SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
REVISÃO SOBRE
MEMÓRIAS
LITERÁRIAS
RESPONDE OU PASSA?
1) Cite 3 características do gênero Memórias Literárias:
2) Qual a função do gênero que estamos estudando?
3) Cite 3 diferenças entre o gênero Memórias Literárias e o
gênero artigo de opinião.
4) Em que pessoa é narrado as memórias literárias?
5) Verdadeiro ou falso?
Memórias Literárias são textos produzidos para rememorar
o passado, vivido ou imaginado. Para isso devem-se
escolher cuidadosamente as palavras, orientados por
critérios estéticos que atribuem ao texto ritmo e conduzem
o leitor por cenários e situações reais.
s
6) Verdadeiro ou falso?
• O autor de memórias literárias usa os verbos para
marcar um tempo do passado: pretérito perfeito,
presente e pretérito imperfeito. Eles indicam ações e têm
a propriedade de localizar o fato no tempo, em relação
ao momento em que se fala.
7) Verdadeiro ou falso?
O narrador em primeira pessoa é o narrador-personagem
ou narrador-testemunha. No caso de memórias teremos,
geralmente, o narrador-personagem, que tem por
característica se apresentar e se manifestar como eu e fala
a respeito daquilo que viveu. Conta a história dele sempre
de forma parcial, considerando um único ponto de vista: o
dele.
• 8) Cite três diferença entre o gênero Memórias Literárias e
Entrevista.
Verdadeiro ou falso?
9) Numa Memória Literária se evidencia sentimentos, emoções e
impressões sobre os acontecimentos, fatos, etc;
Verdadeiro ou falso?
10) Não há com parações entre o presente e o passado.
S

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gênero de texto conto
Gênero de texto contoGênero de texto conto
Gênero de texto contoguestd9a4ef3c
 
O que são memórias literárias
O que são memórias literáriasO que são memórias literárias
O que são memórias literáriasEloy Souza
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textualISJ
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros TextuaisEdna Brito
 
Tipos de argumentos
Tipos de argumentosTipos de argumentos
Tipos de argumentosAna Castro
 
Gênero Textual: histórias em quadrinhos
Gênero Textual: histórias em quadrinhosGênero Textual: histórias em quadrinhos
Gênero Textual: histórias em quadrinhosAlice Nogueira
 
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aulaOficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aulaJosilene Borges
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesIsis Barros
 
Gênero textual narrativo
Gênero textual narrativoGênero textual narrativo
Gênero textual narrativoPaulo Alexandre
 
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL - OK
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL  - OKAULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL  - OK
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL - OKMarcelo Cordeiro Souza
 
Contexto de produção, circulação e recepção de textos
Contexto de produção, circulação e recepção de textosContexto de produção, circulação e recepção de textos
Contexto de produção, circulação e recepção de textosma.no.el.ne.ves
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerenciasilnog
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráficaMara dalto
 

Mais procurados (20)

Texto e textualidade
Texto e textualidadeTexto e textualidade
Texto e textualidade
 
O que é texto
O que é textoO que é texto
O que é texto
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Gênero de texto conto
Gênero de texto contoGênero de texto conto
Gênero de texto conto
 
O que são memórias literárias
O que são memórias literáriasO que são memórias literárias
O que são memórias literárias
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
 
SLIDES – PARÓDIA.
SLIDES – PARÓDIA.SLIDES – PARÓDIA.
SLIDES – PARÓDIA.
 
Tipos de argumentos
Tipos de argumentosTipos de argumentos
Tipos de argumentos
 
Gênero Textual: histórias em quadrinhos
Gênero Textual: histórias em quadrinhosGênero Textual: histórias em quadrinhos
Gênero Textual: histórias em quadrinhos
 
Produção de Texto
Produção de TextoProdução de Texto
Produção de Texto
 
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aulaOficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
Gênero textual narrativo
Gênero textual narrativoGênero textual narrativo
Gênero textual narrativo
 
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL - OK
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL  - OKAULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL  - OK
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL - OK
 
ProduçãO Textual
ProduçãO TextualProduçãO Textual
ProduçãO Textual
 
Contexto de produção, circulação e recepção de textos
Contexto de produção, circulação e recepção de textosContexto de produção, circulação e recepção de textos
Contexto de produção, circulação e recepção de textos
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
Gêneros e suportes textuais
Gêneros e suportes textuaisGêneros e suportes textuais
Gêneros e suportes textuais
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 

Destaque

Memórias literárias 2 ano
Memórias literárias 2 anoMemórias literárias 2 ano
Memórias literárias 2 anoKleber Brito
 
Fonética (exercícios)
Fonética (exercícios)Fonética (exercícios)
Fonética (exercícios)Seduc/AM
 
Substantivo – Eu fico assim sem você – Adriana Calcanhoto – Paródias Pedagógi...
Substantivo – Eu fico assim sem você – Adriana Calcanhoto – Paródias Pedagógi...Substantivo – Eu fico assim sem você – Adriana Calcanhoto – Paródias Pedagógi...
Substantivo – Eu fico assim sem você – Adriana Calcanhoto – Paródias Pedagógi...Alex Santos
 
O que é amor? - What Does Love Mean?
O que é amor? - What Does Love Mean?O que é amor? - What Does Love Mean?
O que é amor? - What Does Love Mean?Freekidstories
 
Proposta de atividade do conto terror oficia
Proposta de atividade do conto terror  oficiaProposta de atividade do conto terror  oficia
Proposta de atividade do conto terror oficiaJanete Garcia de Freitas
 
Gincana passa ou repassa
Gincana passa ou repassaGincana passa ou repassa
Gincana passa ou repassaMarcelo Santos
 
Apresentação de slides pronto
Apresentação de slides prontoApresentação de slides pronto
Apresentação de slides prontocandidacbertao
 

Destaque (8)

Memórias literárias 2 ano
Memórias literárias 2 anoMemórias literárias 2 ano
Memórias literárias 2 ano
 
Atividades
AtividadesAtividades
Atividades
 
Fonética (exercícios)
Fonética (exercícios)Fonética (exercícios)
Fonética (exercícios)
 
Substantivo – Eu fico assim sem você – Adriana Calcanhoto – Paródias Pedagógi...
Substantivo – Eu fico assim sem você – Adriana Calcanhoto – Paródias Pedagógi...Substantivo – Eu fico assim sem você – Adriana Calcanhoto – Paródias Pedagógi...
Substantivo – Eu fico assim sem você – Adriana Calcanhoto – Paródias Pedagógi...
 
O que é amor? - What Does Love Mean?
O que é amor? - What Does Love Mean?O que é amor? - What Does Love Mean?
O que é amor? - What Does Love Mean?
 
Proposta de atividade do conto terror oficia
Proposta de atividade do conto terror  oficiaProposta de atividade do conto terror  oficia
Proposta de atividade do conto terror oficia
 
Gincana passa ou repassa
Gincana passa ou repassaGincana passa ou repassa
Gincana passa ou repassa
 
Apresentação de slides pronto
Apresentação de slides prontoApresentação de slides pronto
Apresentação de slides pronto
 

Semelhante a Memórias Literárias: Características e Função

Gênero memórias literárias
Gênero memórias literáriasGênero memórias literárias
Gênero memórias literáriasRenally Arruda
 
Aula 08 português.text.marked
Aula 08   português.text.markedAula 08   português.text.marked
Aula 08 português.text.markedHELIO ALVES
 
Aula 08 português.text.marked
Aula 08   português.text.markedAula 08   português.text.marked
Aula 08 português.text.markedHELIO ALVES
 
2. textos de carácter intimista
2. textos de carácter intimista2. textos de carácter intimista
2. textos de carácter intimistaHelena Coutinho
 
Tipologia e gênero textual
Tipologia e gênero textualTipologia e gênero textual
Tipologia e gênero textualAndriane Cursino
 
Gênero - Memória Literária
Gênero - Memória LiteráriaGênero - Memória Literária
Gênero - Memória LiteráriaKetheley Freire
 
Aula 2 - Tipos Textuais Língua portuguesa
Aula 2 - Tipos Textuais Língua portuguesaAula 2 - Tipos Textuais Língua portuguesa
Aula 2 - Tipos Textuais Língua portuguesamarcelosallas14021
 
TIPOLOIA TEXTUAL.ppt
TIPOLOIA TEXTUAL.pptTIPOLOIA TEXTUAL.ppt
TIPOLOIA TEXTUAL.pptJaymeTavares2
 
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptxtipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptxEdilmaBrando1
 
Narrativa 0008
Narrativa 0008Narrativa 0008
Narrativa 0008Bruno G.
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativaMARIDIDI
 
Introdução a Literatura.pdf
Introdução a Literatura.pdfIntrodução a Literatura.pdf
Introdução a Literatura.pdfThaisDeus3
 

Semelhante a Memórias Literárias: Características e Função (20)

Gênero memórias literárias
Gênero memórias literáriasGênero memórias literárias
Gênero memórias literárias
 
Aula 08 português.text.marked
Aula 08   português.text.markedAula 08   português.text.marked
Aula 08 português.text.marked
 
Aula 08 português.text.marked
Aula 08   português.text.markedAula 08   português.text.marked
Aula 08 português.text.marked
 
A Narrativa. A Lírica. A Epopeia
A Narrativa. A Lírica. A EpopeiaA Narrativa. A Lírica. A Epopeia
A Narrativa. A Lírica. A Epopeia
 
Texto narativo trabalho
Texto narativo trabalhoTexto narativo trabalho
Texto narativo trabalho
 
Narração
NarraçãoNarração
Narração
 
Apostila redacaodiscursiva fcc
Apostila redacaodiscursiva fccApostila redacaodiscursiva fcc
Apostila redacaodiscursiva fcc
 
2. textos de carácter intimista
2. textos de carácter intimista2. textos de carácter intimista
2. textos de carácter intimista
 
Tipologia e gênero textual
Tipologia e gênero textualTipologia e gênero textual
Tipologia e gênero textual
 
Gênero - Memória Literária
Gênero - Memória LiteráriaGênero - Memória Literária
Gênero - Memória Literária
 
Aula 2 - Tipos Textuais Língua portuguesa
Aula 2 - Tipos Textuais Língua portuguesaAula 2 - Tipos Textuais Língua portuguesa
Aula 2 - Tipos Textuais Língua portuguesa
 
Gêneros Literários
Gêneros LiteráriosGêneros Literários
Gêneros Literários
 
TIPOLOIA TEXTUAL.ppt
TIPOLOIA TEXTUAL.pptTIPOLOIA TEXTUAL.ppt
TIPOLOIA TEXTUAL.ppt
 
TIPOLOIA TEXTUAL.ppt
TIPOLOIA TEXTUAL.pptTIPOLOIA TEXTUAL.ppt
TIPOLOIA TEXTUAL.ppt
 
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptxtipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
 
Narrativa 0008
Narrativa 0008Narrativa 0008
Narrativa 0008
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Seq.3
Seq.3Seq.3
Seq.3
 
Sequência 3
Sequência 3Sequência 3
Sequência 3
 
Introdução a Literatura.pdf
Introdução a Literatura.pdfIntrodução a Literatura.pdf
Introdução a Literatura.pdf
 

Mais de Renally Arruda

Sequencia pibid 2015.2
Sequencia pibid 2015.2 Sequencia pibid 2015.2
Sequencia pibid 2015.2 Renally Arruda
 
Peça teatral representação da paraíba
Peça teatral representação da paraíbaPeça teatral representação da paraíba
Peça teatral representação da paraíbaRenally Arruda
 
Entrevistas a membros da comunidade quilombola grilo
Entrevistas a membros da comunidade quilombola griloEntrevistas a membros da comunidade quilombola grilo
Entrevistas a membros da comunidade quilombola griloRenally Arruda
 
Esquema para realização da entrevista
Esquema para realização da entrevistaEsquema para realização da entrevista
Esquema para realização da entrevistaRenally Arruda
 
Caderno de atividades.2015.2
Caderno de atividades.2015.2Caderno de atividades.2015.2
Caderno de atividades.2015.2Renally Arruda
 
Análise das-perguntas versão final
Análise das-perguntas versão finalAnálise das-perguntas versão final
Análise das-perguntas versão finalRenally Arruda
 
O gênero textual entrevista
O gênero textual   entrevistaO gênero textual   entrevista
O gênero textual entrevistaRenally Arruda
 
Artigo de opinião dos alunos versão final
Artigo de opinião dos alunos versão finalArtigo de opinião dos alunos versão final
Artigo de opinião dos alunos versão finalRenally Arruda
 
Revisao produção pibid
Revisao produção pibidRevisao produção pibid
Revisao produção pibidRenally Arruda
 
Slide sobre coerencia pibid
Slide sobre coerencia pibidSlide sobre coerencia pibid
Slide sobre coerencia pibidRenally Arruda
 
Slide sobre coerência pibid
Slide sobre coerência pibidSlide sobre coerência pibid
Slide sobre coerência pibidRenally Arruda
 
Revisão com base na atividade coesão
Revisão com base na atividade coesãoRevisão com base na atividade coesão
Revisão com base na atividade coesãoRenally Arruda
 
Gêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticosGêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticosRenally Arruda
 

Mais de Renally Arruda (20)

Módulo 2015.2
Módulo 2015.2 Módulo 2015.2
Módulo 2015.2
 
Sequencia pibid 2015.2
Sequencia pibid 2015.2 Sequencia pibid 2015.2
Sequencia pibid 2015.2
 
Memórias literárias
Memórias literáriasMemórias literárias
Memórias literárias
 
Peça teatral representação da paraíba
Peça teatral representação da paraíbaPeça teatral representação da paraíba
Peça teatral representação da paraíba
 
Entrevistas a membros da comunidade quilombola grilo
Entrevistas a membros da comunidade quilombola griloEntrevistas a membros da comunidade quilombola grilo
Entrevistas a membros da comunidade quilombola grilo
 
Esquema para realização da entrevista
Esquema para realização da entrevistaEsquema para realização da entrevista
Esquema para realização da entrevista
 
Caderno de atividades.2015.2
Caderno de atividades.2015.2Caderno de atividades.2015.2
Caderno de atividades.2015.2
 
Vamos ler
Vamos lerVamos ler
Vamos ler
 
Textualização
TextualizaçãoTextualização
Textualização
 
Slides maquetes
Slides maquetesSlides maquetes
Slides maquetes
 
Análise das-perguntas versão final
Análise das-perguntas versão finalAnálise das-perguntas versão final
Análise das-perguntas versão final
 
O gênero textual entrevista
O gênero textual   entrevistaO gênero textual   entrevista
O gênero textual entrevista
 
Artigo de opinião dos alunos versão final
Artigo de opinião dos alunos versão finalArtigo de opinião dos alunos versão final
Artigo de opinião dos alunos versão final
 
Revisao produção pibid
Revisao produção pibidRevisao produção pibid
Revisao produção pibid
 
Slide sobre coerencia pibid
Slide sobre coerencia pibidSlide sobre coerencia pibid
Slide sobre coerencia pibid
 
O jogo da vida
O jogo da vidaO jogo da vida
O jogo da vida
 
Quem sabe mais
Quem sabe maisQuem sabe mais
Quem sabe mais
 
Slide sobre coerência pibid
Slide sobre coerência pibidSlide sobre coerência pibid
Slide sobre coerência pibid
 
Revisão com base na atividade coesão
Revisão com base na atividade coesãoRevisão com base na atividade coesão
Revisão com base na atividade coesão
 
Gêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticosGêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticos
 

Último

PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 

Memórias Literárias: Características e Função

  • 2. 1) Cite 3 características do gênero Memórias Literárias:
  • 3. 2) Qual a função do gênero que estamos estudando?
  • 4. 3) Cite 3 diferenças entre o gênero Memórias Literárias e o gênero artigo de opinião.
  • 5. 4) Em que pessoa é narrado as memórias literárias?
  • 6. 5) Verdadeiro ou falso? Memórias Literárias são textos produzidos para rememorar o passado, vivido ou imaginado. Para isso devem-se escolher cuidadosamente as palavras, orientados por critérios estéticos que atribuem ao texto ritmo e conduzem o leitor por cenários e situações reais. s
  • 7. 6) Verdadeiro ou falso? • O autor de memórias literárias usa os verbos para marcar um tempo do passado: pretérito perfeito, presente e pretérito imperfeito. Eles indicam ações e têm a propriedade de localizar o fato no tempo, em relação ao momento em que se fala.
  • 8. 7) Verdadeiro ou falso? O narrador em primeira pessoa é o narrador-personagem ou narrador-testemunha. No caso de memórias teremos, geralmente, o narrador-personagem, que tem por característica se apresentar e se manifestar como eu e fala a respeito daquilo que viveu. Conta a história dele sempre de forma parcial, considerando um único ponto de vista: o dele.
  • 9. • 8) Cite três diferença entre o gênero Memórias Literárias e Entrevista.
  • 10. Verdadeiro ou falso? 9) Numa Memória Literária se evidencia sentimentos, emoções e impressões sobre os acontecimentos, fatos, etc;
  • 11. Verdadeiro ou falso? 10) Não há com parações entre o presente e o passado. S