POEMA AFRICANO

38.025 visualizações

Publicada em

POEMA AFRICANO

2 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
38.025
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
99
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
233
Comentários
2
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

POEMA AFRICANO

  1. 1. Ligue o sOm
  2. 2. Paiva Slides
  3. 3. O dia 20 de novembro é o dia da Consciência Negra. A data foi escolhida pelo Movimento Negro em contraposição ao 13 de maio (dia da suposta abolição da escravatura) e é uma homenagem a Zumbi dos Palmares, que faleceu neste dia há 308 anos. Zumbi foi o líder do Quilombo dos Palmares - que é considerado o maior foco de resistência negra à escravidão no Brasil. Mais de três séculos após a sua morte, constata-se que o racismo não deixou de existir, ou de se manifestar cruelmente. Na verdade, a opressão de cor somente modernizou-se, assim como a sociedade da opressão modernizou suas formas de dominação durante os anos. Dia da Consciência Negra
  4. 4. "Meu irmão branco... Quando eu nasci, eu era negro. Quando eu cresci eu era negro. Poema Africano
  5. 5. Quando eu estou com medo, eu sou negro. Quando eu morrer, eu serei negro. Quando eu vou ao sol, eu sou negro.
  6. 6. E você Homem Branco... Quando você nasceu, era rosa. Quando Você cresceu, era branco.
  7. 7. Quando você vai ao sol, fica vermelho. Quando você fica com frio, fica roxo. Quando você fica com medo, fica amarelo.
  8. 8. Quando fica doente, fica verde. Quando você morrer, ficará cinza.
  9. 9. Você ainda tem o topete de me chamar de Homem de Cor?" Depois de tudo isso Homem Branco.
  10. 10. Texto: Desconheço Autoria Música: Don McClean - Vincent Imagem: Recebida via e-mail de Marcos Sergio T. Lopes Música : Dorival Caymmi - Retirantes Yahoo! Grupos Coleciono Slide PPS Formatação: Paiva [email_address]

×