COMÉRCIO VAREJISTA DE CAMPINAS E REGIÃO ENCERRA O SEMESTRTE COM REDUÇÃO DE
1,87% NAS SUAS VENDAS DE 2015
O Comércio Vareji...
Serviço Central de Proteção ao Crédito - SCPC
AVALIAÇÃO MENSAL - JUNHO/2015
2 de 9
Laerte Martins - Economista – ACIC
Junho/2015
3 de 9
INDICADORES:
CAMPINAS
E
REGIÃO
4 de 9
5 de 9
Juros no Mercado de Campinas e Região – Junho/2015
(% ao ano)
JUROS Junho/15 Maio/15 Junho/14 Junho/15 Junho/15
Maio/15 Ju...
I - Emprego e Desemprego em Campinas e RMC
A- AVALIAÇÃO MENSAL DO EMPREGO FORMAL: CAMPINAS
MAIO / 2015
7 de 9
A- AVALIAÇÃO MENSAL DO EMPREGO FORMAL: RMC
MAIO/2015
* sem Holambra e Morungaba
8 de 9
II – Desemprego em Campinas e RMC
Período: MAIO / 2015
Campinas Maio/2015 Abril/2015 Maio/2014
Taxa de Desemprego (%) 7,60...
II – Desemprego em Campinas e RMC
Período: MAIO / 2015
Campinas Maio/2015 Abril/2015 Maio/2014
Taxa de Desemprego (%) 7,60...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dados Econômicos

204 visualizações

Publicada em

Tudo o que você precisa sobre a economia da região de Campinas.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
204
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dados Econômicos

  1. 1. COMÉRCIO VAREJISTA DE CAMPINAS E REGIÃO ENCERRA O SEMESTRTE COM REDUÇÃO DE 1,87% NAS SUAS VENDAS DE 2015 O Comércio Varejista apresentou em Junho de 2015 uma redução de -0,45% sobre as vendas de Maio e de -1,22% sobre o volume de vendas de Junho de 2014. As vendas do “Dia dos Namorados”, inclusive, foram menores em -0,91% na comparação com as do ano passado. Foi a primeira vez que se apresentaram negativas desde 2000, quando a série foi iniciada. No acumulado do primeiro semestre, a movimentação de vendas ficou -1,87% menor em relação ao mesmo período do ano passado, com um faturamento de R$ 6,64 bilhões, que apresentou uma queda de (0,46%) em relação a 2014. O destaque no semestre foram as vendas à vista, que cresceram 3,47%, enquanto que as vendas a prazo reduziram -5,61%. A inadimplência de Junho de 2015 em Campinas sofreu uma elevação de 9,82% frente Junho de 2014, e no acumulado do semestre, a expansão foi de 8,60%; a mais elevada do ano, com um total de 93.073 registros vencidos a mais de 30 dias e não pagos, representando cerca de R$ 67,0 milhões que deixaram de circular no comércio, no semestre de 2015. No acumulado dos últimos 12 meses, a inadimplência ficou em 7,80%, com 293.667 inadimplentes, representando um endividamento de R$ 211,4 milhões. Na avaliação da RMC, o faturamento acumulado foi de R$ 15,85 bilhões, que ficou (-0,16%) abaixo do faturamento de 2014, e com o volume de vendas (-1,60%) menor que o do primeiro semestre do ano passado. A inadimplência na RMC cresceu também, em 8,60% no período de Janeiro a Junho, sendo que, no acumulado dos últimos 12 meses, a taxa ficou em 7,51% com 902.045 consumidores inadimplentes, representando um endividamento de R$ 649,5 milhões dos consumidores da RMC. A perspectiva para o 2º semestre continua sendo indefinida, dependente da real implantação do Ajuste Econômico do Governo, que trará mais impactos negativos nos indicadores macroeconômicos, fazendo crer que teremos vendas menores que 2014, motivando, por isso, o comércio varejista a criar novas ações de marketing para amenizar a crise, que poderá se alastrar até 2016. Laerte Martins Economista - ACIC 1 de 9
  2. 2. Serviço Central de Proteção ao Crédito - SCPC AVALIAÇÃO MENSAL - JUNHO/2015 2 de 9
  3. 3. Laerte Martins - Economista – ACIC Junho/2015 3 de 9
  4. 4. INDICADORES: CAMPINAS E REGIÃO 4 de 9
  5. 5. 5 de 9
  6. 6. Juros no Mercado de Campinas e Região – Junho/2015 (% ao ano) JUROS Junho/15 Maio/15 Junho/14 Junho/15 Junho/15 Maio/15 Junho/14 Média Geral 50,76 50,93 47,98 (-0,33) 5,79 Desc. Duplicata 46,44 45,93 42,41 1,11 9,50 Créd. Pessoal – CDC 115,32 114,59 90,55 0,64 27,36 Cheque Especial 205,39 202,07 154,35 1,64 33,07 Cartão de Crédito 219,02 217,98 155,20 0,48 41,12 TJLP 6,00 6,00 5,00 ---x-- 20,00 Taxa Básica 13,25 13,25 11,00 ---x--- 20,45 Obs.: Sugere-se evitar tomar empréstimos, principalmente no Crédito Pessoal – CDC, Cheque Especial, e Cartão de Crédito, que apresentam uma variação anual, acima de 34,00% ao ano. Laerte Martins - Economista – ACIC 6 de 9
  7. 7. I - Emprego e Desemprego em Campinas e RMC A- AVALIAÇÃO MENSAL DO EMPREGO FORMAL: CAMPINAS MAIO / 2015 7 de 9
  8. 8. A- AVALIAÇÃO MENSAL DO EMPREGO FORMAL: RMC MAIO/2015 * sem Holambra e Morungaba 8 de 9
  9. 9. II – Desemprego em Campinas e RMC Período: MAIO / 2015 Campinas Maio/2015 Abril/2015 Maio/2014 Taxa de Desemprego (%) 7,60 7,48 4,87 Nº de Desempregados 48.604 47.689 29.913 RMC Maio/2015 Abril/2015 Maio/2014 Taxa de Desemprego (%) 7,40 7,20 5,20 Nº de Desempregados 127.039 123.248 84.715 Evolução da Taxa de Desemprego Nacional / RMC / Campinas III- Evolução da Massa Salarial: MAIO Variação Massa Salarial Maio/2015 Maio/2014 % Campinas - R$ mi 624,6 603,8 3,44 RMC - R$ mi 1.511,7 1.430,5 5,68 Laerte Martins Economista – ACIC Junho/2015 9 de 9
  10. 10. II – Desemprego em Campinas e RMC Período: MAIO / 2015 Campinas Maio/2015 Abril/2015 Maio/2014 Taxa de Desemprego (%) 7,60 7,48 4,87 Nº de Desempregados 48.604 47.689 29.913 RMC Maio/2015 Abril/2015 Maio/2014 Taxa de Desemprego (%) 7,40 7,20 5,20 Nº de Desempregados 127.039 123.248 84.715 Evolução da Taxa de Desemprego Nacional / RMC / Campinas III- Evolução da Massa Salarial: MAIO Variação Massa Salarial Maio/2015 Maio/2014 % Campinas - R$ mi 624,6 603,8 3,44 RMC - R$ mi 1.511,7 1.430,5 5,68 Laerte Martins Economista – ACIC Junho/2015 9 de 9

×