MAE - MARIA PETRONILHO

576 visualizações

Publicada em

MAE - MARIA PETRONILHO

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

MAE - MARIA PETRONILHO

  1. 1. Mãe, Maria Petronilho De onde te veio esse sorriso Na precaridade e no sofrimento? Com que olhares me criavas? Que de mim esperarias?
  2. 2. De onde a força que levavas  Na vida-breve, tormento? Como pudeste prosseguir sabendo Que nada além de maior dor te esperava, Que nunca me criarias, como dizias, e eu sabia que sabias?
  3. 3. Tanto lias... mas porque bordavas E como Penélope tecias infinitas rendas Por um Ulisses que não merecia as prendas
  4. 4. Dessas mãos imaculadas Tão finas, de unhas cuidadas, Mãos de menina que eras, Que menina findarias? Olhando o teu olhar estremeço De orgulho e se me vejo no espelho No meu olhar  vejo o nosso
  5. 5. Mãe coragem, atravesso As altas chamas do mundo E como tu vou cantando O Fado que, nos calhando, Na nossa voz  reconheço, E de coragem recobro Do pouco de ti que lembro Vamos, na vida e na morte, sorrindo! Música : Nana Mouskouri - Chanson Douce Montagem : [email_address] www.pranos.com.br

×