“Muitas pessoas têm considerado a fé cristã como algo fácil. Elas pensam assim porque nunca a experimentaram.”Martinho Lut...
O Arauto Ano X - nº 96 Sábado, 1º de junho de 2013         2Reunião PastoralNo dia 30/06/2013 o pastor realizou ReuniãoPas...
O Arauto Ano X - nº 96 Sábado, 1º de junho de 2013         3§2º. O membro e/ou obreiro que não apresentar carta de mudança...
O Arauto Ano X - nº 96 Sábado, 1º de junho de 2013         4§10. Os certificados mencionados nos incisos I, II e III deste...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O arauto nº 96 junho de 2013

270 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
270
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O arauto nº 96 junho de 2013

  1. 1. “Muitas pessoas têm considerado a fé cristã como algo fácil. Elas pensam assim porque nunca a experimentaram.”Martinho LuteroSanto Antônio do Descobert , GO, 1º de junho de 2013oAno X – Nº 96 – Órgão Oficial – Redação: Pr. Francisco pintoAno X – Nº 96 – Órgão Oficial – Redação: Pr. Francisco pintoGrito no deserto! Assembleia Geral ExtraordináriaEm sua edição 79, de janeiro de 2012, este In-formativo passou a se chamar Boletim Informativodo Ministério Árvore da Vida (BIMAV), deixando seunome anterior O Arauto.Entretanto, observou-se que o nome não“pegou”. Muitos irmãos continuaram chamando o In-formativo de O Arauto. Como diz o provérbio popu-lar, “a voz do povo é a voz de Deus”. Então, resolve-mos voltar a denominar nosso informativo com seuantigo nome – O Arauto.E por falar em “voz do povo”, embora essamáxima não seja de todo verdade, aproveitamos parahomenagear o maior profeta que Israel rejeitou – oprofeta do deserto!Arauto era um alto funcionário ou oficialdos antigos impérios encarregado de anunciar os de-cretos reais e a presença do monarca. Encontramosum arauto exercendo sua função em Dn 3.4: “Aí o en-carregado de anunciar o começo da cerimônia disseem alta voz: - Povos de todas as nações, raça e lín-guas.” Em outras versões a palavra “encarregado” é“arauto”.Em grego, língua do Novo Testamento, a pa-lavra para “arauto” ou “mensageiro” é keryx, e suamensagem é o kerigma.Por isso resolvemos homenagear João Batis-ta, voltando denominar nosso informativo de O Arau-to, pois esse inigualável mensageiro, preanunciadopor Isaías, como ele mesmo disse aos seus interlocuto-res, quando o inquiriam quem ele era: “João respon-deu, citando o profeta Isaías: - Eu sou aquele que gri-ta assim no deserto: preparem o caminho para o Se-nhor.” – Is 40.3.Portanto, assim como João Batista, o Minis-tério Árvore da Vida, e consequentemente seu canaloficial de comunicação, são, hoje, essa “voz que gritano deserto”. Não o deserto da Judeia, mas o desertodos corações empedernidos pela concupiscência dosolhos e a soberba da vida, 1Jo 2.16.O Arauto, pois, nasceu com essa missão deser voz profética e oficial da ADAV e continuará as-sim, preparando o caminho para o Rei Jesus! Amém!EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/20131. Usando das atribuições constantes dos §§1º e 2º, doart. 23; incisos I, II, VIII e IX, do art. 26; inciso I, e §1º, doart. 28; tudo do Estatuto da Igreja, convoco a AssembleiaGeral Extraordinária (AGE), a ser realizada no dia 9 de junhode 2013, às 09:00h, na Sede da Assembleia de Deus Árvoreda Vida (ADAV), sito à Qd 4, Lt 4, Maria Auxiliadora, netacidade, em primeira convocação, a qual deliberará sobre:a. apreciação de relatórios dos órgãos de apoio ad-ministrativo, relacionadas no art. 55 do Estatuto;b. ratificação da criação da Secretaria de Meio Am-biente (SEMA), conforme o inciso XV do art. 79 do Regi-mento Interno (NR), e eleição dos seus secretários;c. exonerações e nomeações de cargos de apoio ad-ministrativo;d. renúncia a cargos de apoio administrativo e daDiretoria; e indicação de auxiliar para o Santo Ministério;e. apreciação do projeto “ADAV SUSTENTÁ-VEL”, da SEMA;f. recepção de novos membros: Josilene Rocha, A-dairton Souza, Raimuda Nonata (“Renata”) e Kalistony Ri-beiro;g. alteração do Regimento Interno.;h. escolha do ministro que realizará o batismo e adata de realização do ato batismal de fim de ano;i. 10º Aniversário da ADAV; ej. outros assuntos de interesse do Ministério, pro-postos pelos membros.2. Os membros-associados e os candidatos a membros,citados na letra f. do nº 1. acima, deverão comparecer à aludi-da AGE, conforme estabelece este Edital, munidos da creden-cial de membro (excetos os candidatos a membro), observan-do-se o disposto no inciso III, do art. 8º; inciso IV, do art. 9º;incisos II e III, do art. 17, do Estatuto; e o inciso XXXVII, doart. 11, do Regimento Interno.3. A eventuais faltas por motivo de enfermidade, tra-balho e/ou outro motivo plenamente justificado, deverão serinformados ao Secretário Administrativo, até 24 horas antesda AGE.Santo Antônio do Descoberto, GO, 30 de maio de 2013Pr. Francisco da Conceição PintoPresidente do Ministério Árvore da Vida
  2. 2. O Arauto Ano X - nº 96 Sábado, 1º de junho de 2013         2Reunião PastoralNo dia 30/06/2013 o pastor realizou ReuniãoPastoral para tratar de assuntos de interesse dosmesmos, enquanto oficiais eclesiásticos.Essa Alta reunião eclesial foi assistida pelo EvAntônio Soares, os Pb Flávio Sousa e Wagner Souza.Reunião DiaconalNo dia 30/06/2013 o pastor realizou ReuniãoDiaconal. Estiveram presentes, além do líder da MesaDiaconal, Pb. Flávio Sousa, os seguintes diáconos: An-tônio Souza, José Camelo e Welton Souza.Foram abordados, entre outras coisas, o serviçodiaconal durante os cultos, a presteza, educação efirmeza recepção de membros e visitantes, bem comoo dinamismo dentro e fora da igreja. Foi relembrado,ainda, a questão da qualificação, da Ceia do Senhor ea apresentação individual desses oficiais eclesiásticos.5º Congresso de MulheresO grupo de mulheres (Vozes de Júbilo) reali-zou, no dia 18/05/2013, seu 5º Congresso. O tema foifundamentado em 1Pe 4.2b. O preletor foi o Dc Fer-nando, da AD Madureira (Parque XIII – SAD/GO).O louvor foi ministrado pela cantora BrunaFreitas, da AD do Guará-DF. Estiveram presentes osgrupos das igrejas AD de Ceilândia (Pr Moisés), ADMadureira (Águas Lindas de Goiás, Pr. Lael) e IgrejaAliança com Deus (Maria Auxiliadora, Pr. Celso).O grupo Vozes de Júbilo é composto, atualmen-te, pelas irmãs Cleonice (líder), Ana Rita, Ana Lúcia,Ivanilde, Sônia, Maria Divina, Maria Antônia, Cida,Sílvia, Raimunda Souza, Raimunda Nonata e Josile-ne. Parabéns a essas valentes guerreiras do Exércitodo Senhor!Resolução nº 03/2013A Diretoria Nacional da Igreja Evangélica Assembleia de DeusÁrvore da Vida faz saber que, em cumprimento à determinação da Reuni-ão Ordinária da Deliberação do Corpo de Obreiros do Ministério Árvore daVida (DECOMAV) em conjunto com os ilustres membros do Alto Conse-lho Deliberativo (Acode), contida no nº 12. da Ata nº 013, da ReuniãoOrdinária de 5 de maio de 2013,R E S O L V E U:Art. 1º Alterar o art. 5º do Regimento Interno, o qual passa a vigo-rar com a seguinte redação:“Art. 5º A admissão ao quadro de membros-associados da IgrejaÁrvore da Vida será efetivada depois de preenchidos os requisitos constan-tes do art. 5º do Estatuto e apresentação de carta assinada pelo interessa-do, com firma reconhecida em cartório, endereçada ao pastor-dirigente dacongregação onde será efetivado e, no caso da Igreja Sede, ao Presidente,solicitando sua inclusão no Registro Geral de Membros (RGM) da respec-tiva Igreja (Sede ou Filia), anexando a seguinte documentação, conforme ocargo pleiteado, observando-se o disposto no art. 16 e seu Parágrafoúnico, deste Regimento:I – para o obreiro:1) termo de compromisso, declarando aceitar as doutrinas e cos-tumes do Ministério Árvore da Vida, exarados no Estatuto, neste Regimen-to e nas demais Resoluções, Diretrizes e Atos emanados dos colegiados doMinistério ADAV;2) autorização exarada em Ata da DECOMAV, assessorada peloAcode;3) cópia de certificado de batismo nas águas, na fórmula trinitari-ana constante de Mateus capítulo vinte e oito, versículo dezenove;4) cópia da certidão de casamento expedida pelo cartório compe-tente, onde conste a união com uma pessoa do sexo oposto;5) certidão negativa de débito junto à Receita Federal do Brasil;6) nada-consta criminal local e nacional;7) certidão negativa de protestos;8) comprovante de quitação eleitoral (última votação);9) comprovante de quitação do serviço militar (no caso dos ho-mens);10) uma foto 3x4, recente, colorida e de gravata (no caso dos ho-mens);11) comprovante de residência;12) cópia de Identidade (RG) e CPF;13) carta de apresentação do ministério de origem;14) declaração de isenção político-partidária;15) documento que ateste a ordenação ao cargo pretendido no mi-nistério de origem; e16) ficha de membro preenchida e assinada.II – para o membro:1) termo de compromisso, declarando aceitar as doutrinas e cos-tumes do Ministério Árvore da Vida, exarados no Estatuto, neste Regimen-to e nas demais Resoluções, Diretrizes e Atos emanados dos colegiados doMinistério ADAV;2) autorização exarada em Ata da DECOMAV, assessorada peloAcode;3) cópia de certificado de batismo nas águas, na fórmula trinitari-ana constante de Mateus capítulo vinte e oito, versículo dezenove;4) cópia do Curso de Preparação para o Batismo – Discipula-do (somente no caso dos batizandos na ADAV);5) certidão de nascimento, casamento (com pessoa do sexo o-posto), viuvez ou divórcio expedida pelo cartório competente;6) uma foto 3x4, recente, colorida;7) comprovante de residência; e8) cópia da Identidade (RG) e CPF.§1º. O obreiro será admitido no cargo pretendido, após apre-sentar a documentação constante do inciso I acima, sendo em seguidadiplomado no respectivo cargo eclesiástico, passando a integrar o Ministé-rio da ADAV e usufruir de todos os direitos de membro-associado.
  3. 3. O Arauto Ano X - nº 96 Sábado, 1º de junho de 2013         3§2º. O membro e/ou obreiro que não apresentar carta de mudança, recomendação ou transferência, a ADAV encaminhará expediente àrespectiva denominação de origem solicitando a documentação pertinente ao candidato que deseja filiar-se ao Ministério Árvore da Vida.§3º. O diácono, o único obreiro que pode exercer sua função sem a obrigatoriedade de ser casado, apresentará a cópia da certidão denascimento, no caso de ainda ser solteiro quando de sua solicitação de filiação;§4º. O candidato ao Santo Ministério que não conseguir se adequar às exigências do Ministério Árvore da Vida quanto ao seu recebimentono cargo pretendido, conforme o inciso I deste Artigo e os seus parágrafos, bem como os art. 60 ao 77 deste Regimento e os demais Atos, Diretrizes eResoluções emanados dos Colegiados deste Ministério (Diretoria, DECOMAV, Acode, Acolide, AG), poderá ser arrolado como membro, nos moldesdo inciso II deste Artigo.§5º. Além da documentação constante do inciso I deste Artigo, o Ministério ainda poderá solicitar outros documentos, conforme julgar ne-cessário, tais como atestado de sanidade mental, atestado de boa conduta etc e, ainda, entrevista verbal ou escrita, currículo de atividades eclesiásti-cas e “visita social”.§6º. No caso do membro que desejar exercer cargo de liderança, na Diretoria ou de Apoio Administrativo, terá que apresentar, também, osdocumentos constantes dos nº 2), 5), 6) e 7) do inciso I acima, e o Certificado, com o respectivo Histórico, do Curso de Liderança Cristã (CLC).§7º. Os candidatos idosos, não alfabetizados, física e mentalmente incapazes e outros casos especiais serão filiados, sem realizar o CPB,mediante análise e decisão da Reunião do Ministério.§8º. Não será arrolado o candidato menor de idade sem a autorização escrita dos pais ou responsáveis.§9º. O membro que tiver se filiado enquanto menor de idade, com a anuência dos pais ou responsáveis, assinará a carta e o termo de com-promisso quando atingir a maioridade, substituindo os documentos assinados pelos responsáveis.§10. Não são válidos os batismos realizados por seitas, movimentos heréticos, controvertidos e não cristãos, assim definidos pelo Ministé-rio Árvore da Vida.§11. Não são aceitos como casamento, as “uniões estáveis”, amasiados, uniões com pessoas do mesmo sexo, bigamia, poligamia etc.§12. Todo membro registrado no rol das igrejas filiais também será incluído no Registro Geral de Membros (RGM) da Igreja Sede, deven-do as filiais encaminhar semestralmente os relatórios contendo as admissões e demissões ocorridas no período, com os respectivos motivos.§13. Além da documentação constante do inciso I acima, o candidato a obreiro deverá apresentar, ainda, os documentos relacionados nosincisos I, II e III do art. 71, deste Regimento.§14. Nenhuma pessoa se tornará membro ou obreiro da ADAV ou dela será excluída, sem o parecer favorável da Reunião de Ministério emprimeira instância e, em última instância, a Assembleia Geral.”Art. 2º Alterar o art. 16 do Regimento Interno, o qual passa a vigorar com a seguinte redação:“Art. 16. O candidato a readmissão poderá, a critério do Presidente do Ministério Árvore da Vida, reapresentar os documentos relaciona-dos nos incisos I e II, do art. 5º e nos incisos I, II, e III, do art. 71, ambos deste Regimento, conforme o cargo pretendido, aplicando-se regras específi-cas a cada caso, de acordo com as circunstâncias da demissão.”Art. 3º Revogar os art. 72, 73 e 74, com seus respectivos incisos, alíneas e parágrafos, todos deste Regimento.Art. 4º Alterar o art. 71 do Regimento Interno, o qual passa a vigorar com a seguinte redação:“Art. 71. Para ordenação ao Santo Ministério é obrigatório o candidato possuir, observando-se o disposto no inciso I, do art. 5º e nos art.60 ao 70, todos deste Regimento, o seguinte:I – aos cargos de Pastor, Evangelista e Presbítero:1) Ensino Médio completo;2) Curso de Liderança Cristã;3) Curso de Ministério (de acordo com o cargo pretendido); e4) Curso Básico em Teologia.II – ao cargo de Missionário:1) Ensino Médio completo;2) Curso Superior em Teologia – com ênfase em Missiologia Transcultural; e3) Habilitação no idioma inglês ou espanhol ou na língua específica do país de destino.III – ao cargo de Diácono:1) Ensino Fundamental completo;2) Curso de Liderança Cristã;3) Curso de Ministério Diaconal; e4) Curso Básico em Teologia.§1º. O candidato que possuir o Curso Superior em Teologia, realizado em instituição teológica reconhecida pelo Ministério Árvore da Vi-da, poderá ser isento dos cursos acima descritos, conforme decisão colegiada do Ministério.§2º. O missionário será mantido no campo internacional pelo Ministério Árvore da Vida em parceria com a Agência Missionária respon-sável pelo envio do obreiro, desde que este tenha a indicação pastoral, anuência do Corpo Ministerial e autorização do Conselho Nacional do Ministé-rio Árvore da Vida (CONAMAV).§3º. O missionário será mantido no campo nacional pelo Ministério Árvore da Vida, quando por ele enviado oficialmente em AssembleiaGeral da Igreja Sede.§4º. Serão aceitos os cursos teológicos realizados no Ministério Árvore da Vida ou em instituição teológica por ele reconhecida.§5º. Os documentos necessários para ser consagrado ao Santo Ministério, aplicáveis a todos os obreiros, além dos constantes deste Artigo,são aqueles listados no inciso I do art. 5° deste Regimento.§6º. O candidato a obreiro poderá, a critério do Presidente do Ministério Árvore da Vida, ser submetido à avaliação abrangendo temas daárea teológica e secular, julgados aplicáveis a cada caso e cargo, observando-se o disposto no art. 65 deste Regimento Interno.§7º. O obreiro que desejar filiar-se a partido político e/ou concorrer a cargo eletivo da política municipal, estadual ou federal deverá apre-sentar carta de renúncia do cargo eclesiástico que ocupa, ao Presidente do Ministério Árvore da Vida, antes de sua candidatura ou filiação ao partidopolítico, sob pena de demissão do cargo e sansão disciplinar.§8º. O membro que não ocupa função eclesiástica no Santo Ministério (obreiro) é livre para filiar-se a partido político e candidatar-se acargo eletivo.§9º. Os certificados mencionados nos incisos I, II e III deste Artigo e nos incisos I e II do art. 5º, devem conter, obrigatoriamente, o respec-tivo Histórico.
  4. 4. O Arauto Ano X - nº 96 Sábado, 1º de junho de 2013         4§10. Os certificados mencionados nos incisos I, II e III deste Artigo e nos incisos I e II do art. 5º, devem conter, obrigatoriamente, o respec-tivo Histórico.§11. A elevação à dignidade de bispo, será realizada conforme o disposto no art. 78 e seu Parágrafo único, mediante anuência do Conse-lho Nacional do Ministério Árvore da Vida.Art. 5º Alterar os incisos VIII e XI do art. 91, ambos do Regimento Interno, os quais passam a vigorar com a seguinte redação:“Art. 91. ...........................................................................................................................................VIII – manter o livro de registro de cursos (CPB/Discipulado, EBL, CLC etc) atualizado, sem rasuras, com todos os dados necessários pa-ra a confecção de eventuais segundas vias;..........................................................................................................................................................XI – auxiliar os alunos do CPB/Discipulado e/ou EBD em trabalhos teológicos, quando solicitado..........................................................................................................................................................”Art. 6º Renumerar os artigos do Regimento Interno, a partir do art. 71, e consequentemente as citações dos artigos suprimidos, em decor-rência das alterações realizadas por esta Resolução.Art. 7º Extinguir o Curso de Preparação para Ingresso (CPI) e criar o Curso de Liderança Cristã (CLC) e o Curso de Preparação para o Ba-tismo (CPB) – Discipulado, com uso das revistas do Discipulado 1 e 2 da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD).Art. 8º Determinar que a Secretaria de Informática proceda com a alteração acima no Regimento Interno, na versão eletrônica disponibili-zada na Rede Mundial de Computadores, na página da ADAV, e a Secretaria Administrativa distribua cópia desta Resolução aos membros, arquive oseu original e faça publicar o seu texto no Boletim Informativo do Ministério Árvore da Vida para efeito Regimentar.Art. 9º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Informativo do Ministério Árvore da Vida (BIMAV).Pr. FRANCISCO DA CONCEIÇÃO PINTOPresidente do Ministério Árvore da VidaPb. FLÁVIO FERREIRA DE SOUSAPrimeiro Vice-PresidentePb. WAGNER RODRIGUES DE SOUZASegundo Vice-PresidenteRAPHAELL NATHAN DA SILVA ARAUJOPrimeiro-Secretário AdministrativoCLEONICE FERREIRA DA COSTA PINTOSegunda-Secretária AdministrativaANA RITA BEZERRA DE SOUZAPrimeira-Secretária de FinançasSÍLVIA OLIVEIRA DE CASTROSegunda-Secretária de FinançasPb. FLÁVIO FERREIRA DE SOUSASecretário de Fiscalização e ControleDc. JOSÉ DE RIBAMAR SOUZAAdjunto da Secretaria de Fiscalização e ControleEVERTON MARLON SOARES DA SILVARelator da Secretaria de Fiscalização e ControleEXPEDIENTEAssembleia de Deus Árvore da VidaCNPJ 11.845.824/0001-89Qd 4 – Lt 4 – Maria Auxiliadora – Cep 72.900-000Santo Antônio do Descoberto – GOTel.: 8604-0103 / 3626-4102PresidentePr. Francisco da Conceição Pinto

×