A gênese da alma

1.126 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.126
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
109
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A gênese da alma

  1. 1. A gênese da alma
  2. 2. <ul><li>Ao estudar a criação dos seres por Deus, com a medida e o alcance de nossa inteligência, conhecemos toda magnitude das leis do Criador. </li></ul><ul><li>Conhecemos a trilha segura a ser seguida, galgando degraus, conquistando, desenvolvendo, evoluindo sempre. </li></ul>
  3. 3. Já tendo a Terra como escola redentora e berço acolhedor, Deus criou seres para habitá-la. Depois de criada, a centelha divina, que conhecemos por mônada, carregada de energia cósmica, parte para o começo de suas longas experiências.
  4. 4. <ul><li>Inicia no Reino Mineral, aprendendo a se organizar, até atingir o ponto máximo que o reino pode oferecer. </li></ul><ul><li>Já aprendeu a conviver com as temperaturas, as intempéries, atingindo nos cristais deslumbrantes modelos de organização e simetria. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Depois de estágios supervisionados por Espíritos superiores, a mônada passa para o Reino Vegetal, utilizando suas conquistas, entrando em contado íntimo com a vida celular, desenvolvendo sensibilidade, forma física, aprendendo a nascer, morrer, respirar, procurar alimentação com as raízes. Sofre quando é ferida, aprende a conviver com as leis da natureza e tem as primeiras experiências de fecundação para se procriar. Aprende a aceitar os ninhos das aves, o machado mutilador, o açoite dos ventos, as queimadas e a dor. </li></ul>
  6. 7. <ul><li>Vai à classe dos vegetais que alimentam os animais, dos que curam as moléstias com sua seiva balsâmica. </li></ul><ul><li>Passa à classe dos vegetais carnívoros, aguçando os instintos de sobrevivência, o qual necessitará no Reino Animal superior, que está por conquistar. </li></ul>
  7. 9. <ul><li>Passando por outro período de adaptações necessárias às experiências no próximo Reino, sob a égide dos Espíritos Superiores, ingressa no Reino Animal. </li></ul><ul><li>Vai usar tudo o que aprendeu para sobreviver, procriar, se defender e, principalmente, continuar seu ciclo evolutivo. </li></ul><ul><li>Desenvolve o instinto, aprende a utilizar a audição, a visão, tato, olfato, paladar, suprindo a falta de inteligência. </li></ul>
  8. 10. <ul><li>Começa a desenvolver o senso de família, encarnando e desencarnando inúmeras vezes, mudando para classes mais elevadas, até atingir o ponto máximo do Reino. </li></ul>
  9. 12. <ul><li>Outro período de adaptação, sendo o dos elementais humanos. </li></ul><ul><li>Assumindo agora a forma humana, adaptando-se a corpo superior, com toda força de seu longo aprendizado anterior de instintos, úteis na vida animal. </li></ul>
  10. 13. <ul><li>Ingressando no Reino Hominal, já como Espírito, começamos a vivenciar novas experiências, conquistando o livre arbítrio e a razão, sendo responsáveis por tudo de bom e de mal que praticarmos. </li></ul><ul><li>Sublimando o amor e apurando a inteligência, nos livrando dos vícios e dos defeitos, conquistamos virtudes e almejamos reencarnações cada vez melhores e mais úteis. </li></ul>
  11. 15. “ O Espírito dorme no mineral ... Desperta no Homem ! ” Agita no vegetal ... Sonha no Animal ... Léon Dennis
  12. 16. Conhecemos pouco a vida espiritual superior. Sabemos, porém, da existência de planos onde a intuição é a mola mestra na comunicação, onde o amor é exercido em plenitude, a evolução é harmoniosa. Depois de Criados simples e ignorantes, como centelhas divinas, sabemos que um dia nos tornaremos sábios e puros, com conquistas inalienáveis e indestrutíveis.
  13. 17. Luzes da Luz   Um frêmito da Grande Luz E luzes jorraram em profusão Houve tempo na eternidade Espaço na imensidão Sustentar a vibração divina Tornou-se o nosso afã Surgiu a bipolaridade Agora há Homem e há Mulher Presença, ausência, Luz, não-luz Calor, frio, Ato, inação Dorme mineral, desperta vegetal Segue instintos o animal O Homem se ergue na figura de Adão Ama e aprende a ser o Rei da Criação   Queremos voltar a ti ó Pai As luzes querem, anseiam a Mãe Luz Luzes perdidas, asserenai Eis o roteiro: segue Jesus   A luz da Luz, A Luz das luzes Luzes da Luz Segue Jesus

×