SlideShare uma empresa Scribd logo

P1306 morada de_deus

P
P

P1306 morada de_deus

1 de 14
Baixar para ler offline
P1306 morada de_deus
Estamos no último domingo antes da Ascensão,
que encerra a presença humana de Cristo na terra.
O anúncio dessa separação provoca tristeza aos apóstolos.
Cristo lhes garante que não os deixará sós, pelo contrário,
CONTINUARÁ PRESENTE, embora de outra forma.
A comunidade, que ama, torna-se uma MORADA de Deus.
Na 1ª leitura, vemos a sua presença através do Espírito Santo,
que conduz a Igreja no primeiro grande conflito. (At 15,1-2.22-29)
Com a entrada dos pagãos ao cristianismo, surge uma polêmica:
Deve-se impor também a eles a lei de Moisés?
Precisa ser hebreu para se tornar cristão?
A Salvação vem pela "circuncisão" e pela observância
da Lei judaica ou única e exclusivamente por Cristo?
Diante disso,
os apóstolos reagem
com discernimento.
Reúnem-se
em assembléia
em Jerusalém e,
dóceis à vontade
do Espírito,
mandam uma carta
apresentando
a solução do
problema:
"Decidimos,
o Espírito Santo e
nós,
não vos impor
nenhum fardo,
além do
Essa decisão, conhecida como o Concílio de Jerusalém, teve
uma importância decisiva para a História do cristianismo.
É o caminho da Igreja de Cristo ainda hoje
para enfrentar os desafios do mundo:
- Animada pelo Espírito, deve saber discernir,
preservando o essencial e atualizando constantemente acessório,
para que a mensagem de Jesus seja acolhida por todos os povos.
- Ter consciência
da presença
do Espírito Santo
na Igreja de
Cristo.
- E como os apóstolos,
escutá-lo, na Oração
e na Discussão.
A 2ª Leitura faz
uma linda
descrição da Morada
de Deus, a
nova Jerusalém, onde
viveremos
a vida definitiva
no seio da
Trindade.
(Ap 21,10-14.22-24)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jesus veio cumprir a promessas do Pai.
Jesus veio cumprir a promessas do Pai.Jesus veio cumprir a promessas do Pai.
Jesus veio cumprir a promessas do Pai.Presentepravoce SOS
 
Roteiro homilético d sábado santo vigília pascal ano c
Roteiro homilético d sábado santo vigília pascal   ano cRoteiro homilético d sábado santo vigília pascal   ano c
Roteiro homilético d sábado santo vigília pascal ano cJosé Luiz Silva Pinto
 
Xxxiii domingo do tempo comum ano b um novo dia
Xxxiii domingo do tempo comum ano b um novo diaXxxiii domingo do tempo comum ano b um novo dia
Xxxiii domingo do tempo comum ano b um novo diaJosé Luiz Silva Pinto
 
Roteiro homilético da ascensão do senhor ano c
Roteiro homilético da ascensão do senhor    ano cRoteiro homilético da ascensão do senhor    ano c
Roteiro homilético da ascensão do senhor ano cJosé Luiz Silva Pinto
 
Palestra ministros palavra
Palestra ministros palavraPalestra ministros palavra
Palestra ministros palavraluciano
 
Roteiro homilêtico do 34.º domingo tempo comum – solenidade nosso senhor jesu...
Roteiro homilêtico do 34.º domingo tempo comum – solenidade nosso senhor jesu...Roteiro homilêtico do 34.º domingo tempo comum – solenidade nosso senhor jesu...
Roteiro homilêtico do 34.º domingo tempo comum – solenidade nosso senhor jesu...José Luiz Silva Pinto
 
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum ano c
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum   ano cRoteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum   ano c
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum ano cJosé Luiz Silva Pinto
 
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano cRoteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano cJosé Luiz Silva Pinto
 

Mais procurados (20)

Pentecostes
PentecostesPentecostes
Pentecostes
 
PENTECOSTES
PENTECOSTESPENTECOSTES
PENTECOSTES
 
Páscoa, Ascensão e Pentecostes
Páscoa, Ascensão e PentecostesPáscoa, Ascensão e Pentecostes
Páscoa, Ascensão e Pentecostes
 
Cateq pt 13
Cateq pt 13Cateq pt 13
Cateq pt 13
 
Jesus veio cumprir a promessas do Pai.
Jesus veio cumprir a promessas do Pai.Jesus veio cumprir a promessas do Pai.
Jesus veio cumprir a promessas do Pai.
 
Cateq pt 10
Cateq pt 10Cateq pt 10
Cateq pt 10
 
Cateq pt 11
Cateq pt 11Cateq pt 11
Cateq pt 11
 
Cateq pt 15
Cateq pt 15Cateq pt 15
Cateq pt 15
 
Roteiro homilético d sábado santo vigília pascal ano c
Roteiro homilético d sábado santo vigília pascal   ano cRoteiro homilético d sábado santo vigília pascal   ano c
Roteiro homilético d sábado santo vigília pascal ano c
 
Xxxiii domingo do tempo comum ano b um novo dia
Xxxiii domingo do tempo comum ano b um novo diaXxxiii domingo do tempo comum ano b um novo dia
Xxxiii domingo do tempo comum ano b um novo dia
 
Curso de-ministros
Curso de-ministrosCurso de-ministros
Curso de-ministros
 
Roteiro homilético da ascensão do senhor ano c
Roteiro homilético da ascensão do senhor    ano cRoteiro homilético da ascensão do senhor    ano c
Roteiro homilético da ascensão do senhor ano c
 
Cateq pt 27
Cateq pt 27Cateq pt 27
Cateq pt 27
 
Palestra ministros palavra
Palestra ministros palavraPalestra ministros palavra
Palestra ministros palavra
 
Batismo
BatismoBatismo
Batismo
 
Roteiro homilêtico do 34.º domingo tempo comum – solenidade nosso senhor jesu...
Roteiro homilêtico do 34.º domingo tempo comum – solenidade nosso senhor jesu...Roteiro homilêtico do 34.º domingo tempo comum – solenidade nosso senhor jesu...
Roteiro homilêtico do 34.º domingo tempo comum – solenidade nosso senhor jesu...
 
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum ano c
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum   ano cRoteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum   ano c
Roteiro homilético do 10.º domingo dotempo comum ano c
 
P1208 pentecostes
P1208 pentecostesP1208 pentecostes
P1208 pentecostes
 
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano cRoteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
Roteiro homilético do domingo de páscoa da ressurreição ano c
 
A vida pública de Jesus
A vida pública de JesusA vida pública de Jesus
A vida pública de Jesus
 

Destaque (20)

P1309 trindade
P1309 trindadeP1309 trindade
P1309 trindade
 
P1308 pentecostes
P1308 pentecostesP1308 pentecostes
P1308 pentecostes
 
Escudo
EscudoEscudo
Escudo
 
Vf081
Vf081Vf081
Vf081
 
PERTUBAÇÃO DO SOSSEGO ALHEIO - PORTFÓLIO UNOPAR UBERABA MG
PERTUBAÇÃO DO SOSSEGO ALHEIO - PORTFÓLIO UNOPAR UBERABA MGPERTUBAÇÃO DO SOSSEGO ALHEIO - PORTFÓLIO UNOPAR UBERABA MG
PERTUBAÇÃO DO SOSSEGO ALHEIO - PORTFÓLIO UNOPAR UBERABA MG
 
Psicologia tag slide
Psicologia tag slide Psicologia tag slide
Psicologia tag slide
 
Controle de pH
Controle de pHControle de pH
Controle de pH
 
D:\\Trabalhos 8º Ano\\Paraíso - 8ºAno C.ppt
D:\\Trabalhos 8º Ano\\Paraíso - 8ºAno C.pptD:\\Trabalhos 8º Ano\\Paraíso - 8ºAno C.ppt
D:\\Trabalhos 8º Ano\\Paraíso - 8ºAno C.ppt
 
Combatendo o Desanimo
Combatendo  o DesanimoCombatendo  o Desanimo
Combatendo o Desanimo
 
Semana Da BíBlia Vespertino 2009
Semana Da BíBlia Vespertino 2009Semana Da BíBlia Vespertino 2009
Semana Da BíBlia Vespertino 2009
 
Cansaço e Desânimo
Cansaço e DesânimoCansaço e Desânimo
Cansaço e Desânimo
 
Faça morada
Faça morada Faça morada
Faça morada
 
Cap 1 Bibliologia E RevelaçãO Das Escrituras
Cap 1 Bibliologia E RevelaçãO Das EscriturasCap 1 Bibliologia E RevelaçãO Das Escrituras
Cap 1 Bibliologia E RevelaçãO Das Escrituras
 
27 a hora que passa
27   a hora que passa27   a hora que passa
27 a hora que passa
 
A debil cesario verde
A debil cesario verdeA debil cesario verde
A debil cesario verde
 
O Sangue e o Sistema Circulatorio
O Sangue e o Sistema CirculatorioO Sangue e o Sistema Circulatorio
O Sangue e o Sistema Circulatorio
 
Faça morada
Faça moradaFaça morada
Faça morada
 
Casa do pai - Aline Barros
Casa do pai - Aline BarrosCasa do pai - Aline Barros
Casa do pai - Aline Barros
 
Há muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do paiHá muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do pai
 
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do PaiHá Muitas Moradas Na Casa Do Pai
Há Muitas Moradas Na Casa Do Pai
 

Semelhante a P1306 morada de_deus

Comentário: 6° domingo de Pascoa - Ano C
Comentário: 6° domingo de Pascoa - Ano CComentário: 6° domingo de Pascoa - Ano C
Comentário: 6° domingo de Pascoa - Ano CJosé Lima
 
P1210 corpus
P1210 corpusP1210 corpus
P1210 corpuspsmiguel
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ
 
A pregação do óbvio morte e ressurreição de cristo
A pregação do óbvio   morte e ressurreição de cristoA pregação do óbvio   morte e ressurreição de cristo
A pregação do óbvio morte e ressurreição de cristoDaniela Sipert
 
Comentário: Ascensão do Senhor - Ano B
Comentário: Ascensão do Senhor - Ano BComentário: Ascensão do Senhor - Ano B
Comentário: Ascensão do Senhor - Ano BJosé Lima
 
Comentário: 3° Domingo da Pascoa - Ano A
Comentário: 3° Domingo da Pascoa - Ano AComentário: 3° Domingo da Pascoa - Ano A
Comentário: 3° Domingo da Pascoa - Ano AJosé Lima
 
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de CristoA pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de CristoEstação 4
 
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deusLicao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deusVilma Longuini
 
[Bonhoeffer, dietrich] vida em comunhão
[Bonhoeffer, dietrich] vida em comunhão[Bonhoeffer, dietrich] vida em comunhão
[Bonhoeffer, dietrich] vida em comunhãoSamuel Oliveira
 
Meditação diária de francisco carvajal 82. contar com a cruz
Meditação diária de   francisco carvajal 82. contar com a cruzMeditação diária de   francisco carvajal 82. contar com a cruz
Meditação diária de francisco carvajal 82. contar com a cruzpr_afsalbergaria
 

Semelhante a P1306 morada de_deus (20)

Morada de Deus.
Morada de Deus.Morada de Deus.
Morada de Deus.
 
Morada de Deus 9/5/10
Morada de Deus 9/5/10Morada de Deus 9/5/10
Morada de Deus 9/5/10
 
Comentário: 6° domingo de Pascoa - Ano C
Comentário: 6° domingo de Pascoa - Ano CComentário: 6° domingo de Pascoa - Ano C
Comentário: 6° domingo de Pascoa - Ano C
 
A despedida
A despedidaA despedida
A despedida
 
P1210 corpus
P1210 corpusP1210 corpus
P1210 corpus
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
 
A despedida
A despedidaA despedida
A despedida
 
A pregação do óbvio morte e ressurreição de cristo
A pregação do óbvio   morte e ressurreição de cristoA pregação do óbvio   morte e ressurreição de cristo
A pregação do óbvio morte e ressurreição de cristo
 
A comunidade
A comunidadeA comunidade
A comunidade
 
A COMUNIDADE
A COMUNIDADE A COMUNIDADE
A COMUNIDADE
 
Comentário: Ascensão do Senhor - Ano B
Comentário: Ascensão do Senhor - Ano BComentário: Ascensão do Senhor - Ano B
Comentário: Ascensão do Senhor - Ano B
 
Comentário: 3° Domingo da Pascoa - Ano A
Comentário: 3° Domingo da Pascoa - Ano AComentário: 3° Domingo da Pascoa - Ano A
Comentário: 3° Domingo da Pascoa - Ano A
 
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de CristoA pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
A pregação do "óbvio": morte e ressurreição de Cristo
 
P1202 a comunidade
P1202 a comunidadeP1202 a comunidade
P1202 a comunidade
 
Dives in Misericordia
Dives in MisericordiaDives in Misericordia
Dives in Misericordia
 
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deusLicao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
 
[Bonhoeffer, dietrich] vida em comunhão
[Bonhoeffer, dietrich] vida em comunhão[Bonhoeffer, dietrich] vida em comunhão
[Bonhoeffer, dietrich] vida em comunhão
 
Cat02
Cat02Cat02
Cat02
 
Textos BíBlicos Sobre Unidade
Textos BíBlicos Sobre UnidadeTextos BíBlicos Sobre Unidade
Textos BíBlicos Sobre Unidade
 
Meditação diária de francisco carvajal 82. contar com a cruz
Meditação diária de   francisco carvajal 82. contar com a cruzMeditação diária de   francisco carvajal 82. contar com a cruz
Meditação diária de francisco carvajal 82. contar com a cruz
 

Mais de Paroquia Arronches (20)

Jubileu da Misericórdia
Jubileu da MisericórdiaJubileu da Misericórdia
Jubileu da Misericórdia
 
Basilica de-san-juan-de-letran.-roma
Basilica de-san-juan-de-letran.-romaBasilica de-san-juan-de-letran.-roma
Basilica de-san-juan-de-letran.-roma
 
C1402 cordeiro de_deus
C1402 cordeiro de_deusC1402 cordeiro de_deus
C1402 cordeiro de_deus
 
C01 batismo
C01 batismoC01 batismo
C01 batismo
 
C1401 batismo de_jesus
C1401 batismo de_jesusC1401 batismo de_jesus
C1401 batismo de_jesus
 
N1404 vimos a_estrela
N1404 vimos a_estrelaN1404 vimos a_estrela
N1404 vimos a_estrela
 
N1302 s familia
N1302  s familiaN1302  s familia
N1302 s familia
 
A1304 uma virgem_concebera
A1304 uma virgem_conceberaA1304 uma virgem_concebera
A1304 uma virgem_concebera
 
A1303 alegrai vos
A1303 alegrai vosA1303 alegrai vos
A1303 alegrai vos
 
A1302 imaculada
A1302 imaculadaA1302 imaculada
A1302 imaculada
 
A1301 vigiai
A1301 vigiaiA1301 vigiai
A1301 vigiai
 
C1334 cristo rei
C1334 cristo reiC1334 cristo rei
C1334 cristo rei
 
C1333 levantai a_cabeca
C1333 levantai a_cabecaC1333 levantai a_cabeca
C1333 levantai a_cabeca
 
C1332 deus dos-vivos
C1332 deus dos-vivosC1332 deus dos-vivos
C1332 deus dos-vivos
 
C1331 os santos
C1331 os santosC1331 os santos
C1331 os santos
 
C1330 fariseu e_publicano
C1330 fariseu e_publicanoC1330 fariseu e_publicano
C1330 fariseu e_publicano
 
C1329 bracos erguidos
C1329 bracos erguidosC1329 bracos erguidos
C1329 bracos erguidos
 
C1328 obrigado senhor
C1328 obrigado senhorC1328 obrigado senhor
C1328 obrigado senhor
 
C1327 bota fe
C1327 bota feC1327 bota fe
C1327 bota fe
 
C1326 lazaros de_hoje
C1326 lazaros de_hojeC1326 lazaros de_hoje
C1326 lazaros de_hoje
 

P1306 morada de_deus

  • 2. Estamos no último domingo antes da Ascensão, que encerra a presença humana de Cristo na terra. O anúncio dessa separação provoca tristeza aos apóstolos. Cristo lhes garante que não os deixará sós, pelo contrário, CONTINUARÁ PRESENTE, embora de outra forma. A comunidade, que ama, torna-se uma MORADA de Deus.
  • 3. Na 1ª leitura, vemos a sua presença através do Espírito Santo, que conduz a Igreja no primeiro grande conflito. (At 15,1-2.22-29) Com a entrada dos pagãos ao cristianismo, surge uma polêmica: Deve-se impor também a eles a lei de Moisés? Precisa ser hebreu para se tornar cristão? A Salvação vem pela "circuncisão" e pela observância da Lei judaica ou única e exclusivamente por Cristo?
  • 4. Diante disso, os apóstolos reagem com discernimento. Reúnem-se em assembléia em Jerusalém e, dóceis à vontade do Espírito, mandam uma carta apresentando a solução do problema: "Decidimos, o Espírito Santo e nós, não vos impor nenhum fardo, além do
  • 5. Essa decisão, conhecida como o Concílio de Jerusalém, teve uma importância decisiva para a História do cristianismo. É o caminho da Igreja de Cristo ainda hoje para enfrentar os desafios do mundo: - Animada pelo Espírito, deve saber discernir, preservando o essencial e atualizando constantemente acessório, para que a mensagem de Jesus seja acolhida por todos os povos.
  • 6. - Ter consciência da presença do Espírito Santo na Igreja de Cristo. - E como os apóstolos, escutá-lo, na Oração e na Discussão. A 2ª Leitura faz uma linda descrição da Morada de Deus, a nova Jerusalém, onde viveremos a vida definitiva no seio da Trindade. (Ap 21,10-14.22-24)
  • 7. O Evangelho apresenta o final do discurso da despedida. Cristo promete aos seus discípulos enviar o ESPÍRITO SANTO: "Ele vos ENSINARÁ e RECORDARÁ tudo o que vos tenho dito" e vir morar no coração do homem com o PAI: "Se alguém me ama, guardará a minha palavra e o meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa MORADA..." (Jo 14,23-29)
  • 8. + Cristo confirma sua presença na sua Igreja. É uma nova presença de Jesus. O mesmo Espírito que conduziu Jesus, agora conduz os seus discípulos. Com o Pai fará morada em todos aqueles que o amam... A presença corporal de Jesus é substituída pela presença espiritual, interior...
  • 9. Que alegria saber que a Santíssima Trindade habita em nós e que o que ele nos pede, é algo que podemos dar, o nosso amor... - Entre os pagãos: Deus era um ser longínquo, vingativo... - Em Israel: O Povo adorava um Deus mais próximo: "Emanuel": Deus conosco, a Arca da Aliança, a Tenda... "Porei minha casa bem no meio de vós, e o meu coração nunca mais vos deixará”. (Lev 26,11) MORADA DE DEUS:
  • 10. No tempo de Jesus: Morada de Deus era o Templo de Jerusalém... - Para CRISTO, Morada de Deus pode ser o coração de todo cristão: "O Pai e Eu faremos nele MORADA..." Com a Samaritana: fala dos adoradores em "Espírito e Verdade". Os adoradores do Pai não precisam de uma Igreja de luxo... Deus poderá ser adorado na igreja do coração de todo cristão.
  • 11. - Estará presente até os confins da terra: Essa presença do Espírito não pode ficar fechada e escondida no coração dos discípulos. Pelo contrário, deverá ser revelada até os "confins da terra" pelo testemunho dos Apóstolos e dos amam Jesus de verdade. A Missão de Jesus: ser testemunha até Jerusalém... A Missão dos Apóstolos: testemunhas até os "confins da terra". A Morada de Deus na pessoa, que escuta a Palavra de Jesus, cria uma nova relação entre Deus e a pessoa humana.
  • 12. No culto da nova aliança, mais que em templos materiais e em altares de pedra, Deus habita de forma íntima e profunda na comunidade de fé e em cada um de seus membros. Mora em quem ama a Cristo mediante a escuta e a prática de sua Palavra. A pessoa humana é o templo da presença de Deus. - Cada cristão, que assume o projeto de Deus, é a MORADA, onde Deus se encontra e se manifesta ao mundo.
  • 13. NOSSA ATITUDE: Respeito a este hóspede: em nossa pessoa e na pessoa dos irmãos... Daí decorre também o nosso compromisso de proteger e promover a vida em todas as suas dimensões. Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS - 05.05.2013
  • 14. MEU DOMINGO Com a Palavra de Deus Meditada por: Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS Ilustração: Nelso Geraldo Ferronatto Música: Onde o amor e a caridade CD: CF CNBB Acesse o Endereço: http://www.buscandonovasaguas.com