Via das pentoses luciano

10.383 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
146
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Via das pentoses luciano

  1. 1. 1 VIA DAS PENTOSES – FOSFATOIntroduçãoFunçõesFase oxidativaFase não oxidativaJustificativas Introdução A via das pentoses (via do fosfoglinato) surgiu em função do aumento dacomplexidade dos seres vivos e da necessidade de agentes redutores para as reaçõesbiossintéticas. Além de produzir NADPH, a via das pentoses produz uma série dediferentes açucares – fosfato. A via das pentoses opera exclusivamente no citosol. Normalmente ocorre quando há uma saturação de energia dentro da célula. Enzima fosfofrutoquinase (converte frutose 6P frutose 1,6 P) éinibida pela abundância de ATP e citrato. Neste caso a glicose 6P entra na via daspentoses. Funções: 1. Gerar poder redutor extramitocondrial na forma NADPH. Função ativamente envolvida na síntese AGs e esteroides à partir de acetil-CoA. 2. Converter hexoses em pentoses, particularmente 5-fosforibose para biossíntese de ácidos nucleicos. 3. Utilizar pentoses para produção de energia, convertendo-as em intermediários da glicólise. 4. Participar na formação glicose nas reações escuras da fotossíntese.A via das pentoses opera em duas fases, a oxidativa e a não oxidativa.Fase oxidativa: Irreversível As três primeiras reações da via das pentoses são oxidativas, envolvendoredução de NADP a NADPH. 1) Glicose 6P Desidrogenase Figura - A enzima G6PDH retira 2 átomos de hidrogênio do carbono 1 da glicose formando a lactona (Éster interno ligando carbono 1 e 5). A reação é reversível.
  2. 2. 2 - A 6 fosfoglicono lactona hidrolisa espontaneamente a ácido, entretanto existe uma enzima que catalisa a reação. 2) 6 fosfoglicono lactonase figura - A lactona apresenta um alto AG’ de hidrólise portanto a reação é irreversível. 3) Ácido 6 fosfoglucônico desidrogenase Figura - A reação é irreversível em função de haver uma oxidação e uma descarboxilação. - O resultado da fase oxidativa é a produçãode 2moles de NADPH, 1 pentose fosfato e liberação de CO2. Fase não oxidativa – Reversível - Esta fase é construída por um rearranjo entre açucares fosfato. - Enzimas envolvidas são: isomerases, epimerases, transaldolases, transletorases.4) FosforiboisomerasesFigura - Até este estágio, as principais funções da rota estão cumpridas, que é a produção de NADPH e ribose 5 P. - Muitas células não necessitam de grandes quantidades de Ribose 5 P. Neste caso, estas pentoses são transformadas em gliceraldeído 3 P e frutose 6 P. Pelas transcetolases e transaldolases objetivando mais poder redutor NADPH. - Transcetolases transferem grupo cetol Figura - Transaldolasestransferem resíduos dihidroxiacetona5) Fosfocetopentose – epimeraseFiguraEpímero – diferença em um carbono específico.Ex.: Glicose – Manose = Epímeros carbono 2 Glicose – Galactose = Epímeros carbono 4
  3. 3. 3 6) Transcetolase figura - A transcetolase catalisa a transferência de um fragmento de dois carbonos da xilulose 5 P para a Ribose 5 P, dando origem a uma triose. - Fosfato (gliceraldeído 3 P) e a um açúcar de 7 carbonos (sedoeptulose 7 P). - Transaldolase - Figura - Esta enzima atua nos dois produtos da reação da transcetolase, transferindo uma unidade de 3 carbonos (dihidroxiacetona) do substrato contendo 7 carbonos (gliceraldeído 3 P), formando um açúcar fosfato contendo 6 carbonos ( frutose 6 P) e um contendo 4 carbonos (eritrose 4 P) 8) Transcetolase - Esta reação final ocorre para transformar a eritrose 4 P em intermediários da via glicolítica. - Portanto a fase não oxidativa necessitou de 2 moléculas pentose-fosfato, 2 para primeira reação da transcetolase e 1 para segunda reação da transcetolase. - Resumo fase não oxidativa - Figura - O destino do açúcar fosfato depende das necessidades metabólicasdas células na qual a via das pentoses está ocorrendo: - Se a necessidade principal for síntese de nucleotídeo, o principal produto será Ribose 5 P e a maioria dos rearranjamentos da fase não oxidativa não irão ocorrer. - Se a necessidade principal for a produção de NADPH (síntese ácidos graxos, esteroídes), a fase não oxidativa produzirá compostos que podem ser facilmente reconvertidos em Glicose 6 P, para a subsequente passagem pela fase oxidativa. - Se a necessidade principal for a obtenção de energia, a frutose 6 P e Gliceraldeído 3 P produzidos na fase não oxidativa podem ser catabolizados pela Glicólise e ciclo de Krebs. - Devido as necessidades múltiplas nas células, nenhum dos três destinos opera exclusivamente em uma célula. Justificativa da via das pentoses 1. Não há consumo de ATP 2. As pentoses produzidas são facilmente convertidas a hexoses e triose 3. Produção de Ribose pode ser realizada pela via oxdativa ou pela via não oxidativa (Reações nos dois sentidos 3 Glicose 6 P 2 frutose + Gliceraldeído
  4. 4. 44. Produção Eritose 4P: precursor do ácido shiquímico e em seguida devários aminoácidos. Pode ser produzido via oxidativa e não oxidativa.5. O NADPH não é oxidado no transporte de elétrons.

×