Saindo da crise por modelos quantitativos

259 visualizações

Publicada em

O assunto da vez é a atual crise econômica, não é mesmo? Não tem uma mesa de bar em que encontro amigos na qual este não é ao menos um dos assuntos mais comentados.
Mas hoje não vamos falar sobre o problema em si e sua gravidade. Vamos falar sobre como VOCÊ pode driblar a crise através de estratégias objetivas estatisticamente testadas. Para nós, o tema da vez é: “Como sair da crise através de modelos quantitativos”.
Tenho certeza de que você vai gostar! Este é o material da nossa palestra transmitido em 21/10/2015.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
259
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Saindo da crise por modelos quantitativos

  1. 1. 2 Tiago Missaka (CNPI-T) Analista técnico Economista formado pela UNESP, iniciou na Bolsa de Valores há mais de 10 anos. Sua trajetória profissional passou desde a assessoria de investimentos, mesa institucional, docência em Análise Técnica, até Análise e Consultoria de Investimentos. Atualmente como Analista CNPI-T, dedica-se a P&D de novos modelos quantitativos e à sala de trade ao vivo da Rock Trade.
  2. 2. Cenário econômico Inflação em alta Juros em alta Risco de perder o Investment Grade Dólar em patamares nunca vistos Crise fiscal na China Problemas na Zona do Euro
  3. 3. O que é uma estratégia quantitativa? Trading system, modelo quantitativo e setup, são sinônimos a nomear estratégias que possuem regras de entrada, projeção e saída com ganho ou perda de 100% objetivas. Essas regras devem ser exatas, e podem ser definidas por qualquer critério quantificável. Basicamente, se são objetivas ao ponto de ser possível ensiná-las a uma máquina, podem ser a base de modelo quantitativo. Preço Indicadores Volume Tempo Dentro da análise técnica moderna, utilizamos essencialmente:
  4. 4. Exemplos de Modelos Quantitativos Cruzamento de Medias Moveis Se fechamento for negativo, comprar abertura do dia seguinte com STOP no tempo no final do dia que gerou a compra O que é uma estratégia quantitativa?
  5. 5. Utiliza stops. Alvos curtos e relação risco x retorno menos favorável Volatilidade (contra-tendência) Um modelo híbrido. Opera a favor de uma tendência mas somente a partir de sinais pontuais. Rompimentos Operações de Long & Short e SPREAD. Buscam estar neutras ao mercado. Arbitragem Estratégias para o momento atual
  6. 6. 1 ) ARBITRAGEM – EQUITY HEDGE Modelo em que o diferencial da carteira em relação ao benchmark (índice) é o resultado que se obtém. Objetivo: Reduzir exposição ao risco sistêmico. Se a carteira for EFICIENTE, há resultado. 1 2 VENDA SIMULTÂNEA DE ÍNDICE FUTURO (CASH NEUTRAL) COMPRAR CARTEIRA DE AÇÕES Vantagens: • Se houver dominância, os retornos poderão apresentar baixo nível de aleatoriedade • Não depende da alta ou queda da bolsa, apenas da eficiência da estratégia de montagem • Converte valor extrínseco dos contratos futuros em lucro direto para o investidor. Só ações Equity hedge
  7. 7. Estratégia de arbitragem contínua que compra um Pool de 8 ações, vende o mesmo financeiro em índice futuro e revê posições semanalmente Carteira recomendada com hedge R$ 90.000 R$ 110.000 R$ 130.000 R$ 150.000 R$ 170.000 R$ 190.000 R$ 210.000 R$ 230.000 R$ 250.000 R$ 270.000 31/05/yyyy 31/05/yyyy 31/05/yyyy 31/05/yyyy 31/05/yyyy 31/05/yyyy
  8. 8. http://conteudo.aloq.com.br/carta-mensal-setembro
  9. 9. VOLATILIDADE é uma filosofia de trading em que o objetivo é aproveitar o ruído de mercado, sinalizada por algorítmo de oscilação, ou de forma contrária ao rastreamento de uma tendência. Características dos Trading Systems de Volatilidade:  Estratégias possuem nível de acerto favorável, mas relação risco x retorno menos atrativa.  Apresenta melhores resultados quando o mercado encontra- se sem direção definida (lateralização).  Retorno nas operações lucrativas é próximo às perdas nas operações encerradas no prejuízo. A expectativa positiva no longo prazo existe em função do elevado nível de acerto 2 ) TÁTICAS DE VOLATILIDADE
  10. 10. Estratégia Tática do Dólar Estratégia de Swing-Trade com viradas de mão em dólar futuro/mini-dólar R$ 10.000 R$ 15.000 R$ 20.000 R$ 25.000 R$ 30.000 R$ 35.000 R$ 40.000 R$ 45.000 2009.03.10 2009.12.22 2010.09.16 2011.08.01 2012.05.22 2013.04.18 2014.02.05 2014.11.05
  11. 11. http://conteudo.aloq.com.br/carta-mensal-setembro
  12. 12. 3 ) TÁTICAS DE ROMPIMENTO (PIVOT 1-2-3)
  13. 13. Formas de identificar S/R de forma objetiva (1) Zigzag / Fast Zigzag
  14. 14. Formas de identificar S/R de forma objetiva (2) Gráfico Heikin Ashi
  15. 15. Formas de identificar S/R de forma objetiva (3) Pivot MM
  16. 16. Alvo = X * (DISTÂNCIA 2-3) a partir do rompimento do ponto 2. Stop = Y * (DISTÂNCIA 2-3) para baixo do rompimento do ponto 2. Manejo de posição das operações com pivot
  17. 17. 01/2012 a 06/2015 Parâmetros X e Y otimizados ao longo de mais de 20.000 testes
  18. 18. Tiago Missaka (CNPI-T) Bons Investimentos Muito Obrigado www.rocktrade.com.br

×