SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
. Porquê? .Para quê? .Como? Novembro 2010 O modelo de auto-avaliação da biblioteca escolar  Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
Novembro 2010 ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Modelo de auto-avaliação da  BE  Cristiana Lopes
Objectivos:   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes Porquê avaliar?
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
Para quê? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
Como avaliar?  Rede Bibliotecas Escolares   12 de Novembro de 2009 Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
[object Object],[object Object],Descrição do modelo Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
[object Object],A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular A.1 Articulação Curricular da BE com as Estruturas de Coordenação Educativa e Supervisão Pedagógica e os Docentes A. 2 Promoção das Literacias da Informação, Tecnológica e Digital B. Leitura e Literacia C. Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de Abertura à Comunidade C.1 Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular C.2 Projectos e parcerias D. Gestão da Biblioteca Escolar D.1 Articulação da BE com a Escola/ Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE D.2 Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços D.3 Gestão da colecção/da informação Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes Novembro 2010
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes Novembro 2010
Finalidades ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
Planear a avaliação  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],3. Analisar os Dados -  Fazer apreciações e retirar ilações - Confrontar os dados com os factores críticos de sucesso e os perfis de desempenho Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],5. Preparar e Implementar um Plano de Acção:  -  Identificar objectivos e metas a atingir - Planificar e implementar as acções para a melhoria - Monitorizar o processo de implementação das acções para a melhoria Measuring sucess is not an end in itself; it is a tool for improvement.(…)Self-evaluation is valuable. It may seem initially demanding, perhaps even threatening, but is also enlightening, invigorating and a very potent catalyst for change and development. (Scott, 2002).   Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
Bibliografia ,[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes
Bibliografia ,[object Object],[object Object],[object Object],Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE  Cristiana Lopes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalho sessao 2_maria_jose_bernardes
Trabalho sessao 2_maria_jose_bernardesTrabalho sessao 2_maria_jose_bernardes
Trabalho sessao 2_maria_jose_bernardesThumbelina17
 
Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares
Auto-avaliação das Bibliotecas EscolaresAuto-avaliação das Bibliotecas Escolares
Auto-avaliação das Bibliotecas EscolaresCarlos Pinheiro
 
Mod Auto Avaliacao
Mod Auto AvaliacaoMod Auto Avaliacao
Mod Auto AvaliacaoFilipaNeves
 
2ª SessãO ComentáRio CríTico Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
2ª SessãO ComentáRio CríTico Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be2ª SessãO ComentáRio CríTico Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
2ª SessãO ComentáRio CríTico Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Da Bebeloule
 
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009guest0462827d
 
Análise do Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares
Análise do Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas EscolaresAnálise do Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares
Análise do Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolaresmariaantoniadocarmo
 
AnáLise E ComentáRio Lurdes Silva
AnáLise E ComentáRio Lurdes SilvaAnáLise E ComentáRio Lurdes Silva
AnáLise E ComentáRio Lurdes Silvalurdesilva
 
Auto Avaliação BE Conselho Pedagógico
Auto Avaliação BE Conselho PedagógicoAuto Avaliação BE Conselho Pedagógico
Auto Avaliação BE Conselho PedagógicoSoraya Oliveira
 
ApresentaçãO Do Modelo Aa Be
ApresentaçãO Do Modelo Aa BeApresentaçãO Do Modelo Aa Be
ApresentaçãO Do Modelo Aa Besandrinhalopes
 
ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Das BeApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Das Beisabelborges1962
 
Auto AvaliçãO Da Be Eb 2,3 Dr. A.R.P.
Auto AvaliçãO Da Be   Eb 2,3 Dr. A.R.P.Auto AvaliçãO Da Be   Eb 2,3 Dr. A.R.P.
Auto AvaliçãO Da Be Eb 2,3 Dr. A.R.P.rbento
 
O Modelo de Auto-Avaliação da BE_CPedagógico_ESAA_200809
O Modelo de Auto-Avaliação da BE_CPedagógico_ESAA_200809O Modelo de Auto-Avaliação da BE_CPedagógico_ESAA_200809
O Modelo de Auto-Avaliação da BE_CPedagógico_ESAA_200809Julieta Silva
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]mjoaocaldeira
 

Mais procurados (16)

Maa Be Rbe Nov 2009
Maa Be Rbe Nov 2009Maa Be Rbe Nov 2009
Maa Be Rbe Nov 2009
 
Trabalho sessao 2_maria_jose_bernardes
Trabalho sessao 2_maria_jose_bernardesTrabalho sessao 2_maria_jose_bernardes
Trabalho sessao 2_maria_jose_bernardes
 
Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares
Auto-avaliação das Bibliotecas EscolaresAuto-avaliação das Bibliotecas Escolares
Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares
 
Mod Auto Avaliacao
Mod Auto AvaliacaoMod Auto Avaliacao
Mod Auto Avaliacao
 
2ª SessãO ComentáRio CríTico Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
2ª SessãO ComentáRio CríTico Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be2ª SessãO ComentáRio CríTico Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
2ª SessãO ComentáRio CríTico Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
 
Workshop
WorkshopWorkshop
Workshop
 
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
Modelo Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar 2009
 
Análise do Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares
Análise do Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas EscolaresAnálise do Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares
Análise do Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares
 
AnáLise E ComentáRio Lurdes Silva
AnáLise E ComentáRio Lurdes SilvaAnáLise E ComentáRio Lurdes Silva
AnáLise E ComentáRio Lurdes Silva
 
Auto Avaliação BE Conselho Pedagógico
Auto Avaliação BE Conselho PedagógicoAuto Avaliação BE Conselho Pedagógico
Auto Avaliação BE Conselho Pedagógico
 
ApresentaçãO Do Modelo Aa Be
ApresentaçãO Do Modelo Aa BeApresentaçãO Do Modelo Aa Be
ApresentaçãO Do Modelo Aa Be
 
ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Das BeApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
 
Analise Critica Mavbe
Analise Critica MavbeAnalise Critica Mavbe
Analise Critica Mavbe
 
Auto AvaliçãO Da Be Eb 2,3 Dr. A.R.P.
Auto AvaliçãO Da Be   Eb 2,3 Dr. A.R.P.Auto AvaliçãO Da Be   Eb 2,3 Dr. A.R.P.
Auto AvaliçãO Da Be Eb 2,3 Dr. A.R.P.
 
O Modelo de Auto-Avaliação da BE_CPedagógico_ESAA_200809
O Modelo de Auto-Avaliação da BE_CPedagógico_ESAA_200809O Modelo de Auto-Avaliação da BE_CPedagógico_ESAA_200809
O Modelo de Auto-Avaliação da BE_CPedagógico_ESAA_200809
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
 

Semelhante a Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares

Apresentação do Modelo ao Conselho Pedagógico
Apresentação  do Modelo  ao Conselho PedagógicoApresentação  do Modelo  ao Conselho Pedagógico
Apresentação do Modelo ao Conselho PedagógicoAna Violante
 
Powerpoint Sessao 3 Helia Pereira
Powerpoint Sessao 3   Helia PereiraPowerpoint Sessao 3   Helia Pereira
Powerpoint Sessao 3 Helia PereiraHélia Jacob
 
Apresentação mabe fátima pedro enviada
Apresentação mabe fátima pedro enviadaApresentação mabe fátima pedro enviada
Apresentação mabe fátima pedro enviadaFatimapedro
 
Modelo Português De Auto Avaliação Das Bibliotecas Escolares
Modelo  Português De  Auto Avaliação Das  Bibliotecas  EscolaresModelo  Português De  Auto Avaliação Das  Bibliotecas  Escolares
Modelo Português De Auto Avaliação Das Bibliotecas EscolaresBE/CRE
 
Novo Modelo Autoavalição R B E 2009
Novo  Modelo Autoavalição  R B E   2009Novo  Modelo Autoavalição  R B E   2009
Novo Modelo Autoavalição R B E 2009teresasemedo
 
Novo Modelo AutoavaliçãO Rbe 2009
Novo Modelo AutoavaliçãO Rbe   2009Novo Modelo AutoavaliçãO Rbe   2009
Novo Modelo AutoavaliçãO Rbe 2009teresasemedo
 
Modelo PortuguêS De Auto AvaliaçãO Das Bibliotecas Escolares
Modelo PortuguêS De Auto AvaliaçãO Das Bibliotecas EscolaresModelo PortuguêS De Auto AvaliaçãO Das Bibliotecas Escolares
Modelo PortuguêS De Auto AvaliaçãO Das Bibliotecas EscolaresBE/CRE
 
Modelo de Auto-Avaliação BE
Modelo de Auto-Avaliação BEModelo de Auto-Avaliação BE
Modelo de Auto-Avaliação BEDanielaSantos
 
Apresentacao Maabe Penacova
Apresentacao Maabe PenacovaApresentacao Maabe Penacova
Apresentacao Maabe PenacovaLurdes Dias
 
Modelo Auto-Avaliação da BE de Penacova
Modelo Auto-Avaliação da BE de PenacovaModelo Auto-Avaliação da BE de Penacova
Modelo Auto-Avaliação da BE de PenacovaDanielaSantos
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]mjoaocaldeira
 
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica MaabeBibJoseRegio
 
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica MaabeMaria Fernanda
 
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica MaabeBibJoseRegio
 
Apresentação do Modelo Auto-avaliação da BE ao CP
Apresentação do  Modelo  Auto-avaliação da BE ao CPApresentação do  Modelo  Auto-avaliação da BE ao CP
Apresentação do Modelo Auto-avaliação da BE ao CPLurdes Meneses
 
Sessão 3 Tarefa 1 Powerpoint Modelo Maabe
Sessão 3 Tarefa 1 Powerpoint Modelo MaabeSessão 3 Tarefa 1 Powerpoint Modelo Maabe
Sessão 3 Tarefa 1 Powerpoint Modelo MaabeCarlos Carvalho
 
Tabela para o_trabalho_2_sessao_3
Tabela para o_trabalho_2_sessao_3Tabela para o_trabalho_2_sessao_3
Tabela para o_trabalho_2_sessao_3Bibliotecajac
 
1ª Tarefa Powerpoint 3ª SessãO
1ª Tarefa   Powerpoint   3ª SessãO1ª Tarefa   Powerpoint   3ª SessãO
1ª Tarefa Powerpoint 3ª SessãO1000a
 

Semelhante a Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares (20)

Power Point Paula
Power Point PaulaPower Point Paula
Power Point Paula
 
Apresentação do Modelo ao Conselho Pedagógico
Apresentação  do Modelo  ao Conselho PedagógicoApresentação  do Modelo  ao Conselho Pedagógico
Apresentação do Modelo ao Conselho Pedagógico
 
Powerpoint Sessao 3 Helia Pereira
Powerpoint Sessao 3   Helia PereiraPowerpoint Sessao 3   Helia Pereira
Powerpoint Sessao 3 Helia Pereira
 
Apresentação mabe fátima pedro enviada
Apresentação mabe fátima pedro enviadaApresentação mabe fátima pedro enviada
Apresentação mabe fátima pedro enviada
 
Modelo Português De Auto Avaliação Das Bibliotecas Escolares
Modelo  Português De  Auto Avaliação Das  Bibliotecas  EscolaresModelo  Português De  Auto Avaliação Das  Bibliotecas  Escolares
Modelo Português De Auto Avaliação Das Bibliotecas Escolares
 
Novo Modelo Autoavalição R B E 2009
Novo  Modelo Autoavalição  R B E   2009Novo  Modelo Autoavalição  R B E   2009
Novo Modelo Autoavalição R B E 2009
 
Novo Modelo AutoavaliçãO Rbe 2009
Novo Modelo AutoavaliçãO Rbe   2009Novo Modelo AutoavaliçãO Rbe   2009
Novo Modelo AutoavaliçãO Rbe 2009
 
Modelo PortuguêS De Auto AvaliaçãO Das Bibliotecas Escolares
Modelo PortuguêS De Auto AvaliaçãO Das Bibliotecas EscolaresModelo PortuguêS De Auto AvaliaçãO Das Bibliotecas Escolares
Modelo PortuguêS De Auto AvaliaçãO Das Bibliotecas Escolares
 
Modelo de Auto-Avaliação BE
Modelo de Auto-Avaliação BEModelo de Auto-Avaliação BE
Modelo de Auto-Avaliação BE
 
Apresentacao Maabe Penacova
Apresentacao Maabe PenacovaApresentacao Maabe Penacova
Apresentacao Maabe Penacova
 
Modelo Auto-Avaliação da BE de Penacova
Modelo Auto-Avaliação da BE de PenacovaModelo Auto-Avaliação da BE de Penacova
Modelo Auto-Avaliação da BE de Penacova
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
 
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
 
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
 
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe2ª SessãO  Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
2ª SessãO Tarefa 1.AnáLise CríTica Maabe
 
Apresentação do Modelo Auto-avaliação da BE ao CP
Apresentação do  Modelo  Auto-avaliação da BE ao CPApresentação do  Modelo  Auto-avaliação da BE ao CP
Apresentação do Modelo Auto-avaliação da BE ao CP
 
Sessão 3 Tarefa 1 Powerpoint Modelo Maabe
Sessão 3 Tarefa 1 Powerpoint Modelo MaabeSessão 3 Tarefa 1 Powerpoint Modelo Maabe
Sessão 3 Tarefa 1 Powerpoint Modelo Maabe
 
Tabela para o_trabalho_2_sessao_3
Tabela para o_trabalho_2_sessao_3Tabela para o_trabalho_2_sessao_3
Tabela para o_trabalho_2_sessao_3
 
avaliacao_esffl_BE_2009-2010
avaliacao_esffl_BE_2009-2010avaliacao_esffl_BE_2009-2010
avaliacao_esffl_BE_2009-2010
 
1ª Tarefa Powerpoint 3ª SessãO
1ª Tarefa   Powerpoint   3ª SessãO1ª Tarefa   Powerpoint   3ª SessãO
1ª Tarefa Powerpoint 3ª SessãO
 

Último

O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 

Último (20)

O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 

Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares

  • 1. . Porquê? .Para quê? .Como? Novembro 2010 O modelo de auto-avaliação da biblioteca escolar Modelo de auto-avaliação da BE Cristiana Lopes
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. Como avaliar? Rede Bibliotecas Escolares 12 de Novembro de 2009 Novembro 2010 Modelo de auto-avaliação da BE Cristiana Lopes
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.

Notas do Editor

  1. Cristiana Lopes
  2. Cristiana Lopes
  3. Cristiana Lopes
  4. Cristiana Lopes
  5. Cristiana Lopes
  6. Cristiana Lopes
  7. Cristiana Lopes