Aplulea1

582 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
582
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
140
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aplulea1

  1. 1. Meu apartamento em Lulea, Suécia
  2. 2. Tenha sempre este mapa em mente ao apreciar os próximos slides. Se possível, imprima a planta Planta Vestíbulo Armário
  3. 3. Visão Sul, parte da parede Oeste à direita . Note-se a beleza da luminária no teto. Os panos traçam um desenho casual. Buda na estante a tudo contempla, em paz.
  4. 4. Visão Noroeste. Luminária e artefatos de trabalho na mesa. Roupas estão delicadamente pousadas nas cadeiras. A estampa da cortina confere um colorido peculiar ao ambiente. É possível sentir o perfume das flores desenhadas na toalha.
  5. 5. Vista Nordeste da sala . Note-se o belo design da cozinha-armário. Frigobar e fogão elétrico completam o ambiente gastronômico. O papel de parede imitando ladrilhos traz um charme especial.
  6. 6. Visão Leste, de dentro da sala. Daqui vê-se o vestíbulo. O retrato de um time de futebol pela metade, assim como o cabideiro e o rádio-relógio, trazem sentido à incompletude de um batente sem porta.
  7. 7. Visão Norte . Armário visto do vestíbulo Os dois casacos à direita foram deixados pelo proprietário. Parte de uma vida que desconheço.
  8. 8. Visão Norte com parte da parede Oeste . O espelho reflete a comovente simplicidade. A rosa murcha no vaso improvisado não foi descartada em seu tempo, agora é parte da paisagem. Ganhei-a ao tocar para um grupo de senhoras soroptimistas.
  9. 9. Visão Norte . Frigobar, fogão, pá e vassoura, pequenos quadros, papel de parede, o mapa da Índia, parte do lixo. À esquerda repousa o violão. Joelhos aparecem na parte inferior da imagem, evidenciando o esforço do fotógrafo.
  10. 10. Visão Noroeste . Aqui aparece a luminária central em todo seu esplendor. A cozinha-armário é uma graça. Os sapatos são deixados no vestíbulo, para não macular a delicadeza do tapete.
  11. 11. Visão Nordeste . O roupão cinza é do proprietário, mas usei-o para sair do banho. A solidez do criado-mudo de ferro impressiona. Dormi com a cabeça para o lado oposto, para evitar a luz da janela.
  12. 12. Visão Sudoeste . Uma estante utilíssima separa a sala de estar, com o sofá bicama, do quarto de dormir. A luminária, onipresente. Minhas ceroulas penduradas no braço da cadeira quebram a monotonia do lugar.
  13. 13. Visão Oeste . A mesa, em cuidadosa bagunça, as roupas, aparentemente a esmo: Brancos e cinzas dão destaque ao vaso amarelo, à direita. No fundo, o xarez colorido da cortina completa a estrutura cromática.
  14. 14. O mistério da visão oeste ao crepúsculo fala por si mesmo .
  15. 15. Visão Leste: o vestíbulo . Um boné pendurado na parede, roupas, sapatos, mala, a porta do banheiro, um saco plástico azul na estante… são tantos detalhes que a vista se confunde, em êxtase.
  16. 16. Visão oeste, dentro do banheiro . A pia, alva como a neve deste país. O sabonete e o pincel de barba, em níveis diferentes, desequilibram e cuidam da figura a um só tempo.
  17. 17. Visão Leste, dentro do banheiro . Note-se o vermelho do chão recebendo o branco da louça. A figura perturba, ameaçando tragar o espectador.
  18. 18. Visão Leste . Dentro do banheiro, acima do vaso sanitário, fica este incrível secador de toalhas. Vejo-o como a letra ”E”, a conjunção por excelência ente a estética e a utilidade.
  19. 19. Visão Sudoeste . Chuveiro, cortina de plástico com motivo de bolinhas, parte do armarinho de cima da pia, exaustor. Os cosméticos dão vida a este importante espaço da casa.
  20. 20. Da minha janela vejo a faixa de pedestres. Os carros param e eu atravesso. Atravessei o mundo para estar aqui. Aqui estou para que o mundo me atravesse.

×