A uma mãe com alzheimer Tereza Porto
Te quedaste quieta e ausente  Morreste antecipadamente  Poupando-nos da dor  De te perder de repente...
Quiseste que os laços  Fossem se desprendendo aos poucos  Devagarinho,  Frouxos,  Desfazendo-os
Imperceptíveis nós  Que antes tão forte  Te uniam a nós...
Nada mais te segura:  Flutuas na ausência  Solta no infinito e  Em cósmica consciência .
Tua sabedoria simples,  Teus gestos desprendidos  Tua doação teimosa  Que nunca arrefecia Mãe
Teu jeito despretensioso  Teu sorriso constante  Teu insistente perdão  Que às vezes eu não entendia...
Ficaram todos trancados  Atrás de tua placidez  E a chave esqueceste  De contar onde escondias.
Não sei se é maior em ti  A tua ausência  Ou em nós, esse medo  De te perder...  Mãe
A palavra não encontra mais  Ressonância em teus ouvidos  Te chamar,  MÃE ,  Ressoa agora no vazio Mãe
Tua boca parada  Teu olhar frio  Tua mão distante  Tece um tênue fio  Que te liga  A  nossa existência...
E na saudade  Me aconchego em teu  Colo ausente  Que só na memória  Consigo mantê-lo vivo  Eternamente...
Imagem: Google  Música: Butterfly (Kevin Kern)  Formatação:adsrcatyb@terra.com.br  Site:  www.momentos-pps.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

UMA MAE COM ALZHEIMER

1.061 visualizações

Publicada em

UMA MAE COM ALZHEIMER

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.061
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

UMA MAE COM ALZHEIMER

  1. 1. A uma mãe com alzheimer Tereza Porto
  2. 2. Te quedaste quieta e ausente Morreste antecipadamente Poupando-nos da dor De te perder de repente...
  3. 3. Quiseste que os laços Fossem se desprendendo aos poucos Devagarinho, Frouxos, Desfazendo-os
  4. 4. Imperceptíveis nós Que antes tão forte Te uniam a nós...
  5. 5. Nada mais te segura: Flutuas na ausência Solta no infinito e Em cósmica consciência .
  6. 6. Tua sabedoria simples, Teus gestos desprendidos Tua doação teimosa Que nunca arrefecia Mãe
  7. 7. Teu jeito despretensioso Teu sorriso constante Teu insistente perdão Que às vezes eu não entendia...
  8. 8. Ficaram todos trancados Atrás de tua placidez E a chave esqueceste De contar onde escondias.
  9. 9. Não sei se é maior em ti A tua ausência Ou em nós, esse medo De te perder...  Mãe
  10. 10. A palavra não encontra mais Ressonância em teus ouvidos Te chamar, MÃE , Ressoa agora no vazio Mãe
  11. 11. Tua boca parada Teu olhar frio Tua mão distante Tece um tênue fio Que te liga A nossa existência...
  12. 12. E na saudade Me aconchego em teu Colo ausente Que só na memória Consigo mantê-lo vivo Eternamente...
  13. 13. Imagem: Google Música: Butterfly (Kevin Kern) Formatação:adsrcatyb@terra.com.br Site: www.momentos-pps.com.br

×