Meu amigo de Tela - Fátima Irene Pinto -  Tem uma voz diferente... não combina com o tamanho do corpo que pressupõe um voz...
Tem um não sei o quê, que as vezes me põe em dúvida.  Será que este amigo distante lê meus pensamentos ou conhece detalhes...
Ele me desperta impressões várias e incompatíveis entre si, que vão desde o predador traquejado ... um padre, ou porque nã...
Seria um cidadão politicamente correto ou - como todo o internauta que se preza - seria um sujeito a bater meio fora do bu...
Para este amigo tão especial, vai a canção de fundo: "Podemos ser amigos simplesmente Amigos, simplesmente, nada mais...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

MEU AMIGO DE TELA

332 visualizações

Publicada em

MEU AMIGO DE TELA

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

MEU AMIGO DE TELA

  1. 1. Meu amigo de Tela - Fátima Irene Pinto - Tem uma voz diferente... não combina com o tamanho do corpo que pressupõe um vozeirão. Ainda assim, soa doce e masculina!
  2. 2. Tem um não sei o quê, que as vezes me põe em dúvida. Será que este amigo distante lê meus pensamentos ou conhece detalhes da minha vida? Seria ele mediúnico? Ou apenas um "espião" tipo pau mandado? Não creio... parece-me íntegro demais para prestar-se a isso. Por que nunca fala de si? Por que sempre se faz entender pelos textos que manda, quase todos no mesmo diapasão dos meus sentimentos e pensamentos?
  3. 3. Ele me desperta impressões várias e incompatíveis entre si, que vão desde o predador traquejado ... um padre, ou porque não dizer, um amigo com a melhor das intenções. Parece-me reservado, isto tenho como líquido e certo. E como a mente voa, surpreendo-me as vezes perguntado: Seria ele feliz? Separa real do virtual? Ou embrenhou-se de tal sorte no virtual que separou-se judicialmente do real? E se o fez, quais os motivos que o teriam levado a isto? Que fantasias vive? O que busca? O que quer de mim?
  4. 4. Seria um cidadão politicamente correto ou - como todo o internauta que se preza - seria um sujeito a bater meio fora do bumbo e a marchar ao rítmo de um repique que só ele ouve? Sei não...sei não! Talvez seja apenas um homem...apenas um homem! Mas instintivamente, eu o chamo carinhosamente de "Major" sem ao menos saber, se ele veste camisa polo, pele de lobo, farda ou batina - talvez todas - e gosto de recebê-lo em minha tela.
  5. 5. Para este amigo tão especial, vai a canção de fundo: "Podemos ser amigos simplesmente Amigos, simplesmente, nada mais ..." Música : Paulinho Nogueira - Simplesmente Montagem : [email_address]

×