Media digitais e socialização

426 visualizações

Publicada em

Tradução

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
426
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Media digitais e socialização

  1. 1. Media Digitais e Socialização Síntese do texto 6: “Whispers in theClassroom” Sarita YardiGeorgiaInstituteoftecnology, DepartementofHuman-CenteredComputingIMestrado em Comunicação Educacional MultimédiaMedia Digitais e Socialização Universidade Aberta Abril 2011 <br />Docentes:  Lúcia Amante e Daniela Melaré Vieira Barros<br />
  2. 2. “Encaremos isto – a nossa escola não tem livros para tudo”<br />“Encaremos isto – a nossa escola não tem livros para tudo”<br />“Encaremos isto – a nossa escola não tem livros para tudo”<br />Os jovens são um grupo demográfico altamente predisposto, uma multidão “açwyson” instantaneamente ativos na internet, com mensagens, jogos, Vídeo e redes sociais.Numerosos estudos têm documentado o uso de mensagens instantâneas e salas de chat on-line nas vidas pessoais dos jovens. <br />Hoje, alguns jovens conhecem tecnologias inteiramente novas que lhes permitem ajustamentos e oportunidades sem precedentes, para as interações on-line. <br />Um estudante afirmou “Minha geração, que nasceram no inicio dos anos 90, são os primeiros seres humanos a ser tão profundamente impactados pelas novas tecnologias de hoje.”<br />Os alunos podem aprender uns com os outos, através da partilha colaborativa de conhecimento ( …)em contextos educativos formais e informais, as aprendizagens efetuam-se através discussões e interações com alunos on-line, os educadores podem fazer uso desta ferramenta para aprofundar o conhecimento sobre o que e como os seus alunos estão a aprender.<br /> (…) As salas de chat on-line são um novo meio de ensino, esta ferramenta é usada por crianças para melhorar as relações pessoais, com base no diálogo simples. Salas de chat e outras formas de comunicação on-line, fornecem uma plataforma de lançamento para as grandes mentes pensantes dos jovens.<br />
  3. 3. Ao navegar pela web o comportamento pode variar, alguns jovens podem distrair-se com a verificação do e-mail ignorando flagrantemente o orador frontchannel que participa ativamente ora discutindo com outros jovens situações relacionadas com o tema proposto, ora debatendo, verificando factos, compartilhando recursos e chegando, assim, à colaboração. <br />Perante as salas de chat transforma-se o material de estudo, aprendizagem de comportamentos e práticas, as interações entre alunos e professores também mudam alterando, fundamentalmente, as formas como criam e disseminam ideias, conhecimento e compreensão. (p.144). <br />Antecedentes: O que é um Backchannel? <br />Backchannel ou Canal Periférico – Foi usado pela primeira vez na década de 1980 e tem desde então, crescido num dos mais populares chats em tempo real de sistemas em todo o mundo. É um sistema multiusuário onde as pessoas se encontram em canais para falar em grupo ou privada. Não há restrições sobre o número de pessoas que podem participar numa uma discussão, nem quanto ao número de canais que podem ser formados. Conversas de sala de chat tendem a ser tidas como efémeras e inconstantes devido à sua natureza síncrona. <br />A principal função desta sala de chat era ser usada para complementar ou esclarecer o que se passava no frontchannel, ou foco de atenção central/convergente. Quando ouvem uma apresentação, os alunos podem estar em simultâneo, online, a discutir, comentar, questionar o que está a ser dito, o que implica mais do que um foco de atenção.<br />
  4. 4. Frontchannelpode consistir num professor, palestrante, conferencista, painel, conferência ou ambiente similar que contenha um líder de discussão central que normalmente está localizado no mesmo espaço físico que os participantes. O frontchannel normalmente implica um único foco de atenção. <br />O backchannel pode funcionar para melhorar o debate frontchannel por incentivar a participação dos intervenientes e a interação. Altera a dinâmica da sala de aula, de uma interação estritamente de um para muitos para uma de muitos para muitos, (p.145). <br />Um Estudo de Caso em uma Universidade Backchannel<br />Os jovens utilizam novas formas de comunicação influenciados pelas novas tecnologias e media digitais, adotando a sua autoidentidade, procuram desenvolver as suas redes sociais , conservar as suas amizades e relacionamentos pessoais. Eles que tinam ficado surpresos, confusos, curiosos, animados, ansiosos e intrigados com o aparecimento do backchannel nas salas de aula, surgiu-lhes como uma poderosa oportunidade de envolvência sugerindo estas práticas nas salas de aula e também sociais, como novos paradigmas do ensino/aprendizagem das experiências inovadoras oferecidas pelo backchannel, um espaço interessante para explorar novos rumos na colaboração de aprendizagem, (p.146).<br />Antecedentes Históricos: Conflitos e Contexto <br />As lutas de poder que derivam do backchannel têm bases teórico/históricas sobre quem mantém a posse e o controlo na sala de aula. Este modelo pedagógico/educacional tem evoluído ao longo do tempo em paralelo com as influências culturais, sociais, e governamentais em que está inserido. A tal ponto que se dá uma partilha do espaço da aula entre professor e alunos, (p.147)<br />
  5. 5. Um bom ambiente de ensino necessita que os professores motivem os alunos, facilitem a constrição do conhecimento, mobilizem a participação e promovam a paixão pela aprendizagem. Neste ambiente de aprendizagem podem surgir debates amargurados motivados por interesses e agendas pessoais, politica/historicamente enraizado em crenças. (p.148) <br />Benefícios: Inovações no Ensino <br />Os alunos Têm a possibilidade de fazer perguntas, receber respostas e solicitar sem ter de interromper a apresentação frontchannel, acaba o sinal-ruído neste canal, as questões periféricas são filtradas para o backchanel onde os alunos podem perguntar aos seus pares. Este canal também permite ás pessoas que não tiveram voz por barreiras educacionais, económicas, sociais ou culturais, participem no diálogo.<br />O potencial sucesso da tecnologia numa sala de chat está enraizada na teoria construtivista de aprendizagem, pares para pares. Segundo esta teoria a aprendizagem é um processo ativo no qual os alunos constroem ideias ou conceitos novos baseados nos seus conhecimentos atuais e passados. (150)<br />Desvantagens: Juventude Distraída ou estudantes? <br />O que para uns estudantes pode ser uma inovação em tecnologia e práticas para outros pode ser familiar e até mesmo antiquado. A validade no uso das tecnologias depende das experiencias pessoais dos estudantes.<br />
  6. 6. PowerPlays: Quem põe as Regras da sala de aula?<br />O termo backhanel assume, dependendo do contexto e do uso ,significados diversos, sugerindo para uns algo de clandestino e intangível. Para outros sugere ferramentas que habilitam para a participação, colaboração e interação informal,<br />Se o professor não for informado da presença do Backchanel fica numa situação comprometedora.<br />O sucesso dos professores depende do seu poder para convencer ou motivar os alunos a cooperarem com eles. Uns e outros malgastam o seu tempo a disputar o poder. (p.152). <br />O direcionamento do estudo e materiais, por parte dos alunos pode levar a estrutura do poder a transferir-se.TALVEZ ESTEJA NA HORA DE REINVENTAR O ENSINO<br />Construindo a identidade da comunidade<br />Nós, educadores, devemos estar dispostos a reformular as nossas formas tradicionais de comunicação, assim como aproveitar as habilidades dos estudantes. (p.154)<br />Comunidade como uma terceira casa<br />Nas suas rotinas diárias os estudantes convivem, estabelecendo relações de confiança. A partilha de contextos é muito importante para as relações de confiança dentro da comunidade. (155)<br />Os adultos também se dedicam a comunidades on-line onde jogam cartas, frequentam salas de chat, etc. (p.156)<br />Pedagogia da Esperança: Projetando o Backchannel<br />O contrato de aprendizagem leva a pessoa a assumir o compromisso de aprender.<br />É importante destacar a importância de situar um novo meio dentro do seu contexto socio cultural. Sugerem-se certas normas, papéis, sinais e comportamentos, com a intenção de incentivar a backchannel comunidade a adotar tais práticas de modo que ele pudesse ser concebido.(p.157)<br />
  7. 7. A ensinar os Professores<br />Os professores que adotem a tecnologia de sala de chat na sua salas de aula podem necessitar ensinar em ciclos mais curtos para reterem a atenção dos alunos. Eles devem ajustar seu currículo e estilos de ensino para proporcionar ambientes diferentes e melhoradas para um crescendo do formato padrão de aula. Eles devem ajustar seu currículo e estilos de ensino para proporcionar ambientes diferentes e melhoradas para um crescendo do formato padrão de aula. <br />As práticas de ensino/aprendizagem evoluem ao longo do tempo e com as mudanças na tecnologia, os professores podem o conjunto das suas habilidades a fim de facilitar a intervenção em curso.<br />Como os alunos se tornam mais acostumados a multitarefa em suas atividades diárias, os professores podem achar que eles precisam de reformular os seusestilos de ensino a fim de manter seus alunos envolvidos. <br />Por exemplo, eles poderiam intercalam palestras com atividades em grupo e atividades individuais, atribuindo períodos mais curtos para cada seção.<br />Dentro do ambiente de aprendizagem, onde o bachannel está a ser utilizado, devem ser tidas em conta as influências culturais tais como a etnia, género, acesso, experiencia no uso das tecnologias e as personalidades individuais dos alunos, assim como os seus estilos de aprendizagem, (p.160)<br />
  8. 8. A Frente Backchannel, Up: Conclusão<br />s alunos precisam aprender a compartilhar ideias e conhecimento de forma ética e adequadamente, eles precisam de internalizar conceitos, explorando e integrando-os nas próprias experiencias. O backchannel permite basear o ensino nas necessidades, interesses e estádio de desenvolvimento das crianças, o que significa ensinar. Além disso, como meio on-line, baseado na web, que permite aos jovem continuar a refinar as práticas já existentes de media em paralelo com a sua utilização (backchannel). <br />Como os nativos digitais eles podem produzir, consumir, reagrupar e gerar na sua sala de aula novos paradigmas de ensino/aprendizagem. As experiencias provenientes das suas aprendizagens permitem-lhes criar as salas de aula do futuro.<br />Tentei se<br />Eunice Afonso<br />

×