radical pode tirar seu
    produto do mercado
Caixões e carros


• Como uma fábrica de
  caixões descobriu a
  relação entre cor de   As cores dos
                         caixões são
  automóvel e cor de     influenciadas
                         pelas cores dos
  caixão?                carros da
                         moda.
• Veja no filme!         Por que?
Case


• Uma empresa pretende
  comprar uma rede de
  cafeterias. Que tipo de
  informações ela deve levar
  em conta antes de fazer a
  aquisição?
Case (1)

• Defina a importância de cada vigilâncias para:
   – Rede de Cafeterias


                          BAIXA    MÉDIA           ALTA

   POLÍTICA

   ECONÔMICA

   SOCIAL

   TECNOLÓGICA
Case (2)

• Defina a importância das forças competitivas

                      BAIXA         MÉDIA        ALTA

   Fornecedores
   Concorrentes

   Clientes

   Novos entrantes

   Substitutos
Case (3)

• Necessidades de informação
  – Vigilância social:
      • Café faz mal? Que dizem as pesquisas?
      • Como estão os produtores de café?
      • Como as pessoas consomem café?
  – Vigilância Tecnológica:
      • Existem novas máquinas ou tecnologias para o negócio?
      • Existem pesquisas sobre novos grãos?
      • Existem outras/mais avançadas alternativas de
        manutenção das máquinas?
Case (4)

• Necessidades de informação
  – Vigilância econômica:
      •   Como está a performance dos concorrentes?
      •   Quais as preferências de clientes habituais/preferenciais?
      •   Há riscos de novos entrantes como Starbuck?
      •   Os fornecedores estão bem? Fornecem produtos confiáveis?
      •   Existem alternativas para novas parcerias?
  – Vigilância Política:
      • Quais as tendências de medidas governamentais que afetem
        o mercado de café e importação de máquinas e peças para
        café expresso?
Coleta e tratamento


• Como fazer?
  – Definir estratégia de busca
  – Definir grupo de pesquisadores
  – Alocar pessoal da empresa
  – Contratar serviços especializados
  – Orientar sobre a ética
Fontes

• As fontes podem ser
   – Primárias
      • Discursos, entrevistas, observações pessoais,
        Internet, entrevistas com fornecedores,
        clientes, feiras e congressos, networking
   – Secundárias
      • Livros, revistas e jornais, Internet, programas
        de tv e rádio, pesquisas prontas, clippings,
        balanços e relatórios anuais, relatórios de
        analistas
Classificação da informação

• Como classificar?
     – Matriz de classificação de informação
                                                           Estrutura
   Fonte           Estrutura   Conteúdo   Confiabilidade   Formal - 1 Informal - 2


Matéria Veja          1           2           2            Conteúdo
                                                           Primário - 1
Entrevista                                                 Secundário - 2
Fornecedor            2           1           3
                      1                       3            Confiabilidade
Site concorrente                  1                        Alto risco - 1
Revista interna
                                                           Confiança subjetiva - 2
do concorrente        1           1           3            Altamente confiável - 3

Esta atividade pode requerer TI
Exemplo

• Esta notícia é importante para você
  – Inclive se você é concorrente da Starbuck




Fonte: Site da Starbuck
Análise Final


• O propósito da análise não é
  aprender sobre os competidores,
  mas OFERECER ALTERNATIVAS
  para a tomada de decisão
• Os resultados têm que ser
  focados no futuro e não no
  passado
Análise Final (1)


• Faça hipóteses e teste as
  potenciais conclusões
   – Experimentar o drink de
     chocolate da Starbuck
       • Copiar o produto?
       • Inovar a partir dele?
       • Ignorar o lançamento
Ferramentas de análise

• Ferramentas mais usadas (*):
   – Simulação/modelagem – 25%
   –   Análise de combinações - 25%
   –   Jogos de guerra - 27%
   –   Análise de perdas e ganhos - 40%
   –   Cenários - 53%
   –   Análise SWOT - 55%
   –   Análise financeira - 72%
   –   Perfil dos competidores - 88%
• A escolha da ferramenta depende do seu foco

 (*) Society of Competitive Intelligence Professionals (SCIP)
Perfil dos concorrentes

• Fornece um quadro das forças
  e fraquezas dos potenciais
  concorrentes e tem 4 grandes
  objetivos
   –   Identificar planos estratégicos futuros
   –   Predizer quais serão as reações dos
       concorrentes frente às iniciativas
       competitivas
   –   Determinar como melhor agrupar as
       estratégias atuais
   –   Entender as fraquezas dos
       concorrentes
Análise SWOT

             Análise das capacidades internas da empresa



    Strenght               Weakness               Opportunities
 Atributos de maior                             Mudanças favoráveis       Threats
                       Atributos mais fracos
força do concorrente                             no meio-ambiente         Mudanças
                       do concorrente como
   como patentes,                               como novas leis que   no meio-ambiente
                       situação da imagem,
     tecnologia,                                   favoreçam a          desfavoráveis,
                        baixa qualidade dos
      mercado,                                       empresa,              falta de
                             produtos,
 posição financeira,                               mudanças na         matéria-primas,
                        mão-de-obra ruim,
    fidelidade do                                   população,         leis restritivas,
                       disputas trabalhistas,
       cliente,                                    mudança no               novos
                           equipamentos
    qualidade do                                      custo da           concorrentes
                           ultrapassados
       produto                                     matéria-prima
Enfoque hierárquico
Alto valor
estratégico                                  Análise da informação em grupos multidisciplinares
                         Grupos
                        de análise                  para sugerir uma tomada de decisão

                       Relatórios de            Mensais, especiais, podem incluir informações
                       inteligência           táticas e estratégicas e ter documentos anexados

                                                  Relatórios curtos identificando o assunto estratégico,
                   Análises da situação              resumo da informação e as análises de apoio,
                                                           alternativas e ações recomendadas

Valor                                                             Intenção inicial de identificar o
estratégico   Análises de impacto estratégico                   impacto da informação na empresa
médio
                                                              Informação geral sobre um concorrente
                Perfil dos concorrentes                                 (base de dados)
Valor
tático
                                                                        Informação estratégica e
              Boletins mensais de notícias
                                                                        tática internas e externas

                     Bases de dados                                  Para geração de boletins e perfis
Distribuição da informação

• A informação gerada por uma
  área de IC tem que
   – Atender as necessidades do tomador de
     decisão
   – Ser entregue a tempo de ser valiosa
   – Estar em formato acessível
   – Ter periodicidade definida
   – Ter credibilidade
Melhor formato

• É aquele que o usuário
  da informação definir
   –   Boletins impressos
   –   Uma apresentação formal
   –   Páginas na Intranet
   –   Uma conversa informal
        • Ver modelo de relatório
          distribuído em word
            – Concisão da informação é
              fundamental
Sistema gerencial de informação
                    Relatório mensal para gerentes e
   Ações da
                     diretores mostrando as últimas
  concorrência            ações da concorrência

                       Relatório mensal, para gerentes,
   Relatório de      diretores, funcionários de marketing
  inteligência de    e vendas mostrando dados gerais de
    marketing          mercado, ações da concorrência,
                       mudanças tecnológicas e outras
                         Relatório diário com notícias pontuais
                         para departamentos interessados nas
  Notícias do        informações mostrando notícias quentes e de
   mercado          última hora que afetem os negócios da empresa
                     ou que podem representar oportunidades que
                                exigem ações imediatas

                    Relatório semestral ou anual para gerentes
   Relatórios          e diretores que mostra a evolução de
                      diversos indicadores de mercado como
  de evolução          número de clientes da concorrência,
                           mercado, preço, entre outros
Avaliação

• Uma boa avaliação da atividade de IC deve
  considerar
   – Indicadores que afiram os aspectos
     financeiros e não financeiros dos resultados
     conseguidos
       • Produtividade, redução de custos,
         investimentos em inovação
   – Clareza no processo de avaliação
   – Coleta, análise e difusão dos indicadores
     junto aos atores participantes
Feed back

• Não espere pelas críticas
• Produza e envie um formulário às áreas que
  recebem as informações de IC perguntando
   – Está satisfeito com o formato do produto de IC?
   – Está satisfeito com a linguagem?
   – Está satisfeito com a periodicidade?
   – Conteúdo atendeu suas necessidades de
     informação?
   – Produto contribuiu para a tomada de decisão?
Ciclo de IC                                               Tempo
                                                                    Identificação
                                                                        13%


                                                          Coleta
                                                         de dados                   Avaliação
 • Tempo e dinheiro                                                                   6%
                                                           37%
   gastos em cada
   atividade de IC
Dinheiro                                                       Análise       Disseminação
Para cada US$ 100.000 investidos em IC                          29%              15%
•   US$ 50.000 vão para coleta de dados
      •   US$   10.000   em   pesquisa
      •   US$   20.000   em   fornecedor especializado
      •   US$   10.000   em   congressos e bibliotecas
      •   US$   10.000   em   trabalho
• US$ 30.000 vão para análise e síntese
• US$ 15.000 vão para a disseminação
• US$ 5.000 vão gestão e processamento
Quer ter sucesso em IC?

• Seja constante
   –   Não limite a monitoração a ocasiões especiais como
       a reunião anual dos gerentes
• Seja perseverante
   –   Muitas vezes são necessários muitos anos para o
       programa atingir sua eficácia máxima
• Busque o envolvimento
   –   Os melhores programas de IC estão nas empresas
       que incentivaram todos os seus funcionários a
       contribuir regularmente com informações




Fonte: Leonard Fuld - “Administrando a Concorrência”
TI para apoio a IC
• Tecnologia da informação é usada para apoiar todo o
  processo, garantindo acessibilidade, armazenamento e a
  disseminação das informações
• TI, por si só, não garante o êxito da ação de IC
   –   Groupware
   –   Gestão Eletrônica de Documentos
   –   Intranet
   –   Internet
   –   Extranet
   –   E-Mail
   –   Data Mining
   –   Text Mining
   –   Workflow
Workgroup

• Em grupo, escolha uma empresa e identifique quais
  vigilâncias - e que assuntos - seria de fundamental
  importância a empresa adotar
   – Vigilância social
   – Vigilância política/legal
   – Vigilância econômica
   – Viguilância tecnológica
Análise de texto


• Inteligência
  Competitiva, Definições
  e Contextualização, em
  PDF
Obrigado!


• Aula de Inteligência Competitiva nas
  Universidades Metodista e FEI
• Armando Levy
  – Professor e Diretor da e-Press Comunicação
  – www.epress.com.br
  – (11) 4082 4600

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Endomarketing - Gestão de Pessoas
Endomarketing - Gestão de PessoasEndomarketing - Gestão de Pessoas
Endomarketing - Gestão de PessoasRobson Costa
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de PessoasLuis Cunha
 
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposEstrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposMatheus Inácio
 
Apresentação sobre Logística
Apresentação sobre LogísticaApresentação sobre Logística
Apresentação sobre LogísticaIsabella Menezes
 
Aula 4 Comportamento do Consumidor
Aula 4 Comportamento do ConsumidorAula 4 Comportamento do Consumidor
Aula 4 Comportamento do ConsumidorFelipe Duarte Silva
 
Apresentação - Gestão de serviços
Apresentação - Gestão de serviçosApresentação - Gestão de serviços
Apresentação - Gestão de serviçosMarcel Gois
 
CRM - Conceitos básicos
CRM - Conceitos básicosCRM - Conceitos básicos
CRM - Conceitos básicosEduardo Greco
 

Mais procurados (20)

Tecnicas de negociação
Tecnicas de negociação Tecnicas de negociação
Tecnicas de negociação
 
Planejamento Estrátegico
Planejamento EstrátegicoPlanejamento Estrátegico
Planejamento Estrátegico
 
Endomarketing - Gestão de Pessoas
Endomarketing - Gestão de PessoasEndomarketing - Gestão de Pessoas
Endomarketing - Gestão de Pessoas
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposEstrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
 
Apresentação sobre Logística
Apresentação sobre LogísticaApresentação sobre Logística
Apresentação sobre Logística
 
Aula 4 Comportamento do Consumidor
Aula 4 Comportamento do ConsumidorAula 4 Comportamento do Consumidor
Aula 4 Comportamento do Consumidor
 
MODELOS DE GESTÃO
MODELOS DE GESTÃOMODELOS DE GESTÃO
MODELOS DE GESTÃO
 
Liderança e Comunicação
Liderança e ComunicaçãoLiderança e Comunicação
Liderança e Comunicação
 
Análise SWOT
Análise SWOTAnálise SWOT
Análise SWOT
 
Marketing de Relacionamento
Marketing de RelacionamentoMarketing de Relacionamento
Marketing de Relacionamento
 
Apresentação - Gestão de serviços
Apresentação - Gestão de serviçosApresentação - Gestão de serviços
Apresentação - Gestão de serviços
 
Segmentação de Mercado
Segmentação de MercadoSegmentação de Mercado
Segmentação de Mercado
 
KPI\'s
KPI\'sKPI\'s
KPI\'s
 
Diagnostico Empresarial
Diagnostico EmpresarialDiagnostico Empresarial
Diagnostico Empresarial
 
CRM - Conceitos básicos
CRM - Conceitos básicosCRM - Conceitos básicos
CRM - Conceitos básicos
 
O papel do administrador
O papel do administradorO papel do administrador
O papel do administrador
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
 
Treinamento de Relacionamento Interpessoal
Treinamento de Relacionamento InterpessoalTreinamento de Relacionamento Interpessoal
Treinamento de Relacionamento Interpessoal
 
Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01
 

Destaque

Inteligência Competitiva
Inteligência CompetitivaInteligência Competitiva
Inteligência Competitivafernandorafa
 
Ebook: Guia de inteligência competitiva
Ebook: Guia de inteligência competitivaEbook: Guia de inteligência competitiva
Ebook: Guia de inteligência competitivaXtrategie
 
Inteligência de Mercado Para Gestores
Inteligência de Mercado Para GestoresInteligência de Mercado Para Gestores
Inteligência de Mercado Para GestoresCristiano Andrade
 
O que é inteligência de mercado aula espm
O que é inteligência de mercado   aula espmO que é inteligência de mercado   aula espm
O que é inteligência de mercado aula espmJoão Gabriel Chebante
 
Palestra Inteligência Competitiva: Porquê monitorar marcas nas mídias sociais...
Palestra Inteligência Competitiva: Porquê monitorar marcas nas mídias sociais...Palestra Inteligência Competitiva: Porquê monitorar marcas nas mídias sociais...
Palestra Inteligência Competitiva: Porquê monitorar marcas nas mídias sociais...Paulo Milreu
 
Inteligencia Competitiva
Inteligencia CompetitivaInteligencia Competitiva
Inteligencia Competitivaornei
 
Inteligência Competitiva - ANDEF
Inteligência Competitiva - ANDEFInteligência Competitiva - ANDEF
Inteligência Competitiva - ANDEFAurivan
 
Nit manual de_ic
Nit manual de_icNit manual de_ic
Nit manual de_icIgor Amorim
 
Inteligencia competitiva por Marcos Oliveira
Inteligencia competitiva por Marcos OliveiraInteligencia competitiva por Marcos Oliveira
Inteligencia competitiva por Marcos OliveiraMarcos Oliveira
 
Inteligência Competitiva - Pablo David Souza
Inteligência Competitiva - Pablo David SouzaInteligência Competitiva - Pablo David Souza
Inteligência Competitiva - Pablo David SouzaPablo Souza
 
T R A B A L H O S O B R E I N T E L I G E C I A C O M P E T I T I V A
T R A B A L H O  S O B R E  I N T E L I G E  C I A  C O M P E T I T I V AT R A B A L H O  S O B R E  I N T E L I G E  C I A  C O M P E T I T I V A
T R A B A L H O S O B R E I N T E L I G E C I A C O M P E T I T I V Aornei
 
Anlises das empresas concorrentes
Anlises das empresas concorrentesAnlises das empresas concorrentes
Anlises das empresas concorrentesJoao Pedro Turibio
 
Funil de Conversão - Palestra Digitalks Recife
Funil de Conversão - Palestra Digitalks RecifeFunil de Conversão - Palestra Digitalks Recife
Funil de Conversão - Palestra Digitalks RecifeFelipe Pereira
 
ESPM - Palestra Inteligência de Mercado @ Shop. Vila Olímpia - 06/03/2017
ESPM - Palestra Inteligência de Mercado @ Shop. Vila Olímpia - 06/03/2017ESPM - Palestra Inteligência de Mercado @ Shop. Vila Olímpia - 06/03/2017
ESPM - Palestra Inteligência de Mercado @ Shop. Vila Olímpia - 06/03/2017João Gabriel Chebante
 
Os 10 Benefícios da Educação Tecnológica
Os 10 Benefícios da Educação TecnológicaOs 10 Benefícios da Educação Tecnológica
Os 10 Benefícios da Educação TecnológicaEnsinoIP
 

Destaque (20)

Inteligência Competitiva
Inteligência CompetitivaInteligência Competitiva
Inteligência Competitiva
 
Ebook: Guia de inteligência competitiva
Ebook: Guia de inteligência competitivaEbook: Guia de inteligência competitiva
Ebook: Guia de inteligência competitiva
 
Inteligência de Mercado Para Gestores
Inteligência de Mercado Para GestoresInteligência de Mercado Para Gestores
Inteligência de Mercado Para Gestores
 
O que é inteligência de mercado aula espm
O que é inteligência de mercado   aula espmO que é inteligência de mercado   aula espm
O que é inteligência de mercado aula espm
 
Inteligência de Mercado
Inteligência de MercadoInteligência de Mercado
Inteligência de Mercado
 
Palestra Inteligência Competitiva: Porquê monitorar marcas nas mídias sociais...
Palestra Inteligência Competitiva: Porquê monitorar marcas nas mídias sociais...Palestra Inteligência Competitiva: Porquê monitorar marcas nas mídias sociais...
Palestra Inteligência Competitiva: Porquê monitorar marcas nas mídias sociais...
 
Inteligencia Competitiva
Inteligencia CompetitivaInteligencia Competitiva
Inteligencia Competitiva
 
Inteligência Competitiva - ANDEF
Inteligência Competitiva - ANDEFInteligência Competitiva - ANDEF
Inteligência Competitiva - ANDEF
 
Auditoria farmaceutica
Auditoria farmaceuticaAuditoria farmaceutica
Auditoria farmaceutica
 
Gestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovação
Gestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovaçãoGestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovação
Gestao do conhecimento, inteligência competitiva e inovação
 
Nit manual de_ic
Nit manual de_icNit manual de_ic
Nit manual de_ic
 
Inteligencia competitiva por Marcos Oliveira
Inteligencia competitiva por Marcos OliveiraInteligencia competitiva por Marcos Oliveira
Inteligencia competitiva por Marcos Oliveira
 
Inteligência Competitiva - Pablo David Souza
Inteligência Competitiva - Pablo David SouzaInteligência Competitiva - Pablo David Souza
Inteligência Competitiva - Pablo David Souza
 
Inteligencia competitiva
Inteligencia competitivaInteligencia competitiva
Inteligencia competitiva
 
Competência Empresarial
Competência EmpresarialCompetência Empresarial
Competência Empresarial
 
T R A B A L H O S O B R E I N T E L I G E C I A C O M P E T I T I V A
T R A B A L H O  S O B R E  I N T E L I G E  C I A  C O M P E T I T I V AT R A B A L H O  S O B R E  I N T E L I G E  C I A  C O M P E T I T I V A
T R A B A L H O S O B R E I N T E L I G E C I A C O M P E T I T I V A
 
Anlises das empresas concorrentes
Anlises das empresas concorrentesAnlises das empresas concorrentes
Anlises das empresas concorrentes
 
Funil de Conversão - Palestra Digitalks Recife
Funil de Conversão - Palestra Digitalks RecifeFunil de Conversão - Palestra Digitalks Recife
Funil de Conversão - Palestra Digitalks Recife
 
ESPM - Palestra Inteligência de Mercado @ Shop. Vila Olímpia - 06/03/2017
ESPM - Palestra Inteligência de Mercado @ Shop. Vila Olímpia - 06/03/2017ESPM - Palestra Inteligência de Mercado @ Shop. Vila Olímpia - 06/03/2017
ESPM - Palestra Inteligência de Mercado @ Shop. Vila Olímpia - 06/03/2017
 
Os 10 Benefícios da Educação Tecnológica
Os 10 Benefícios da Educação TecnológicaOs 10 Benefícios da Educação Tecnológica
Os 10 Benefícios da Educação Tecnológica
 

Semelhante a IC Competitiva

Inteligencia Competitiva 1211676671279214 9
Inteligencia Competitiva 1211676671279214 9Inteligencia Competitiva 1211676671279214 9
Inteligencia Competitiva 1211676671279214 9Denis Leite Rangel
 
Palestra fgv business inteligence goiânia pronta
Palestra fgv business inteligence goiânia prontaPalestra fgv business inteligence goiânia pronta
Palestra fgv business inteligence goiânia prontaEduardo Maróstica
 
Gestão de Negócios
Gestão de NegóciosGestão de Negócios
Gestão de NegóciosPBNP_
 
Palestra inaugural
Palestra inauguralPalestra inaugural
Palestra inauguralPBNP_
 
Como desenvolver seu negocio digital pedro-quintanilha-palestra
Como desenvolver seu negocio digital pedro-quintanilha-palestraComo desenvolver seu negocio digital pedro-quintanilha-palestra
Como desenvolver seu negocio digital pedro-quintanilha-palestraPedro Quintanilha
 
1º Congresso da Transformação Digital & ExpoTD - Anderson de Andrade
1º Congresso da Transformação Digital & ExpoTD - Anderson de Andrade1º Congresso da Transformação Digital & ExpoTD - Anderson de Andrade
1º Congresso da Transformação Digital & ExpoTD - Anderson de AndradeInstituto da Transformação Digital
 
Inteligência competitiva como diferencial competitivo na gestão de conteúdo
Inteligência competitiva como diferencial competitivo na gestão de conteúdoInteligência competitiva como diferencial competitivo na gestão de conteúdo
Inteligência competitiva como diferencial competitivo na gestão de conteúdoJuliana Fontes Souza
 
Arquitetura de Experiência do Cliente
Arquitetura de Experiência do ClienteArquitetura de Experiência do Cliente
Arquitetura de Experiência do ClienteAgência Blitz
 
Criação de Valor Estratégico através de Digital Analytics - Palestra no GAUC ...
Criação de Valor Estratégico através de Digital Analytics - Palestra no GAUC ...Criação de Valor Estratégico através de Digital Analytics - Palestra no GAUC ...
Criação de Valor Estratégico através de Digital Analytics - Palestra no GAUC ...Cognitive Consultoria
 
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11Rafael . Vieira
 
PALESTRA alta competitividade pela inteligência de mercado
PALESTRA alta competitividade pela inteligência de mercadoPALESTRA alta competitividade pela inteligência de mercado
PALESTRA alta competitividade pela inteligência de mercadoSustentare Escola de Negócios
 

Semelhante a IC Competitiva (20)

Inteligencia Competitiva 1211676671279214 9
Inteligencia Competitiva 1211676671279214 9Inteligencia Competitiva 1211676671279214 9
Inteligencia Competitiva 1211676671279214 9
 
Aula Marketing
Aula MarketingAula Marketing
Aula Marketing
 
Sim
SimSim
Sim
 
01LL03_27042012
01LL03_2704201201LL03_27042012
01LL03_27042012
 
Palestra fgv business inteligence goiânia pronta
Palestra fgv business inteligence goiânia prontaPalestra fgv business inteligence goiânia pronta
Palestra fgv business inteligence goiânia pronta
 
Gestão de Negócios
Gestão de NegóciosGestão de Negócios
Gestão de Negócios
 
Palestra inaugural
Palestra inauguralPalestra inaugural
Palestra inaugural
 
Como desenvolver seu negocio digital pedro-quintanilha-palestra
Como desenvolver seu negocio digital pedro-quintanilha-palestraComo desenvolver seu negocio digital pedro-quintanilha-palestra
Como desenvolver seu negocio digital pedro-quintanilha-palestra
 
Seminário Compras
Seminário ComprasSeminário Compras
Seminário Compras
 
1º Congresso da Transformação Digital & ExpoTD - Anderson de Andrade
1º Congresso da Transformação Digital & ExpoTD - Anderson de Andrade1º Congresso da Transformação Digital & ExpoTD - Anderson de Andrade
1º Congresso da Transformação Digital & ExpoTD - Anderson de Andrade
 
Inteligência competitiva como diferencial competitivo na gestão de conteúdo
Inteligência competitiva como diferencial competitivo na gestão de conteúdoInteligência competitiva como diferencial competitivo na gestão de conteúdo
Inteligência competitiva como diferencial competitivo na gestão de conteúdo
 
Gc mpa fead - slides gic - prof. rivadávia - 2011
Gc   mpa fead -  slides gic - prof. rivadávia - 2011Gc   mpa fead -  slides gic - prof. rivadávia - 2011
Gc mpa fead - slides gic - prof. rivadávia - 2011
 
Pesquisa de marketing 2012_01
Pesquisa de marketing 2012_01Pesquisa de marketing 2012_01
Pesquisa de marketing 2012_01
 
AXONDATA - Institucional 2017
AXONDATA - Institucional 2017AXONDATA - Institucional 2017
AXONDATA - Institucional 2017
 
Arquitetura de Experiência do Cliente
Arquitetura de Experiência do ClienteArquitetura de Experiência do Cliente
Arquitetura de Experiência do Cliente
 
Criação de Valor Estratégico através de Digital Analytics - Palestra no GAUC ...
Criação de Valor Estratégico através de Digital Analytics - Palestra no GAUC ...Criação de Valor Estratégico através de Digital Analytics - Palestra no GAUC ...
Criação de Valor Estratégico através de Digital Analytics - Palestra no GAUC ...
 
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
MBA FUCAPE - Curso Empreendedorismo 04/11
 
Road show paranáboa vista (completa)
Road show   paranáboa vista (completa)Road show   paranáboa vista (completa)
Road show paranáboa vista (completa)
 
6 ll39
6 ll396 ll39
6 ll39
 
PALESTRA alta competitividade pela inteligência de mercado
PALESTRA alta competitividade pela inteligência de mercadoPALESTRA alta competitividade pela inteligência de mercado
PALESTRA alta competitividade pela inteligência de mercado
 

Mais de Future Press, E-Press, Presentations,

Os abutres e a varig, a história da destruição da maior companhia aérea brasi...
Os abutres e a varig, a história da destruição da maior companhia aérea brasi...Os abutres e a varig, a história da destruição da maior companhia aérea brasi...
Os abutres e a varig, a história da destruição da maior companhia aérea brasi...Future Press, E-Press, Presentations,
 

Mais de Future Press, E-Press, Presentations, (20)

Tabela ICMS
Tabela ICMSTabela ICMS
Tabela ICMS
 
Como criar um plano de marketing de resultados
Como criar um plano de marketing de resultadosComo criar um plano de marketing de resultados
Como criar um plano de marketing de resultados
 
Schoolastic-App, integrando a escola aos pais de alunos
Schoolastic-App, integrando a escola aos pais de alunosSchoolastic-App, integrando a escola aos pais de alunos
Schoolastic-App, integrando a escola aos pais de alunos
 
Future press, a comunicação empresarial do futuro
Future press, a comunicação empresarial do futuroFuture press, a comunicação empresarial do futuro
Future press, a comunicação empresarial do futuro
 
Os abutres e a varig, a história da destruição da maior companhia aérea brasi...
Os abutres e a varig, a história da destruição da maior companhia aérea brasi...Os abutres e a varig, a história da destruição da maior companhia aérea brasi...
Os abutres e a varig, a história da destruição da maior companhia aérea brasi...
 
Testes para recrutamento e seleção
Testes para recrutamento e seleçãoTestes para recrutamento e seleção
Testes para recrutamento e seleção
 
Gestão da comunicação em gestão de projetos
Gestão da comunicação em gestão de projetosGestão da comunicação em gestão de projetos
Gestão da comunicação em gestão de projetos
 
Entendendo a Geração Y
Entendendo a Geração YEntendendo a Geração Y
Entendendo a Geração Y
 
Cultura e clima organizacionais 4
Cultura e clima organizacionais 4Cultura e clima organizacionais 4
Cultura e clima organizacionais 4
 
Cultura e clima organizacionais 3
Cultura e clima organizacionais 3Cultura e clima organizacionais 3
Cultura e clima organizacionais 3
 
Cultura e clima organizacionais 2
Cultura e clima organizacionais 2Cultura e clima organizacionais 2
Cultura e clima organizacionais 2
 
Cultura e clima organizacionais (1)
Cultura e clima organizacionais (1)Cultura e clima organizacionais (1)
Cultura e clima organizacionais (1)
 
As redes sociais e as empresas
As redes sociais e as empresasAs redes sociais e as empresas
As redes sociais e as empresas
 
Integre a assessoria de imprensa às redes sociais
Integre a assessoria de imprensa às redes sociaisIntegre a assessoria de imprensa às redes sociais
Integre a assessoria de imprensa às redes sociais
 
Dynamic Business Analysis
Dynamic Business AnalysisDynamic Business Analysis
Dynamic Business Analysis
 
Vídeo, a nova fronteira da comunicação empresarial
Vídeo, a nova fronteira da comunicação empresarialVídeo, a nova fronteira da comunicação empresarial
Vídeo, a nova fronteira da comunicação empresarial
 
Conarh Agosto 2009
Conarh Agosto 2009Conarh Agosto 2009
Conarh Agosto 2009
 
ABRH Nacional Agosto 2009
ABRH Nacional Agosto 2009ABRH Nacional Agosto 2009
ABRH Nacional Agosto 2009
 
RX do RH
RX do RHRX do RH
RX do RH
 
Continuidade do Negócio
Continuidade do NegócioContinuidade do Negócio
Continuidade do Negócio
 

IC Competitiva

  • 2. Inteligência Competitiva • Método para aprender a sentir o mercado
  • 3. O que é IC? Inteligência Inteligência Produto e Concorrente Mercado Inteligência Gestão Inteligência Cliente Estratégica Ambiental Planos Planos Estratégicos Táticos
  • 4. O que não é IC Bola de BI Cristal Planilhas Espionagem Pesquisa em base de dados Função para uma pessoa esperta Internet Software
  • 5. Espionagem industrial • Veja neste trecho do filme “The Corporation” as atividades de um espião industrial
  • 6. Como os executivos tomam decisões? Intuição Informações Conselhos Estilo Pessoal Experiência Resultado: 50% das decisões fracassam!
  • 7. Análise para a ação Dados Informação Inteligência Ação Organização Análise com Tomada Sistemas foco em decisão de decisão IC é levantamento consistente de dados com foco na ação
  • 8. As etapas de um processo de IC • Metodologia de levantamento de informações: – Necessidades de informação – Coleta e tratamento – Análise – Disseminação – Avaliação
  • 9. Identificação das necessidades • O que precisamos saber? • O que já sabemos? • Por que precisamos isso? • Quando precisaremos saber isso? • O que faremos com a informação? • Quanto custará obtê-la? • Quanto poderá custar não obtê-la?
  • 10. As etapas da identificação • Primeira etapa – Entrevistas com os tomadores de decisão da empresa para saber preocupações, possíveis surpresas, vigilâncias a serem monitoradas • Segunda etapa – Análise dos resultados, com avaliação de Entrevistas visam compreender que as necessidades foram compreendidas necessidades de informação dos • Terceira etapa gestores da organização – Validação dos enunciados junto aos usuários do sistema de IC, avaliando o escopo do trabalho a ser realizado
  • 11. Onde buscar informações? Imprensa, Fornecedores Novos Internet, concorrentes clientes, Ações dos fornecedores Nova concorrentes Tecnologia Publicações especializadas Seminários, associações, Programa congressos Antena Novos Funcionários Mercados Nova Mudanças Associações, Associações, Sindicatos, Legislação no mercado Sindicatos Contador De 80% a 90% de toda a informação relevante para seu negócio é de conhecimento público
  • 12. Que informação eu quero? • Que informação é relevante para seu negócio? • Você sabe? • Um bom ponto de partida é considerar as 5 forças de PORTER
  • 13. As 5 forças de Porter • A análise destes cinco fatores ambientais – Concorrentes atuais – Ameaça de novos entrantes – Ameaça de produtos substitutos – Fornecedores – Consumidores • Possibilita – Identificação de oportunidades e ameaças no ambiente externo – A antecipação dos movimentos dos concorrentes para decidir como é melhor agir no ambiente competitivo identificado
  • 14. Modelo de Porter Entrantes Poder de Potenciais Ameaça de negociação novos entrantes dos fornecedores Concorrentes na Indústria Fornecedores Rivalidade entre Compradores as empresas do setor Poder de negociação dos compradores Ameaça de serviços ou produtos Produtos substitutos Substitutos O modelo das 5 Forças de Porter é o ponto de partida para se considerar onde buscar a informação de que você necessita
  • 15. Mecanismos de vigilância • O que são vigilâncias? – São mecanismos de captura de informação voltados para aspectos relevantes do negócio • Quais são as vigilâncias? – Social – Econômica – Política/Legal – Tecnológica
  • 16. Vigilância Social • Avalia informações como – Costumes da época – infra-estrutura social – mão-de-obra – segurança – taxa de crescimento demográfico • Por que? – Mudanças sociais podem ser ameaças ou oportunidades e é muito importante estar preparado
  • 17. Vigilância Econômica • Avalia informações sobre: – Linhas de financiamento e impostos – Incentivos fiscais – Concorrentes atuais e potenciais – Clientes e fornecedores – Mercado de trabalho • Por que? – Alterações na economia impactam diretamente seu negócio
  • 18. Vigilância Política/Legal • Avalia informações como: – Leis – Decretos – Órgãos de governo – Leis trabalhistas e fiscais • Por que? – Alterações na lei impactam diretamente seu negócio
  • 19. Vigilância Tecnológica • Avalia informações sobre inovações técnicas como: – Pesquisa – Novos produtos – Serviços – Processos – Patentes • Por que? – Uma inovação radical pode tirar seu produto do mercado
  • 20. Caixões e carros • Como uma fábrica de caixões descobriu a relação entre cor de As cores dos caixões são automóvel e cor de influenciadas pelas cores dos caixão? carros da moda. • Veja no filme! Por que?
  • 21. Case • Uma empresa pretende comprar uma rede de cafeterias. Que tipo de informações ela deve levar em conta antes de fazer a aquisição?
  • 22. Case (1) • Defina a importância de cada vigilâncias para: – Rede de Cafeterias BAIXA MÉDIA ALTA POLÍTICA ECONÔMICA SOCIAL TECNOLÓGICA
  • 23. Case (2) • Defina a importância das forças competitivas BAIXA MÉDIA ALTA Fornecedores Concorrentes Clientes Novos entrantes Substitutos
  • 24. Case (3) • Necessidades de informação – Vigilância social: • Café faz mal? Que dizem as pesquisas? • Como estão os produtores de café? • Como as pessoas consomem café? – Vigilância Tecnológica: • Existem novas máquinas ou tecnologias para o negócio? • Existem pesquisas sobre novos grãos? • Existem outras/mais avançadas alternativas de manutenção das máquinas?
  • 25. Case (4) • Necessidades de informação – Vigilância econômica: • Como está a performance dos concorrentes? • Quais as preferências de clientes habituais/preferenciais? • Há riscos de novos entrantes como Starbuck? • Os fornecedores estão bem? Fornecem produtos confiáveis? • Existem alternativas para novas parcerias? – Vigilância Política: • Quais as tendências de medidas governamentais que afetem o mercado de café e importação de máquinas e peças para café expresso?
  • 26. Coleta e tratamento • Como fazer? – Definir estratégia de busca – Definir grupo de pesquisadores – Alocar pessoal da empresa – Contratar serviços especializados – Orientar sobre a ética
  • 27. Fontes • As fontes podem ser – Primárias • Discursos, entrevistas, observações pessoais, Internet, entrevistas com fornecedores, clientes, feiras e congressos, networking – Secundárias • Livros, revistas e jornais, Internet, programas de tv e rádio, pesquisas prontas, clippings, balanços e relatórios anuais, relatórios de analistas
  • 28. Classificação da informação • Como classificar? – Matriz de classificação de informação Estrutura Fonte Estrutura Conteúdo Confiabilidade Formal - 1 Informal - 2 Matéria Veja 1 2 2 Conteúdo Primário - 1 Entrevista Secundário - 2 Fornecedor 2 1 3 1 3 Confiabilidade Site concorrente 1 Alto risco - 1 Revista interna Confiança subjetiva - 2 do concorrente 1 1 3 Altamente confiável - 3 Esta atividade pode requerer TI
  • 29. Exemplo • Esta notícia é importante para você – Inclive se você é concorrente da Starbuck Fonte: Site da Starbuck
  • 30. Análise Final • O propósito da análise não é aprender sobre os competidores, mas OFERECER ALTERNATIVAS para a tomada de decisão • Os resultados têm que ser focados no futuro e não no passado
  • 31. Análise Final (1) • Faça hipóteses e teste as potenciais conclusões – Experimentar o drink de chocolate da Starbuck • Copiar o produto? • Inovar a partir dele? • Ignorar o lançamento
  • 32. Ferramentas de análise • Ferramentas mais usadas (*): – Simulação/modelagem – 25% – Análise de combinações - 25% – Jogos de guerra - 27% – Análise de perdas e ganhos - 40% – Cenários - 53% – Análise SWOT - 55% – Análise financeira - 72% – Perfil dos competidores - 88% • A escolha da ferramenta depende do seu foco (*) Society of Competitive Intelligence Professionals (SCIP)
  • 33. Perfil dos concorrentes • Fornece um quadro das forças e fraquezas dos potenciais concorrentes e tem 4 grandes objetivos – Identificar planos estratégicos futuros – Predizer quais serão as reações dos concorrentes frente às iniciativas competitivas – Determinar como melhor agrupar as estratégias atuais – Entender as fraquezas dos concorrentes
  • 34. Análise SWOT Análise das capacidades internas da empresa Strenght Weakness Opportunities Atributos de maior Mudanças favoráveis Threats Atributos mais fracos força do concorrente no meio-ambiente Mudanças do concorrente como como patentes, como novas leis que no meio-ambiente situação da imagem, tecnologia, favoreçam a desfavoráveis, baixa qualidade dos mercado, empresa, falta de produtos, posição financeira, mudanças na matéria-primas, mão-de-obra ruim, fidelidade do população, leis restritivas, disputas trabalhistas, cliente, mudança no novos equipamentos qualidade do custo da concorrentes ultrapassados produto matéria-prima
  • 35. Enfoque hierárquico Alto valor estratégico Análise da informação em grupos multidisciplinares Grupos de análise para sugerir uma tomada de decisão Relatórios de Mensais, especiais, podem incluir informações inteligência táticas e estratégicas e ter documentos anexados Relatórios curtos identificando o assunto estratégico, Análises da situação resumo da informação e as análises de apoio, alternativas e ações recomendadas Valor Intenção inicial de identificar o estratégico Análises de impacto estratégico impacto da informação na empresa médio Informação geral sobre um concorrente Perfil dos concorrentes (base de dados) Valor tático Informação estratégica e Boletins mensais de notícias tática internas e externas Bases de dados Para geração de boletins e perfis
  • 36. Distribuição da informação • A informação gerada por uma área de IC tem que – Atender as necessidades do tomador de decisão – Ser entregue a tempo de ser valiosa – Estar em formato acessível – Ter periodicidade definida – Ter credibilidade
  • 37. Melhor formato • É aquele que o usuário da informação definir – Boletins impressos – Uma apresentação formal – Páginas na Intranet – Uma conversa informal • Ver modelo de relatório distribuído em word – Concisão da informação é fundamental
  • 38. Sistema gerencial de informação Relatório mensal para gerentes e Ações da diretores mostrando as últimas concorrência ações da concorrência Relatório mensal, para gerentes, Relatório de diretores, funcionários de marketing inteligência de e vendas mostrando dados gerais de marketing mercado, ações da concorrência, mudanças tecnológicas e outras Relatório diário com notícias pontuais para departamentos interessados nas Notícias do informações mostrando notícias quentes e de mercado última hora que afetem os negócios da empresa ou que podem representar oportunidades que exigem ações imediatas Relatório semestral ou anual para gerentes Relatórios e diretores que mostra a evolução de diversos indicadores de mercado como de evolução número de clientes da concorrência, mercado, preço, entre outros
  • 39. Avaliação • Uma boa avaliação da atividade de IC deve considerar – Indicadores que afiram os aspectos financeiros e não financeiros dos resultados conseguidos • Produtividade, redução de custos, investimentos em inovação – Clareza no processo de avaliação – Coleta, análise e difusão dos indicadores junto aos atores participantes
  • 40. Feed back • Não espere pelas críticas • Produza e envie um formulário às áreas que recebem as informações de IC perguntando – Está satisfeito com o formato do produto de IC? – Está satisfeito com a linguagem? – Está satisfeito com a periodicidade? – Conteúdo atendeu suas necessidades de informação? – Produto contribuiu para a tomada de decisão?
  • 41. Ciclo de IC Tempo Identificação 13% Coleta de dados Avaliação • Tempo e dinheiro 6% 37% gastos em cada atividade de IC Dinheiro Análise Disseminação Para cada US$ 100.000 investidos em IC 29% 15% • US$ 50.000 vão para coleta de dados • US$ 10.000 em pesquisa • US$ 20.000 em fornecedor especializado • US$ 10.000 em congressos e bibliotecas • US$ 10.000 em trabalho • US$ 30.000 vão para análise e síntese • US$ 15.000 vão para a disseminação • US$ 5.000 vão gestão e processamento
  • 42. Quer ter sucesso em IC? • Seja constante – Não limite a monitoração a ocasiões especiais como a reunião anual dos gerentes • Seja perseverante – Muitas vezes são necessários muitos anos para o programa atingir sua eficácia máxima • Busque o envolvimento – Os melhores programas de IC estão nas empresas que incentivaram todos os seus funcionários a contribuir regularmente com informações Fonte: Leonard Fuld - “Administrando a Concorrência”
  • 43. TI para apoio a IC • Tecnologia da informação é usada para apoiar todo o processo, garantindo acessibilidade, armazenamento e a disseminação das informações • TI, por si só, não garante o êxito da ação de IC – Groupware – Gestão Eletrônica de Documentos – Intranet – Internet – Extranet – E-Mail – Data Mining – Text Mining – Workflow
  • 44. Workgroup • Em grupo, escolha uma empresa e identifique quais vigilâncias - e que assuntos - seria de fundamental importância a empresa adotar – Vigilância social – Vigilância política/legal – Vigilância econômica – Viguilância tecnológica
  • 45. Análise de texto • Inteligência Competitiva, Definições e Contextualização, em PDF
  • 46. Obrigado! • Aula de Inteligência Competitiva nas Universidades Metodista e FEI • Armando Levy – Professor e Diretor da e-Press Comunicação – www.epress.com.br – (11) 4082 4600