PALESTRANTE: RODRIGO TOLEDO CABRAL COTA
No Brasil, o Seguro de Crédito à Exportação é concedido com base nos recursos do FGE – Fundo de Garantia às Exportações; ...
SEGURO DE CRÉDITO À EXPORTAÇÃO 
10 de setembro de 2014 
A SAIN emite os certificados de garantia do SCE; 
A ABGF presta ...
Ampliar exportações de bens e serviços para África e América Latina; 
Ampliar exportações das MPMEs; 
Ampliar o financi...
 Entrada em operação do sistema de garantias para exportações das MPMEs; 
 Aprovação de operações financiadas por bancos...
Garantias incondicionais para exportações com financiamento de bancos ou com captação no mercado de capitais; 
 Garantia...
OBRIGADO Thank you
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

VI Encontro CECIEx - Rodrigo Cota

407 visualizações

Publicada em

Apresentação realizada durante o VI Encontro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras (CECIEx) em 10/09/2014

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
407
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
64
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

VI Encontro CECIEx - Rodrigo Cota

  1. 1. PALESTRANTE: RODRIGO TOLEDO CABRAL COTA
  2. 2. No Brasil, o Seguro de Crédito à Exportação é concedido com base nos recursos do FGE – Fundo de Garantia às Exportações; O patrimônio do FGE é hoje de R$ 19,7 bilhões, o Fundo pode conceder um montante total de garantias de até 5x o seu patrimônio ajustado ao risco;  O Conselho de Ministros da CAMEX estabelece as diretrizes do uso do FGE e aprova os limites de exposição por países; O Cofig aprecia operações superiores a US$ 20 milhões, abaixo disso é alçada SAIN; SCE/FGE SEGURO DE CRÉDITO À EXPORTAÇÃO
  3. 3. SEGURO DE CRÉDITO À EXPORTAÇÃO 10 de setembro de 2014 A SAIN emite os certificados de garantia do SCE; A ABGF presta assessoria à SAIN na concessão do SCE; Os prêmios das operações são calculados pela ABGF, que também analisa a viabilidade das operações garantidas; Geralmente são exigidas contra-garantias (escrow accounts, penhor ou hipoteca dos bens financiados, etc); SCE/FGE
  4. 4. Ampliar exportações de bens e serviços para África e América Latina; Ampliar exportações das MPMEs; Ampliar o financiamento de bancos privados à exportação brasileira com garantias do SCE/FGE; Ampliar o número de empresas exportadoras usuárias do SCE/FGE; Conservar a razão entre PL ajustado e margem de solvência do FGE acima de 1. Objetivos Estratégicos do SCE/FGE SEGURO DE CRÉDITO À EXPORTAÇÃO
  5. 5.  Entrada em operação do sistema de garantias para exportações das MPMEs;  Aprovação de operações financiadas por bancos privados;  Operações de curto prazo para África: risco político coberto pelo SCE/FGE e risco comercial por seguradoras privadas;  Cooperação entre MF e BNDES para o melhor aproveitamento das enormes oportunidades no mercado aeronáutico americano;  Desenvolvimento da capacidade de recuperação de crédito em operações com devedores privados. SEGURO DE CRÉDITO À EXPORTAÇÃO Desenvolvimentos Recentes
  6. 6. Garantias incondicionais para exportações com financiamento de bancos ou com captação no mercado de capitais;  Garantia de carteira de exportação para MPMEs;  Operações conjuntas com outras Agências de Crédito à Exportação no mundo. Desafios em Marcha SEGURO DE CRÉDITO À EXPORTAÇÃO
  7. 7. OBRIGADO Thank you

×