RUÍDOS DA RUA    Hoje eu acordei mais cedo. Não saltei da cama como de costume.  Fiquei deitada, olhos no teto do quarto e...
Depois de alguns segundos de escuta, percebi a presença de um pássaro novo no pedaço.  Tem um canto diferente e, na escala...
Ainda não era a hora dos bem-te-vis.  Esses acordam mais tarde, às cinco horas e quinze. Dão seu primeiro grito e os outro...
Depois de um bom tempo, sai da cama.  Lembrei-me de que preciso ver os jardins da minha cidade em longa caminhada. Imaginá...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

RUIDOS NA RUA

442 visualizações

Publicada em

RUIDOS NA RUA

Publicada em: Negócios, Diversão e humor
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

RUIDOS NA RUA

  1. 1. RUÍDOS DA RUA   Hoje eu acordei mais cedo. Não saltei da cama como de costume. Fiquei deitada, olhos no teto do quarto e ouvido ligado nos ruídos da rua. Sim, ouvido ligado, porque esta rua é abençoada com variados sons. Um pequenino festival da Natureza em palco de asfalto.
  2. 2. Depois de alguns segundos de escuta, percebi a presença de um pássaro novo no pedaço. Tem um canto diferente e, na escala musical, passa por todas as notas, dando ênfase à nota mi. Apurei o ouvido. Agora o canto está mais alto. É um chamamento com resposta. Fiquei me perguntando: - Será uma declaração de amor? Depois entrou no ar um cricri meu velho conhecido, dos grilos da minha infância, tão longe... o gritinho dos morcegos, voando às cegas, o latido de um cão perdido e o lamento de um bichano apaixonado, o seu eterno "rauuuuuuuuul".
  3. 3. Ainda não era a hora dos bem-te-vis. Esses acordam mais tarde, às cinco horas e quinze. Dão seu primeiro grito e os outros pássaros se calam, porque no teatro da Natureza, no palco das árvores eles são astros de primeira grandeza. Assim é a minha rua. Arborizada, cheia de crianças buliçosas, pássaros, namorados e o gato que continua chamando "rauuuuuuuuuul"...
  4. 4. Depois de um bom tempo, sai da cama. Lembrei-me de que preciso ver os jardins da minha cidade em longa caminhada. Imaginá-los longa serpente de flores coberta... Maria Hilda de J. Alão Música: serenata-nachtigall_ Montagem; [email_address]

×