INVERNIA haiku 2017

578 visualizações

Publicada em

INVERNIA haiku 2017
É uma coletânea organizada por José Marins
com a colaboração de 15 poetas. Cada qual
participa com 3 haicais/haiku com temas de
inverno.

Publicada em: Arte e fotografia
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
578
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

INVERNIA haiku 2017

  1. 1. INVERNIA HAIKU 2017
  2. 2. INVERNIA COLETÂNEA ORGANIZADA POR JOSÉ MARINS A. A. DE ASSIS CARLOS BUENO CARLOS VIEGAS CLARA SZNIFER EDU HOFFMANN ELIANA JIMENEZ JOSÉ MARINS MAHELEN MADUREIRA MÁRIO ZAMATARO NATALIA YAMANE NELSON SAVIOLI ROSE MENDES SERGIO FRANCISCO PICHORIM TERESA CRISTINA CERQUEIRA VANICE ZIMERMAN AUTORES
  3. 3. Feitos por SHUHEI UETSUKA, em 1908, são de inverno os primeiros haiku no Brasil: karetaki miagete iminsen Navio de imigrantes. Avista-se lá em cima a cascata seca. burajiru no shoya naru takibi matsuri kana A primeira noite da chegada no Brasil – Festa de fogueiras. TRIBUTO
  4. 4. ASSIS Geada na relva. Até a cabeça da vó fica mais branquinha. A. A. de Assis
  5. 5. Nova frente fria. Turistas brincam de Europa no sul do Brasil. A. A. de Assis
  6. 6. A invernia é linda. Desde que eu tenha com quem torná-la bem-vinda. A. A. de Assis
  7. 7. CARLOS Seca de inverno. Da árvore flutua a última folha. Carlos Bueno
  8. 8. Pelo rio seco caminha sem parar , o andarilho. Carlos Bueno
  9. 9. Leve assobio. Entre as pedras do muro o vento seco. Carlos Bueno
  10. 10. VIEGAS por breve instante o horizonte em cores arrebol de inverno Carlos Viegas
  11. 11. noite de inverno na cama arrumada só um travesseiro Carlos Viegas
  12. 12. tristeza no olhar até onde a vista chega só o campo seco Carlos Viegas
  13. 13. CLARA O sanfoneiro toca e a panela esquenta. Eta, pipoca boa! Clara Sznifer
  14. 14. Mungunzá é servido com nome de canjica. Vixe, o baiano estranha Clara Sznifer
  15. 15. O baile já começa com os casais animados. Quentão para todos! Clara Sznifer
  16. 16. EDU cor de turmalina a borboleta de inverno – voa, bailarina! Edu Hoffmann
  17. 17. frio da manhã tiritando a coruja lá no tarumã Edu Hoffmann
  18. 18. rápida no rio a tainha de inverno ah, nem passa frio Edu Hoffmann
  19. 19. ELIANA Ao longe a silhueta de uma árvore sem folhas. Viço adormecido. Eliana Jimenez
  20. 20. Sopa no fogão. O vento lá fora aumenta a queda de folhas. Eliana Jimenez
  21. 21. Os meninos pisam as folhas secas no pátio. Hora do recreio. Eliana Jimenez
  22. 22. MARINS suinã da pracinha o carmim das flores em galhos espinhentos José Marins
  23. 23. ipê-roxo em flor deixando as flores ao vento o gari se vai José Marins
  24. 24. a menina volta – flores de ipê-rosa viram selfie na Internet José Marins
  25. 25. MAHELEN Festejo na roça. No cabelo da mocinha flores-de-são-joão. Mahelen Madureira
  26. 26. A casa em ruínas... Mas o pé de poinsétia ainda florido. Mahelen Madureira
  27. 27. Entrada do sítio . Nas flores da cerejeira antigas lembranças. Mahelen Madureira
  28. 28. MÁRIO No canto da sala, o vaso da azálea branca. Não me sinto só. Mário Zamataro
  29. 29. Orquídea de inverno. A poltrona preferida, ao lado do vaso. Mário Zamataro
  30. 30. As painas na grama. A praça ganha a aparência de um lugar distante. Mário Zamataro
  31. 31. NATALIA os menores da sala na frente da quadrilha – lembrança da infância Natalia Yamane
  32. 32. traje caipira – refaz a barra do vestido a mãe solteira Natalia Yamane
  33. 33. correio elegante – embrulhado no bilhete o anel de noivado Natalia Yamane
  34. 34. NELSON O cão vigia as pitangas no chão. A menina dorme. Nelson Savioli
  35. 35. As brasas dormentes. Atrás das batatas doces, o sopro da infância. Nelson Savioli
  36. 36. Baita ventania. Um pijama caminha sobre os pés de nabo. Nelson Savioli
  37. 37. ROSE sacola da feira dois quilos de mandiocas pesam bastante Rose Mendes
  38. 38. quanto barulho! bolinhos de couve-flor na mira dos irmãos Rose Mendes
  39. 39. maços de rábano – parecem mais fresquinhos depois da chuva Rose Mendes
  40. 40. PICHORIM Chuva de inverno. Um mate solitário na ausência do pai. Sergio Francisco Pichorim
  41. 41. Uma réstia de sol chega até a cristaleira. Manhã de inverno. Sergio Francisco Pichorim
  42. 42. Ar de inverno. Chega ao fundo do peito o seu frescor. Sergio Francisco Pichorim
  43. 43. TERESA Casa da vovó. Bom é acender a fogueira com a vizinhança. Teresa Cristina Cerqueira
  44. 44. Ó, sons de rojões! Da vez que fui com papai olhar uma festa. Teresa Cristina Cerqueira
  45. 45. Fogos de artifício. A menina fecha os olhos com medo das luzes. Teresa Cristina Cerqueira
  46. 46. VANICE de manhãzinha – sobre os livros da escola um cachecol Vanice Zimerman
  47. 47. no papel de seda um gorro em tons de lilás – presente esperado Vanice Zimerman
  48. 48. vitrina de loja – ceroulas aquecem um manequim Vanice Zimerman
  49. 49. INVERNIA HAIKU 2017 Coletânea organizada e editada por José Marins Publicação sem fins comerciais. Copyright: Autores. Permite-se a reprodução do todo ou partes desde que citados autor(es) e fonte. Fotos: recortes editados. COMENTÁRIOS SÃO BEM VINDOS. AGRADECEMOS COMPARTILHAMENTOS. José Marins - Editor - MT-PR 4531 Contato: josemarins@gmail.com Curitiba - PR - Brasil inverno/2017

×