O Líder Cristão e o Hábito de Leitura

4.764 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.764
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.146
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Líder Cristão e o Hábito de Leitura

  1. 1. O LÍDER CRISTÃO E O HÁBITO DECompanyLOGO LEITURA Pr. Altair Germano
  2. 2. INTRODUÇÃO• Cada época trás os seus desafios para aqueles que foram chamados ao santo ministério;• Na Pós-modernidade há uma necessidade de constante atualização e aquisição de conhecimento por parte dos pastores evangélicos;• A leitura é uma importante ferramenta e meio, não apenas para a aquisição de saberes, mas, também, para o desenvolvimento e crescimento integral do obreiro cristão;
  3. 3. • Conforme pesquisas do Instituto Paulo Montenegro em 2005, no Brasil se lê média 1,8 livros/ano por habitante;• O analfabetismo funcional (dificuldade de entender o que lê) atinge o alarmante índice de 74% da população entre os 16 e 64 anos de idade;• O Instituto Pró-Livro em 2008 informou que a Bíblia é lida por apenas 2,5% da população
  4. 4. • Inserido nesse contexto, o pastor brasileiro não consegue perceber o valor da leitura;• Não cresce intelectualmente e espiritualmente;• Não consegue contextualizar a mensagem do Evangelho;• Se mantém alienado das grandes questões sociais, políticas e econômicas e etc. da atualidade;
  5. 5. 1. O CONCEITO DE LEITURA• “A leitura é uma experiência linguística, um processo de comunicação de idéias, através de símbolos escritos que, por sua vez substituem os orais: as palavras” (ARAÚJO, 1972, p. 25)• “A leitura não é mera soletração, decodificação ou repetição do que está escrito” (MARQUES, 2001, p. 20)
  6. 6. 2. ASPECTOS HISTÓRICOS DA LEITURA LUGARES E ÉPOCAS 2.1 MESOPOTÂMIA 2.2 EGITO 2.3 JUDEUS 2.4 GRÉCIA ARCAICA E CLÁSSICA 2.5 MUNDO ROMANO 2.6 BRASIL COLONIAL2.7 IDADE MODERNA (séc. XVI – XVIII) 2.8 MUNDO CONTEMPORÂNEO
  7. 7. 3. A IMPORTÂNCIA DO HABITO DE LEITURA3.1 Na Perspectiva de Escritores não-cristãos: EMANCIPAÇÃO E APROPRIAÇÃO DOS CRITICIDADE BENS CULTURAIS ENRIQUECIMENTO DO BIBLIOTERAPIA VOCABULÁRIO DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL
  8. 8. 3. A IMPORTÂNCIA DO HABITO DE LEITURA3.2 Na Perspectiva de Escritores Cristãos: ESTÍMULO AVIVAMENTO MENTAL COMUNHÃO CULTIVO COM AS DE GRANDE ESTILO MENTES INFORMAÇÕES
  9. 9. 4. A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA A LIDERANÇA NO CONTEXTO BÍBLICO E CRISTÃO N.T. A.T. PAIS REFORMA- MONGES MODERNO DORES
  10. 10. 5. O DESENVOLVIMENTO DO HÁBITO DE LEITURA PARA OS PASTORES NA ATUALIDADE• AÇÕES PRÁTICAS NECESSÁRIAS: 1. Definir o tempo 2. Ter sempre consigo um livro 3. Fazer uma lista 4. Encontrar um local adequado 5. Reduzir o acesso à internet e tv 6. Visitar lojas de livros usados 7. Ler para os filhos 8. Estabelecer metas de leitura
  11. 11. • AÇÕES PRÁTICAS NECESSÁRIAS: 1. OUVIR QUANDO NÃO PUDER LER 2. ADERIR A UM GRUPO DE LEITURA 3. VISITAR BIBLIOTECAS
  12. 12. OUTRAS POSSIBILIDADES: CRIAR ESPAÇOS DE LEITURA NA IGREJA INVESTIR NA FAZERPARTICIPAR DE PRÓPRIA ORÇAMENTO EVENTOS FORMAÇÃO PESSOAL
  13. 13. TIPOS DE LEITURALEITURAS DE INFORMAÇÕES LEITURAS DE PASSATEMPO LEITURAS DE FORMAÇÃO PESSOAL LEITURAS ACADÊMICAS
  14. 14. CONCLUSÃO• Ler, muito além de uma necessidade, precisa se tornar um prazer. O prazer de ler será descoberto ou ampliado na medida em que o leitor, em sua interação e diálogo com o texto, percebe nele o seu poder libertador, ao mesmo tempo em que se emociona, ri, chora, se indigna, vibra, sente, entende. Ler envolve, dessa forma, os aspectos cognitivos, emotivos e sensoriais do indivíduo. Ler envolve o ser enquanto condição presente; o ser gente, o ser humano. Envolve também o ser possível ou o vir-a-ser, o ser-mais.
  15. 15. • “Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, bem como os livros, especialmente os pergaminhos.” (2 Tm 4.13)

×