Velhos hábitos. Nada disso! Eu não acredito que você ainda está nessa de achar que não merece isso ou aquilo. Melhor dizen...
Qualquer sonho é possível, até um velho casamento morno, e sem aquela emoção, pode se transformar numa tórrida paixão, daq...
Vamos dizer que todos os dias você passa por uma determinada rua, seja de carro ou de ônibus, durante 2,3 ou 10 anos, clar...
Mas, se você parar para reparar nas mudanças que o tempo trouxe para aquele percurso,  vai reparar naquele prédio que acab...
Não, não é o caminho que ficou o mesmo, é a sua maneira de enxergar as coisas que não mudou. Aquela pessoa que vive com vo...
Mas, na sua cabeça está aquela velha pessoa que até um determinado tempo você amou, mas a rotina destruiu. É na sua cabeça...
Não adianta sair de um relacionamento para outro que com certeza um dia também vai cair na mesma rotina porque a sua cabeç...
Tudo muda a cada instante, descubra o novo que habita em você e nas pessoas que você "pensa" conhecer.  Pode ser...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

VELHOS HABITOS

500 visualizações

Publicada em

VELHOS HABITOS

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
500
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

VELHOS HABITOS

  1. 1. Velhos hábitos. Nada disso! Eu não acredito que você ainda está nessa de achar que não merece isso ou aquilo. Melhor dizendo, eu não aceito, afinal a nossa amizade permite que eu me preocupe com a sua alegria, com a sua felicidade.
  2. 2. Qualquer sonho é possível, até um velho casamento morno, e sem aquela emoção, pode se transformar numa tórrida paixão, daquelas de fazer adolescente "babar de inveja". Como? Com o seu jeitinho especial de fazer tudo diferente. Calma, eu explico.
  3. 3. Vamos dizer que todos os dias você passa por uma determinada rua, seja de carro ou de ônibus, durante 2,3 ou 10 anos, claro que você já sabe todas as ruas, avenidas, buracos, túneis e outras particularidades do percurso e já nem liga mais para aquele"velho caminho".
  4. 4. Mas, se você parar para reparar nas mudanças que o tempo trouxe para aquele percurso, vai reparar naquele prédio que acabou de ser reformado e está muito mais bonito. Olha aquela árvore que acabou de ser plantada. Notou que demoliram aquela casa velha? Alguém plantou flôres no canteiro central e as casas estão mais iluminadas.
  5. 5. Não, não é o caminho que ficou o mesmo, é a sua maneira de enxergar as coisas que não mudou. Aquela pessoa que vive com você há tantos anos e que você acredita que não tem mais nada para oferecer, também sofreu baques da vida, também aprendeu lições, sofreu, conheceu pessoas e é praticamente uma nova pessoa que provavelmente você nem conhece.
  6. 6. Mas, na sua cabeça está aquela velha pessoa que até um determinado tempo você amou, mas a rotina destruiu. É na sua cabeça que está a velha fotografia que insiste em não sair das paredes de seu cérebro. Acorde, veja com novos olhos aquilo que você acredita ser a mesma coisa.
  7. 7. Não adianta sair de um relacionamento para outro que com certeza um dia também vai cair na mesma rotina porque a sua cabeça não mudou. Isso vale para as amizades, para o emprego, para a escola, a profissão e tudo aquilo que transformamos em "objetos repetitivos de nossa vida".
  8. 8. Tudo muda a cada instante, descubra o novo que habita em você e nas pessoas que você "pensa" conhecer. Pode ser que você tenha uma surpresa maravilhosa! Paulo Roberto Gaefke Música: yo-yo-ma - Apelo Montagem : [email_address] www.pranos.com.br

×